ISSN (on-line): 2177-9465
ISSN (impressa): 1414-8145
Escola Anna Nery Revista de Enfermagem Escola Anna Nery Revista de Enfermagem
COPE
ABEC
BVS
CNPQ
FAPERJ
SCIELO
REDALYC
MCTI
Ministério da Educação
CAPES

Resultado da Busca - Total: 1651

• Teste

• Teste

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 1 - 20

Resumo Download

• Teste

Palavras-chave: • Teste

 

O familiar cuidador durante a hospitalização da criança: convivendo com normas e rotinas

Daiani Modernel Xavier, Giovana Calcagno Gomes, Marli dos Santos Salvador

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 68 - 74

Download

 

"Annaes de enfermagem" Aptidões e deveres da enfermeira de Hygiene Mental

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 163 - 163

Download

 

"Annaes de Enfermagem": um novo serviço

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 11 - 11

Download

 

"Grupo" de artesanato: espaço favorável à promoção da saúde mental

Márcia Glaciela da Cruz Scardoelli; Maria Angélica Pagliarini Waidman

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 291 - 299

Resumo Download

Estudo descritivo de abordagem qualitativa, realizado em um grupo de artesanato de uma Unidade Básica de Saúde do município de Maringá - PR, no período de março a agosto de 2009. Objetivou-se compreender os motivos de inserção de mulheres no grupo de artesanato. Para coleta de dados utilizaram-se a observação participante e entrevista aberta. Os sujeitos do estudo foram 11 mulheres. Os dados foram analisados segundo a técnica de análise de conteúdo, de onde emergiram três categorias: Propiciando a promoção da saúde mental; Encontrando um espaço que promove a fala, a escuta e a partilha e; Buscando um espaço de ensino/aprendizado. Observamos que participar do grupo vem contribuindo para melhoria da qualidade de vida destas mulheres que se encontravam em situação de sofrimento emocional, oferecendo condições favoráveis ao desenvolvimento do ponto de vista psicossocial.

Palavras-chave: Saúde Mental. Enfermagem. Grupos de Apoio. Estrutura de Grupo. Atenção Básica

 

"Iniciações à Arte da Enfermagem."

Paulo Vaccari Caccavo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(1): 66 - 77

Resumo Download

Trata-se de uma reflexão inicial acerca da complexidade emblemática que envolve o estudo dos significados da arte da enfermagem, que compõe nota prévia de projeto de tese de doutorado, intitulada "A Arte da Enfermagem: efêmera, graciosa e perene", defendido em dezembro de 1997. Partimos da premissa de que o ofício da enfermagem possui um objeto definido que é o cuidado, e que este constitui um desafio para a habilidade dos enfermeiros. Apontamos traços existentes no imaginário ocidental que impedem a compreensão do que seja a arte do ofício da enfermagem, retirando o véu que recobre este objeto de estudo. Utilizamos como fonte primária "Notes on Nursing", de Florence Nightingale, e conceitos de estética e arte provenientes da teoria da arte e de novos paradigmas da estética contemporânea como referenciais teóricos.

Palavras-chave: Enfermagem, Arte, Cuidado, Imaginário.

 

(Geronto) Tecnologia cuidativo-educacional na doença de Alzheimer e no apoio ao idoso/família: perspectiva dos docentes e discentes

Silomar Ilha, Silvana Sidney Costa Santos, Dirce Stein Backes, Edaiane Joana Lima Barros, Marlene Teda Pelzer, Adriane Maria Netto de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

(Re)lembrando Elvira de Felic: gestos e falas de enfermeiras sobre o banho no leito, uma técnica/tecnologia de enfermagem

Nébia Maria Almeida de Figueiredo; Vilma de Carvalho; Maria Antonieta Rubio Tyrrell

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 18 - 28

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa sobre banho no leito, com os objetivos de identificar expressões verbais e caracterizar expressões não verbais durante a execução da atividade de banhar e de ser banhada.. A coleta de dados incluiu o registro de falas, gestos e expressões durante a Cena de Reflexão, uma dramatização do banho em sala de aula, com a participação de 32 enfermeiras e alunas de pós-graduação - mestrado. Os resultados indicaram dois núcleos de representações: o primeiro, "O Corpo que Toca e Fala"; e o segundo, "O Corpo que Toca e Cala". A Multireferencialidade, Subjetividade, Psicossociologia e as concepções de Nightingale, Figueiredo e Carvalho foram usadas como apoio teórico. Os resultados constataram dificuldades das enfermeiras em relação ao toque e ao corpo nu, durante o procedimento técnico, e também quando opinavam e defendiam, de fato, o próprio corpo e o toque como intermediadores de emoções, subjetividade, estética, sexualidade e sensualidade

Palavras-chave: Enfermagem. Higiene da pele. Tato. Tecnologia

 

(Re)organização das famílias de idosos com Alzheimer: percepção de docentes à luz da complexidade

Silomar Ilha, Dirce Stein Backes, Marli Terezinha Stein Backes, Marlene Teda Pelzer, Valéria Lerch Lunardi, Regina Gema Santini Costenaro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 331 - 337

Download

 

Burnout e tecnologias em saúde no contexto da enfermagem na Atenção Primária à Saúde

Cleyton Cézar Souto Silva, Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira, Alexsandra Rodrigues Feijão, Isabelle Katherinne Fernandes Costa, Soraya Maria de Medeiros

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Flipped Classroom no ensino de gerenciamento em enfermagem: relato de experiência

Jouhanna do Carmo Menegaz; Geyse Aline Rodrigues Dias; Ricky Falcão Silva Trindade; Suzayne Naiara Leal; Nathalia Karym Araújo Martins

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

In memorian à Haydée Guanais Dourado 1915-2005

Maria Antonieta Rubio Tyrrell; Isaura S. Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 143 - 143

Download

 

Nursing Activities Score nos sítios assistenciais em Unidade de Terapia Intensiva

Claudia Maria Silva Cyrino; Magda Cristina Queiroz Dell'Acqua; Meire Cristina Novelli e Castro; Elaine Machado de Oliveira; Sérgio Deodato; Priscila Masquetto Vieira de Almeida

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

25 anos de regulamentação do SUS e a 15º Conferência Nacional de Saúde

Maria do Socorro de Souza; Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 376 - 378

Download

 

40 anos da pós-graduação stricto sensu na EEAN/UFRJ - avanços e contribuições

Vilma de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 431 - 434

Download

 

70 anos da Escola de Enfermagem Anna Nery na Universidade: a glória de ser e os desafios a conquistar

Maria Antonieta Rubio Tyrrel; Regina Célia Gollner Zeitoune

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 09 - 14

Download

 

85 anos no ensino da enfermagem brasileira

Maria Antonieta Rubio TyrrellI; Antonio José de Almeida FilhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 09 - 11

Download

 

A (Con)vivência do cliente frente à disfunção erétil: uma contribuição da sociopoética para o cuidado de enfermagem no perioperatório

Castorina da Silva Duque; Sílvia Teresa Carvalho de Araújo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 145 - 148

Download

 

A (in)satisfação dos acompanhantes acerca da sua condição de permanência na enfermaria pediátrica

Rita de Cássia Melão de Morais, Tania Vignuda de Souza, Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 401 - 408

Download

 

A 2ª Guerra Mundial e o retorno das enfermeiras americanas ao Brasil

Cassandra Soares de OliveiraI; Ieda de Alencar BarreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 209 - 216

Download

 

A acupuntura na analgesia do parto: percepções das parturientes

Jussara Gue Martini I; Sandra Greice Becker II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 589 - 594

Resumo Download

O estudo objetivou conhecer as percepções das parturientes atendidas na Maternidade do Hospital Universitário de Florianópolis (HU) sobre a utilização da acupuntura na analgesia das dores do parto. Por meio de entrevistas com 31 parturientes, atendidas em procedimento de parto normal, em abril de 2005, obteve-se como resultados: 60% das protagonistas do estudo tem de 20 a 30 anos, são procedentes de Florianópolis em 90% dos casos. Uma grande parcela das mulheres atendidas na Maternidade não tem informações sobre o uso da acupuntura no controle das dores obstétricas, atingindo 95% das respostas. Contudo, 70% das entrevistadas acreditam na possibilidade de analgesia por acupuntura e estariam dispostas a experimentar caso disponibilizada na instituição. Tais resultados indicam a necessidade de ampliar os conhecimentos nesta área, bem como da capacitação das equipes de atenção ao parto no uso de outras formas de controle das dores obstétricas.

Palavras-chave: Parto Obstétrico. Analgesia. Acupuntura. Enfermagem. Enfermagem Obstétrica

 

A adoção do modelo anglo-americano de ensino de enfermagem na capital paulista

Andréa Raquel de SouzaI; Suely de Souza BaptistaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 211 - 228

Download

 

A adolescente grávida na percepção de médicos e enfermeiros da atenção básica

Beatriz Belém Buendgens; Maria de Fátima Mota Zampieri

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 64 - 72

Resumo Download

Pesquisa qualitativa descritiva, com os objetivos de conhecer a percepção de médicos e enfermeiros sobre as mudanças biopsicossociais da adolescente grávida e sobre a atuação da equipe de saúde na gravidez na adolescência. Os dados foram coletados através de entrevistas, com médicos e enfermeiros de uma Unidade Básica de Saúde, de agosto a outubro de 2010. Esses foram classificados, organizados e analisados utilizando a análise de conteúdo proposta por Minayo, seguindo três etapas: ordenação, classificação e análise dos dados. Após leitura aprofundada dos discursos, foram recortadas as unidades de registro ou temas, que agrupados por convergência de ideias originaram as categorias: percepção dos médicos e enfermeiros sobre a gravidez na adolescência; percepções sobre transformações no processo de ser e viver da adolescente; profissionais e a adolescente grávida. Os profissionais reforçam a importância da escuta, atenção personalizada, integral e específica a esta clientela, necessitando capacitação para isto. O estudo amplia o conhecimento sobre o tema e oferece subsídios para os profissionais repensarem sua prática de saúde, contribuindo para que assumam uma postura respeitosa e personalizada na atenção às adolescentes grávidas.

Palavras-chave: Adolescente. Gravidez na adolescência. Saúde do adolescente. Atenção básica à saúde

 

A amamentação na transição puerperal: o desvelamento pelo método de pesquisa-cuidado

Fernanda Catafesta I; Ivete Palmira Sanson Zagonel II; Marialda Martins III; Kriscie Krisciane VenturiIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 609 - 616

Resumo Download

Pesquisa que objetivou desvelar as percepções do ser puérpera sobre a amamentação diante do processo de transição ao papel materno. A metodologia é qualitativa, utilizando o método de pesquisa-cuidado por meio da consulta de enfermagem. O estudo foi realizado no ambulatório de uma maternidade pública de Curitiba. Para compreender o significado dos depoimentos, optamos pela análise de conteúdo temática. Após a análise dos discursos de 19 puérperas, emergiram 3 unidades de contexto e 12 unidades de registro. Considerando a importância do aleitamento materno na vivência da transição ao papel materno, apresentamos a análise da Unidade de Registro 11, `o enfrentamento da amamentação'. Concluímos que a compreensão do significado e a forma como as mulheres vivenciam o aleitamento materno pode contribuir para que o cuidado de enfermagem ultrapasse a dimensão técnica, tornando-se humanizado e individualizado.

Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem. Período Pós-Parto. Aleitamento Materno

 

A arte de partejar: experiência de cuidado das parteiras tradicionais de Envira/AM

Keyla Cristiane do NascimentoI; Evanguelia Kotzias Atherino dos SantosII; Alacoque Lorenzini ErdmannIII; Hélio José do Nascimento JúniorIV; Jacira Nunes CarvalhoV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 319 - 327

Resumo Download

Trata-se de um estudo exploratório-descritivo de caráter qualitativo, que retrata as parteiras tradicionais de Envira, município do estado do Amazonas, onde 80% dos partos são feitos por elas. Objetiva caracterizar a experiência de cuidado no partejar dessas parteiras. Participaram do estudo 29 parteiras. Para a coleta de dados, optou-se por entrevistas gravadas. As informações foram analisadas de acordo com o método de análise de conteúdo. Seis categorias foram evidenciadas: parteiras de Envira - quem são?; ofício de partejar; partejar - quanto vale esse ?dom?; problemas enfrentados pela parteira; problemas frequentemente encontrados pelas parteiras na gestação/parto; e relação com o serviço de saúde. Conclui-se afirmando que há um longo caminho a percorrer na reversão dos quadros de doenças, pobreza e abandono, um caminho no qual as parteiras treinadas poderão desempenhar importante papel, na medida em que atingem muitas mulheres, configurando-se como multiplicadores concretos de conhecimentos.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Parto Domiciliar. Políticas Públicas

 

A assistência à mulher no pré-parto e parto na perspectiva da maternidade segura

Fernanda Rego Pereira dos SantosI; Maria Antonieta Rubio TyrrellII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 46 - 53

Download

 

A atenção da enfermeira à saúde cardiovascular de mulheres hipertensas

Luana Santos de Assis I; Marluci Andrade Conceição Stipp II; Joséte Luzia Leite III; Natália Machado da Cunha IV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 265 - 270

Resumo Download

Este estudo é parte integrante da análise dos resultados do Projeto Integrado de Pesquisa intitulado Prevalência das Doenças Cardiovasculares na Clientela atendida num Hospital Escola do Município do Rio de Janeiro. Estudo descritivo, exploratório, quantitativo.
OBJETIVOS: estimar a frequência de hipertensão arterial na clientela feminina atendida no ambulatório de um hospital escola do município do Rio de Janeiro, traçar o perfil de risco para as doenças cardiovasculares dessa clientela e elaborar um plano de intervenções baseado em seu perfil. Foi aplicado um questionário a 102 clientes. Encontramos 64,71% hipertensas; destas, 89,39% faziam uso de alguma medicação anti-hipertensiva, 68,18% referiram não praticarem exercícios físicos regularmente; 54,55% consideram-se estressadas; e 72,73% apresentavam história familiar de doença cardiovascular. A atenção à clientela hipertensa objetiva, além do controle dos padrões de estilo de vida, o controle da pressão arterial, a investigação sobre os fatores de risco e a orientação sobre a medicação usada e seus efeitos.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Doenças Cardiovasculares

 

A Atuação dos enfermeiros egressos do curso de especialização em obstetrícia no nordeste do Brasil - da proposta à operacionalização

Arabela Antônia Nery de Melo Costa1; Janine Schirmer2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 332 - 339

Resumo Download

Com o objetivo de detalhar a atuação de enfermeiros após especialização em Obstetrícia na Região Nordeste do Brasil e os benefícios dessa atuação consubstanciados em premiações para a instituição em que trabalhavam, procedeu-se a estudo transversal, descritivo, exploratório, entre maio de 2006 e março de 2007, em duas fases: a primeira com entrevista estruturada para 127 (67,2%) dos 345 egressos da especialização, residentes em nove estados do Nordeste, e a segunda com contato telefônico via web a 56 (98,2%) enfermeiros. Constatou-se que 114 (90,5%) egressos atuavam na assistência, 50 (39,7%) na administração e 47 (37,3%) na docência de enfermagem. Só em Pernambuco, os egressos lecionavam a residentes de enfermagem. Predominou a concessão da premiação pelo Ministério da Saúde a instituições com egressos. Concluiu-se que cursos de especialização em enfermagem obstétrica, financiados pelo Ministério, ensejaram ganhos a egressos e instituições, permitindo melhor assistência, resultando em premiações pela implantação de novos modelos assistenciais.

Palavras-chave: Enfermeiras obstétricas. Prática profissional. Área de atuação profissional.

 

A avaliação da rede venosa pela enfermagem em mulheres com câncer ginecológico durante o tratamento quimioterápico

Cristiane Regina Soares1; Ana Maria de Almeida2; Thais de Oliveira Gozzo3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 240 - 246

Resumo Download

Estudo de abordagem exploratória e descritiva que teve como objetivos: avaliar a rede venosa das mulheres com câncer cérvico uterino, no início e ao final do tratamento quimioterápico; analisar a ocorrência de flebite provocada pelas drogas utilizadas nos protocolos de quimioterapia neoadjuvante e adjuvante e relacionar os tipos de veia com os dispositivos mais utilizados, tempo de permanência e intercorrências. Utilizou-se um instrumento de avaliação da rede venosa para os membros superiores. Foram incluídas 20 mulheres atendidas em um hospital de ensino do interior do Estado de São Paulo. A avaliação da rede venosa demonstrou poucas alterações, e a intercorrência mais frequente foi o hematoma (60%). Os resultados deste estudo apontam para aspectos da prática de enfermagem relacionados à administração de quimioterápicos e ressaltam a necessidade de elaborar e implantar protocolos para o cuidado.

Palavras-chave: Neoplasias do colo do útero. Enfermagem. Quimioterapia. Extravasamento de materiais terapêuticos e diagnósticos.

 

A bricolage na pesquisa em educação em enfermagem: Relato de experiência

Leonara Raddai Gunther de Campos, Mara Regina Rosa Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

A cartografia na enfermagem: uma proposta de abordagem metodológica

Paula Regina Virginio Moraes de Catrib; Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 399 - 405

Resumo Download

Trata-se de um relato de experiência que tem por objetivo descrever a aplicação da cartografia na coleta de dados de uma tese de doutorado, cujo objeto de estudo trata das estratégias da equipe de enfermagem para a criança hospitalizada com doenças infecciosas e parasitárias. O texto aborda a técnica da geografia-cartografia e sua utilização nos estudos de enfermagem, e também sua aplicação. Essa técnica possibilita a construção de um saber, caracterizando os sistemas de ações que dão movimento e que mapeiam o espaço. Ela propicia uma leitura sobre o quadro das práticas e das realidades, e também o entendimento das especialidades, revelando-se em um processo com significado para uma leitura social do mundo. A realização de pesquisas de enfermagem que utilizam a cartografia ainda é muito escassa; porém, acredita-se que a cartografia possa colaborar para a construção de um saber, caracterizando os sistemas de ações que dão movimento e que mapeiam o espaço.

Palavras-chave: Cartografia. Pesquisa Qualitativa. Enfermagem. Criança Hospitalizada

 

A comissão de ética de enfermagem na visão do enfermeiro

Ilza dos Passos ZborowskiI; Márcia Regina Antonietto da Costa MeloII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 224 - 234

Download

 

A compreensão das necessidades de saúde segundo usuários de um serviço de saúde: subsídios para a enfermagem

Fernanda Aparecida Franco; Paula Hino; Lúcia Yasuko Izumi Nichiata; Maria Rita Bertolozzi

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 157 - 162

Resumo Download

Trata-se de estudo qualitativo, com objetivo de conhecer o conceito de necessidades de saúde, segundo a percepção de usuários de um serviço de saúde do Município de São Paulo. Foram realizadas 15 entrevistas por meio de roteiro semiestruturado, em dezembro de 2008. A leitura exaustiva do material permitiu a apreensão de elementos que compõem a classificação baseada na Taxonomia de Necessidades. As necessidades de saúde foram relacionadas à presença de emprego, moradia e condições de saneamento básico, bem como acesso às consultas médicas, medicação e realização de exames. Também foi reconhecida a necessidade relacionada ao vínculo entre usuário e equipe de saúde, manifesta como desejo de atendimento gentil e com maior disponibilidade de tempo. Ressalta-se a necessidade de instrumentos que auxiliem o profissional da área da Saúde Coletiva a identificar as necessidades de saúde dos usuários, que não se limitam às de âmbito biológico.

Palavras-chave: Necessidades e demandas de serviços de saúde. Acolhimento. Atenção primária à saúde

 

A comunicação como estratégia para manutenção da acreditação hospitalar

Elana Maria Ramos Freire; Valéria Cristina da Silva; Adriane Vieira; Selme Siqueira de Matos; Marília Alves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

A configuração do programa de residência de enfermagem do ministério da saúde

Leticia Valladão MirandaI; Gertrudes Teixeira LopesII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 18 - 27

Download

 

A construção da integralidade no trabalho cotidiano da equipe saúde da família

Selma Maria da Fonseca Viegas1; Cláudia Maria de Mattos Penna2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 133 - 141

Resumo Download

Trata-se do recorte de uma tese de doutorado de abordagem qualitativa, delineada pela estratégia de pesquisa Estudo de Casos Múltiplos Holísticos, com objetivo de compreender a construção das práticas de integralidade em saúde no trabalho cotidiano das equipes de Saúde da Família e de gestores de três municípios do Vale do Jequitinhonha-MG. Foram entrevistados 48 trabalhadores das equipes Saúde da Família e de apoio, além dos secretários municipais. Apresenta-se uma das categorias de análise que mostra a importância dada ao trabalho em equipe multiprofissional e o reconhecimento da necessidade do trabalho do outro, isto é, a complementaridade e a interdependência das ações para prestar uma assistência integral e resolutiva. Algumas equipes apresentaram ações interdisciplinares com uso das diferentes habilidades na identificação e resolução dos problemas. Outras convivem com ações individualizadas, mas referem a necessidade de responsabilidade compartilhada nas ações e decisões da equipe para alcançar a integralidade em saúde.

Palavras-chave: Assistência integral à saúde. Programa Saúde da Família. Trabalho. Pessoal de saúde.

 

A construção histórica do conhecimento da enfermagem gerontologica no Brasil

Denise Faucz Kletemberg; Maria Itayra Padilha; Lúcia Hisako Takase Gonçalves; Míriam Süsskind Borenstein; Ângela Maria Alvarez; Aline Coelho Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 787 - 796

Resumo Download

Este estudo tem como objetivo historicizar a construção da produção do conhecimento em Enfermagem Gerontológica no Brasil. É um estudo sócio-histórico, com abordagem qualitativa, sob o referencial teórico de Eliot Freidson, que relaciona conhecimento ao poder profissional. É um estudo exploratório qualitativo descritivo documental. Utilizou como fontes bases de dados eletrônicas. Nos resultados encontramos 473 pesquisas a partir da década de 1970 até março de 2010; 39 grupos de pesquisa, sendo 8 com especificidade no estudo sobre o idoso e 31 que contêm, entre suas linhas de pesquisa, o estudo do envelhecimento humano. Conclui-se que o escopo da produção científica em enfermagem sobre o processo de envelhecimento e o número crescente de grupos de estudos interessados nessa temática refletem os avanços teórico-metodológicos desse conhecimento especializado.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Saúde do Idoso. Pesquisa em Enfermagem. Gerontologia

 

A contribuição do acompanhante para a humanização do parto e nascimento: percepções de puérperas

Hilana Dayana Dodou; Dafne Paiva Rodrigues; Eryjosy Marculino Guerreiro; Maria Vilani Cavalcante Guedes; Pamela Nery do Lago; Nayara Sousa de Mesquita

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 262 - 269

Download

 

A criação da escola de enfermeiras Luiza de Marillac: estratégia para a manutenção do poder da igreja católica nos espaços hospitalares

Maria Regina Marques BezerraI; Suely de Souza BaptistaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 241 - 254

Download

 

A criação do Hospital Doutor Dório Silva e a configuração de vagas para enfermeiros

Maria Carlota de Rezende CoelhoI; Maria da Luz Barbosa GomesII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 444 - 451

Resumo Download

Pesquisa histórico-social com abordagem dialética cujo objeto foi a configuração de vagas para enfermeiros no Hospital Doutor Dório Silva (HDDS); traçaram-se como objetivos descrever os antecedentes históricos do movimento de criação do HDDS e analisar como se deu a configuração das vagas para enfermeiros neste hospital. As fontes primárias de pesquisa foram depoimentos de três enfermeiros e um médico e documentos dos arquivos do HDDS, da Secretaria Estadual de Saúde e da Federação da Associação de Moradores de Serra. Os achados foram discutidos à luz de conceitos de Gramsci. O grande número de vagas oferecidas nesta configuração se concretizou através do trabalho dos enfermeiros, que, ao se apoiarem na Lei do Exercício Profissional para configurar o número de vagas, valorizaram os aspectos ideológicos, históricos e políticos firmados pelas lutas da categoria, no conjunto dos trabalhadores de saúde, para inverter o hegemônico modelo de saúde.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Política de Saúde. Enfermagem

 

A crise de paradigmas na ciência e as novas perspectivas para a enfermagem

Quintila Garcia Santos; Dulcian Medeiros de Azevedo; Roberta Kaliny de Sousa Costa; Flávio Pereira de Medeiros

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 833 - 837

Resumo Download

O paradigma é entendido como um padrão a ser seguido, e inclui o conjunto de crenças, valores, técnicas e teorias partilhadas, sendo influenciado por fatores culturais, políticos, econômicos e sociais vigentes. Objetivou-se realizar uma reflexão acerca da crise paradigmática do conhecimento científico e de suas implicações no âmbito da enfermagem, apresentando uma visão panorâmica do desenvolvimento da pesquisa nessa área. É premente a necessidade de novos princípios norteadores da prática científica, os quais vêm emergindo na ética, sustentabilidade ambiental, interdisciplinaridade, valorização da complexidade, respeito à subjetividade. Para que a enfermagem se fortaleça enquanto ciência, profissão e prática social, é imprescindível a utilização das ferramentas disponíveis, na promoção de ações sociopolíticas que apontem para uma maior qualidade de vida da sociedade. O processo do trabalho em saúde e seus paradigmas exigem do enfermeiro clareza dos seus limites de atuação, intervenção e habilidade para construir conhecimento novo, promovendo a inovação da produção em saúde.

