ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Notícias

BlogRev@Enf

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem apoia o BlogRev@Enf. Siga-nos!

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem completa 20 anos

Nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, no espaço do X SINPEn, estaremos celebrando os 20 anos da...
Mais Notícias

Volume 2 , Número 1 , Jan/Ago - 1998

EDITORIAL

1  - Os 75 anos da EEAN: política internacional, cotidiano e historia.

Ieda de Alencar Barreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 11-13

Download

 

ARTIGOS

2  - A Enfermagem no Brasil

Edith Fraenkel

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 14-18

Download

 

3  - Discurso de posse da Diretora da EEAN - gestão 1998 - 2001

Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 19-22

Download

 

CONFERÊNCIA

4  - Os desafios para as enfermeiras em Québec (Canadá) frente às tendências neoliberais e à globalização

Michael Perrault

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 23-33

Download

 

ARTIGOS

5  - O perfil das(os) alunas(os) de enfermagem da Escola Anna Nery: décadas de 20, 30 e 90

Simone dos Santos Menezes; Suely de Souza Baptista; Ieda de Alencar Barreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 34-48

Resumo Download

Este estudo objetiva contrastar as modificações ocorridas nos critérios de seleção e no perfil do aluno ao ingressar na Escola de Enfermeiras do DNSP - Departamento Nacional de Saúde Pública (décadas 20 e 30) e na atual EEAN - Escola de Enfermagem Anna Nery. Obtivemos dados das fontes primárias provenientes do Centro de Documentação/EEAN e do questionário aplicado aos atuais alunos da Escola. Analisamos à luz da literatura sobre o tema. Os achados revelaram que inicialmente os critérios adotados para seleção das candidatas eram: ser mulher, solteira, separada legalmente do marido ou viúva; ter de 20 a 35 anos e boas referências pessoais; não apresentar defeitos físicos; ter cursado escola normal ou estudos equivalentes. A opção pela enfermagem baseava-se na religiosidade, vocação, patriotismo, desejo de servir, trabalhar para os ideais da eugenia e, em menor proporção, na independência econômica. O ponto de ruptura deste perfil ocorreu com a extinção desses critérios pela Reforma Universitária de 68. A partir de 1971, a Escola recebeu alunos de ambos os sexos, independente de estado civil e idade, classificados pelo vestibular. Atualmente, a opção pela enfermagem deve-se à inclinação pela área da saúde e à relativa facilidade de passar no vestibular. Quase dois terços tentaram anteriormente a medicina, optando depois pela enfermagem como escolha mais acertada, de acordo com suas possibilidades mais imediatas.

Palavras-chave: History of nursing, Nursing students, Nursing school.

 

6  - Alunas Religiosas na Escola de Enfermagem Anna Nery nas décadas de 20 a 40

Carmen Luisa dos Santos Teixeira; Suely de Souza Baptista; Rosa Maria N. T. Cavalcanti; Jussara Sauthier

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 49-65

Resumo Download

Este estudo, inserido na linha de pesquisa Escolas de Enfermagem na Sociedade Brasileira, tem como objetivo discutir as relações entre o ingresso e a evasão de freiras na EEAN nas gestões de enfermeiras norte-americanas e brasileiras na direção dessa Escola. O recorte temporal compreende o período 1923-1942. A metodologia utilizada foi a qualitativa. As fontes primárias incluíram documentos do Centro de Documentação da EEAN, como: dossiês de alunas e diretoras; e as secundárias, bibliografias referentes à história da enfermagem é ao contexto sócio-histórico da época. Os achados demonstraram que de 1923 a 1931, a Escola não contou com Religiosas em seu quadro de alunas; as três primeiras freiras ingressaram no Curso na gestão da primeira diretora brasileira (1931-1933), mas não chegaram a se diplomar; na segunda gestão de Bertha Pullen, enfermeira norte-americana (1934-1938), não houve ingresso de Religiosas na Escola; em 1939, na gestão da segunda diretora brasileira, ingressaram dez freiras que se formaram em 1942. Os resultados evidenciaram que apesar dessas freiras declararem ser a profissão sublime, nobre e bela, dando-lhes a possibilidade de praticar a caridade, confortando e aliviando os sofrimentos físicos e morais e apesar de recebido tratamento especial, o cotidiano de uma escola de enfermagem, leiga ou não, atraiu ou não favoreceu a permanência de Religiosas no Curso. Além disso, levanta-se a questão da possível interferência da religião protestante professada pelas enfermeiras norte-americanas, na disposição dessas Religiosas católicas freqüentarem a Escola.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem

 

7  - "Iniciações à Arte da Enfermagem."