Palavras-chave: Enfermagem. Pesquisa em enfermagem. Filosofia em enfermagem

 

A crítica e a sensibilidade no processo de cuidar na enfermagem

Enéas Rangel Teixeira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(3): 361 - 369

Download

 

A década de 90 e a Enfermagem brasileira: desenhando possibilidades1

Célia Alves Rozendo1; Neusa Collet2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 63 - 73

Resumo Download

O objetivo neste trabalho é refletir sobre a enfermagem nos anos 90, buscando apontar possibilidades à profissão e seus agentes, assim como limites da prática cotidiana. Procura-se compreender o que acontece no mundo, quais as idéias e projetos que são colocados na agenda global, como isto se apresenta no âmbito nacional, apresentando alguns dos reflexos no setor saúde e na enfermagem. Citamos como limites: a baixa auto-estima dos profissionais, o sentimento de impotência e pessimismo, a autonomia limitada, a submissão aos poderes médico e institucional e questões estruturais que fogem à internalidade da enfermagem. A enfermagem é potencialmente capaz de gerar transformações, especialmente nos micro-espaços e em conjunto com outras práticas, levando em consideração o reconhecimento dos limites e possibilidades, a valorização de seus agentes e do seu quefazer, a reorientação do processo de formação profissional e a participação ativa dos atores em todos os processos de construção do cotidiano.

Palavras-chave: Cuidado - Investigação - Enfermagem

 

A dimensão da ação nas representações sociais da tecnologia no cuidado de enfermagem

Rafael Celestino da Silva; Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(1): 140 - 148

Resumo Download

Objetiva-se identificar os modos de agir dos enfermeiros diante do cuidado do cliente portador de aparatos tecnológicos, a partir de suas representações sociais sobre a tecnologia. O referencial teórico foi o da teoria das representações sociais. Pesquisa qualitativa, com realização de entrevistas, observação sistemática e análise de conteúdo temática. Sujeitos: onze enfermeiros novatos e treze veteranos. Os resultados mostraram a existência de duas linhas condutoras da ação do enfermeiro junto ao cliente que se utiliza dos aparatos tecnológicos: a do cuidado tecnológico, no qual existe uma ação que articula o saber tecnológico e os saberes inerentes ao cuidado de enfermagem; e a da ação tecnológica, em que o profissional age orientado somente tendo em vista a máquina. Concluiu-se que a tecnologia pode estar orientando a formação de determinados estilos de cuidar na enfermagem.

Palavras-chave: Tecnologia Biomédica. Unidades de Terapia Intensiva. Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Psicologia Social

 

A dimensão moral e a ação ética no trabalho gerencial da enfermeira

Maria Auxilidora TrevizanI; Isabel Amélia Costa MendesI; Suzel Regina Ribeiro CuryII; Luciano MazonIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 181 - 186

Download

 

A dimensão prática do cuidado de enfermagem: representações sociais de acadêmicos de enfermagema

Natália Elisa Duarte1; Márcia de Assunção Ferreira2; Márcia Tereza Luz Lisboa3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 227 - 233

Resumo Download

O objetivo foi identificar os aspectos da dimensão prática do cuidado de enfermagem na perspectiva das representações sociais elaboradas por acadêmicos iniciantes e concluintes da graduação. O referencial teórico-metodológico foi o da Teoria das Representações Sociais. Tratou-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa exploratória, com coleta de dados por entrevista individual com 28 acadêmicos, que sofreu análise temática de conteúdo. Os resultados demonstraram as peculiaridades dos elementos constituintes das representações sociais elaboradas pelos dois grupos. As representações sociais dos dois grupos se distinguem, já que os iniciantes descrevem uma prática voltada aos aspectos afetivo-expressivos, enquanto os concluintes trazem marcadamente a conjugação desses aspectos com o conhecimento científico.
CONCLUSÃO: O curso de graduação, gradativamente, influencia nas representações sociais do cuidado e, consequentemente, na sua dimensão prática.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de enfermagem. Psicologia social.

 

A dinâmica familiar frente ao idoso em tratamento pré-dialítico

Caren da Silva Jacobi, Margrid Beuter, Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Eda Schwartz, Marinês Tambará Leite, Camila Castro Roso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

A doença mental vivida por um paciente psiquiátrico: suas percepções

Antonia Regina Ferreira FuregatoI; Edilaine Cristina da SilvaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 652 - 659

Resumo Download

Realizou-se uma série de interações de ajuda com um portador de doença mental e seus familiares, devidamente esclarecidos. As 15 entrevistas gravadas que objetivaram conhecer suas percepções sobre o adoecer foram trabalhadas pelos enfermeiros do NUPRI (Núcleo de Pesquisas das Relações Interpessoais). Dos dados processados no Programa ALCESTE derivou um arquivo com 139.843 palavras correlacionando as atitudes dos sujeitos aos seus medos. Como resultado, o ALCESTE selecionou 5 classes: o acidente na infância; as conseqüências; as relações adolescentes; o adoecimento com internação; as atividades atuais. Observa-se o impacto da cultura e das regras do grupo na dinâmica identitária do sujeito que construiu sua realidade a partir de acontecimentos determinantes de sua história de vida. A doença reúne os conflitos que são legitimados pela atitude da família e do sistema de saúde, mediações entre a alteridade e o significado dado à doença.

Palavras-chave: Psiquiatria. Enfermagem. Representações. Percepção

 

A dramatização no espaço hospitalar: uma estratégia de pesquisa com crianças

Sylvia Alves Cibreiros; Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 165 - 170

Resumo Download

O estudo tem por objetivo descrever a dramatização como uma abordagem metodológica, explicitando sua concepção teórica e a coleta de dados dessa estratégia nas pesquisas qualitativas com escolares hospitalizadas. A dramatização vincula-se ao brincar, uma forma de linguagem na infância, e mostrou-se como uma estratégia de coleta de dados promissora a ser usada por pesquisadores que desejem conhecer as percepções e entendimento das crianças sobre os diversos contextos de vida e papéis sociais, constituindo-se em opção de abordagem das crianças em pesquisas qualitativas.

Palavras-chave: Enfermagem Pediátrica. Criança Hospitalizada. Pesquisa Qualitativa. Coleta de Dados

 

A educação em saúde como uma estratégia para enfermagem na prevenção do alcoolismo

Sílvio Éder Dias da SilvaI; Esleane Vilela VasconcelosII; Maria Itayra Coelho de Souza PadilhaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 699 - 705

Resumo Download

Os relatórios de organizações internacionais evidenciam que 200 milhões de pessoas consumiram alguma droga ilícita entre 2001 e 2002, ou seja, 3,4% da população mundial. Este artigo apresenta uma reflexão sobre a educação em saúde como uma estratégia viável para a Enfermagem na prevenção e promoção da saúde em relação ao alcoolismo. Na primeira parte do texto, tratamos da problemática do alcoolismo no mundo; na segunda parte, apresentamos aspectos teóricos contextuais acerca da educação em saúde, como estratégia de apoio à promoção da saúde e prevenção do alcoolismo; na terceira parte, apresentamos algumas experiências de sucesso na prevenção do uso e abuso do álcool e, finalmente, na terceira parte desta reflexão, colocamos a importância da atuação da Enfermagem e da equipe de saúde na utilização da educação em saúde como possibilidade para atuar de forma preventiva contra o alcoolismo.

Palavras-chave: Alcoolismo. Enfermagem. Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias

 

A elevação da pressão arterial em urna comunidade carente

Francisca Elisângela Teixeira Lima Deirejane1; Maria de Araújo2; Elaine Cristina da Silva Alves3; Maria Gerceleide de Araújo Thereza4; Maria Magalhães Moreira5; Thelma Leite de Araújo6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(3): 121 - 134

Resumo Download

Uma constante nos dias atuais é a elevação dos níveis de pressão arterial (PA) na população. Assim, objetivou-se investigar a elevação da PA em uma população, relacionando fatores genéticos e ambientais. O estudo descritivo exploratório constou de 112 pessoas de uma comunidade periférica da região metropolitana de Fortaleza, que atenderam espontaneamente a um programa de detecção precoce da hipertensão. Foi aplicado um formulário e verificada a PA conforme a American Heart Association. Os resultados evidenciaram que 77,7% da amostra era do sexo feminino e 22,3% do masculino. Destes, 16 mulheres (18,4% do total deste sexo) e cinco homens (20% de seu total) apresentavam níveis de PA ≥ 140x90 mmHg. Das 21 pessoas identificadas com elevação de PA, 13 (61,9%) tinham 45 anos e mais de idade. A elevação dos níveis pressóricos foi mais freqüente nos não brancos masculinos. No que se refere à ocupação, a exacerbação dos níveis de PA prevaleceu em aposentados (50%). Conclui-se que os níveis pressóricos elevados foram encontrados predominantemente em homens, não brancos, pessoas de 45 anos, de mais idade e aposentados.

Palavras-chave: Enfermagem - Hipertensão - Prevenção.

 

A emersão da essência crear para cuidar

Fernando PortoI; Thereza Christina dos Santos F. CardosoII; Maria Filomena P.V. AlmeidaIII; Maria Aparecida de Luca NascimentoIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 67 - 72

Download

 

A Enfermagem como área de conhecimento no CNPq: resgate histórico da representação de área

Alacoque Lorenzini ErdmannI; Isabel Amélia Costa MendesII; Joséte Luzia LeiteIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 118 - 126

Resumo Download

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) foi criado em 1951. Neste organismo nacional de apoio à pesquisa, a Enfermagem insere-se como área de conhecimento a partir da década de 70 e passa a ter representante de área desde a década de 80. O presente artigo tem como objeto o resgate histórico da Enfermagem como área de conhecimento no CNPq. Objetiva destacar a inserção da Enfermagem neste órgão e contribuição para o conhecimento da História da Enfermagem Brasileira. Trata-se de um estudo documental apoiado por depoimentos das enfermeiras representantes da área de Enfermagem no transcurso da presença da Enfermagem como área no CNPq. As informações descritas mostram a importância e a evolução da Enfermagem como ciência e tecnologia neste órgão, a importância do fomento para viabilização das pesquisas, o estímulo ao incremento da pesquisa, os avanços na produção de conhecimentos, os desafios enfrentados e as perspectivas como possibilidades para o fortalecimento e consolidação da Enfermagem. O CNPq é um importante órgão de fomento às políticas para o avanço da Enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Ciência. Pesquisa em Enfermagem. História da Enfermagem

 

A enfermagem de saúde pública no Distrito Federal: a influência do relatório Goldmark (1923 A 1927)

Mary Ann Menezes FreireI; Wellington Mendonça de AmorimII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 115 - 124

Resumo Download

Estudo histórico-social, embasado na análise documental. Investiga as influências do Relatório Goldmark na organização da enfermagem de saúde pública, após o processo da Reforma Carlos Chagas, de 1923 a 1927.
OBJETIVOS: identificar as circunstâncias em que se deram as primeiras propostas para organizar a enfermagem de saúde pública durante a Reforma Carlos Chagas; analisar as implicações do Relatório Goldmark para a organização do saber e do fazer na enfermagem de saúde pública, na Capital da República, na década de 1920. Podemos citar como uma das implicações do Relatório Goldmark na organização da enfermagem de saúde pública no Distrito Federal a alteração do Standard Curriculum, adotado pela Escola de Enfermagem do Departamento Nacional de Saúde Pública, diante de uma de suas questões centrais, que procurou produzir um equilíbrio no ensino teórico-prático, o que provocou reflexos no saber e no fazer das enfermeiras de saúde pública.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Saúde Pública. Política de Saúde

 

A enfermagem e a condição feminina: figuras-tipo de mulheres no estado novo

Luana Bezerra da RochaI; Ieda de Alencar BarreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 195 - 210

Download

 

A enfermagem e a qualidade de software educacional: uma revisão bibliográfica sobre critérios deavaliação

Bianca Gomes VelosoI; Maria Catarina Salvador da MottaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 116 - 122

Download

 

A enfermagem e a saúde da mulher: questões de gênero e sociopolíticas

Cristiane Rodrigues da RochaI; Patrícia Regina Affonso de SiqueiraI; Paula Renata França OlivieraI; Maria Aparecida Vasconcelos MouraII; Thelma SpindolaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 105 - 114

Download

 

A Enfermagem e as Políticas de Saúde

Maria Cecilia Puntel de Almeida

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(1): 53 - 62

Resumo Download

A autora faz uma explanação mostrando a importância das articulações sociais que se estabelecem entre as prática de enfermagem (ensinar, pesquisar e fazer enfermagem) e as políticas de saúde. Estas relações são dialéticas e permitem compreender os avanços e os limites para refazê-los e transpô-los. Mas esta postura de abertura da profissão para o mundo político-social é muitas vezes negada pelos profissionais da saúde e da enfermagem, o que limita a compreensão do direito à cidadania. Conclui apontando os espaços e situações possíveis de atuação dos enfermeiros com vistas à retificações e mudanças.

Palavras-chave: Nursing, Health Policies

 

A enfermagem e as questões éticas envolvendo a pesquisa com crianças e adolescentes

Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 24 - 39

Resumo Download

As particularidades éticas da pesquisa envolvendo a criança e o adolescente como sujeitos de pesquisa é o objeto de estudo investigado, com o propósito de analisar as dimensões morais e legais das pesquisas envolvendo crianças e adolescentes e discutir os preceitos éticos e legais que norteiam as pesquisas com esses sujeitos. Tomei a análise de discurso (ORLANDI, 1997; 2001) como eixo teórico-metodológico para interpretar as fontes documentais (Leis, Normas, Códigos etc), que constituíram as fontes primárias do estudo. Busquei nos textos as condições de produção do discurso, as formações imaginárias, os esquecimentos, as relações de sentido e as incompletudes para a enunciação de três categorias de análise: a moralidade e a legalidade, os preceitos éticos, e os preceitos legais.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da criança. Pesquisa. Bioética

 

A enfermagem e o problema do uso e abuso de álcool e outras drogas

Angela Maria Mendes Abreu

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 567 - 569

Download

 

A enfermagem e o progresso social do Brasil

Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 12 - 18

Download

 

A Enfermagem e os riscos ocupacionais no serviço de quimioterapia

Marilyn Villadiego Chamorro;1 Regina Célia Gollner Zeitoune

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 104 - 114

Resumo Download

O propósito principal deste artigo é o de apontar e analisar os riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem que atuam em serviços de quimioterapia, destacando os principais efeitos dessa exposição. Da mesma forma busca-se fazer uma reflexão acerca da postura da equipe de enfermagem no que concerne aos riscos ocupacionais que permeiam seus ambientes de trabalho.

Palavras-chave: Enfermagem - Serviço de Quimioterapia - Riscos Ocupacionais

 

A enfermagem na universidade brasileira: buscando espaços, conquistando posições

Suely de Souza BaptistaI; Ieda de Alencar BarreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 21 - 30

Download

 

A enfermagem, a terceira idade, o Projeto de Assistência Integral à Pessoa Idosa

Jaqueline da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(3): 109 - 120

Resumo Download

Este estudo qualitativo tem abordagem teórica na História Nova e na História Imediata, partindo da descrição e da primeira tentativa de interpretação em essência da enfermagem gerontológica no âmbito do Hospital Escola São Francisco de Assis - HESFA e do Projeto de Assistência Integral à Pessoa Idosa.

Palavras-chave: Enfermagem - Idoso - História

 

A enfermeira escolar e o seu objectivo

Alexandra Schmitt Rasche; Maria da Soledade Simeão dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 406 - 410

Download

 

A Enfermeira Lieselotte Hoeschl Ornellas e o surgimento da profissão de nutricionista

Pacita Geovana G. de S. AperibenseI; Ieda de Alencar BarreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 560 - 564

Resumo Download

Estudo de natureza histórico-social acerca da história de vida de uma Enfermeira pioneira na área de nutrição no Brasil.
OBJETO: a história de vida de Lieselotte Hoeschl Ornellas (LHO).
OBJETIVOS: elaborar nota biográfica e comentar sua contribuição profissional. Fontes primárias: documentos do Centro de Documentação da Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Cedoc/EEAN/UFRJ) e depoimentos por ela concedidos. Metodologia: os dados foram ordenados cronológica e tematicamente e analisados segundo os objetivos.
RESULTADOS: Lieselotte, aos 21 anos, recém-diplomada pela EAN, para atender às necessidades do currículo da Escola, foi indicada para fazer o curso de nutricionista. Mediante uma bolsa de estudos, estudou no Instituto Nacional de Nutrição Professor Escudero, na Argentina, no período 1940-1943. De volta à EAN, passou a lecionar as disciplinas de Nutrição e Dietética, chefiando, concomitantemente, o serviço de Nutrição do Hospital dos Servidores do Estado, considerado padrão para a América Latina. Realizou duas pós-graduações fora do país.
CONCLUSÃO: Durante 66 anos, LHO contribuiu singularmente para o desenvolvimento da Enfermagem e da Nutrição, motivo pelo qual foi incluída no banco de dados "Quem é Quem na História de Enfermagem Brasileira", do Nuphebras/EEAN.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Biografia. Nutrição

 

A enfermeira no uso de cateter central de inserção periférica em neonato: curso introdutório

Elisa da Conceição Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 131 - 139

Resumo Download

Trata-se de um curso teórico que tem como objetivos: definir cateter central de inserção periférica; descrever as indicações e contra-indicações para o uso do PICC no recém-nascido; Indicar as veias de escolha e os sítios de localização do PICC; descrever as principais complicações do uso PICC assim como sua prevenção e tratamento; elaborar um protocolo para o uso do PICC de acordo com sua realidade institucional; descrever os passos da técnica de implantação do PICC; e, relacionar os cuidados necessários para a implantação, manutenção e remoção do PICC.

Palavras-chave: Neonatologia. Enfermagem. Enfermagem neonatal. Cateter.

 

A enfermeira pediatra cuidando de crianças/ adolescentes com Síndrome Alcoólica Fetal (SAF)

Flávia Atanazio do NascimentoI; Mariana Coutinho de AlmeidaII; Jurema Gouvea de SouzaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 619 - 624

Resumo Download

Estudo realizado em uma instituição pública de Neurologia com seis crianças que apresentavam diagnóstico de síndrome alcoólica fetal (SAF).
OS OBJETIVOS FORAM: Descrever as necessidades humanas básicas afetadas em crianças com SAF; identificar as áreas de desenvolvimento defasadas; e avaliar o desenvolvimento das crianças.
METODOLOGIA: Pesquisa qualitativa, aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa do Hospital Escola São Francisco de Assis (HESFA) e Escola de Enfermagem Anna Nery. O desenvolvimento infantil foi avaliado com a Escala de Desenvolvimento de Heloisa Marinho.
RESULTADOS: Todas as crianças apresentaram defasagem na área mental, social e física. As crianças apresentaram alheamento, timidez, recusa em verbalizar e manter contato visual, hiperatividade; dificuldade de aprendizagem; dificuldade na coordenação motora; timidez; e agitação psicomotora.
AS NECESSIDADES AFETADAS FORAM: hidratação, higiene oral, higiene corporal, comunicação, coordenação motora, aprendizagem, educação alimentar e visão. Todos apresentaram grande defasagem em relação à idade cronológica, idade de desenvolvimento e idade gráfica e baixo quociente de desenvolvimento.

Palavras-chave: Enfermagem. Desenvolvimento Infantil. Síndrome Alcoólica Fetal

 

A enfermeira: seus conhecimentos e competências para dirigir hospitais

Danelia Gómez Torres; María Antonieta Rubio Tyrrell

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 71 - 75

Resumo Download

Com o objetivo de determinar si na enfermagem tem conhecimentos e competência para dirigir os hospitales, desarrolla-se está pesquisa qualitativa, sustentada pela teoria de pensamento estratégico, abordando a categoria acadêmica, utilizando o método de estudo de caso, entrevistando a quatro enfermeiras que fórum diretoras gerais de hospital. Mostrando claramente que o perfil da enfermeira, possui competências que respondem ao campo de atuação caracterizado por um conjunto de conhecimentos e práticas que permitem a realização de uma tarefa significativa, sua visão holistica faz a diferença profissional, constatada pela humanização ao reconhecer no processo de comunicação dentre o profissional e a pessoa subordinada e o usuário no contexto hospitalar, associando suas habilidades administrativas consideradas em seus planos os programas de estudos, Sin. duvida as competências da enfermeira respondem às expectativas requeridas pela instituição e na contribuição esperada de cada cargo.

Palavras-chave: Enfermagem. Conhecimento. Administração hospitalar

 

A equipe de saúde na atenção integral ao adolescente vivendo com HIV/AIDS

Nanci Felix Mesquita; Odete Messa Torres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 730 - 739

Download

 

A escolha pelo parto domiciliar: história de vida de mulheres que vivenciaram esta experiência

Renata Marien Knupp MedeirosI; Inês Maria Meneses dos SantosII; Leila Rangel da SilvaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 765 - 772

Resumo Download

Estudo qualitativo cujo método foi a História de Vida. O objetivo foi analisar os fatores que influenciaram a escolha pelo parto domiciliar, assistido por enfermeira obstetra, a partir da história de vida das mulheres que vivenciaram esta experiência. Os sujeitos foram seis mulheres que pariram em domicílio em grandes centros urbanos. Foi realizada análise temática, emergindo uma categoria: A construção de uma escolha. Todas as entrevistadas fizeram referência às experiências de parto de suas mães, evidenciando a influência destas na construção de suas escolhas. Este grupo buscou informações; enfrentou tanto o modelo tecnocrático vigente como suas famílias; encontrou atendimento ao parto humanizado no ambiente acolhedor domiciliar. Conclui-se que o vínculo entre a enfermeira obstétrica e sua cliente, bem como o respeito por suas escolhas, expectativas e cultura proporcionaram segurança e confiabilidade às mulheres. A escolha informada deve ser tida como um direito. A satisfação com a experiência foi unânime.

Palavras-chave: Parto Domiciliar. Enfermagem Obstétrica. Comportamento de Escolha

 

A escolha pelo trabalho em psiquiatria como vocação nas décadas de 30 a 70: relatos orais de enfermeiras

Débora Isane Ratner Kirschbaum1; Mara Aparecida Alves Cabral2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(3): 311 - 320

Resumo Download

O objetivo desta pesquisa, que constitui parte de uma tese de doutorado já concluída, foi identificar as motivações que levaram enfermeiras formadas por escolas oficiais a trabalhar no campo da assistência psiquiátrica, no Brasil, no período entre as décadas de 30 e 70, utilizando como metodologia de pesquisa a história oral. Através da análise documental e da análise do conteúdo dos depoimentos orais, obtidos junto aos oito sujeitos que ingressaram em instituições psiquiátricas do RJ, RS e SP, BA e MG naquele período, foi possível identificar que, dentre os motivos que as levaram a escolher tal especialidade, predominou a vocação, a afinidade e a identificação com os professores, em detrimento da necessidade de sobrevivência econômica, majoritariamente apontada por outros trabalhadores para justificar tal opção, revelando a possibilidade de expressão da subjetividade no processo de escolha profissional, que pode estar relacionada às condições de vida e ao contexto cultural desses sujeitos.

Palavras-chave: Enfermagem - História da Enfermagem - Psiquiatria

 

A escolha profissional no imaginário social - enfermeiras brasileiras e peruanas

Anesilda Alves de Almeida Ribeiro; Gladys Santos Falcon; Miriam Süsskind Borenstein; Maria Itayra Coelho de Souza Padilha

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 241 - 250

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa cujo objetivo foi conhecer e compreender as imagens e o imaginário social que permeiam a escolha profissional das enfermeiras brasileiras e peruanas. O estudo foi realizado com vinte enfermeiras dos países relacionados, em 2003, utilizando-se do Referencial Imaginário Social de Michel Maffesoli. Na análise, traçamos as categorias: imagem servil; imagem vocacional e imagem profissional, que influenciam sobremaneira a opção pela Enfermagem. Ao refletir sobre as imagens e o imaginário que permeiam a escolha profissional, percebe-se que, em sua maioria, as enfermeiras escolhem a Enfermagem munidas pelo desejo pessoal, e não familiar, de ajudar e cuidar do próximo. Finalizando, neste caminhar pelo mundo imaginal da latinidade, podemos inferir que, na escolha da Enfermagem, vêem-se projetados os arquétipos e mitos da Enfermagem historicamente construídos, divulgados e cristalizados no ideário social, e a conjunção de algumas características que compõem a Identidade Profissional da enfermeira.

Palavras-chave: History of Nursing. Nursing. Self Concept

 

A espiritualidade de enfermeiros assistenciais interfere no registro do diagnóstico sofrimento espiritual?

Amanda Ienne; Rosa Aurea Quintella Fernandes; Ana Claudia Puggina

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

A Estratégia Saúde da Família e sua ajuda na consolidação do Sistema Único de Saúde .. SUS

Ellen M. Peres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 115 - 124

Resumo Download

Este artigo apresenta uma retrospectiva sobre o processo de implantação do Sistema Único de Saúde - SUS, da Estratégia Saúde da Família - SF e do Programa de Agentes Comunitários de Saúde - PACS, com ênfase na questão do modelo assistencial. Aborda aspectos relativos à formação profissional, ao vínculo e à contratação dos integrantes das equipes de Saúde da família. É resultante de exposição feita na mesa redonda "As condições de empregabilidade na área materno-infantil do setor público: o Programa Saúde da Família", realizada durante o 2º Seminário de Saúde da Criança e do Adolescente e o 1º Encontro do Rio de Janeiro de Grupos de Pesquisas de Enfermagem em Saúde da Criança e Adolescente, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Família. Modelo Assistencial.

 

A ética profissional nas escolas de enfermagem

Pacita Geovana Gama de Sousa Aperibense; Maria Angélica de Almeida Peres; Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 667 - 667

Download

 

A exclusão de alunas de enfermagem da Escola Anna Nery (1930-1938)1

Lorena Raeli Ligeiro1; Suely de Souza Baptista2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(1): 24 - 42

Resumo Download

RESUMO

Esta pesquisa tem como objetivo discutir as circunstâncias que favoreceram a exclusão de alunas da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN) no período 1930-1938. O estudo, de cunho histórico-social, quanti-qualitativo, possui fontes primárias advindas do acervo do Centro de Documentação da EEAN/UFRJ: dossiês de 150 alunas excluídas; relatórios anuais das diretoras; prospectos de divulgação e estatuto da escola. São fontes secundárias: bibliografias referentes à história da enfermagem, educação e condição feminina na sociedade brasileira. Evidenciou-se que a maioria das alunas excluídas, ao ingressarem na Escola, se deparavam com o rigor da disciplina, cujo propósito era o de reverter a desfavorável condição de inserção da profissão na sociedade; e com a extensa carga horária de serviços diários. Assim, muitas alunas interromperam o curso, por vontade própria ou porque eram convidadas a pedir demissão da Escola. Dentre as causas da exclusão destacam-se: doença, motivos pessoais e incapacidade profissional.

Palavras-chave: História da enfermagem - Educação em enfermagem - Estudante de enfermagem

 

À experiência da criação do Centro de Memoria da Faculdade de Enfermagem da UERJ

Nalva Pereira Caldas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(3): 347 - 357

Resumo Download

A autora do trabalho se dispôs a realizar urna pesquisa sobre a história da Faculdade quando foi percebida a necessidade do acesso à documentação e o interesse da direção da instituição o que, somados, promoveu a criação do Centro de Memória da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). A organização teve como objetivos compor e sistematizar o acervo documental, visando à constituição de fundos para pesquisas, e oferecer subsídios para o planejamento e tomada de decisões. O referencial teórico-metodológico utilizado foi a obra de Paes (1977) O relato da organização do Centro de Memória inclui: levantamento de dados, análise dos dados coletados, planejamento, gerência dos recursos, gestão de documentos e atividades do Centro de Memória. O Centro de Memória está cumprindo os objetivos para os quais foi criado, servindo de fonte para docentes, discentes e enfermeiros interessados na pesquisa histórica da enfermagem.

Palavras-chave: Memória - Documentação - Enfermagem

 

A experiência da família ao interagir com o recém-nascido prematuro no domicílio

Suely Alves Fonseca Costa; Circéa Amalia Ribeiro; Regina Issuzu Hirooka de Borba; Maria Magda Ferreira Gomes Balieiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 741 - 749

Resumo Download

Estudo qualitativo que teve o objetivo de compreender como se dá a interação da família com o recém-nascido prematuro no domicílio, nas primeiras semanas após a alta hospitalar. O Interacionismo Simbólico foi o referencial teórico, e a Teoria Fundamentada nos Dados, o metodológico. Os dados foram coletados por observação participante e entrevistas com cinco famílias. A análise comparativa dos dados permitiu compreender que ter um filho, mesmo que prematuro, significa a realização de um sonho, cuja concretização faz com que a família vivencie dias de tristeza, angústia e dor decorrentes da prematuridade e hospitalização. Com a melhora clínica do bebê, ela se prepara para assumir seu cuidado no domicílio; acolhe-o com amor e carinho; vivencia mudanças no seu modo de ser, pensar e viver e sente-se recompensada. A compreensão dessa experiência oferece subsídios para repensar a assistência de enfermagem à família no seguimento do recém-nascido prematuro.

Palavras-chave: Enfermagem Neonatal. Prematuro. Enfermagem da Família

 

A experiência de avós no cuidado ao adolescente que consome substâncias psicoativas

Andressa Hithomi Takahara; Sueli Aparecida Frari Galera; Ana Carolina Guidorizzi Zanetti; Angélica Martins de Souza Gonçalves; Simone Terezinha Protti-Zanatta; Sonia Regina Zerbetto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

A experiência de uma prática preventiva com adolescentes em situação de risco

Paula Xavier Gums Mendes; Jussara Gue Martini; Telma Elisa Carraro; Jonas Salomão Spricigo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 543 - 550

Resumo Download

A prática assistencial aqui relatada teve como objetivo desenvolver com os adolescentes participantes oficinas de prevenção ao uso de drogas. Trata-se de uma prática assistencial que parte do conhecimento, da análise da realidade dos adolescentes, do desenvolvimento de estratégias e da síntese do conhecimento construído. As oficinas foram realizadas no período de dezembro de 2003 a fevereiro de 2004, com a participação de 10 adolescentes residentes na periferia de Florianópolis e considerados em situação de vulnerabilidade e risco social. Percebeu-se que eles, dentro do seu contexto social, vivem uma incongruência com a sua vida e infringem regras sociais, impossibilitando sua realização pessoal.

Palavras-chave: Adolescente. Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias. Educação

 

A família da Criança Dependente de Tecnologia: aspectos fundamentais para a prática de enfermagem no ambiente hospitalar

Noélia Silva Ladislau LeiteI; Sueli Rezende CunhaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 92 - 97

Resumo Download

O objetivo deste artigo é discutir as mudanças significativas que ocorrem no interior da organização das famílias em função do cuidado da criança dependente de tecnologia (CDT). Realizamos um estudo com abordagem qualitativa, utilizando, como instrumento para coleta de dados, a entrevista semi-estruturada. Os sujeitos da pesquisa foram quatro famílias de CDTs. Delineamos quatro dimensões da mudança familiar: emocional, social, financeira e impacto nas atividades rotineiras. Verificamos que acontecem mudanças no interior das famílias que cuidam de uma CDT. Estas mudanças se apresentam de forma multidimensional. A complexidade do estado de saúde-doença associado à dependência tecnológica é um desafio para as organizações dos serviços e para a abordagem dos profissionais da área hospitalar. Torna-se necessário repensar o modo de atender centrado na doença e incluir a família no processo terapêutico. O estudo aponta a relevância de desenvolvermos modelos de cuidado centrado nas famílias aplicáveis ao cotidiano hospitalar.

Palavras-chave: Crianças Portadoras de deficiências. Enfermagem. Família

 

A família durante a internação hospitalar da criança: contribuições para a enfermagem

Giovana Calcagno Gomes; Alacoque Lorenzini Erdmann; Pâmela Kath de Oliveira; Daiani Modernel Xavier; Silvana Sidney Costa Santos; Dóris Helena Ribeiro Farias

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 234 - 240

Download

 

A família no contexto do cuidado ao portador de nefropatia diabética: demanda e recursos

Gisele Fráguas I; Sônia Maria SoaresII; Patrícia Aparecida Barbosa SilvaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 271 - 277

Resumo Download

A doença renal crônica e o tratamento dialítico constituem um grande problema para a pessoa doente e sua família, modificando seus hábitos de vida. Essas mudanças exigem da família esforço, dedicação e adaptações na rotina de vida de seus membros. Objetivou-se neste estudo identificar as principais demandas e recursos da família no conviver e no cuidar de pessoas com nefropatia diabética. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, conduzida pelos pressupostos do Modelo Calgary de Avaliação da Família (MCAF), desenvolvido com sete famílias em duas unidades de terapia renal substitutiva em Belo Horizonte/MG. Os resultados da pesquisa foram apresentados sob a forma de demandas e recursos, alicerçadas num conjunto de crenças e valores que interferem no enfrentamento da doença. Os dados obtidos sugerem que cada família pesquisada possui recursos mesmo em face de demandas de saúde, alertando para a necessidade de enxergamos a família como foco do cuidado de enfermagem.

Palavras-chave: Nefropatias Diabéticas. Diálise Renal. Família. Enfermagem

 

A formação em enfermagem orientada aos princípios do Sistema Único de Saúde: percepção dos formandos

Joanara Rozane da Fontoura Winters; Marta Lenise Do Prado; Ivonete Teresinha Schülter Buss Heidemann

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 248 - 253

Download

 

A formação moral da estudante de enfermagem

Maria da Luz Barbosa GomesI; Marta SauthierII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 208 - 216

Download

 

A fotografia como fonte primária na pesquisa em história da Enfermagem

Tânia Cristina Franco Santos1; Ieda de Alencar Barreira2; Jussara Sauthier3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(1): 72 - 84

Resumo Download

Este artigo tem como objetivos descrever a evolução dos usos da fotografia como fonte de pesquisa, demonstrar um procedimento de análise fotográfica e discutir a contribuição da fotografia como método de pesquisa em enfermagem. O texto produzido se baseia no desenvolvimento de uma tese de doutorado. Os procedimentos de análise foram aplicados a uma foto selecionada como emblemática do objeto de estudo, ou seja, a luta simbólica pela persistência da liderança norte-americana após a implantação e consolidação do ensino de enfermagem moderna no Rio de Janeiro, mesmo após o término da Missão de Cooperação Técnica para o Desenvolvimento da Enfermagem no Brasil, que aqui atuou, de 1921 a 1931, sob os auspícios da Fundação Rockfeller. Tal análise permitiu a apreensão dos aspectos expressivos, ambíguos e ideológicos, revelando, para além das disposições hierárquicas espaciais, os jogos de poder.

Palavras-chave: História da Enfermagem - Pesquisa em Enfermagem - Pesquisa Metodológica em Enfermagem

 

A gerência do cuidado na enfermagem cardiovascular

Marluci Andrade Conceição Stipp

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 7 - 9

Download

 

A gestão em parceria de projetos de saúde em DST/AIDS

Márcio Tadeu Ribeiro Francisco

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 73 - 80

Download

 

A globalização, a busca da identidade e suas conseqüências

Jussara Sauthier

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 159 - 161

Download

 

A globalização, as formas de organização do trabalho e a enfermagem

Glaucia Valente ValadaresI; Ligia de Oliveira VianaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 116 - 123

Download

 

A história da enfermagem uma experiência criativa de ensinar

Maria Itayra Coelho de Souza Padilha

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(3): 135 - 143

Resumo Download

Este estudo trata da apresentação de uma forma de ensinar e discutir a história da enfermagem, na disciplina Exercício de Enfermagem I, oferecida no Curso de Graduação em Enfermagem da UFSC. A proposta da disciplina é oferecer aos alunos o conteúdo de uma forma dinâmica, interativa e lúdica, envolvendo a participação de todos no processo de construção e conhecimento da história da enfermagem no Brasil e no mundo.

Palavras-chave: Enfermagem - História da Enfermagem - Lúdico

 

A história da enfermagem: presenças e ausências na enfermagem Uruguaia

Nidia Hernández Suárez

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 462 - 469

Resumo Download

O tema refere-se à história da enfermagem e sua relação com o desenvolvimento da profissão e com a atividade de pesquisar desde a etapa da profissionalização, no século dezenove, assim como à inserção da enfermagem na universidade.
OBJETIVO: A intenção é conhecer qual é a situação da História da Enfermagem Uruguaia como processo de pesquisa, quais os fatores que a incentivam e promovem e qual a sua incidência no desenvolvimento do pensamento da enfermagem. Trata-se de uma abordagem qualitativa no marco da uma sondagem exploratória dirigida a uma amostra intencional de 9 enfermeiras, sócias do Colégio de Enfermeiras do Uruguai. Mediante o envio, por meio eletrônico, de um instrumento-guia, obteve-se a resposta de 5 enfermeiras. Constata-se que a História da Enfermagem possui escassa representatividade devido à sua ausência nos currículos de graduação e pós-graduação, assim como pelo limitado número de publicações. Acrescenta-se informação valiosa que deve ser apreciada. Os conteúdos processados nos resultados orientam à realização de um estudo de maior dimensão e profundidade.

Palavras-chave: Enfermagem. História. Pesquisa

 

A história da tecnologia e suas repercussões no cuidar em saúde da criança

Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 101 - 106

Resumo Download

As conceituações acerca da tecnologia decorrem de diferentes vertentes do pensamento permeadas pela polêmica inerente aos interesses históricos - sociais, políticos e econômicos de épocas distintas. A crescente industrialização no pós-guerra possibilitou avanços em determinadas áreas, como saúde, além da importação e utilização em grande escala de equipamentos, em destaque, as incubadoras e os respiradores. Vale ressaltar que, atualmente, apresenta-se a tecnologia em duas categorias: as de produto, cujos resultados são componentes tangíveis e facilmente identificáveis, tais como: equipamentos, instalações físicas, ferramentas, entre outros; e as de processo que incluem as técnicas, métodos e procedimentos utilizados para obtenção de um determinado produto. Como síntese, considero a incorporação da tecnologia no cuidado das crianças como uma das facetas da prática da enfermeira pediatra, que deve ser enfocada de maneira criteriosa, considerando os valores sociais e políticos a fim de evitar possíveis efeitos desastrosos, que possam trazer prejuízos para a saúde de nossas crianças.

Palavras-chave: História. Tecnologia. Saúde da Criança.

 

A história oral e pesquisa documental como itinerário de pesquisa na enfermagem: um estudo bibliométrico (2000-2014)

Sheila Saint-Clair da Silva Teodosio, Edilene Rodrigues da Silva, Maria Itayra Padilha, Maiara Suelen Mazera, Miriam Susskind Borenstein

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

A imagem concreta do álcool na vida dos adolescentes da Comunidade Engenho do Mato: intermediando os saberes na prática educativa da enfermeira

Valéria de Oliveira Monteiro1; Ivone Evangelista Cabral2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(2): 56 - 68

Resumo Download

Tivemos como ponto de partida a dimensão subjetiva dos educandos-adolescentes para implementar uma modalidade de educação-dialógica, cujo alicerce se assentou no pensamento pedagógico crítico-reflexivo de Freire (1988). O objeto de estudo a rota do álcool no contexto de vida dos adolescentes da Comunidade Engenho do Mato-Niterói foi encaminhado através do método criativo sensível, no espaço da oficina de criatividade e sensibilidade. Abordar a temática sobre o álcool entre adolescentes, a partir do delineamento geográfico da rota do álcool no contexto sócio-familiar, foi um grande desafio para os 07 participantes da pesquisa. Embora não seja uma droga lícita para os adolescentes, a sua aceitação social está representada pela franca distribuição geográfica na Comunidade onde os adolescentes crescem, se socializam e vivem, levando a um consumo indiscriminado. Além disso, o uso do álcool produz sensação lúdica, prazerosa e alimenta a auto-estima, a despeito de todos os seus efeitos danosos sobre a saúde.

Palavras-chave: Enfermagem - Enfermagem Pediátrica - Adolescente - Alcoolismo

 

A implantação da "Política de Saúde Ocupacional para Servidores Públicos": histórias construídas na UFRJ

Washington Ramos CastroI; Sheila Nascimento Pereira de FariasII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 385 - 392

Resumo Download

O presente estudo apresenta aspectos relevantes relacionados às construções da saúde do trabalhador na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em toda a sua existência. Abordagem especial foi dada aos aspectos da construção que levaram a Divisão de Saúde do Trabalhador da UFRJ a ser uma das entidades parceiras na implementação das "Normas Regulamentadoras de Seguridade Social e de Saúde dos Servidores Públicos Federais Civis no Rio de Janeiro". Trata-se de um levantamento histórico bibliográfico, baseado em fontes primárias e secundárias, que abordou um período de 85 anos da história desta Universidade, em que, inicialmente, não havia um serviço de atendimento à saúde do trabalhador, e também os aspectos políticos de sua criação e desenvolvimento, assim como os desdobramentos práticos e efetivos, decorrentes dos avanços e retrocessos ocorridos no desenvolvimento histórico da atenção à saúde do trabalhador nesta Universidade.

Palavras-chave: Saúde Ocupacional. Enfermagem. História. Saúde Pública

 

A importância do cuidador no contexto da saúde do idoso

Marcia Duarte MoreiraI; Célia Pereira CaldasII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 520 - 525

Resumo Download

Trata-se de um estudo bibliográfico que busca discutir a temática "idoso dependente de cuidados e a capacitação do cuidador no contexto domiciliar". A análise foi realizada a partir de autores que desenvolveram estudos sobre envelhecimento com dependência, cuidado familiar e ações direcionadas ao cuidador informal. Os temas destacados para esta análise foram: o papel do cuidador informal no cuidado do idoso dependente; a vivência de ser um cuidador familiar; e os modelos de atenção e suporte direcionados ao cuidador informal. O estudo demonstra a importância da ampliação de estratégias que tenham o cuidador como sujeito principal, cabendo ao profissional de saúde e às políticas públicas valorizarem a rede de suporte ao idoso dependente. Esta rede é importante como base do processo de cuidar com qualidade.

Palavras-chave: Cuidadores. Idoso. Família

 

A influência da família na vivência da sexualidade de mulheres adolescentes

Lúcia Beatriz Ressel; Carolina Frescura Junges; Graciela Dutra Sehnem; Cheila Sanfelice

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 245 - 250

Resumo Download

O objetivo deste trabalho consistiu em identificar a influência da família na vivência da sexualidade de mulheres adolescentes. Trata-se de uma pesquisa de campo, descritiva, com abordagem qualitativa cuja coleta de dados deu-se por meio de entrevista semiestruturada. As participantes da pesquisa foram 18 mulheres adolescentes. Aplicou-se a análise temática para a interpretação e a categorização dos dados. Os resultados apontaram para as seguintes categorias: 'sexo sem imprevistos: os pais falam sobre a prevenção'; 'a repressão da sexualidade: entre normas instituídas e acordos invisíveis'; e 'tornar-se mulher: os discursos disciplinadores sob o enfoque de gênero'. Verificou-se a necessidade de vislumbrar a atenção à saúde da mulher adolescente de maneira integral, enfocando os significados sociais e culturais atribuídos à sexualidade. Dessa forma, as atividades desenvolvidas pelos profissionais de saúde com mulheres adolescentes devem envolver a família, instituição promotora da singularização do indivíduo na sociedade.

Palavras-chave: Sexualidade. Adolescente. Família. Saúde da Mulher. Enfermagem

 

A influência dos meios sociocultural e científico no uso de plantas medicinais por estudantes universitários da área da saúde

Amanda Ayres ViveirosI; Patrícia de Faria GoulartI; Neide Aparecida Titonelli AlvimII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 62 - 70

Download

 

A inserção da enfermeira obstétrica no parto e nascimento: obstáculos em um hospital de ensino no Rio de Janeiro

Rosangela da Conceição Sant'anna Amaral; Valdecyr Herdy Alves; Audrey Vidal Pereira; Diego Pereira Rodrigues; Luana Asturiano da Silva; Giovanna Rosário Soanno Marchiori

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

A inserção de Waleska Paixão na enfermagem

Geralda Fortina dos Santos; Valda da Penha Caldeira; Sabrina Antonieta Moreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 268 - 274

Resumo Download

Este estudo apresenta dados históricos biográficos de Waleska Paixão (1903-1993), enfatizando diferentes momentos de sua vida pessoal e profissional. Descreve a sua inserção no campo da Enfermagem, analisando a sua trajetória de aluna, professora e diretora da Escola de Enfermagem Carlos Chagas e destacando as suas contribuições mais significativas na Associação Brasileira de Enfermagem. As fontes primárias fazem parte do acervo documental do Centro de Memória da Escola de Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais e de depoimento oral de Waleska Paixão arquivado na instituição. Os resultados demonstram que a vontade e o desejo de adquirir, produzir, compartilhar e divulgar conhecimentos fazem parte da têmpora de Waleska Paixão, que se fez e foi se constituindo como figura ímpar no ensino e na prática da enfermagem, mostrando o seu envolvimento com o campo da educação e da saúde e algumas de suas contribuições para o desenvolvimento da enfermagem brasileira.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Biografia. Escolas de Enfermagem

 

A inserção do acompanhante de parto nos serviços públicos de saúde de Santa Catarina, Brasil

Odaléa Maria Brüggemann; Maria Emilia de Oliveira; Haimée Emerich Lentz Martins; Marcela Caetano Alves; Michele Edianez Gayeski

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 432 - 438

Download

 

A inserção do tema Liderança nas disciplinas de Administração em Enfermagem de uma faculdade particular da cidade de São Paulo 1998 a 2004

Lucimar Regina ConstantinoI; Maria Cristina SannaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 204 - 213

Resumo Download

Para descrever a evolução da abordagem da Liderança nos programas das disciplinas de Administração em Enfermagem, ministradas na FACENF-UNISA, no período de 1998 a 2004, foram analisados, dos 27 planos de disciplina praticados no período, os objetivos e as estratégias de ensino-aprendizagem e de avaliação. O tratamento utilizado, análise de discurso de Bardin, apontou que o tema foi pouco valorizado no período estudado. Observou-se, também, que o currículo do curso passou por três modificações, momentos propícios para a ampliação da dedicação ao tema Liderança, mas isso não aconteceu, havendo apenas a criação de uma disciplina optativa com esse conteúdo. Concluiu-se que os docentes responsáveis pelas disciplinas ministradas fizeram mudanças nos programas, mas não adotaram um paradigma que desse destaque à Liderança.

Palavras-chave: Administração. Enfermagem. Ensino. História. Liderança

 

A instalação do Comitê de Assessoramento da Enfermagem (CA-EF) no CNPq

Lorita Marlena Freitag Pagliuca

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 463 - 465

Download

 

A institucionalização da enfermagem pediátrica: os cursos das Escolas Públicas do Rio de Janeiro (1986-1999)

Jakcilane Rosendo de GoisI; Priscila dos Anjos FonsecaII; Suzy Groeger LapaII; Isabel Cristina dos Santos OliveiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 429 - 436

Resumo Download

Trata-se de um estudo na perspectiva histórica, tendo como objetivo caracterizar os cursos de especialização em enfermagem pediátrica e neonatal das escolas de enfermagem públicas do Estado do Rio de Janeiro (1986 a 1999). As fontes primárias escritas são os relatórios e a legislação dos cursos existentes nos departamentos das escolas de enfermagem e nos acervos históricos das universidades. Em 1986, foram criados 2 cursos de especialização em enfermagem pediátrica (EEAN/UFRJ e EEAAC/UFF) e em 1992, um curso de especialização em enfermagem neonatal (FENF/UERJ). Constatou-se que os referidos cursos eram diferentes entre si, já que o da EEAN/UFRJ e FENF/UERJ enfocavam, em destaque, a criança no cenário hospitalar, e o da EEAAC/UFF abordava, também, a criança na comunidade. Conclui-se que a criação e a implementação dos três cursos demarcam a institucionalização da especialidade enfermagem pediátrica no Estado do Rio de Janeiro.