Paulo Vaccari Caccavo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 66-77

Resumo Download

Trata-se de uma reflexão inicial acerca da complexidade emblemática que envolve o estudo dos significados da arte da enfermagem, que compõe nota prévia de projeto de tese de doutorado, intitulada "A Arte da Enfermagem: efêmera, graciosa e perene", defendido em dezembro de 1997. Partimos da premissa de que o ofício da enfermagem possui um objeto definido que é o cuidado, e que este constitui um desafio para a habilidade dos enfermeiros. Apontamos traços existentes no imaginário ocidental que impedem a compreensão do que seja a arte do ofício da enfermagem, retirando o véu que recobre este objeto de estudo. Utilizamos como fonte primária "Notes on Nursing", de Florence Nightingale, e conceitos de estética e arte provenientes da teoria da arte e de novos paradigmas da estética contemporânea como referenciais teóricos.

Palavras-chave: Enfermagem, Arte, Cuidado, Imaginário.

 

8  - Diagnóstico e intervenção de enfermagem em paciente cirúrgico: aplicação do modelo de Orlando

Jacqueline Borges Cavalcante; Lorita Marlena Freitag Pagliuca; Enedina Soares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 78-92

Resumo Download

Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, tendo como sujeito um paciente em período preoperatorio, internado na clínica cirúrgica do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará, no período de outubro a novembro de 1997, com o objetivo de identificar diagnósticos de enfermagem e propor intervenções tendo por base o processo de enfermagem de Orlando. Os diagnósticos encontrados foram: dor relacionada à lesão ulcerosa no olho esquerdo, ansiedade relacionada à ameaça/mudança no estado de saúde e necessidades não atendidas, medo de morrer relacionado à cirurgia programada, senso-percepção visual alterada à esquerda relacionada à lesão no órgão de recepção (olho esquerdo), potencial para infecção relacionado à lesão ulcerosa no olho esquerdo, integridade tissular prejudicada relacionada a fator mecânico (presença de massa tumoral no olho esquerdo) e déficit de conhecimentos relacionados à doença, cirurgia, prognóstico e motivos que determinaram as suspensões das cirurgias. As intervenções de enfermagem propostas foram: estimular a verbalização dos sentimentos, orientar quanto à doença, prognóstico e período pré-operatório, e informar sobre os motivos dos cancelamentos da cirurgia, solicitando a colaboração do cirurgião. Os resultados mostraram ser viável a utilização do diagnóstico de enfermagem e do modelo de Orlando, bem como, a importância da interação enfermeira-paciente na assistência prestada.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem, Enfermagem Cirúrgica, Teoria de Enfermagem

 

9  - Avaliação de enfermagem: Necessidades de cliente internada em enfermaria psiquiátrica e a assistência de enfermagem

Alba Lúcia Castelo Branco; Florence Romijn Tocantins; Berenice Xavier Elsas; Benedita Maria Rêgo Deusdará Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 93-100

Resumo Download

Fundamentadas na concepção de atenção integral de enfermagem voltada para as necessidades das clientes internadas em uma instituição psiquiátrica, apresentamos algumas reflexões no que se refere a assistência de enfermagem prestada a esta clientela. A análise compreensiva dos depoimentos foi feita a partir do tipo vivido construído ("cliente internada em uma enfermaria psiquiátrica") e entendemos que o mesmo engloba as necessidades assistenciais de enfermagem por parte da cliente que está internada em uma Enfermaria Psiquiátrica. Ampliamos a questão da assistência de Enfermagem entendendo que esta não deve restringir-se apenas a necessidades básicas preestabelecidas, mas principalmente envolver as necessidades assistenciais sentidas e expressas pela clientela.