Palavras-chave: Enfermagem. Pediatria. Especialização. História da Enfermagem

 

A institucionalização do parto e a humanização da assistência: revisão de literatura

Leila Regina WolffI; Maria Aparecida Vasconcelos MouraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 279 - 285

Download

 

A instituição psiquiátrica e o doente mental: a percepção de quem vivencia esse cotidiano

Lilian Hortale de OliveiraI; Cristina Maria Loyola MirandaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 95 - 103

Download

 

A integralidade do cuidado ao recém-nascido: articulações da gestão, ensino e assistência

Elysângela Dittz Duarte; Roseni Rosângela de Sena; Erika da Silva Dittz; Tatiana Silva Tavares; Paloma Morais Silva; Cynthia Marcia Romano Faria Walty

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 713 - 720

Download

 

A interação no cuidado: uma questão na enfermagem fundamental

Erika de Souza CastroI; Patrícia Wane MendesII; Márcia de Assunção FerreiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 39 - 45

Download

 

A interdisciplinaridade na produção do conhecimento de enfermagem

Maria Madalena de Andrade SantiagoI; Ângela ArrudaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 167 - 175

Download

 

A interferência da globalização na qualidade de vida no trabalho: a percepção dos trabalhadores de enfermagem

Sheila Nascimento Pereira de FariasI; Regina Célia Gollner ZeitouneII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(3): 386 - 392

Download

 

A investigação científica no curso de enfermagem: uma análise crítica

Iací Proença PalmeiraI; Mirta Betancourt RodriguézII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 68 - 75

Resumo Download

Pesquisa qualitativa que objetivou diagnosticar a formação de habilidades investigativas no Curso de Enfermagem da Universidade do Estado do Pará em 1999. A amostra foi de 42 alunos e 10 professores. Para a coleta de dados, foram utilizados a entrevista semi-estruturada e o questionário, cujas respostas foram submetidas à análise de conteúdos, gerando duas categorias temáticas. Os resultados demonstraram que o curso não propicia o desenvolvimento das aptidões investigativas, porque os alunos não são motivados; o ensino é tecnicista e não ressalta o componente investigativo; os trabalhos realizados pelos alunos são desprovidos de rigor científico; e a maioria dos professores apresenta inconsistente formação científico-investigativa para aplicar técnicas de ensino-aprendizagem que possibilitem seu alcance. Concluiu-se que as habilidades investigativas constroem-se em múltiplas vias, sendo necessário, em primeiro lugar, explorar e estimular o gosto pela investigação nos professores e nos alunos, para que essa atividade converta-os em eternos aprendizes da prática investigativa.

Palavras-chave: Pesquisa. Enfermagem. Motivação. Educação

 

A Lampada symbolo de nossa fé

Marina Nabuco

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 317 - 317

Download

 

A leitura mediada como estratégia de cuidado lúdico: contribuição ao campo da enfermagem fundamental

Lívia Rodrigues Mendes I; Priscilla Valladares Broca II; Márcia de Assunção FerreiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 530 - 536

Resumo Download

O objeto é a leitura mediada à criança hospitalizada como estratégia lúdica. Os objetivos são: Identificar os sentidos atribuídos pelos sujeitos às ações de mediação de leitura; caracterizar suas contribuições às crianças hospitalizadas; e discutir a leitura mediada como estratégia expressiva/lúdica de cuidado fundamental. Pesquisa qualitativa e descritiva realizada com 10 crianças hospitalizadas; 10 acompanhantes; 7 mediadores de leitura; e 10 membros da equipe de enfermagem. Evidenciaram-se os benefícios da leitura no bem-estar das crianças e seus acompanhantes, favorecendo o trabalho da equipe de saúde. Para os profissionais e mediadores, a leitura mediada é uma estratégia de humanização do cuidado que diminui a sobrecarga psíquica e proporciona conforto emocional à criança, amenizando seu sofrimento. Concluiu-se que aliar o ludismo ao cuidado vem ao encontro dos princípios da teoria do cuidado humano e, também, do Projeto Humaniza SUS, cujas estratégias de acolhimento do cliente ganham vulto.

Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem. Saúde da Criança. Humanização da Assistência

 

A linguagem como ferramenta do cuidado do enfermeiro em cirurgia cardíaca

Ana Carla Dantas CavalcantiI; Maria José CoelhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 220 - 226

Resumo Download

Este estudo descreveu a linguagem utilizada no dia-a-dia por enfermeiros em unidade de terapia intensiva cardíaca. Apoia-se em uma abordagem qualitativa, descritiva, que utilizou a etnometodologia, envolvendo os conceitos de prática, indicialidade e noção de membro. Para a coleta de dados, foram realizadas observação participante e fotografia para captação da imagem gestual. Os resultados apontam a utilização de palavras científicas, siglas e abreviações, silêncio, gestos e palavras com significado distinto. Essa linguagem é totalmente entendida pelos membros do grupo e se apresenta de forma natural pelos atores sociais; no entanto, não é de domínio do cliente, podendo ocasionar falsas interpretações. Dessa forma, este estudo propõe uma reflexão sobre a importância de utilizar-se no cotidiano uma linguagem compreendida não só pelos profissionais, mas também pelo cliente, para que esta seja uma ferramenta do cuidar/cuidado de enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Linguagem

 

A luta das enfermeiras residentes do Rio de Janeiro pela consolidação da residência na década de 70

Gertrudes Teixeira Lopes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 375 - 385

Download

 

A mãe em sofrimento psíquico: objeto da ciência ou sujeito da clínica?

Denise Tomaz Aguiar; Lia Carneiro Silveira; Sandra Mara Nunes Dourado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 622 - 628

Resumo Download

A vivência da maternidade é abordada no modelo médico científico do ponto de vista orgânico. Porém, para algumas mulheres, isso se dá como uma experiência de intenso sofrimento psíquico. Desenvolvemos uma reflexão teórica visando refletir acerca das possibilidades de abordagem dessa questão na perspectiva de uma clínica do sujeito, conforme delimitado na abordagem psicanalítica, contrapondo-a à visão do modelo médico científico. A ciência moderna institui-se como práxis pela exclusão do sujeito, e é esta racionalidade que subsidia a abordagem dos sintomas psíquicos no modelo médico, percebidos como algo a ser eliminado. A psicanálise surge a partir da descoberta do inconsciente e do sintoma como portando uma verdade sobre o sujeito que sofre. Consideramos que os conceitos apontados pela perspectiva psicanalítica podem nos apoiar na construção de uma clínica menos objetificadora, que permita ao próprio sujeito se interrogar sobre o sentido daquilo que o faz sofrer.

Palavras-chave: Depressão Pós-parto. Psicanálise. Ciência

 

A memória e o "por em cena" da história da enfermagem

Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 441 - 441

Download

 

A memória, o controle das lembranças e a pesquisa em história da enfermagem

Tânia Cristina Franco Santos; Ieda de Alencar Barreira; Maria da Luz Barbosa Gomes; Suely de Souza Baptista; Maria Angélica de Almeida Peres; Antonio José de Almeida Filho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 616 - 625

Resumo Download

Estudo histórico-social.
OBJETIVOS: analisar a importância da memória no processo de construção da identidade profissional e discutir os principais desafios do pesquisador em história da enfermagem, relativos à preservação e divulgação da memória profissional.
FONTES PRIMÁRIAS: relatórios anuais de atividades da Escola de Enfermagem Anna Nery e o artigo "Memória e História para uma nova visão de enfermagem no Brasil", de Ieda de Alencar Barreira.
FONTES SECUNDÁRIAS: literatura sobre memória e identidade profissional. Os dados, coletados de 1 de junho de 2009 a 30 de maio de 2010, foram classificados, organizados e analisados, de acordo com o método histórico.
RESULTADOS: a enfermagem brasileira, ao longo do século XX, utilizou símbolos e rituais como pontos de referência para evocar e sacralizar a memória da profissão e, assim, expressar e inculcar, intencional ou implicitamente, uma identidade de enfermeira.
CONCLUSÃO: a simbiose entre memória e identidade profissional leva à necessidade de sua preservação.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Emblemas e Insígnias. Pesquisa em Enfermagem

 

A mortalidade e morbidade por acidentes de trânsito - contribuição para o estudo das lesões raquimedular

Ângela Maria Mendes AbreuI; José Mauro Braz de LimaII; Rachel Ferreira Savary FigueiróIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(1): 97 - 103

Download

 

A mortalidade materna relacionada à doença hipertensiva específica da gestação em uma maternidade escola

Maria Ivoneide Veríssimo de OliveiraI; Paulo César de AlmeidaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 54 - 63

Download

 

A mulher no pós-parto domiciliar: uma investigação sobre essa vivência

Lucia Helena Garcia PennaI; Joana Iabrudi CarinhanhaII; Raquel Fonseca RodriguesIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 448 - 455

Resumo Download

Investigamos a vivência do pós-parto domiciliar pela mulher a partir de sua percepção acerca dos sentimentos, mudanças e situações desse período. Numa abordagem qualitativa, entrevistamos oito puérperas, entre o 15º e o 30º dias de pós-parto, atendidas nas consulta de enfermagem de revisão puerperal numa Unidade Básica de Saúde (UBS/SMS/RJ). A técnica utilizada na análise foi a de Análise de Conteúdo, na qual emergiu as seguintes categorias: Atendimento das expectativas, Situação das Relações Interpessoais, Situação da Relação Intrapessoal (sentimentos e sensações; relação com o corpo). Constatamos que as depoentes vivenciaram o pós-parto com satisfação, porém identificamos também uma desvalorização do ser mulher e do autocuidado em prol da atenção ao recém-nascido. Percebemos a importância da participação familiar no processo maternal e a realização de um acompanhamento pós-parto que aborde os reais sentimentos desse período, o resgate da autonomia sobre si mesmas e outros aspectos da subjetividade das puérperas.

Palavras-chave: Período Pós-parto. Saúde da Mulher. Habitação. Enfermagem

 

A música terapêutica como uma tecnologia aplicada ao cuidado e ao ensino de enfermagem

Leila Brito Bergold I; Neide Aparecida Titonelli Alvim II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 537 - 542

Resumo Download

A predominância das técnicas na assistência muitas vezes inviabiliza o estabelecimento de um cuidado expressivo que promova a humanização da prática assistencial. Este estudo abordou duas pesquisas que investigaram o uso da música como um recurso terapêutico aplicado ao cuidado e ao ensino de enfermagem: a visita musical e a dinâmica musical. Ancorou-se nas contribuições de Even Ruud sobre o contexto cultural relacionado à música e à saúde. Utilizou-se o Método Criativo-Sensível na produção de dados das duas pesquisas, realizadas respectivamente com clientes hospitalizados e enfermeiros. A visita musical constituiu-se como tecnologia para o cuidado expressivo, pois promoveu conforto, ludicidade, expressão emocional e integração entre os clientes e destes com o ambiente hospitalar. A dinâmica musical mobilizou a produção de subjetividades nos enfermeiros, que perceberam as possibilidades do uso criativo da música como um recurso tanto no âmbito do cuidado quanto no ensino de enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Musicoterapia. Tecnologia. Criatividade

 

A negociação do cuidado de enfermagem obstétrica através das práticas educativas na casa de parto

Jane Márcia Progianti; Rafael Ferreira da Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 790 - 793

Resumo Download

O estudo reflete sobre o cuidado de enfermagem obstétrica desenvolvido na Casa de Parto David Capistrano Filho. Esta reflexão, utilizando-se do conceito de negociação da teoria do Cuidado Cultural e do conceito de Educação em Saúde, respondeu por que neste espaço, construído para o desenvolvimento de ações sob a visão do modelo humanizado, as enfermeiras obstétricas se apóiam nas práticas de educação em saúde. Concluiu-se que a educação em saúde é instrumento do cuidado cultural, e as enfermeiras, ao utilizarem as práticas educativas, estão negociando o cuidado humanizado com a mulher que está socialmente habituada com as concepções do modelo tecnocrático. Deste modo, sem invasões e imposições, colaboram com a fisiologia da gestação e do parto porque evitam o choque cultural e reestruturam o cuidado cultural medicalizado no campo obstétrico por mudar a maneira medicalizada da mulher de parir.

Palavras-chave: Cuidados de Enfermagem. Cultura. Educação em Saúde. Enfermagem Obstétrica. Saúde da Mulher

 

A nova profissão de "cuidador de idosos" e suas implicações éticas

Virgínia Lúcia Reis MaffiolettiI; Cristina M. Douat LoyolaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 283 - 292

Download

 

A ocorrência da tuberculose em um distrito administrativo do município de São Paulo

Paula Hino1; Renata Ferreira Takahashi2; Maria Rita Bertolozzi3; Emiko Yoshikawa Egry4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 153 - 159

Resumo Download

O objetivo do estudo foi caracterizar a situação clínica e epidemiológica dos casos de tuberculose no distrito administrativo do Capão Redondo, Município de São Paulo, para o período de 2000 a 2009. Tratou-se de uma série histórica que utilizou dados secundários do Tbweb. Foram realizadas análises descritivas das variáveis: ano da notificação, sexo, faixa etária, escolaridade, tipo de caso, forma clínica, sorologia para o HIV, tipo de supervisão e desfecho do caso. Observou-se predomínio no sexo masculino, adultos jovens, caso novo e forma pulmonar, sendo que 10% dos casos estavam infectados pelo HIV. A interpretação dos resultados apresentados evidenciou que as metas propostas para o controle da tuberculose ainda não foram alcançadas no que se refere à cura e ao abandono do tratamento. No entanto, observaram-se esforços dos serviços de saúde no controle da doença por meio do aumento da cobertura do tratamento supervisionado.

Palavras-chave: Tuberculose. Epidemiologia. Saúde pública

 

A participação da enfermeira na campanha de erradicação da Varíola no Estado de São Paulo no período 1968-1973

Aildnize Geselli SantosI; Maria Cristina SannaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 470 - 477

Resumo Download

A Campanha da Erradicação da Varíola (CEV) foi um movimento conduzido pela Organização Mundial de Saúde a partir de 1965, com o objetivo de erradicar a doença no mundo. No Brasil, ela foi coordenada pelo Ministério da Saúde, porém descentralizada em alguns estados, como no Estado de São Paulo. A incidência neste estado era alta, o que despertou o brio dos sanitaristas para a obtenção rápida de resultados. Para tanto, montou-se uma coordenação ligada ao secretário estadual da saúde, integrada por vários profissionais, dentre os quais a enfermeira. O presente trabalho objetiva descrever e analisar a participação dessas enfermeiras na CEV no Estado de São Paulo. Neste estudo de caráter histórico-social, que emprega documentos escritos oficiais da campanha, produzidos no período de 1968 a 1973, encontrou-se comprovação do envolvimento das enfermeiras no treinamento de vacinadores, na determinação de estratégias de cobertura da população e na coordenação da logística da campanha.

Palavras-chave: História. Enfermagem. Campanhas de Vacinação. Imunização. Varíola

 

A participação da mãe nos cuidados ao seu filho hospitalizado: uma perspectiva da equipe de enfermagem1

Carla Cristina Fernandes de SouzaI; Isabel Cristina dos Santos OliveiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 379 - 387

Download

 

A participação das enfermeiras na implantação das propostas de contracepção do CPAIMC: 1975-1978

Luciane Marques de AraujoI; Suely de Souza BaptistaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 187 - 195

Download

 

A percepção ambiental entre os habitantes da região noroeste do estado do Rio de Janeiro

Livia Melo VillarI; Adilson José de AlmeidaII; Michele Christiane Andrade de LimaIII; Juliana Lauredo Valle de AlmeidaIV; Lilian Fiori Boechat de SouzaV; Vanessa Salete de PaulaVI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 285 - 290

Resumo Download

Foi desenvolvido um estudo para avaliar a percepção ambiental de indivíduos residentes do Município de Itaperuna, localizado na região Noroeste do Rio de Janeiro, Brasil. Foram selecionados 243 indivíduos, entre os meses de julho a outubro de 2005, que responderam sobre questões que abordavam a relação indivíduo/ambiente; ações individuais em favor da área ambiental; preocupação com o impacto ambiental e consumo; hábitos pessoais e ambiente. Com base na análise das respostas dos indivíduos, foi observada maior percepção ambiental em indivíduos mais velhos em relação a crianças e jovens. Este resultado demonstra que os programas de educação ambiental nesta região devem ser voltados para crianças e adolescentes, para que os mesmos se tornem adultos conscientes, uma vez que os indivíduos respondentes apresentaram grande interesse pelos temas ambientais e disposição para participar de campanhas e ações de recuperação ambiental.

Palavras-chave: Percepção. Educação Ambiental. Saúde

 

A percepção ambiental entre os habitantes da região noroeste do estado do Rio de Janeiro

Livia Melo VillarI; Adilson José de AlmeidaII; Michele Christiane Andrade de LimaIII; Juliana Lauredo Valle de AlmeidaIV; Lilian Fiori Boechat de SouzaV; Vanessa Salete de PaulaVI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 537 - 543

Resumo Download

Foi desenvolvido um estudo para avaliar a percepção ambiental de indivíduos residentes do Município de Itaperuna, localizado na região Noroeste do Rio de Janeiro, Brasil. Foram selecionados 243 indivíduos, entre os meses de julho a outubro de 2005, que responderam sobre questões que abordavam a relação indivíduo/ambiente; ações individuais em favor da área ambiental; preocupação com o impacto ambiental e consumo; hábitos pessoais e ambiente. Com base na análise das respostas dos indivíduos, foi observada maior percepção ambiental em indivíduos mais velhos em relação a crianças e jovens. Este resultado demonstra que os programas de educação ambiental nesta região devem ser voltados para crianças e adolescentes, para que os mesmos se tornem adultos conscientes, uma vez que os indivíduos respondentes apresentaram grande interesse pelos temas ambientais e disposição para participar de campanhas e ações de recuperação ambiental.

Palavras-chave: Percepção. Educação Ambiental. Saúde

 

A percepção auditiva da paralinguagem do paciente após tireoidectomia subtotal: ensino e pesquisa em enfermagem

Aline da Costa MarinsI; Sílvia Teresa Carvalho de AraújoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 586 - 591

Download

Palavras-chave: Percepção Auditiva. Comunicação. Tireoidectomia. Pesquisa em Enfermagem. Educação em Enfermagem

 

A percepção da equipe de enfermagem sobre humanização do parto e nascimento

Flavia Carvalho MarqueI; Ieda Maria Vargas DiasII; Leila AzevedoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 439 - 447

Resumo Download

Este trabalho se trata de uma pesquisa qualitativa de abordagem descritiva, que discute a percepção da equipe de enfermagem sobre a humanização do parto e nascimento. Participaram como depoentes do estudo profissionais da área de enfermagem que atuam em sala de parto de duas instituições públicas da cidade do Rio de Janeiro. A análise dos dados construída a partir dos depoimentos das participantes do estudo originou a construção das seguintes categorias: humanização no entendimento da equipe de enfermagem; práticas que a equipe de enfermagem considera humanizadoras; práticas que a equipe de enfermagem considera desumanizadoras; e a Enfermagem diante do tema humanização. Nas considerações finais, ficou evidenciada a diferença perceptiva das depoentes e a necessidade de mudança de atitude e postura dos profissionais de enfermagem diante da assistência ao parto e nascimento, reconhecendo sua importância como membro da equipe de saúde na assistência à mulher e ao neonato.

Palavras-chave: Enfermagem. Humanização da Assistência. Parto Humanizado. Nascimento a Termo

 

A percepção das enfermeiras sobre a competência social no desenvolvimento da assistência pré-natal

Yara Macambira Santana LimaI; Maria Aparecida Vasconcelos MouraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 672 - 678

Resumo Download

Trata-se de um recorte da tese em construção; tem como objetivo analisar a competência social das enfermeiras na assistência pré-natal. Participaram 42 enfermeiras que realizam assistência à gestante no contexto da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher desenvolvida nas Unidades Municipais de Saúde de Belém-Pará. Pesquisa qualitativa, referencial teórico da qualidade de Claus Moller (1992), descreve o lado humano da qualidade pessoal. Os dados foram coletados em formulários preenchidos com assistência direta da pesquisadora; as questões éticas obedeceram à Resolução nº 196/96, do CNS. Na análise dos resultados, emergiu a categoria temática da competência social, que na percepção das depoentes reflete o compromisso profissional diante das gestantes, compreende a necessidade da busca de uma consciência crítica da realidade e o interesse em superar as dificuldades nos serviços de saúde pública. Não é suficiente somente ter um bom desempenho profissional, é fundamental o apoio institucional para promover o crescimento pessoal.

Palavras-chave: Enfermeiras. Cuidado Pré-Natal. Gestão de Qualidade

 

A percepção das mulheres vítimas de lesão corporal dolosa

Maria Aparecida Vasconcelos MouraI; Paula Renata França OliveiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 257 - 267

Download

 

A percepção de docentes de um curso de enfermagem sobre o ensino teórico-prático dos cuidados à parturiente

Maria Helena Soares da Nóbrega MazzoI; Rosineide Santana de BritoII; Bertha Cruz EndersIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 398 - 405

Download

 

A percepção de estudantes da primeira série de um curso de graduação em enfermagem acerca da pesquisa

Diéssica Roggia Piexak1; Jamila Geri Tomaschewski Barlem2; Rosemary Silva da Silveira3; Geani Farias Machado Fernandes4; Valéria Lerch Lunardi5; Dirce Stein Backes6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 68 - 72

Resumo Download

Objetivou-se conhecer a percepção de estudantes da primeira série de um curso de graduação em Enfermagem acerca da pesquisa. Trata-se de um estudo qualitativo realizado em uma instituição de ensino superior de rede privada no mês de junho de 2010. Aplicou-se um questionário, composto de pergunta única e aberta, para 30 estudantes da primeira série de um curso de graduação em Enfermagem. A partir da análise de conteúdo, foi possível conhecer a percepção dos estudantes acerca da pesquisa; eles retrataram a importância da pesquisa para formação profissional, a contribuição para a prática baseada em evidências e para a educação permanente, e a maior visibilidade da profissão por meio da produção de conhecimentos consolidados pela pesquisa. Acredita-se que o reconhecimento da importância e da necessidade da pesquisa como prática transversal nos cursos de graduação em Enfermagem poderá contribuir para a formação profissional dos estudantes.

Palavras-chave: Estudantes de Enfermagem. Pesquisa em Enfermagem. Educação em Enfermagem.

 

A percepção de mulheres sobre atenção pré-natal em uma Unidade Básica de Saúde

Maria Celeste LanderdahlI; Lúcia Beatriz ResselI; Fernanda Badineli MartinsII; Fernanda Bheregaray CabralIII; Mariam de Oliveira GonçalvesI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 105 - 111

Resumo Download

Pesquisa com objetivo de conhecer a percepção de gestantes a respeito da consulta de pré-natal realizada por docentes e acadêmicos do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. Foram sujeitos da pesquisa dez puérperas que realizaram consultas de enfermagem na UBS, no período de julho de 2003 e agosto de 2004. A obtenção das informações foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas. As respostas acusam, dentre outros dados, a consulta de enfermagem à gestante como espaço educativo do qual fazem parte também seus familiares, bem como o vínculo estabelecido entre profissional e gestante/família. Por outro lado, apontam para a necessidade de maior privacidade para o atendimento e criticam a troca eventual de profissionais/docentes nas consultas. Nesse sentido, o estudo tem auxiliado no redirecionamento da atenção à gestante, de forma que venha ao encontro de suas necessidades e expectativas.

Palavras-chave: Pré-natal. Gestante. Cuidado. Enfermagem

 

A percepção dos acadêmicos de enfermagem sobre o cuidado à mulher no trabalho de parto e nascimento: uma abordagem qualitativa

Thiago Bicchieri; Leila Rangel da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 258 - 265

Resumo Download

O presente estudo tem como objetivo identificar a percepção dos acadêmicos de enfermagem sobre o cuidado prestado à mulher no trabalho de parto e nascimento. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa. Foram entrevistados 30 acadêmicos de enfermagem pertencentes a uma escola de enfermagem de âmbito federal, situada no município do Rio de Janeiro. Os resultados demonstraram que os graduandos possuem uma visão crítica sobre o cuidado oferecido à mulher no centro obstétrico e o classificam como cuidado inadequado e extremamente tecnicista e, que as atividades ditas humanizadas e benéficas no trabalho de parto e nascimento estão distantes do preconizado pelo Ministério da Saúde. Considera que as mulheres precisam ser percebidas e ouvidas, valorizando uma assistência que reforce sua autonomia e respeite seus direitos enquanto mulher e cidadã.

Palavras-chave: Cuidado. Estudantes de Enfermagem. Parto

 

A percepção dos usuários com diabetes sobre a estratégia de educação em grupos na promoção do autocuidado

Gisele de Lacerda Chaves Vieira, Sumaya Giarola Cecílio, Heloísa de Carvalho Torres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

A peregrinação no período reprodutivo: uma violência no campo obstétrico

Diego Pereira Rodrigues, Valdecyr Herdy Alves, Lucia Helena Garcia Penna, Audrey Vidal Pereira, Maria Bertilla Lutterbach Riker Branco, Luana Asturiano da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 614 - 620

Download

 

A pesquisa de enfermagem e o impacto do conhecimento produzido

Zélia Maria de Sousa Araújo SantosI; Vera Lúcia Mendes de OliveiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 176 - 185

Download

 

A pesquisa e a documentação na história da enfermagem no Brasil

Ieda de Alencar Barreira1; Suely de Souza Baptista2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(3): 395 - 403

Resumo Download

O propósito do trabalho é discutir as possibilidades e limitações do desenvolvimento de linhas de pesquisa, que favoreçam a construção de versões e interpretações originais da história da enfermagem de âmbito nacional e de estudos comparados internacionais. São analisadas as conseqüências teóricas e práticas da localização da enfermagem moderna na história contemporânea ou na história do tempo presente, bem como no contexto da América Latina. Tomando-se a organização de arquivos como condição para a realização de estudos históricos, são citados exemplos de acervos no que se refere à História da Enfermagem Brasileira e é enfatizada a importância da recuperação e preservação de fontes (escritas, orais e iconográficas), tanto dos arquivos históricos como dos "arquivos futuros ". Finalmente, discutem-se as relações internas e externas da história da enfermagem, como campo de conhecimento, e suas implicações para a visibilidade e o reconhecimento de sua contribuição com um novo olhar sobre nossa trajetória e o cotidiano presente.

Palavras-chave: História da Enfermagem - Pesquisa em Enfermagem - Documentação

 

A política de saúde mental no contexto do hospital psiquiátrico: Desafios e perspectivas

João Mário Pessoa Júnior, Raionara Cristina de Araújo Santos, Francisco de Sales Clementino, Kalyane Kelly Duarte de Oliveira, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 83 - 89

Download

 

A Pós-Graduação em Enfermagem "Lato Sensu"

Tânia Cristina Franco Santos1; Maria José de Sousa Silvia2;Tereza Carvalho de Araújo3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(1): 93 - 97

Resumo Download

O presente trabalho tem como objetivo descrever alguns aspectos inerentes aos cursos de pós-graduação "lato sensu" desenvolvidos pela Escola de Enfermagem Anna Nery. Utilizamos, como fonte de pesquisa, regulamentos, relatórios dos cursos de especialização e atualização e o relatório do I Seminário sobre as vivências, experiências e perspectivas dos professores acerca dos Programas de Pós-Graduação "Lato Sensu". O estudo ofereceu uma visão abrangente das atividades desenvolvidas pela pós-graduação "lato sensu", numa visão retrospectiva.

Palavras-chave: graduate program; nursing; teaching

 

A Pós-graduação em enfermagem Brasileira faz quarenta anos: avanços, desafios e necessidades de novos empreendimentos

Carmen Gracinda Silvan Scochi1; Denize Bouttelet Munari2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 215 - 217

Download

 

A prática da amamentação após o método mãe canguru no Rio de Janeiro: a necessidade de educação em saúde e intervenção de Enfermagem no domicílio

Ivone Evangelista Cabral; Danielle Groleau

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 763 - 771

Resumo Download

O "ensino-aprendizagem" integra o Método Mãe Canguru (MMC) brasileiro para promover as habilidades maternas na amamentação de bebês prematuros ou baixo peso. Por desconhecermos se o que foi ensinado integrou o círculo interno da família, nosso objetivo foi analisar como esse conhecimento sobre amamentação exclusiva foi incorporado no contexto dos domicílios. A pesquisa participante aconteceu no domicilio de 11 grupos de mães, familiares e vizinhos. O saber local dos vizinhos e familiares substituiu o conhecimento ensinado à mãe no MMC e mudou a alimentação desses bebês. A educação em saúde deve estender-se para além do hospital e incluir os familiares e pessoas significativas.

Palavras-chave: Cuidado pós-natal. Saúde da criança. Enfermagem pediátrica. Aleitamento materno

 

A prática da ciência e da arte de cuidar e as exigências à produção e difusão do conhecimento

Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 205 - 207

Download

 

A prática da enfermagem em pediatria: reflexões na virada do milênio

Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 15 - 20

Download

 

A prática de enfermagem no sistema penal: limites e possibilidades

Mônica Oliveira da Silva e SouzaI Joanir Pereita PassosII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 417 - 423

Resumo Download

O presente trabalho teve como objetivos identificar os princípios que norteiam a prática de enfermagem e discutir os limites e as possibilidades da atuação da equipe de enfermagem nos serviços de saúde do Sistema Penal do Estado do Rio de Janeiro. Para alcançar os objetivos propostos, realizou-se um estudo descritivo com abordagem qualitativa. O cenário foi um hospital geral penitenciário, e foram entrevistados 30 profissionais de enfermagem. A coleta de dados se deu mediante a técnica de entrevista. Os resultados evidenciaram que a prática do cuidado e a relação de ajuda são os princípios que norteiam a atuação da enfermagem na Unidade Hospitalar Penitenciária, suas possibilidades são semelhantes às da realidade extramuros, e a presença do agente penitenciário e a periculosidade são os elementos limitantes da prática de enfermagem.

Palavras-chave: Saúde. Enfermagem. Prisões

 

A prática do quarto passo da iniciativa hospital amigo da criança

Eloana Ferreira D'Artibale; Luciana Olga Bercini

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 356 - 364

Download

 

A preservação perineal como prática de enfermeiras obstétricas

Jane Márcia Progianti; Octavio Muniz da Costa Vargens; Aline Bastos Porfírio; Daniela Peixoto Lorenzoni

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 266 - 273

Resumo Download

Trata-se de pesquisa qualitativa que teve por objetivos analisar os efeitos percebidos pela mulher diante da não-realização da episiotomia e analisar as ações de enfermagem que foram determinantes para a não-intervenção cirúrgica sob a ótica da mulher. O estudo foi realizado no período de janeiro a junho de 2005. Foi aplicada uma entrevista semi- estruturada para a coleta de dados em mulheres que pariram de parto natural sem episiotomia. A análise seguiu a proposta de Bardin e apóia-se na teoria da diversidade e universalidade do cuidado cultural de Madeleine Leininger. Os resultados apontaram os efeitos positivos sentidos pela mulher em sua vida e em seu relacionamento sexual decorrentes da não-realização da episiotomia. As mulheres também reconheceram as ações profissionais de enfermagem obstétrica que visavam à acomodação do cuidado humanizado como repadronizadoras do cuidado medicalizado e fundamentais para a preservação de seus períneos.

Palavras-chave: Cuidado de enfermagem. Enfermagem obstétrica. Episiotomia. Parto. Saúde da mulher

 

A Prevenção do HIV / AIDS segundo o olhar das mulheres: o caso do Grupo de Direitos Reprodutivos em Juiz de Fora / MG

Elenir Pereira de Paiva; Maria Catarina Salvador da Motta

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 328 - 329

Download

 

A primeira visita ao filho internado na unidade de terapia intensiva neonatal: percepção dos pais

Kayna Trombini Schmidt; Anelize Helena Sassá; Marly Veronez; Ieda Harumi Higarashi; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 73 - 81

Resumo Download

Este estudo teve como objetivo identificar os sentimentos, experiências e expectativas dos pais durante a primeira visita ao filho internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Estudo descritivo com abordagem qualitativa realizado na UTIN de um hospital de ensino de Maringá-PR. Foram entrevistados nove mães e um pai. Os dados foram coletados na segunda quinzena de junho de 2010, por meio de entrevistas semiestruturadas, posteriormente analisadas por meio do referencial de análise de conteúdo de Bardin. As categorias temáticas desprendidas dos depoimentos foram: Anseios antes da primeira visita ao filho; Vivenciando a primeira visita; e Lidando com as informações. Os resultados encontrados ampliam a compreensão dos sentimentos e das necessidades dos pais na primeira visita ao filho internado na UTIN e possibilitaram a reflexão sobre intervenções de enfermagem que possam amenizar as implicações negativas desse período situacional do ciclo de vida.

Palavras-chave: Enfermagem Neonatal. Terapia Intensiva Neonatal. Prematuro. Pais

 

À procura do sujeito no/do trabalho de Enfermagem: o acontecimento

Mara Ambrosina VargasI; Flávia Regina Souza RamosII; Joel Rolim ManciaIII; Denise PiresIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 127 - 132

Resumo Download

O ensaio reflexivo aborda o sujeito no/do trabalho em Enfermagem, tendo como suporte teórico o conceito de acontecimento em Foucault. Descreve e analisa quatro acontecimentos que podem sintetizar algumas das problemáticas da Enfermagem contemporânea, a saber: diferenças de realidade, hibridismo humano-máquina, rede de relações e processo de construção do conhecimento científico. Constata que as atuais sujeições do trabalhador mostram-se muito mais complexas, o que inviabiliza entender a questão da subjetividade do trabalhador em Enfermagem somente a partir da noção de sujeições econômicas. Porém, sinaliza que, mesmo não escapando de determinados modos de sujeição do presente, há espaços produtivos de desafios, lutas, portanto de liberdade para repensar o trabalho na Enfermagem.

Palavras-chave: Trabalho. Enfermagem. Trabalhadores. Work. Nursing. Workers

 

A produção de conhecimento: do ensino à pratica de enfermagem

Neiva Maria Picinini Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 169 - 174

Download

 

A produção científica da enfermagem e a utilização da teoria de Madeleine Leininger: revisão integrativa 1985 - 2011

Márcia Daniele Seima; Tatiane Michel; Marineli Joaquim Méier; Marilene Loewen Wall; Maria Helena Lenardt

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 851 - 857

Resumo Download

Trata-se de revisão integrativa cujo objetivo foi refletir sobre a utilização da teoria da diversidade e universalidade do cuidado cultural de Madeleine Leininger na produção científica brasileira de enfermagem. Foram consultadas as bases de dados: Base de Dados de Enfermagem, Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde e Scientific Electronic Library Online no período amostral de janeiro de 1985 a janeiro de 2011. Foram selecionados 62 artigos dos quais emergiram quatro grupos segundo a semelhança metodológica: 16,12% tratam de relatos de experiência; 45,16%, de processos investigativos; 22,58%, de reflexão e 16,12%, de revisão sobre a teoria de Leininger. Constatou-se que a teoria é utilizada para favorecer a proposta do cuidado holístico em enfermagem e a intenção de conhecer e respeitar a cultura dos clientes para que as ações da enfermeira alcancem o resultado almejado. Suscita valiosa contribuição ao trazer reflexões e delinear orientações para a prática de enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem transcultural. Teoria de Enfermagem. Cuidados de enfermagem

 

A produção científica sobre riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem

Magda Ribeiro de CastroI; Sheila Nascimento Pereira de FariasII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 364 - 369

Resumo Download

Estudo realizado no Curso de Mestrado na Escola de Enfermagem Anna Nery, inserido no Núcleo de Pesquisa em Enfermagem e Saúde do Trabalhador da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
OBJETO: a produção científica sobre riscos ocupacionais a que estão expostos os trabalhadores de enfermagem.
OBJETIVOS: levantar a produção científica dos estudos stricto sensu acerca dos riscos ocupacionais nos trabalhadores de enfermagem; identificar a abordagem (objetiva ou subjetiva) acerca desses riscos e analisar os riscos retratados. Estudo bibliográfico e quantitativo dos 42 resumos publicados no Centro de Estudos e Pesquisas em Enfermagem entre 1979 e 2004. Riscos mais expressivos: biológicos, seguidos dos químicos, dos psicossociais e, em menor escala, dos físicos, de acidentes e ergonômicos. Percebeu-se reduzida ênfase dispensada à subjetividade do trabalhador de enfermagem associada à temática estudada, sugerindo lacuna nesta área de conhecimento. Faz-se necessária a reflexão desses riscos na enfermagem, atentando para sua identificação, detecção e controle.

Palavras-chave: Riscos Ocupacionais. Enfermagem. Saúde do Trabalhador

 

A produção científica sobre vacinação na literatura brasileira de enfermagem no período de 1973 a 1999

Carmem Regina Estivalete MarchionattiI; Iêda Maria Ávila Vargas DiasII; Rosângela da Silva SantosIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(1): 57 - 68

Download

 

A Qualidade de Vida no Trabalho de Enfermagem

Sheila Nascimento Pereira de FariasI; Regina Célia Gollner ZeitouneI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 487 - 493

Resumo Download

O presente estudo teve como objetivo construir com os trabalhadores de enfermagem de Saúde Pública de um Centro Municipal de Saúde (CMS) uma proposta de indicadores de Qualidade de Vida no Trabalho a partir da percepção dos mesmos. Utilizou-se da abordagem qualitativa, tendo como local de estudo um CMS localizado no município do Rio de Janeiro; os sujeitos foram 34 profissionais da equipe de enfermagem, representando 100% do grupo, a saber: 7 enfermeiros, 3 técnicos de enfermagem e 24 auxiliares de enfermagem. Foi utilizado grupo focal para obtenção dos dados. Como resultados, os trabalhadores apontaram como indicadores de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT): a inter-relação pessoal, a comunicação interprofissional, as condições de trabalho, a organização e divisão do trabalho, os direitos no trabalho, a motivação e segurança. Neste sentido, conclui-se pela necessidade do desenvolvimento de programas que apóiem a qualidade de vida dos trabalhadores nas unidades de enfermagem em Unidades Básicas, considerando os fatores apontados pelos profissionais como elementos que caracterizam a QVT.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde Ocupacional. Qualidade de Vida

 

A qualidade na atenção à saúde da mulher idosa: um relato de experiência

Maria Aparecida Vasconcelos Moura; Ana Maria Domingos; Maria Elizabete de Castro Rassy

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 848 - 855

Resumo Download

Relato de experiências sobre a assistência integral a mulheres idosas em um Programa de Extensão desenvolvido no Hospital Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Apresenta uma proposta pedagógica e assistencial de elevado significado social e de formação acadêmica resultado do empenho de uma equipe de profissionais.. Descreve o perfil do idoso que procura o serviço especializado e analisa a situação da atenção, com enfoque na melhoria da qualidade da assistência prestada. Utilizaramse os conceitos da Qualidade em Saúde e o Pacto pela Vida. Responde o porquê deste espaço, construído para o desenvolvimento de ações sob a visão de um modelo humanizado, em que as enfermeiras se apoiam nas práticas de educação em saúde. Concluiuse que a proposta pedagógica é um instrumento da atenção e possibilita analisar as expectativas e necessidades da clientela em uma perspectiva da melhoria da qualidade de vida e de saúde, buscando o nível de satisfação da clientela.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde do Idoso. Qualidade

 

A questão da internacionalização da publicação científica de enfermagem

Rosane Harter Griep

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 9 - 14

Download

 

A questão de gênero e suas implicações na formação das primeiras enfermeiras brasileiras

Maria Lúcia Frizon Rizzotto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(3): 45 - 54

Resumo Download

O presente trabalho busca identificar e compreender os princípios e diretrizes que caracterizaram o ensino de Enfermagem ministrado pela Escola Anna Nery, no início do século. Princípios que reforçavam o papel de submissão da Enfermagem em relação à Medicina. Buscou-se fazer uma análise do contexto social, econômico e político do período em que foi criada a primeira Escola de Enfermagem Moderna no Brasil, ao mesmo tempo em que se procurou analisar os determinantes das relações de poder que se estabeleceram entre estas duas categorias profissionais.

Palavras-chave: Enfermagem - História - Gênero

 

A realização do teste anti-HIV no pré-natal: os significados para a gestante

Roberta Maria de Oliveira Silva I; Carla Luzia França Araújo II; Fatima Maria Trigo da Paz III

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 630 - 636

Resumo Download

O estudo teve por objetivo conhecer e analisar o significado da realização do teste anti-HIV no pré-natal para as gestantes. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa e foi realizada em um Hospital Escola e em uma Maternidade do município do Rio de Janeiro. Como recurso técnico-metodológico utilizou-se o discurso do sujeito coletivo (DSC). Após a análise dos discursos verificamos que para as gestantes a realização do teste significa a possibilidade de prevenir a transmissão vertical do HIV e como parte da assistência pré-natal. O pré-natal foi considerado pelas gestantes uma excelente oportunidade para a realização do teste anti HIV, para o conhecimento da condição sorológica e início precoce do tratamento. Conclui-se que o teste, para a maioria das gestantes, representa a possibilidade de proteger o filho do HIV, além de fazer parte da construção do papel materno a partir de um cuidado concreto com a saúde do bebê.

Palavras-chave: Cuidado Pré-Natal. Promoção em saúde. HIV

 

A reforma psiquiátrica na visão de quem cuida: percepções de profissionais do serviço residencial terapêutico

Danielle Souza Silva; Dulcian Medeiros de Azevedo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 587 - 594

Resumo Download

O Serviço Residencial Terapêutico (SRT) tem se destacado como peça fundamental para a concretização do processo de desinstitucionalização e reabilitação psicossocial. Objetivou-se investigar as percepções dos profissionais de enfermagem atuantes no SRT sobre a Reforma Psiquiátrica, e sua relação com a formação técnico-científica e prática profissional. Estudo de natureza descritiva, com abordagem qualitativa, sendo entrevistados seis profissionais de enfermagem atuantes no SRT de Caicó-RN. A coleta foi realizada entre os meses de outubro e dezembro de 2009. A Reforma Psiquiátrica foi percebida como um movimento complexo que tem como finalidade modificar o trabalho na área da Psiquiatria; a partir dela o profissional é "motivado" a assumir uma nova posição em relação ao doente, uma postura mais horizontal e humanizada. Este estudo contribuiu para o melhor entendimento da realidade pesquisada, no que se refere à mudança na rede de saúde mental.

Palavras-chave: Equipe de Enfermagem. Prática Profissional. Saúde Mental. Serviços de Saúde Mental. Enfermagem Psiquiátrica

 

A relação intersubjetiva entre o enfermeiro e a criança com dor na fase pós-operatória no ato de cuidar

Karin Rosa PersegonaI; Ivete Palmira Sanson ZagonelII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 430 - 436

Resumo Download

Pesquisa qualitativa que tem como questão norteadora "como se processa a relação intersubjetiva estabelecida entre o enfermeiro e a criança com dor na fase pós-operatória no ato de cuidar?" baseada na Teoria Humanística de Paterson e Zderad pelo método exploratório-descritivo. Os objetivos foram identificar a relação intersubjetiva estabelecida no ato de cuidar e desvelar como se desenvolve o cuidado do enfermeiro à criança com dor na fase pós-operatória. As informações foram coletadas com oito enfermeiros pela entrevista semi-estruturada gravada. Utilizou-se a Análise Textual Qualitativa proposta por Moraes (2003). Da análise emergiram três categorias e seis unidades de significado. Conclui-se que ser sensível ao sofrimento do outro, fazer-se presente, saber ouvir, tocar, relacionar-se, requer aproximação, na perspectiva de perceber os aspectos subjetivos da criança, a maneira como reage física e emocionalmente ao sofrimento que a dor lhe proporciona. O cuidado humanístico deve ser delineado a partir da percepção multidimensional da experiência existencial de dor.

Palavras-chave: Cuidado da Criança. Relações Enfermeiro-Paciente. Dor Pós-Operatória

 

A repercussão da histerectomia na vida de mulheres em idade reprodutiva

Carolina de Mendonça Coutinho e Silva; Inês Maria Meneses dos Santos; Octavio Muniz da Costa Vargens

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 76 - 82

Resumo Download

Estudo qualitativo, do tipo descritivo-exploratório, cujo método foi a História de Vida. O objetivo foi identificar e analisar a repercussão da histerectomia na vida da mulher em idade reprodutiva. Foram entrevistadas doze mulheres em pós-operatório de histerectomia. O cenário foi o ambulatório de ginecologia de um hospital especializado na assistência à mulher e à criança, no Rio de Janeiro, entre julho e outubro de 2006. Foi realizada análise temática, emergindo duas categorias: "Vida pré: ligada à doença" e "Vida pós: adaptação". Algumas mulheres referiram uma influência benéfica da histerectomia, trazendo a resolução de problemas, com uma conotação de cura. Porém, para outras significou uma difícil perda. Fatores como sexualidade, sensação de vazio e questões ligadas à reprodução geraram dúvidas no imaginário das mulheres. Considerar estes fatores é fundamental para a implementação de uma assistência específica e que atenda as necessidades desta clientela.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Histerectomia

 

A representação social das adolescentes sobre a gravidez nesta etapa de vida

Débora Luiza de Oliveira RangelI; Ana Beatriz Azevedo QueirozII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 781 - 789

Resumo Download

Trata-se de apreender as representações sociais das adolescentes acerca da gravidez nesta etapa de vida. Abordagem qualitativa na perspectiva da Teoria das Representações Sociais de Moscovici, com adolescentes não grávidas e com atividade sexual. Os cenários foram escolas privadas e públicas do Rio de Janeiro. Para a coleta de dados, utilizaram-se técnica expressiva e entrevista semi-estruturada. As informações foram tratadas segundo a análise de conteúdo. As adolescentes representam a gravidez como mudança geradora de responsabilidades e não ser esta a idade ideal para vivenciar esse momento. A representação teve uma ligação com o nível sócio-econômico-demográfico: as mais favorecidas acreditam que a gravidez nessa fase seria um destruidor de planos futuros. O segmento oposto representou a gestação como identidade "natural do feminino". Tais evidências denotam a necessidade de os profissionais de saúde atentarem para a diversidade de pertenças sociais-culturais-econômicas, visando proporcionar autonomia na escolha do momento da gravidez e garantir os direitos sexuais e reprodutivos.

Palavras-chave: Gravidez. Adolescente. Enfermagem

 

A representação social de familiares nos centros de atenção psicossocial

Dulcian Medeiros de Azevedo; Francisco Arnoldo Nunes de Miranda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 354 - 360

Resumo Download

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) estão previstos como as portas de entrada e regulação em saúde mental, e foram criados na intenção de substituir as internações nos manicômios pelo atendimento aberto na comunidade. Objetivou-se apreender as representações sociais dos familiares de usuários dos CAPS do Município de Natal-RN, a respeito de sua participação nas atividades desses serviços. Pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, desenvolvida com 28 familiares por meio de entrevista semiestruturada, entre agosto e setembro de 2007. Os dados obtidos receberam o suporte informacional do software ALCESTE. Os familiares estruturam sua representação social em face de uma necessidade e esperança por mudanças no tratamento de saúde de seus familiares, cristalizadas pela tomada de posicionamento e comportamento, amparados na presença do espaço ambiental dos CAPS. A participação familiar ainda não reúne, nos cenários investigados, condições para promover a inserção do familiar, pois a presença física constatada ainda não é o bastante.

Palavras-chave: Psicologia Social. Serviços de Saúde Mental. Família. Enfermagem Psiquiátrica. Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias

 

A resiliência como objeto de investigação na enfermagem e em outras áreas: uma revisão

Denise de Assis Corrêa SóriaI; Ivis Emília de Oliveira SouzaII; Marléa Chagas MoreiraIII; Deyse Conceição SantoroIV; Maria de Fátima Batalha de MenezesV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 547 - 551

Resumo Download

Estudo descritivo quantiqualitativo na modalidade de revisão sistemática em bases de dados, tendo, como descritores, Resiliência e Enfermagem. Os dados foram caracterizados pela freqüência em cada área de conhecimento. Objetivamos buscar, no catálogo do CEPEN e nas bases eletrônicas de dados BDENF, LILACS, MEDLINE, SCIELO, a resiliência como temática nas produções da Enfermagem, entre janeiro de 1993 e maio de 2004. A incidência foi encontrada nas Ciências Sociais. No MEDLINE, a maior concentração deu-se na Saúde Mental. No BDENF, sua abordagem é escassa. No SCIELO, a Psicologia concentrou os estudos sobre o tema. Dos 122 estudos analisados, a resiliência foi objeto em 6% do total dos estudos. Verificamos uma lacuna na utilização do conceito na área da Enfermagem Latino-Americana, fato que agrega valor ao estudo, contribuindo para um redimensionamento do cotidiano profissional.

Palavras-chave: Resiliência. Enfermagem. Pesquisa em Enfermagem

 

A responsabilidade profissional na assistência ao parto: discursos de enfermeiras obstétricas

Daniela Ries Winck1; Odaléa Maria Brüggemann2; Marisa Monticelli3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 363 - 370

Resumo Download

Trata-se de um estudo qualitativo, de natureza exploratória, que objetivou identificar o conhecimento das enfermeiras obstétricas em relação à responsabilidade profissional na assistência ao parto. Foram entrevistadas 11 enfermeiras que atuavam na assistência ao parto em hospitais e/ou domicílio no estado de Santa Catarina, entre março e agosto de 2009. Após análise pelo Discurso do Sujeito Coletivo, emergiram Ideias Centrais que contemplam os temas sobre as relações das enfermeiras obstétricas com os médicos e a instituição; a responsabilização profissional e as repercussões morais e legais do erro. Verificou-se que as enfermeiras conhecem pouco a respeito das repercussões legais do erro. Ao assumir a assistência ao parto, devem dedicar total atenção aos limites da competência e à prevenção de erros previsíveis, tendo em mente que assumirão também a responsabilização por suas falhas. A atualização sobre responsabilidade legal é tão importante quanto a científica e pode contribuir para a autoconfiança profissional.