Palavras-chave: Enfermagem Psiquiátrica, Assistência em Enfermagem, Clientes Internadas, Fenomenología.

 

10  - Ser mãe portadora do HIV Análise compreensiva

Thelma Spindola; Milena Banic

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 101-110

Resumo Download

O presente trabalho tem como objetivo compreender o significado de ser mãe portadora do HIV apoiadas em metodologia qualitativa com abordagem fenomenológica, buscou-se a compreensão do fenômeno a partir das falas das puérperas portadoras do HIV em um Serviço de Obstetrícia de um Hospital Público do Município do Rio de Janeiro. A análise dos depoimentos evidenciou que as mulheres percebem este momento com sua singularidade, sendo esta uma ocasião única, diferenciada na qual necessitam de apoio e compreensão de familiares e amigos para que superem as dificuldades inerentes à realidade vivenciada.

Palavras-chave: Enfermagem, Saúde da mulher, Sida/Aids

 

11  - O cuidado na perspectiva do acompanhante de crianças e adolescentes hospitalizados.

Regina G. Santini Costenaro; Alessandra Daros; Eloita Neves Arruda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 111-125

Resumo Download

Este é um estudo exploratório de natureza qualitativa no qual 10 acompanhantes de crianças e adolescentes hospitalizados foram entrevistados a partir de uma escala analógica com valores numéricos de 0 a 10, correspondentes aos sentimentos relativos ao cuidado por eles experienciados durante a hospitalização de seus filhos. Os resultados aqui apresentados fazem parte de um estudo mais amplo sobre cuidado e conforto da clientela infanto-juvenil e seus acompanhantes, e tem a finalidade de identificar níveis de cuidado experienciados e significados de cuidado atual e desejado na visão do acompanhante. O cuidado atual tem o sentido de atendimento, atenção por pessoal "bacana" que proporciona alimentação, higiene e orientação. Tem também o sentido de conformismo com o não cuidado por eles experienciado. No entanto, desejam um ambiente confortável para refazer energias, como também orientação, alimentação mais freqüente e apoio governamental.

Palavras-chave: Cuidado, Enfermagem, Enfermagem Pediátrica acompanhante.

 

RELATO DE EXPERIÊNCIA

12  - Programa universidade solidária -1998 Relato da experiência no municipio Pedras de Fogo, Paraíba

Ana Inés Sousa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998;2(1): 127-138

Resumo Download

Este artigo relata a experiência de dez universitários, estudantes de diversas áreas do conhecimento, e uma professora da Escola de Enfermagem Anna Nery da UFRJ, vinculados ao Programa Universidade Solidária, desenvolvido no Município Pedras de Fogo, Paraíba, no período de 15 de janeiro a 07 de fevereiro de 1998. A proposta de trabalho foi organizada a partir da elaboração de um projeto de formação/capacitação de multiplicadores voltados para agentes comunitários de saúde, auxiliares de enfermagem, professores e dirigentes de associações comunitárias das áreas rural e urbana. Junto à população em geral, foram sistematizadas as seguintes atividades: "Feira de Saúde, Educação e Meio Ambiente"; colônia de férias com 446 inscritos; "Noite Cultural"; e assessoria na formulação do projeto "Meninos da Capoeira", que objetivava a reintegração de menores de rua viciados em cola à suas famílias. Tal experiência multidisciplinar marcou a vida de toda a equipe. O contato com outras realidades, outra cultura, não foi apenas uma oportunidade de exercitar nossa cidadania, colocando em prática os conhecimentos acadêmicos mas, principalmente, uma forma de reafirmar e sinalizar um projeto de Universidade em sintonia com a realidade brasileira.

Palavras-chave: Extensão, Saúde Coletiva, Educação em Saúde

 

© Copyright 2021 - Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Todos os Direitos Reservados
GN1