Palavras-chave: Parto normal. Enfermagem obstétrica. Responsabilidade legal.

 

A saúde do homem na visão dos enfermeiros de uma unidade básica de saúde

Patricia Alves dos Santos Silva1; Monique de Sousa Furtado2; Aline Borges Guilhon3; Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza4; Helena Maria Scherlowski Leal David5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 561 - 568

Resumo Download

Este estudo objetivou conhecer e analisar a visão dos enfermeiros em relação ao atendimento à saúde do homem. Pesquisa qualitativa que teve como campo um Centro Municipal de Saúde. Os sujeitos foram sete enfermeiros que atuavam em setores que atendiam homens, dos quais três eram do sexo masculino e quatro, do sexo feminino. Utilizaram-se a entrevista com questões semiestruturadas como instrumento de coleta e a análise de conteúdo, para tratar os dados. Na fala dos sujeitos ficou evidenciado que os homens procuram menos os serviços devido à incompatibilidade de horário com a jornada laboral. E, ainda, segundo a percepção dos sujeitos, sentem-se constrangidos em procurar atendimento, pois essa postura choca-se com a cultura andocrêntrica. Verificou-se que a maioria dos sujeitos desconhecia a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. Sugere-se que haja capacitação dos enfermeiros e que os serviços tenham infraestrutura física e de pessoal para garantir assistência qualificada.

Palavras-chave: Saúde do homem. Enfermagem em saúde pública. Atenção primária à saúde.

 

A saúde do homem que vive a situação de infertilidade: um estudo de Representações Sociais

Washington Ramos Castro, Maria Cristina de Melo P. Carvalho, Renata Porto dos Santos Mohamed, Maria Aparecida Vasconcelos Moura, Ana Beatriz Azevedo Queiroz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 669 - 675

Download

 

A saúde física de mulheres privadas de liberdade em uma penitenciária do estado do Rio de Janeiro

Márcia Vieira dos Santos, Valdecyr Herdy Alves, Audrey Vidal Pereira, Diego Pereira Rodrigues, Giovanna Rosário Soanno Marchiori, Juliana Vidal Vieira Guerra

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

A semiologia da expressão dos pacientes com feridas cirúrgicas no pós-operatório imediato

Sílvia Teresa de Carvalho AraújoI; Vera Lúcia Freitas de MouraII; Denise de Assis Corrêa SóriaIII; Elza Maria dos Santos LimaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 53 - 61

Download

 

A sexualidade na formação acadêmica do enfermeiro

Graciela Dutra Sehnem1; Lúcia Beatriz Ressel2; Carolina Frescura Junges3; Fernanda Machado da Silva4; Camila Nunes Barreto5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 90 - 96

Resumo Download

Este estudo teve como objetivo analisar como se dá a construção da sexualidade na formação acadêmica de estudantes de Enfermagem. Foi realizado com 14 estudantes de um curso de graduação em Enfermagem do Rio Grande do Sul. O método caracterizou-se por pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados pela técnica do grupo focal no período de maio a junho de 2009. Para a sua interpretação foi aplicada a análise temática. No que tange à formação acadêmica do enfermeiro em relação à sexualidade, esse assunto tem sido tratado a partir de um caráter de eventualidade e informalidade e abordado sob um enfoque de neutralidade, proibições e assexualização. Recomenda-se que a sexualidade seja tratada como assunto de estudo na Enfermagem e como fenômeno inerente a todo o ser humano.

Palavras-chave: Sexualidade. Estudantes de Enfermagem. Enfermagem.

 

A tecnologia em centro cirúrgico e o processo de trabalho do enfermeiro

Enêde Andrade da CruzI; Enedina SoaresII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 109 - 115

Download

 

A tecnologia em saúde: uma perspectiva psicossociológica aplicada ao cuidado de enfermagem

Rafael Celestino da SilvaI; Márcia de Assunção Ferreira II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 169 - 173

Resumo Download

Objetiva-se demonstrar a relevância social do fenômeno tecnologia no cuidado em saúde como objeto de conhecimento psicossociológico. A tecnologia pode determinar o estilo de vida da sociedade, levando o homem a desenvolver sentimentos e comportamentos de adoração, medo, aproximação e afastamento. O fenômeno tecnologia em saúde integra pensamentos e discussões dos profissionais, fazendo circular informações entre eles, levando-os a elaborarem conhecimentos que alicerçam seus modos de agir. Pressupõe-se que a presença de recursos tecnológicos em ambientes de cuidado gera em quem cuida inquietações, sentimentos e comportamentos que se relacionam às representações sobre determinado objeto, no caso a tecnologia em saúde, as quais determinam diferentes modos de cuidar. Entender a tecnologia no cuidado em saúde na abordagem psicossociológica possibilita o conhecimento do campo que congrega elementos que constroem as representações sociais, no intento de compreender tais modos de cuidar.

Palavras-chave: Tecnologia Biomédica. Cuidados de Enfermagem. Enfermagem. Unidades de Terapia Intensiva

 

A temática do álcool e outras drogas na produção científica de enfermagem

Malena Storani Gonçalves Rosa; Claudia Mara de Melo Tavares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 549 - 554

Resumo Download

Este trabalho analisa a inserção do enfermeiro na prática de atenção ao usuário de álcool e outras drogas através da revisão sistemática de artigos em periódicos científicos. Foi realizada uma revisão sistemática de literatura nas bases de dados virtuais BDENF, SCIELO, LILACS e BIREME no período de 2001 a 2006. Foram encontrados 29 artigos relacionados com a temática. Os dados foram agrupados nas seguintes categorias: formação do enfermeiro para lidar com usuários de álcool e outras drogas; dificuldades encontradas pelos enfermeiros na atenção aos usuários de álcool e outras drogas e estratégias para promoção à saúde. Conclui-se que a Enfermagem ainda carece de profissionais qualificados para atender às necessidades dos usuários de álcool e outras drogas, fato que pode ser modificado com a inclusão da temática nas disciplinas da graduação e com a realização de treinamento dos enfermeiros dos diferentes serviços de saúde.

Palavras-chave: Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias. Atenção à Saúde. Assistência de Enfermagem

 

A teoria ambientalista de florence nightingale no ensino da escola de enfermagem Anna Nery (1962 - 1968)

Veronica Cristin do Nascimento Haddad; Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 755 - 761

Resumo Download

Estudo histórico-social.
OBJETIVOS: caracterizar a Teoria Ambientalista de Florence Nightingale e analisar a aplicação dos conceitos dessa teoria no ensino da disciplina "fundamentos de enfermagem" na EEAN.
FONTES: quarta edição do "Novo Manual de Técnica de Enfermagem" de Elvira de Felice Souza, livros, leis, teses, dissertações, trabalhos científicos. O Manual apresenta princípios para a boa execução da assistência de enfermagem, citando ações que proporcionam ao doente bem-estar físico, mental e espiritual. Estes princípios corroboram os pensamentos de Florence Nightingale que denotam a importância da implementação de uma assistência caracterizada por condições de recuperação, cura e reabilitação relacionadas com a qualidade do ambiente.
CONCLUSÃO: constatação de que o ensino na época focalizava não somente o desenvolvimento das técnicas de enfermagem de forma correta, mas também a prática de ações que garantissem o cuidado holístico através de uma assistência pautada nos valores morais da sociedade e pelos princípios éticos da profissão.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Teoria de Enfermagem. Educação em enfermagem

 

A teoria transcultural e sua aplicação em algumas pesquisas de enfermagem: uma reflexão

Maria Aparecida Vasconcelos Moura; Rosilda Alves da Silva Isla Chamilco; Leila Rangel da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 434 - 440

Resumo Download

Esta é uma reflexão teórica, elaborada a partir de referencial bibliográfico específico e experiências das autoras na prática da enfermagem, sobre os fundamentos da Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural. Trata da tentativa de estabelecer uma vinculação entre a aplicação dos conhecimentos adquiridos no campo da Enfermagem e esta abordagem teórica. Discute-se as relações entre a prática da enfermagem, os ritos e os fundamentos desta Teoria e sua aplicação nas pesquisas de enfermagem. O levantamento bibliográfico foi realizado por meio de busca eletrônica e manual em acervos de bibliotecas. As análises foram pautadas no detalhamento dos fundamentos teóricos desta abordagem e pesquisas fundamentadas nesta Teoria. A conclusão destaca que os fundamentos desta Teoria podem descrever a totalidade dos fatores, diferentes mas próximos e integrados, que compõem a estrutura sóciocultural do cuidado de enfermagem e a visão de mundo das pessoas que o recebem.

Palavras-chave: Enfermagem Transcultural. Teoria de Enfermagem. Modelos de Enfermagem. Pesquisa em Enfermagem

 

A terapêutica medicamentosa às pessoas com transtorno mental na visão de profissionais da enfermagem

Camila Bonfim de Alcântara; Fernanda Carolina Capistrano; Juliana Czarnobay; Aline Cristina Zerwes Ferreira; Tatiana Brusamarello; Mariluci Alves Maftum

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

A testagem anti-HIV nos serviços de ginecologia do município do Rio de Janeiro

Carla Luzia França Araújo, Priscila da Silva Aguiar, Gleice Kelly Araújo dos Santos, Maíra Guimarães Ponce de Oliveira, Lívia de Souza Câmara

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 82 - 89

Download

 

A trajetória da investigação científica no âmbito da enfermagem

Gertrudes Teixeira Lopes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 53 - 62

Download

 

A trajetória da residência de Enfermagem no Brasil1

Gertrudes Teixeira Lopes1; Suely de Souza Baptista2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(1): 58 - 71

Resumo Download

O trabalho apresenta uma breve retrospectiva da história da Residência de Enfermagem no Brasil, de sua criação em 1961 aos dias atuais. Por isso, este estudo descreve a trajetória da Residência no país e sua relação com os momentos político-econômico-sociais, nos quais ocorreram as mudanças mais significativas e seus reflexos para o desenvolvimento dos Programas.

Palavras-chave: História da Enfermagem - Residência de Enfermagem.

 

A trajetória das áreas de conhecimento de um departamento de Enfermagem

Neide Aparecida Titonelli Alvim1; Suely de Souza Baptista2; Ieda de Alencar Barreira3; Antonio José de Almeida Filho4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(2): 34 - 39

Resumo Download

Este trabalho tem como objetivo descrever a trajetória das áreas de conhecimento do Departamento de Enfermagem Fundamental (DEF) da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN) da UFRJ, no período de 1971 até os dias atuais, destacando a evolução das disciplinas do DEF, neste período. Na década de 90, a EEAN experienciou um grande investimento na qualificação do seu corpo docente, refletindo positivamente nos rumos das produções científicas do DEF. Ultimamente, tendo-se percebido certa divergência entre as áreas de domínio deste Departamento, a orientação teórica de cada professor e sua inserção no ensino de graduação e/ou de pós-graduação, realizou-se um seminário, o qual possibilitou visualizar como as áreas ou setores de conhecimento estão organizados. Os resultados deste seminário apontaram para a necessidade de refletir quanto às possíveis alternativas para uma reinserção do Departamento no Curso de Graduação da EEAN, e ainda, para melhor adequar as atividades docentes e de pesquisa.

Palavras-chave: Áreas de conhecimento - Departamento - Enfermagem

 

A trajetória do câncer contada pela enfermeira: momentos de revelação, adaptação e vivência da cura

Eveline Treméa Justino, Maria de Fátima Mantovani, Luciana Pulchaski Kalinke, Elis Martins Ulbrich, Ricardo Castanho Moreira, Leomar Abini

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 41 - 46

Download

 

A trajetória profissional de Flora Costa Marques: ex-aluna da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa (1950-1983)

Zenith Rosa Silvino; Fátima Helena do Espírito Santo; Cristina Lavoyer Escudeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 341 - 347

Resumo Download

A pesquisa de cunho histórico social descreve a trajetória de Flora Costa Marques, uma ex-aluna da antiga Escola de Enfermagem do Estado do Rio de Janeiro, atual Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, na Saúde Pública do município de Niterói, destacando as contribuições da Escola à formação de enfermeiras para atuação no campo da saúde pública. O recorte temporal é de 1950, ano de formatura da segunda turma do curso de graduação em enfermagem da referida escola, a 1983, ano da aposentadoria da enfermeira. Utilizamos o método história de vida e como técnica de coleta a entrevista aberta. Ao analisarmos a trajetória da enfermeira, observamos que as atividades desenvolvidas na época remetem aos Programas atuais: Programa Saúde da Família, Programa Médico da Família e Programa Agentes Comunitários de Saúde. Assim, as contribuições da Escola, com ênfase na área da saúde pública, consolidaram-se através do preparo de enfermeiras que lidam com as mais variadas adversidades no campo da saúde.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Pesquisa. Biografia. Saúde pública

 

A transição na amamentação de crianças com fenda labial e palatina

Rosangela da Silva Santos; Janaina Pinto Janini; Helaine Maria da Silva Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

A unidade de quimioterapia na perspectiva dos clientes: indicativos para gestão do ambiente na enfermagem oncológica

Andréa de Carvalho Fernandes Moura; Marléa Chagas Moreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 372 - 380

Resumo Download

Estudo de caso descritivo, qualitativo, acerca da perspectiva de clientes quanto ao ambiente da unidade de quimioterapia.
OS OBJETIVOS: descrever os fatores ambientais considerados como determinantes de bem/mal estar da unidade de quimioterapia na perspectiva dos clientes e analisar os fatores ambientais considerados pelos clientes como determinantes de bem/mal-estar, como indicativos para o enfermeiro na gestão do ambiente. A pesquisa foi realizada no Hospital Geral de Bonsucesso, na cidade do Rio de Janeiro, no período de janeiro a março de 2005. Participaram do estudo vinte clientes em tratamento na referida unidade. Os resultados revelaram como fatores de bem estar: atitude carinhosa da equipe e, conforto da sala de aplicação de quimioterapia; como fator de mal-estar: desconforto da sala de espera. Conclui-se que a perspectiva dos clientes indica que a gestão desse ambiente deve contemplar os aspectos físico, psicológico e social. Além disso, o enfermeiro deve incluir, no planejamento da sua assistência, o momento que antecede a aplicação da quimioterapia na sala de espera.

Palavras-chave: Enfermagem Oncológica. Quimioterapia. Ambiente de Instituição de Saúde. Administração Hospitalar

 

A universidade "extendida": estratégias de ensino e apredizagem em enfermagem

Cristina Maria Douat Loyola; Rosane Mara Pontes de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 429 - 433

Resumo Download

Reflexão sobre a prática de enfermagem que aproxima, teoricamente e de forma propositiva, as atividades de extensão ao ensino de graduação. O ensino de enfermagem é abordado a partir da prática de extensão universitária, a qual tem que estar assentada no processo ensino-aprendizagem e que representa um plus de refinamento universitário, na medida em que organiza um movimento de levar a universidade para fora do campus e de trazer a cidade para dentro da universidade. A extensão é um ensino vivo, no qual o aprendizado curricular fica exposto à incerteza do saber fazendo. Reflete-se a prática da enfermeira sob a proposta da extensão universitária, como uma possibilidade de levar conhecimento à comunidade e ao mesmo tempo aprender com ela.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Relações comunidade-instituição. Ensino. Aprendizagem

 

A utilização do lazer como estratégia para integração de familiares/acompanhantes em enfermaria de pediatria

Lucila Castanheira NascimentoI; Paula de Siqueira FurquimII; Ariane Ranzani RigottiIII; Flávia Mendonça Rosa LuizIV; Paula Saud de BortoliV; Silmara GianotiVI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 580 - 585

Resumo Download

O objetivo deste estudo é relatar a experiência de alunos de graduação em Enfermagem na implantação de um projeto de extensão que utiliza o lazer como estratégia de intervenção aos familiares ou outros acompanhantes de crianças hospitalizadas, numa clínica pediátrica de um hospital universitário do interior do estado de São Paulo. As atividades do grupo, que consistem na realização de trabalhos manuais, desenhos, artesanato, relaxamento, costura, oficinas pedagógico-educativas, dentre outras, foram desenvolvidas em dois encontros semanais, com duração mínima de duas horas cada. Trata-se da utilização do lazer não apenas para distração e passatempo, mas também para que, na busca de minimizar eventos negativos decorrentes do processo de hospitalização, os pais, outros familiares e acompanhantes de crianças e adolescentes internados possam se integrar, de forma criativa, ao processo de cuidado destes clientes.

Palavras-chave: Pais. Criança Hospitalizada. Atividades de Lazer. Enfermagem Pediátrica

 

A viabilização dos periódicos da enfermagem: algumas reflexões

Margarethe Maria Santiago Rêgo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 177 - 182

Download

 

A violência contra a mulher atendida em unidade de urgência: uma contribuição da enfermagem

Claudete Ferreira de Souza Monteiro; Telma Maria Evangelista de Araújo; Benevina Maria Vilar Teixeira Nunes; Aurideia Rodriges Lustosa; Cilma Maria Jovita Bezerra

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 273 - 279

Resumo Download

INTRODUÇÃO: A violência na atualidade tem se comportado como um sério problema de saúde pública, e os serviços de urgência têm se constituído em porta de entrada para mulheres agredidas. Por essa razão, objetivou-se, com o presente trabalho, levantar os casos de violência contra a mulher atendidos em uma unidade de urgência no ano de 2004.
MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo, realizado em Teresina (PI), no Serviço de Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas, com amostra populacional de 100 casos selecionados por amostragem sistemática, tendo por instrumento um formulário com perguntas fechadas.
RESULTADOS: A violência apresentou alta magnitude entre as mulheres usuárias dos serviços de pronto-atendimento, mas com elevada taxa de subnotificação quanto ao tipo de agressor (89%) e causas da violência sem registro (80%)
CONCLUSÕES: Concluiu-se que os registros de violência foram maiores nos casos em que as mulheres apresentaram marcas físicas; foi expressivo o número de subnotificação de agressores. Finalmente, é conveniente que os profissionais que atendem mulheres vítimas da violência doméstica sejam treinados para identificar, acolher e registrar corretamente os casos de violência.

Palavras-chave: Enfermagem. Mulheres Maltratadas. Serviços de Saúde. Serviços Médicos de Urgência

 

A violência de gênero e o processo saúde-doença das mulheres

Rebeca Nunes Guedes I; Ana Tereza Medeiros Cavalcanti da Silva II; Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca III

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 625 - 631

Resumo Download

Trata-se de um estudo que teve como objetivo compreender e analisar as repercussões da violência conjugal no processo saúde-doença das mulheres. È resultado da reanálise do material obtido em uma investigação por meio de entrevistas com mulheres em situação de violência e de denúncia, na Delegacia da Mulher no Município de João Pessoa - PB. A análise dos discursos evidenciou que a violência conjugal é um fenômeno social recorrente e multifacetado que influencia significativamente a saúde das mulheres que a vivenciam. Seu enfrentamento exige dos profissionais de saúde o reconhecimento de que a violência é um problema de saúde coletiva que perpassa todas as dimensões das relações sociais, cujas raízes encontram-se nas desigualdades de gênero. Tal fenômeno necessita de ser captado, compreendido e combatido em todas as dimensões da realidade social.

Palavras-chave: Violência contra a Mulher. Gênero e Saúde. Violência Doméstica. Processo Saúde-Doença

 

A violência e a sua origem nas interfaces com o mundo do trabalho da enfermeira de saúde pública

Francimar de Jesus Moreira de MouraI; Marcia Tereza Luz LisboaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 108 - 115

Download

 

A visão da adolescente com reincidência gestacional sobre família

Tatiane Baratieri; Viviane Cazetta de Lima Vieira; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 261 - 269

Resumo Download

O estudo objetivou conhecer a concepção das adolescentes com reincidência gestacional sobre família. Participaram da pesquisa 16 adolescentes grávidas dos municípios de Sarandi (oito), Mandaguari (seis) e Jandaia do Sul (duas) no Estado do Paraná. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa. A coleta dos dados ocorreu em maio de 2009, por meio de entrevista semiestruturada gravada, realizada na própria unidade de saúde de cada cidade. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo. Os resultados apontam para duas categorias: a adolescente e sua compreensão sobre família; e concepções sobre o tamanho da família: entre a prática e a pretensão. Conclui-se que as adolescentes veem família como sinônimo de laços afetivos, apontando questões financeiras como principal fator influenciador na determinação do tamanho da família. Elas almejam uma família nuclear, com poucos filhos, pressupondo-se a necessidade de planejamento e responsabilidade, porém demonstraram iniciar suas famílias sem planejar.

Palavras-chave: Gravidez na Adolescência. Recidiva. Família

 

A visão da família sobre o trabalho de profissionais de saúde mental de um centro de atenção psicossocial

Marcio Wagner Camatta I; Jacó Fernando Schneider II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 477 - 484

Resumo Download

O objetivo foi compreender a visão de familiares de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) em relação ao trabalho da equipe de saúde mental. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa do tipo fenomenológico, com a utilização do referencial da sociologia fenomenológica de Alfred Schütz. Os dados foram coletados por meio de entrevista realizada com 13 familiares de usuários de um CAPS em 2006. A análise compreensiva permitiu considerar que os familiares se sentem, diante das ações da equipe, reconhecidos por esta em sua situação biográfica, embora este reconhecimento não seja pleno. Além disso, a gestão das políticas de saúde mental municipal tem refletido negativamente no cotidiano de trabalho da equipe. Conhecer e compreender a biografia da família e reconhecê-la como uma parceira imprescindível à equipe de saúde mental pode servir como uma potente estratégia de atenção em saúde mental, contribuindo para a consolidação de políticas públicas em saúde mental.

Palavras-chave: Saúde Mental. Serviços de Saúde Mental. Família. Filosofia

 

A vivência de mães de bebês com malformação

Simone Roecker; Lilian Denise Mai; Simone Cristina Baggio; Jocimara Costa Mazzola; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 17 - 26

Resumo Download

O objetivo do estudo foi conhecer e compreender a vivência de mães diante do diagnóstico e nascimento de bebês com malformação. Trata-se de uma pesquisa descritivo-exploratória, de natureza qualitativa, desenvolvida em Maringá- PR, com sete mães. Os dados foram coletados em abril de 2009, por meio de entrevista semiestruturada, e analisados mediante a análise de conteúdo. Os dados mostraram que os diferentes momentos do ciclo gravídico-puerperal apresentam fatos e emoções distintos, mas completamente interligados, destacando-se momentos como a constatação da malformação, geralmente durante a gravidez, a sua confirmação ao nascimento e a vivência com o bebê após o nascimento. Conclui-se que a descoberta e confirmação da malformação produz crise e negação das expectativas na mãe e em todos os membros da família, desencadeando mudanças em seu modo de viver; porém, aos poucos, a mãe demonstra superação e aprende maneiras para enfrentar o problema e os preconceitos ligados à malformação.

Palavras-chave: Mães. Gravidez. Período pós-parto. Anormalidades congênitas. Acontecimentos que mudam a vida

 

A vivência de mães de recém-nascidos prematuros no processo de lactação e amamentação

Rosangela Venancio da SilvaI; Isília Aparecida Silva II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 108 - 115

Resumo Download

Este estudo qualitativo teve como objetivo geral compreender a vivência da amamentação de mães de recém-nascidos prematuros durante a internação de seus filhos e como objetivo específico descrever a performance de amamentação e condições de suas mamas e lactação, por ocasião da alta dos filhos. Adotaram-se o modelo Pesando Riscos e Benefícios como referencial de análise e o método do Discurso do Sujeito Coletivo para organização dos dados. Participaram do estudo 11 mulheres, mães de bebês prematuros internados na Unidade Neonatal do HU-USP. A entrevista semiestruturada possibilitou a elaboração de oito Discursos do Sujeito Coletivo listados em dois blocos com os seguintes temas: "Lactação e amamentação" e "Contexto hospitalar e doméstico", que possibilitaram de compreensão de que as mães deste estudo vivenciam um processo de avaliação contínua das condições de saúde, crescimento e desenvolvimento da criança, que contribui para sua motivação para amamentar e direciona suas ações no prosseguimento da amamentação.

Palavras-chave: Lactação. Aleitamento Materno. Prematuro. Cuidados de Enfermagem

 

A vivência de mulheres no parto domiciliar e hospitalar

Cilene Delgado CrizóstomoI; Inez Sampaio NeryII; Maria Helena Barros LuzIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 98 - 104

Resumo Download

Estudo com abordagem qualitativa, objetivando compreender na vivência das mulheres a experiência do parto normal domiciliar e hospitalar bem como discutir a vivência das mulheres nos dois tipos de partos. Os sujeitos do estudo foram sete mulheres multíparas residentes em Batalha PI, e o instrumento utilizado foi um roteiro semi-estruturado com a técnica da entrevista. Os resultados revelaram que os partos domiciliares vivenciados pelas mulheres aconteceram mais rápido, de forma natural, sem intervenções e assistidos por parteiras ou por suas mães. As posições de preferência durante o parto domiciliar foram na rede e no assento, e os partos hospitalares foram laboriosos, complicados e com intervenções traumáticas. A melhor posição e o melhor local do parto escolhidos pelas entrevistadas foram na rede e o domicílio, respectivamente. Conclui-se que o parto domiciliar foi natural e humanizado, já o parto normal hospitalar foi conduzido pelos profissionais com intervenções sem a participação ativa das parturientes, tornando-o traumático, desumano e de risco.

Palavras-chave: Mulheres. Parto Domiciliar. Parto Humanizado

 

A vulnerabilidade da adolescente às doenças sexualmente transmissíveis: contribuições para a prática da enfermagem

Ana Cláudia Mateus Barreto; Rosângela da Silva Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 809 - 816

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, cujo método empregado foi a História de Vida. Teve por objeto de estudo a vulnerabilidade da adolescente à doença sexualmente transmissível (DST). Os objetivos foram: identificar a condição de vulnerabilidade da adolescente em atendimento em maternidade pública no Rio de Janeiro; descrever as estratégias adotadas por adolescentes para prevenção das doenças sexualmente transmissíveis; analisar, a partir da história de vida de adolescentes, sua condição de vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis. A partir da realização deste estudo, evidenciou-se que as adolescentes, ao conviverem em núcleos familiares não coesos, são menos resilientes e, consequentemente, mais vulneráveis a contrair uma DST. O estudo evidenciou a importância de os enfermeiros se apropriarem dos conceitos de vulnerabilidade e resiliência para se tornarem aptos a estimular e aumentar a autoestima das adolescentes, e diminuir a sua vulnerabilidade às DST.

Palavras-chave: Vulnerabilidade. Adolescente. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Enfermagem. Pesquisa Qualitativa

 

Abordagem da dependência de substâncias psicoativas na adolescência: reflexão ética para a enfermagem

Cecília Nogueira Valença; Isabel Cristina Araújo Brandão; Raimunda Medeiros Germano; Rosana Lúcia Alves de Vilar; Akemi Iwata Monteiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 562 - 567

Download

 

Abordagem ecossistêmica: uma possibilidade para construir conhecimento sustentável em enfermagem/saúde

Jacqueline Sallete Dei Svaldi; Claudia Zamberlan; Hedi Crecencia Heckler de Siqueira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 542 - 547

Download

 

Abordagem estrutural das representações sociais sobre a AIDS entre os servidores de um hospital universitário

Sergio Corrêa MarquesI; Denize Cristina de OliveiraII; Marcio Tadeu Ribeiro FranciscoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 186 - 195

Download

 

Ação educativa à gestante fundamentada na promoção da saúde: uma reflexão

Isolda Pereira da Silveira; Antônia do Carmo Soares Campos; Francisca Ana Martins Carvalho; Maria Grasiela Teixeira Barroso; Neiva Francinely Cunha Vieira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 451 - 458

Resumo Download

Reflexão sobre a atenção à mulher no período gravídico tomando como referência as Conferências Internacionais da Promoção da Saúde e vivência profissional das autoras nesta área. Objetiva-se refletir sobre a complexidade que envolve as estratégias de Educação em Saúde destinadas à promoção da saúde da gestante, especialmente aquelas que envolvem a ação educativa transformadora por parte dos profissionais na busca da promoção da saúde.

Palavras-chave: Educação em Saúde. Mulheres Grávidas. Promoção da Saúde. Educação. Enfermagem Obstétrica

 

Ação educativa do enfermeiro na prevenção de doenças sexualmete transmissíveis: uma investigação a partir das adolescentes

Eveline Pinheiro BeserraI; Patrícia Neyva da Costa PinheiroII; Maria Grasiela Teixeira BarrosoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 522 - 528

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa com objetivo de investigar a sexualidade das adolescentes a partir da ação educativa do enfermeiro na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Realizada numa escola pública em Fortaleza, Ceará, com 10 meninas entre 14 e 16 anos, no período de agosto a novembro de 2007. Adotou-se como método o Círculo de Cultura, que foi formado por cinco encontros. Utilizaram-se a observação e a observação participante para coleta dos dados, que foram registrados no diário de campo. Observou-se que as meninas associam o sexo à sexualidade de forma predominante e que tinham pouca compreensão das vulnerabilidades que estavam expostas numa prática sexual desprotegida. Evidenciou-se que a execução do Círculo de Cultura permitiu que as meninas explorassem e discutissem sobre diversos temas que englobavam sua sexualidade, e que era um momento para ações de educação em saúde com a meta de isentá-las de riscos.

Palavras-chave: Adolescência. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Enfermagem

 

Acerca da assistência de Enfermagem: considerando significado e destaques1

Vilma de Carvalho1; Lygia Palm2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 37 - 51

Resumo Download

A partir da noção de significado e de declarações de enfermeiras obtidas por entrevistas, as autoras tratam de aspectos destacados e significado da assistência de enfermagem. As declarações indicam divergência entre dois discursos - o das instituições e o da enfermagem. Referem circunstâncias do trabalho de enfermagem e da assistência aos clientes, que interferem no significado e na qualidade da assistência prestada. Colocam em questão a consciência profissional, a responsabilidade e a posição da enfermeira frente à assistência de enfermagem como empreendimento pragmático. A discussão ressalta aspectos da assistência de enfermagem - a autonomia profissional, a racionalidade assistencial e as condições do trabalho de enfermagem. E apontam a necessidade de reconsiderar e redirecionar a assistência de enfermagem pelo seu significado no resultado da assistência à saúde, e pelas implicações quanto ao presente e ao futuro.

Palavras-chave: Significado (noção) - Assistência de Enfermagem - Pragmática da Enfermagem.

 

Acerca de alguns dos aspectos lúdicos na arte de ensinar e na arte de cuidar na enfermagem

Paulo Vaccari CaccavoI; Vilma de CarvalhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 247 - 254

Download

 

Acessibilidade da estrutura física hospitalar para a prática da higienização das mãos

Maria Fernanda do Prado1; Talita Priscila Scomparin Hartmann2; Leône Alberto Teixeira Filho3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 220 - 226

Resumo Download

A higienização das mãos é o procedimento mais simples e eficaz na prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência à saúde. Contudo, a adesão a esta prática é excessivamente baixa. Considera-se a infraestrutura inadequada dos serviços de saúde um dos fatores relacionados à baixa adesão. Diante disso, conduziu-se um estudo observacional e transversal para avaliar a infraestrutura hospitalar para a prática da higienização das mãos. Os sujeitos e a fonte de informação foram médicos, enfermeiros e a estrutura das unidades de um hospital da região noroeste do Paraná. Utilizou-se para a coleta de dados um instrumento estruturado e, para a análise, a estatística descritiva. Os insumos e equipamentos, tais como pias e dispensadores para a prática da higienização das mãos, eram limitados. Existem falhas na infraestrutura para a prática da higienização das mãos, o que pode comprometer a qualidade da assistência e a segurança do paciente.

Palavras-chave: Lavagem das mãos. Serviços de saúde. Estrutura dos serviços. Infecção hospitalar.

 

Acessibilidade dos usuários com hipertensão arterial sistêmica na estratégia saúde da família

Erik Cristóvão Araújo de Melo; Tânia Maria Ribeiro Monteiro de Figueiredo; Maria Aparecida Alves Cardoso; Neir Antunes Paes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 124 - 131

Download

 

Acesso à vacinação na Atenção Primária na voz do usuário: sentidos e sentimentos frente ao atendimento

Deborah Correia Duarte; Valéria Conceição de Oliveira; Eliete Albano de Azevedo Guimarães; Selma Maria da Fonseca Viegas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Acesso e uso racional de medicamentos no sistema prisional da Paraíba

Karla Karolline Barreto Cardins; Claudia Helena Soares de Morais Freitas; Mônica Oliveira da Silva Simões; Gabriela Maria Cavalcanti Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Acidente ocupacional entre profissionais de enfermagem atuantes em setores críticos de um pronto-socorro

Pollyanna Salles Rodrigues, Alvaro Francisco Lopes de Sousa, Marcia Cristina da Silva Magro, Denise de Andrade, Paula Regina de Souza Hermann

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Acidente vascular encefálico como complicação da hipertensão arterial: quais são os fatores intervenientes?

Larissa Bento de Araújo Mendonça1; Francisca Elisângela Teixeira Lima2; Sherida Karanini Paz de Oliveira3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 340 - 346

Resumo Download

O objetivo foi identificar os fatores intervenientes na adesão ao tratamento anti-hipertensivo que contribuíram para surgimento doacidente vascular encefálico (AVE). Estudo descritivo realizado em uma Unidade de AVE de um hospital público. A amostra constituiusede 75 pacientes com diagnóstico de Hipertensão Arterial Sistêmica acometidos por um AVE. A coleta de dados aconteceu emmarço e abril de 2010. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa sob parecer nº 110302/10. Os fatores intervenientesna adesão do paciente ao tratamento anti-hipertensivo foram: sexo masculino (61,4%), idade >60 anos (48%), antecedentesfamiliares para HAS (68%), baixa escolaridade (72%), renda familiar até um salário mínimo (52%) e presença de efeitos colaterais(22,6%). Talvez a experiência de um AVE seja um fator determinante para a maior adesão do paciente ao tratamento antihipertensivo. É necessário que os enfermeiros realizem acompanhamento ao hipertenso periodicamente, informando-o acerca dadoença e do tratamento, visando evitar complicações.

Palavras-chave: Hipertensão. Cuidados de enfermagem. Acidente cerebral vascular.

 

Acidentes com material perfurocortante: conhecendo os sentimentos e as emoções dos profissionais de enfermagem

Fernanda Aragão LimaI; Patrícia Neyva da Costa PinheiroII; Neiva Francenely Cunha VieiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 205 - 211

Resumo Download

O estudo objetivou conhecer os sentimentos e emoções vivenciados pelos profissionais de enfermagem ao se acidentarem com material perfurocortante em um hospital da rede pública estadual, através de uma pesquisa descritiva envolvendo 13 profissionais, no decorrer dos meses de janeiro/abril de 2004. Constatou-se que a ocorrência de acidentes de trabalho com materiais perfurocortantes pode ser favorecida pela realização de um trabalho árduo, exercido de maneira rápida, em mais de um estabelecimento de saúde, como também pela desatenção e distração. O medo diante da alteração em seu estilo de vida, da proximidade da morte e do preconceito a ser vivenciado em seu ambiente familiar, social e de trabalho, proporcionado pela possível contaminação pelos vírus HIV e hepatite B, foi o sentimento manifestado após o acidente com perfurocortantes pela maioria dos entrevistados. Aponta-se o treinamento em serviço, o aperfeiçoamento técnico e a atualização profissional desenvolvidos pelo setor de educação continuada como importantes para a minimização dos riscos de acidentes de trabalho.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Riscos Ocupacionais. Equipamentos e Provisões

 

Acidentes de trabalho com a equipe de enfermagem no setor de emergência de um hospital municipal do Rio de Janeiro

Angela Maria Mendes AbreuI; Maria Yvone Chaves MauroII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 139 - 146

Download

 

Acidentes de trabalho com material biológico na equipe de enfermagem de um hospital do Centro-Oeste brasileiro

Dayra Cabral de Carvalho; Jessica Cavalcante da Rocha; Mariane Carli de Almeida Gimenes; Ediálida Costa Santos; Marília Duarte Valim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Acidentes de trânsito e a frequência dos exames de alcoolemia com vítimas fatais na cidade do Rio de Janeiro

Ângela Maria Mendes AbreuI; Jose Mauro Braz de LimaII; Rosane Harter GriepIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 44 - 50

Resumo Download

Estudo epidemiológico descritivo. O objetivo foi analisar os óbitos por acidentes de trânsito, registrados no Instituto Médico Legal (IML), na cidade do Rio de Janeiro, segundo a frequência de realização dos exames sobre os níveis de alcoolemia. Foram analisados 533 prontuários, no período de seis meses, que corresponderam a 12,3% do total de mortes registradas. Evidenciou-se que o exame de alcoolemia foi prioritariamente realizado nas vítimas que vieram de via pública e deram entrada no IML nas primeiras 12 horas após o acidente. A realização dos testes de alcoolemia teve significativa relação com o tempo decorrido entre o acidente e o óbito. Identificou-se, contudo, grande perda de oportunidade de realização do exame para um grande número de vítimas vindas diretamente de via pública nas primeiras 12 horas do acidente (50,1%), colaborando para uma subnotificação dos verdadeiros números de álcool no trânsito.

Palavras-chave: Mortalidade. Acidentes de Trânsito. Bebidas Alcoólicas

 

Acidentes domésticos e diagnósticos de enfermagem de crianças nascidas expostas ao HIV

Ivana Cristina Vieira de Lima; Nathália Lima Pedrosa; Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Larissa de Fátima Pontes Aguiar; Simone Sousa Paiva; Eliane Rolim de Holanda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 215 - 219

Download

 

Ações administrativas do enfermeiro frente ao absenteísmo

Maria Tristão ParraI; Márcia Regina Antonietto da Costa MeloII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 29 - 38

Download

 

Ações de cuidado desempenhadas pelo pai no puerpério

Eteniger Marcela Fernandes de Oliveira I; Rosineide Santana de Brito II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 595 - 601

Resumo Download

Pesquisa exploratória-descritiva, qualitativa, desenvolvida com 15 pais, de janeiro a abril de 2006, em Natal/RN. Teve por objetivo analisar as ações desenvolvidas pelo homem durante o puerpério de sua companheira. A coleta efetuou-se por entrevista semiestruturada, sendo os dados tratados por meio da técnica de análise de conteúdo e analisados à luz dos princípios do Interacionismo Simbólico. Os resultados apresentam uma temática central - ações de cuidado em ambiente doméstico - e duas categorias: cuidando da companheira e da criança; e provendo o sustento da família. Conclui-se que os depoentes interagem e participam do puerpério oferecendo conselhos que remetem à prevenção, como o estímulo à deambulação; desenvolvem atitudes de dedicação e preocupação com a saúde do filho; consideram que a licença-paternidade não atende às suas necessidades; reconhecem que a companheira e o recém-nascido requerem mais dedicação e que desempenham papel de provedor no intuito de garantir o sustento familiar.

Palavras-chave: Cônjuges. Período Pós-Parto. Cuidado Pós-natal

 

Ações de enfermagem antes e após um protocolo de prevenção de lesões por pressão em terapia intensiva

Josilene de Melo Buriti Vasconcelos, Maria Helena Larcher Caliri

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Ações de saúde mental na estratégia saúde da família e as tecnologias em saúde

Fernanda Barreto Mielke; Agnes Olschowsky

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 762 - 768

Resumo Download

O presente artigo teve o objetivo de avaliar as tecnologias em saúde utilizadas por equipes da Estratégia Saúde da Família para o desenvolvimento de ações de saúde mental no território. Estudo avaliativo qualitativo, realizado com duas equipes de saúde da família, desenvolvido por meio da Avaliação de Quarta Geração. Para a coleta de dados utilizou-se observação participante e entrevista individual. Os dados foram analisados pelo Método Comparativo Constante. Os resultados apontaram que os profissionais utilizam diversas tecnologias para a inclusão da saúde mental no território, tais como acolhimento, escuta, vínculo, visita domiciliar, discussão de casos, consulta médica e grupo terapêutico. O desenvolvimento dessas ações tem possibilitado a construção de uma nova prática em saúde mental no território que valoriza o indivíduo em sofrimento psíquico como protagonista de sua existência.

Palavras-chave: Avaliação em saúde. Saúde mental. Saúde da família. Tecnologia

 

Ações de saúde mental na Estratégia Saúde da Família: Expectativas de familiares

Marcio Wagner Camatta; Florence Romijn Tocantins; Jacó Fernando Schneider

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 281 - 288

Download

 

Ações participativas em uma comunidade virtual de enfermagem

Jaqueline Santos de Andrade MartinsI; Marcos Antônio Gomes BrandãoII; Viviane Modesto FerrazIII; Cristiane Casquilha RochaIV; Daniele da Nóbrega FernandesV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 36 - 43

Resumo Download

O estudo aborda a interação no âmbito da Enfermagem em ambientes virtuais, ressaltando sua importância para o cuidado e aprendizagem da profissão. Objetivos: Propor uma categorização de ações participativas expressas em mensagens de identidades virtuais de uma comunidade de enfermagem; e verificar a distribuição das categorias de ações participativas, de modo a correlacioná-las com o processo de interação na comunidade virtual. Métodos: Estudo exploratório de abordagem quantitativa, com análise de conteúdo textual e estatística descritiva. Verificaram-se nove categorias para as ações participativas. Resultados: As categorias para as ações participativas mais prevalentes foram comentário, questionamento e resposta, sendo denominadas tríade da conversação. Conclusão: Pontua-se a validade em tomar as ações participativas como elementos básicos indicativos de interações e transações na perspectiva sistêmica aplicada à Enfermagem. Esta compreensão traz contribuições para uma melhor caracterização de ambientes, indivíduos e suas relações no espaço virtual da Internet.

Palavras-chave: Comunicação. Relações Interpessoais. Internet. Cuidados de Enfermagem

 

Acolhimento com Classificação de Risco: Avaliação de Serviços Hospitalares de Emergência

Maria Antonia Ramos Costa, Gelena Lucinéia Gomes da Silva Versa, José Aparecido Bellucci, Kelly Cristina Inoue, Catarina Aparecida Sales, Laura Misue Matsuda

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 491 - 497

Download

 

Acompanhando mulheres que enfrentam a quimioterapia para o câncer de mama: uma compreensão das singularidades

Teresa Caldas CamargoI; Ivis Emília de Oliveira SouzaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 261 - 272

Download

 

Aconselhamento em HIV/AIDS: um conceito a partir dos profissionais

Karla Corrêa Lima MirandaI; Kelyne Sales VasconcelosII; Maria Grasiela Teixeira BarrosoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 196 - 203

Download

 

Aconselhamento pós-teste anti-HIV: análise à luz de uma teoria humanística de Enfermagem

Maria Alix Leite AraújoI; Francisca Lucélia Ribeiro de FariasII; Alanna Virgínia Brito RodriguesIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 425 - 431

Resumo Download

Este trabalho analisa o aconselhamento pós-teste anti-HIV em Unidades Básicas de Saúde. Trata-se de um estudo qualitativo desenvolvido em Unidades Básicas de Saúde da Família de Fortaleza (UBASF). O trabalho de campo ocorreu pela observação do atendimento de 12 enfermeiros em consultas de pré-natal. O referencial teórico de análise foi a Teoria Humanística de Enfermagem de Paterson e Zderad visto que a Enfermagem, segundo a teoria, implica um tipo especial de encontro entre seres humanos. A análise baseou-se no conceito de diálogo, tendo como variáveis seus elementos estruturais: o encontro, o relacionamento, a presença e o chamado, e a resposta. Observou-se que a assistência às gestantes não atingiu o relacionamento EU-TU, ou seja, o relacionamento sujeito-sujeito, com a presença do diálogo genuíno. Prevaleceu o relacionamento EU-ISSO, sujeito-objeto. As consultas eram rápidas e puramente mecânicas, levando esses profissionais, em certos momentos, a fugirem de uma assistência humanizada.

Palavras-chave: Aconselhamento. Teoria de Enfermagem. Atenção Primária à Saúde

 

Acontecimentos que antecederam a federalização da Escola Paulista de Enfermagem

Carolina Vieira Cagnacci Cardili; Maria Cristina Sanna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 24 - 32

Download

 

Acuidade visual e desempenho escolar de estudantes em um município na Amazônia Brasileira

Lauramaris de Arruda Régis-Aranha, Francimara Holanda Moraes, Sanya Thaina Cristovam dos Santos, Nicolás Esteban Castro Heufemann, Waldeyde Oderilda Gualberto Magalhães, Rachid Pinto Zacarias Filho, Adriana Beatriz Silveira Pinto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Acupuntura na hipertensão arterial sistêmica e suas contribuições sobre diagnósticos de enfermagem

Raphael Dias de Mello Pereira, Neide Aparecida Titonelli Alvim, Claudia Dayube Pereira, Saint Clair Gomes Junior

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Acupuntura para intervenção de diagnósticos de enfermagem: avaliação de experts e especialistas de enfermagem

Raphael Dias de Mello Pereira, Neide Aparecida Titonelli Alvim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Adaptação e validação da Clinical Nursing Expertise Survey para a população de enfermeiros portugueses

Antonio Fernando Salgueiro Amaral; Pedro Lopes Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 496 - 502

Download

 

Adaptações e invenções na práxis da enfermeira na atenção domiciliar: implicações da prática reflexiva

Angélica Mônica Andrade; Kênia Lara Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Aderência de cursos de graduação em enfermagem às diretrizes curriculares nacionais na perspectiva do sistema único de saúde

Josicelia Dumêt Fernandes1; Rosana Maria de Oliveira Silva2; Giselle Alves Teixeira3; Raissa Millena Silva Florencio4; Lázaro Souza da Silva5; Lyra Cândida Calhau Rebouças6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 82 - 89

Resumo Download

O estudo objetivou apreender, nas percepções de discentes de cursos de graduação em enfermagem, o registro da coerência didático-pedagógica desses cursos com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem, na perspectiva do Sistema Único de Saúde (SUS). Estudo qualitativo, de caráter exploratório descritivo, que teve como cenário quatro cursos de graduação em enfermagem de uma cidade do nordeste do Brasil. Os sujeitos foram discentes que, por meio de entrevistas, indicaram que a articulação entre as instituições formadoras e o SUS se dá no momento da realização das práticas, assim como no ensino dos princípios e diretrizes do SUS, nos componentes curriculares e, ainda, nas atividades desenvolvidas nos projetos de pesquisa e extensão; outros indicaram, também, que não percebem tal articulação no seu processo formativo. O resultado do estudo revelou a necessidade de fortalecimento do processo de formação do enfermeiro nos cenários de práticas na rede de serviços de saúde.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Currículo. Sistema Único de Saúde.

 

Aderência de diabéticos ao tratamento medicamentoso com hipoglicemiantes orais

Márcio Flávio Moura de Araújo; Ticiana da Cunha Gonçalves; Marta Maria Coelho Damasceno; Joselany Áfio Caetano

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 361 - 367

Resumo Download

Objetivou-se identificar a adesão de diabéticos de Sobral CE ao tratamento farmacológico com hipoglicemiantes orais. Investigaram-se 79 diabéticos de seis unidades básicas de saúde de Sobral CE mediante visitas domiciliárias durante o período de março a junho de 2007. Para coleta de dados utilizou-se um formulário estruturado e a aplicação do Teste de Morisky e Green adaptado. Um pouco mais da metade dos estudados, 54,5%, referiu não ter o cuidado de cumprir o horário de ingestão dos fármacos preestabelecido; a maioria não se esquece de tomar a medicação (66%). Ademais, 90% dos investigados apresentam sentimento de pesar ao deixar de tomar os hipoglicemiantes orais. Identificou-se que 54,4% e 45,5% eram menos aderentes e mais aderentes à terapia medicamentosa com hipoglicemiantes orais, respectivamente. A adesão à terapia farmacológica com hipoglicemiantes orais é fundamental para um bom controle glicêmico e a prevenção de complicações micro e macrovasculares.

Palavras-chave: Diabetes melito. Cooperação do Paciente. Hipoglicêmicos

 

Adesão à terapia antirretroviral e suas representações para pessoas vivendo com HIV/AIDS

Eduardo Pereira Paschoal, Caren Camargo do Espírito Santo, Antônio Marcos Tosoli Gomes, Érick Igor dos Santos, Denize Cristina de Oliveira, Ana Paula Munhen de Pontes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 32 - 40

Download

 

Adesão ao tratamento antirretroviral: assistência integral baseada no modelo de atenção às condições crônicas

Maria Luciana Teles Fiuza; Emeline Moura Lopes; Herta de Oliveira Alexandre; Patrícia Bernardo Dantas; Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Ana Karina Bezerra Pinheiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 740 - 748

Download

 

Adesão de homens vivendo com HIV/Aids ao tratamento antirretroviral

Danielle Chianca de Andrade Moraes, Regina Célia de Oliveira, Solange Fátima Geraldo Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 676 - 681

Download

 

Adeus à nossa professora: perde a Escola de Enfermagem Anna Nery / UFRJ

Maria Antonieta Rubio Tyrrell; Maria Cecilia Cordeiro Pedro; Isaura Setenta Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 149 - 150

Download

 

Adolescência, álcool e drogas: uma revisão na perspectiva da promoção da saúde

Maria Beatriz de Paula Tavares Cavalcante; Alves Maria Dalva Santos; Maria Grasiela Teixeira Barroso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 555 - 559

Resumo Download

É durante a adolescência que o jovem forma sua personalidade e individualidade, e é também o período em que as drogas se fazem mais presentes. Com este estudo, objetivou-se desenvolver uma análise crítica sobre a necessidade de ações educativas na prevenção do uso de drogas entre adolescentes, verificando os fatores de risco a ele relacionados. Estudo de caráter reflexivo, no qual constatamos que a Segunda Conferência Internacional para a Promoção da Saúde foi pioneira ao introduzir o tema como prioritário na elaboração de políticas públicas. Estudos associam fatores socioeconômicos e envolvimento familiar como fatores de risco para o consumo de álcool e outras drogas. Entende-se que seja fundamental ajudá-los na vivência dessa fase de transição, destacando a família e a educação como primordiais em suas formações como sujeitos rumo à promoção da saúde.

Palavras-chave: Adolescência. Promoção da Saúde. Enfermagem

 

Afinal, o que é ser enfermeiro?

Thelma Spindola1; Almerinda Moreira2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(1): 98 - 109

Resumo Download

Ser enfermeiro, ao longo da história, assumiu conotações distintas conforme o pensamento dos atores e da realidade circundante. A contradição da formação profissional do enfermeiro X realidade prática (Teoria X Prática) pode traduzir sentimentos diferenciados desses atores. Optamos por investigar como os enfermeiros percebem estas contradições e atuam profissionalmente. Através da abordagem qualitativa, analisamos os discursos de enfermeiros atuantes em hospital público no Município do Rio de Janeiro revelando que Ser Enfermeiro abrange uma variedade de significados, incluindo aspectos assistenciais, administrativos e educativos. A prática cotidiana tende a afastá-los de uma visão idealista, apesar disso sentem-se satisfeitos com o trabalho realizado. O amor ao próximo e a solidariedade impulsiona-os a superar dificuldades no assistir em enfermagem.

Palavras-chave: Enfermeira - Treinamento X Prática diária

 

Aids em idosos: vivências dos doentes

Helana Augusta dos Santos Andrade; Susan Kelly da Silva; Maria Izabel Penha de Oliveira Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 712 - 719

Resumo Download

O objetivo do estudo foi compreender a vivência dos idosos com síndrome da imunodeficiência humana adquirida inscritos em uma unidade de referência do Sistema Único de Saúde da região metropolitana de Belém/PA. A abordagem foi qualitativa, utilizando-se a técnica de análise de conteúdo, e os sujeitos eram 13 idosos. As idades foram entre 60 e 92 anos; seis eram viúvos, dois, casados, e cinco, solteiros; o tempo de descoberta da doença foi de dois meses a 15 anos. As categorias de análise são as relações afetivas, isolamento social, redes de apoio e aposentadoria e trabalho. O estudo desvelou a complexidade de uma doença sem cura para o idoso, sentimentos foram revelados além de transtornos da autoimagem e solidão, que implicaram a revelação à família. Essa vulnerabilidade também traz implicações importantes para a saúde coletiva e para enfermagem, na busca de estratégias de informação e proteção aos idosos.

Palavras-chave: Idoso. AIDS. Enfermagem

 

Álcool e adolescência: o perfil de consumidores de um município do norte do Paraná

Glória Maria Assis AlavarseI; Maria Dalva de Barros CarvalhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 408 - 416

Resumo Download

A presente pesquisa foi realizada com o objetivo de avaliar o consumo de álcool entre os adolescentes estudantes na faixa etária de 13 a 19 anos de um município do norte do Paraná. As informações foram obtidas através de um questionário aplicado nas escolas de ensino público e privado do município de Apucarana-Paraná, com 976 estudantes, e os dados foram processados no Programa Epi-Info 6.0. Os resultados mostram que 82,18% dos adolescentes entrevistados já experimentaram álcool, 66,39% iniciaram o uso entre 8 e 14 anos, 71,61% experimentaram em casa com os pais e 25% dos entrevistados já beberam até a embriaguez. Por isso, conclui-se que novas estratégias de intervenção são necessárias, envolvendo um trabalho multiprofissional com saúde, educação, segurança pública, esporte e lazer, por meio de ações preventivas de saúde, sistematizadas e contínuas, fortalecendo assim, suas relações.

Palavras-chave: Adolescente. Abuso de álcool. Incidência. Prevenção

 

Alcoólatra, sim; bêbado, não: representações sociais de alcoolistas abstêmios sobre o alcoolismo

Sílvio Éder Dias da SilvaI; Maria José de SouzaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 292 - 295

Download

 

Alcoolismo feminino: subsídios para a prática profissional da enfermagem

Jurema Gouvêa de SouzaI; José Mauro Braz de LimaII; Rosângela da Silva SantosIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 622 - 629

Resumo Download

Trata-se de pesquisa qualitativa. Utilizou o Método de História de Vida e teve por objetivos analisar as conseqüências do uso abusivo de bebida alcoólica e discutir a assistência de saúde de que se precisa e dispõe. As 30 depoentes estavam na faixa etária de 20 a 60 anos. O estudo evidenciou que as mulheres fazem uso abusivo de bebida alcoólica para esquecer ou amenizar as conseqüências de dificuldades financeiras; divergências na relação conjugal; violência física; exaustiva jornada de trabalho. As conseqüências do consumo abusivo são problemas de saúde; privações; maus tratos; dificuldades de relacionamento familiar e conjugal; problemas físicos; psicológicos; tentativa de suicídio; abandono de filhos e marido. Conclusões: as mulheres não referiram oferta de serviços de saúde. Toda e qualquer iniciativa governamental deve ser inclusiva, valorizando e incentivando a participação da comunidade e de Organizações da Sociedade Civil, congregando ações e saberes das áreas tecnológicas, humanas e de saúde.

Palavras-chave: Enfermagem. Mulher. Alcoolismo

 

Alcoolismo no meio rural: situação biográfica de familiares de pacientes internados em hospital geral

Andréa Noeremberg Guimarães; Jacó Fernando Schneider; Cíntia Nasi; Márcio Wagner Camatta; Leandro Barbosa de Pinho; Lucimare Ferraz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(4): -

Download

 

Alcoolismo: representações sociais de alcoolistas abstêmios

Sílvio Éder Dias da SilvaI; Maria José de SouzaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(3): 420 - 427

Download

 

Alcoolismo: um novo desafio para o enfermeiro

Laura Acauan; Marilurde Donato; Ana Maria Domingos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 566 - 570

Resumo Download

Levantamento da produção científica sobre alcoolismo entre 1986 e 2006, com enfoque em Psiquiatria e Saúde Pública. Fontes bibliográficas: livros, revistas científicas, dissertações, teses e publicações do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). Utilizou-se a palavra "alcoolismo" para a consulta, via Internet, na base de dados do CEBRID e da Biblioteca Virtual em Saúde. Pesquisou-se também nas bibliotecas do Instituto de Psiquiatria, da Faculdade de Farmácia e da Escola de Enfermagem Anna Nery, Unidades da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Identificaram-se 62 publicações sobre o assunto, sendo utilizadas apenas 14. As restantes foram excluídas por não correlacionarem o tema àquelas áreas. Nove publicações tiveram enfoque em Saúde Pública, três em Psiquiatria e duas em ambas as áreas. As autoras concluíram que a produção foi incipiente, cabendo ao enfermeiro buscar novos saberes acerca do alcoolismo para prestar uma assistência eficiente e eficaz a esta clientela específica.

Palavras-chave: Alcoolismo. Enfermagem. Saúde Pública. Psiquiatria

 

Alimentação do bebê de baixo peso no domicílio: enfrentamentos da família e desafios para a enfermagem

Sandra Teixeira de Araújo Pacheco; Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 314 - 322

Resumo Download

Bebês de baixo peso ao nascer apresentam demandas de cuidados na alimentação decorrentes das exigências metabólicas no primeiro ano de vida, desafiando as famílias no confronto entre as recomendações dos profissionais e as práticas culturais. Para desvelar e articular a prática sociocultural dos familiares na alimentação deste bebê, aplicou-se o método criativo-sensível, no domicílio de seis famílias, no período de abril de 2008 a março de 2009. Segundo a análise crítica do discurso, as famílias desvelaram os contextos hospitalar, domiciliar e societal de alimentação do bebê, ideologicamente articulados com a prática social. Enquanto a ordem do discurso hospitalar favoreceu o aleitamento materno exclusivo, as ordens local e societal desvelaram as práticas culturais da amamentação e alimentação, articuladas ou não com discurso profissional. O discurso dos profissionais de saúde influenciou o início da amamentação exclusiva, mas pouco contribuiu na sua manutenção. A inclusão da família nas intervenções contribui para a produção de novos sentidos na alimentação deste bebê.

Palavras-chave: Enfermagem Pediátrica. Aleitamento Materno. Recém-nascido de Baixo Peso. Família. Cultura

 

Alimentação e saúde: sentidos atribuídos por adolescentes

Julyana Gall da Silva; Maria Luiza de Oliveira Teixeira; Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 88 - 95

Resumo Download

OBJETIVOS: identificar o saber de adolescentes sobre uma alimentação saudável, analisar os alimentos que compõem suas refeições, discutir este consumo à luz de uma alimentação saudável e programar ações de educação em saúde sobre o tema.
MÉTODO:Pesquisa convergente-assistencial, com entrevista individual e aplicação de um roteiro com questões fechadas e abertas. Participaram 14 adolescentes, entre 14 e 17 anos, de um colégio público.
RESULTADOS: apesar de os adolescentes saberem sobre os hábitos saudáveis de alimentação, a maioria declarou não os seguir. A cultura de alimentação com comidas de preparação rápida marca seus hábitos, podendo trazer consequências à sua saúde.
CONCLUSÃO: intervenções são necessárias para a melhoria dos hábitos alimentares dos adolescentes, para que eles perdurem na fase adulta. Como parte da pesquisa convergente-assistencial, a educação em saúde, baseada no diálogo, investiu no esclarecimento dos adolescentes sobre o tema.

Palavras-chave: Adolescente. Alimentação. Cuidados de enfermagem. Educação em saúde

 

Alta hospitalar e o cuidado do recém-nascido prematuro no domicílio: vivência materna

Mirna Albuquerque Frota1; Priscilla Furtado Ribeiro da Silva2; Stephani Ribeiro de Moraes3; Elis Mayre da Costa Silveira Martins4; Edna Maria Camelo Chaves5; Carlos Antônio Bruno da Silva6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 277 - 283

Resumo Download

Objetivou-se conhecer a percepção da mãe sobre a alta hospitalar e o cuidado do recém-nascido prematuro no domicílio após a primeira semana de alta. Pesquisa descritiva, de abordagem qualitativa, com uso da entrevista semiestruturada para coleta de dados, desenvolvida no ambulatório de seguimento do prematuro (follow-up) do Hospital da Rede Pública Estadual de Fortaleza, em outubro e novembro de 2011. As participantes foram nove mães de recém-nascido prematuro após primeira semana de alta. Aplicou-se análise do conteúdo. Os resultados apontaram para as categorias: Orientações sobre o cuidado com o prematuro durante a alta hospitalar; Sentimentos e dificuldades com a chegada do bebê no domicílio; e Apoio familiar no cuidado do prematuro. O estudo evidenciou que algumas mães não receberam orientações da equipe multiprofissional da neonatologia acerca do cuidado bebê após alta hospitalar, reforçando que elas levam o bebê para o domicílio sem estar preparadas para a nova realidade.

Palavras-chave: Enfermagem neonatal. Cuidado do lactente. Alta do paciente. Relações profissional-família.

 

Alterações fisiológicas da morte encefálica em potenciais doadores de órgãos e tecidos para transplantes

Sarah Gabriel Freire1; Izaura Luzia Silvério Freire2; Juliana Teixeira Jales Menescal Pinto3; Quinidia Lúcia Duarte de Almeida Quithé de Vasconcelos4; Gilson De Vasconcelos Torres5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 761 - 766

Resumo Download

Objetivou-se descrever as alterações fisiológicas da morte encefálica em potenciais doadores de órgãos e tecidos para transplantes. Estudo exploratório descritivo com dados prospectivos e abordagem quantitativa realizado nas unidades de emergência e terapia intensiva adulto de um hospital de Pernambuco no período de abril a outubro de 2011. A população constou de 32 potenciais doadores de órgãos e tecidos para transplantes. Após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, os dados foram coletados, tabulados e analisados pela estatística descritiva pelo software SPSS 15.0 e apresentados em forma de tabelas. As alterações fisiológicas foram: hipotensão arterial (100%), hipotermia (75,0%), hipernatremia (62,5%), diabetes insipidus (37,5%), hiperglicemia (32,3%), infecção (25,0%), hipertensão arterial (9,4%) e úlcera de córnea (3,1%). Acredita-se que o conhecimento dessas alterações possibilita à equipe de saúde direcionar o cuidado ao potencial doador segundo as suas necessidades e, assim, manter o órgão/tecido viável para transplante.

Palavras-chave: Enfermagem. Obtenção de tecidos e órgãos. Morte encefálica.

 

Alterações nos pés do idoso hospitalizado: um olhar cuidadoso da enfermagem

Joziane Santos da Silva, Fátima Helena do Espírito Santo, Carla Lube de Pinho Chibante

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Alternativas para a prática docente no ensino superior de enfermagem

Juliana RodriguesI; Ivete Palmira Sanson ZagonelII; Maria de Fátima MantovaniIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 313 - 317

Resumo Download

Reflexão teórica que objetiva apontar alternativas à prática docente nos Cursos de Graduação em Enfermagem, tendo como base as Diretrizes Curriculares Nacionais. Ressalta a necessidade de modificações da prática docente e na formação de profissionais, de acordo com as exigências atuais e, conseqüentemente, com a crescente preocupação na adequação do ensino / aprendizagem de forma crítica e reflexiva. Resgata as práticas de ensino do início do século passado aos questionamentos a respeito da reelaboração de uma nova atitude docente para a formação do enfermeiro nos dias atuais. Concluiu-se que há necessidade de um movimento e um intenso debate para que os docentes se apropriem das transformações e contribuam para a formação.

Palavras-chave: Enfermagem. Prática Profissional. Educação em Enfermagem. Ensino Superior

 

Alunas Religiosas na Escola de Enfermagem Anna Nery nas décadas de 20 a 401

Carmen Luisa dos Santos Teixeira1; Suely de Souza Baptista2; Rosa Maria N. T. Cavalcanti3; Jussara Sauthier4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(1): 49 - 65

Resumo Download

Este estudo, inserido na linha de pesquisa Escolas de Enfermagem na Sociedade Brasileira, tem como objetivo discutir as relações entre o ingresso e a evasão de freiras na EEAN nas gestões de enfermeiras norte-americanas e brasileiras na direção dessa Escola. O recorte temporal compreende o período 1923-1942. A metodologia utilizada foi a qualitativa. As fontes primárias incluíram documentos do Centro de Documentação da EEAN, como: dossiês de alunas e diretoras; e as secundárias, bibliografias referentes à história da enfermagem é ao contexto sócio-histórico da época. Os achados demonstraram que de 1923 a 1931, a Escola não contou com Religiosas em seu quadro de alunas; as três primeiras freiras ingressaram no Curso na gestão da primeira diretora brasileira (1931-1933), mas não chegaram a se diplomar; na segunda gestão de Bertha Pullen, enfermeira norte-americana (1934-1938), não houve ingresso de Religiosas na Escola; em 1939, na gestão da segunda diretora brasileira, ingressaram dez freiras que se formaram em 1942. Os resultados evidenciaram que apesar dessas freiras declararem ser a profissão sublime, nobre e bela, dando-lhes a possibilidade de praticar a caridade, confortando e aliviando os sofrimentos físicos e morais e apesar de recebido tratamento especial, o cotidiano de uma escola de enfermagem, leiga ou não, atraiu ou não favoreceu a permanência de Religiosas no Curso. Além disso, levanta-se a questão da possível interferência da religião protestante professada pelas enfermeiras norte-americanas, na disposição dessas Religiosas católicas freqüentarem a Escola.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem

 

Amamentação de prematuros em uma unidade neonatal: a vivência materna

Fernanda da Rocha GorgulhoI; Sandra Teixeira de Araújo PachecoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 19 - 24

Resumo Download

Trata-se de um estudo qualitativo, cujos objetivos foram: identificar as dificuldades maternas em amamentar/aleitar seu filho prematuro em uma Unidade Neonatal (UN), tomar conhecimento de se essa mãe se sente estimulada a amamentar seu filho prematuro nesse ambiente e descrever como essa mãe está vivenciando a amamentação de seu filho prematuro em uma UN. O cenário foi uma Unidade Neonatal localizada no Rio de Janeiro. Os sujeitos foram oito mães de prematuros. O instrumento de coleta foi a entrevista semi-estruturada, realizada nos meses de fevereiro e março de 2006. A análise foi fundamentada na técnica de conteúdo de Bardin. Emergiram cinco categorias: vivenciando uma nova e difícil experiência ao amamentar; tendo dificuldade na ordenha; tendo dificuldade em cumprir os horários das mamadas; sentindo-se apoiada pelos profissionais de saúde; e sentindo-se excessivamente orientada por esses profissionais. O estudo nos aponta a necessidade de voltarmos nosso olhar para as dificuldades maternas de acordo com suas próprias demandas, interferindo o menos possível na relação mãe e filho.

Palavras-chave: Neonatologia. Prematuros. Aleitamento Materno. Recém-nascido

 

Ambiência de uma emergência hospitalar para o cuidado ao idoso: percepção dos profissionais de enfermagem

Eliane Regina Pereira do Nascimento, Sabrina Guterres da Silva, Bruna Caroline de Souza, Djeisa Débora de Souza, Arno Germer Netto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 338 - 342

Download

 

Ambiente e humanização: retomada do discurso de nightingale na política nacional de humanização

Fernanda Duarte da Silva de Freitas; Rodrigo Nogueira da Silva; Flávia Pachedo de Araújo; Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 654 - 660

Download

 

Ambiente hospitalar saudável e sustentável na perspectiva ecossistêmica: contribuições da enfermagem

Jacqueline Sallete Dei Svaldi; Hedi Crecencia Heckler de Siqueira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 599 - 604

Resumo Download

Este texto propõe uma discussão sobre o ambiente hospitalar saudável e sustentável destacando-se as contribuições da enfermagem nesse processo. As bases filosóficas encontram-se ancoradas na teoria ecossistêmica que analisa as sensibilidades necessárias para entender a natureza e os elementos estruturantes do ambiente/espaço hospitalar. Enfatiza-se a força aglutinadora das Unidades Produtivas que, de maneira interdependente e inter-relacionada, devem buscar o espaço sustentável e saudável através da cooperação, flexibilidade e parceria dos elementos constituintes. Reitera-se que a realimentação constante do conhecimento, envolvendo de forma sistêmica todas as Unidades Produtivas, pode facilitar as atualizações necessárias para acompanhar as modificações e transformações do espaço e, assim, do próprio cosmos. Compreende-se que o profissional de enfermagem, ao favorecer a construção de inter-relações em um processo de interconexões, pode ser o agente de transformação e representar os nós conectivos que tecem a rede viva da organização do ambiente hospitalar, levando-o à sustentabilidade e a ser mais saudável.

Palavras-chave: Ambiente de Instituições de Saúde. Ecossistema. Sistema de Saúde. Enfermagem

 

Ambiguidade: modo de ser da mulher na prevenção secundária do câncer de mama

Maria Carmen Simões Cardoso de Melo; Ivis Emília de Oliveira Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 41 - 48

Resumo Download

A magnitude do câncer de mama impõe valorizar o saber e agir diante da doença e sua detecção precoce. Neste estudo, de natureza qualitativa, norteado pela fenomenologia e fundado no pensamento teórico-metodológico de Martin Heidegger, buscouse ouvir o ser-mulher-que-pertence-ao-grupo-de-risco-familiar, com o objetivo de analisar compreensivamente seus significados de prevenção secundária. Mediante relação empática e redução de pressupostos, entrevistaram-se 13 mulheres indicadas por suas familiares clientes. A hermenêutica possibilitou a compreensão interpretativa do ser-aí, que mostrou facetas de sua dimensão existencial. Regida pelo falatório e temor, sob o domínio da ambiguidade, não se reconhece como ser de possibilidades. Carece melhor compreensão para movimentar-se para a de-cisão pela prevenção secundária. A construção do conceito de ser e o desvelamento do sentido podem alicerçar a prática assistencial do enfermeiro e favorecer o cuidado singular, integral e humano, que privilegia o ouvir atento ao vivido do ser-mulher, em seu movimento existencial de in-compreensões e indagações.

Palavras-chave: Câncer de mama. Prevenção secundária. Saúde da mulher. Enfermagem oncológica. Filosofia

 

Ambivalência em mulheres submetidas a laqueadura tubária

Gleice Adriana Araújo GonçalvesI; Telma Ribeiro GarciaII; Edméia de Almeida Cardoso CoelhoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 726 - 734

Resumo Download

Pesquisa exploratória, em que se utilizou o banco de dados de pesquisa envolvendo mulheres submetidas a laqueadura tubária, para determinar, mais acuradamente, a freqüência de mulheres ambivalentes e analisar a distribuição estatística dessas mulheres segundo variáveis selecionadas e o modo como haviam se classificado originalmente em relação ao procedimento (totalmente ou moderadamente satisfeitas, ambivalentes, totalmente ou moderadamente arrependidas). O pressuposto do estudo é que, fazendo-se uma avaliação mais precisa das respostas a várias das questões que lhes foram formuladas, o número de mulheres ambivalentes poderia ser superior ao revelado previamente. Esse pressuposto foi confirmado, observando-se um aumento expressivo de mulheres que tanto tinham motivo para satisfação quanto para arrependimento em relação à laqueadura tubária (mulheres ambivalentes). A análise dos resultados permitiu a compreensão de que a ambivalência em relação à laqueadura tubária é um fenômeno que, embora sujeito a múltiplas determinações, envolve uma parcela muito grande da subjetividade da mulher, tornando complexa sua interpretação.

Palavras-chave: Saúde da Mulher. Direitos Reprodutivos. Esterilização Tubária

 

Ampliando o campo de atenção psicossocial: a articulação dos centros de atenção psicossocial com a saúde da família

Ândréa Cardoso de Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 703 - 710

Resumo Download

Trata-se de uma reflexão sobre a articulação entre o Centro de Atenção Psicossocial e as equipes de Saúde da Família no que se refere à ampliação das ações no campo da saúde mental. Tem como objetivo discutir a implementação da política de saúde mental no âmbito da atenção básica de saúde. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica. Entre os resultados, observa-se que a orientação das políticas de atenção à saúde mental aponta para a consolidação de novas estratégias de cuidado à medida que propõe redirecionar as ações para serviços de base territorial. Conclui-se que tanto a Saúde da Família quanto os Centros de Atenção Psicossocial constituem dispositivos privilegiados para transformações das práticas de atenção em saúde mental. Possibilitam a construção de outras formas de convivência com as diferenças, ampliando as redes de solidariedade em um dado território.

Palavras-chave: Saúde Mental. Saúde da Família. Serviços de Saúde Mental

 

Ana Packer, enfermeira comunitária na fronteira Uruguai-Brasil

Nidia Hernández Selva Chirico1; Seiva Chirico2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(3): 301 - 309

Resumo Download

A temática se insere na história de enfermagem ao final do séc. XIX e início do XX no Uruguai. Ana Packer, enfermeira inglesa que se instalou em Minas de Corrales, Departamento de Rivera, é o eixo do trabalho. Com o propósito de demonstrar o saber do enfermeiro como elemento constitutivo da sua identidade, articula-se o desempenho da protagonista e o modelo inglês da época. O objetivo último é incentivar o estudo sistemático da origem e desenvolvimento da enfermagem em nosso país. O enfoque teórico abrange a Enfermagem e a História. O resultado surge como uma verdade por semelhança, concluindo que Ana Packer foi uma enfermeira formada dentro dos moldes da Inglaterra victoriana.

Palavras-chave: Enfermagem - História

 

Análise crítica de uma experiência de integração do estágio de enfermagem em saúde mental ao Sistema Único de Saúde

Cláudia Mara de Melo Tavares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 740 - 747

Resumo Download

As proposta s de reforma curricular da área de saúde preconizam a integração entre a atividade acadêmica e a prática assistencial, em especial no Sistema Único de Saúde (SUS). O presente artigo analisa o processo de interação entre escola de enfermagem (disciplina saúde mental) e a rede municipal de saúde de Niterói, no ano de 2006, visando à reorientação da organização do estágio de enfermagem no contexto da reforma psiquiátrica. Apresentamos uma experiência de negociação de estágio de enfermagem de saúde mental com os profissionais e gestores dos serviços de saúde mental do SUS. Conclui-se que a mudança na formação do enfermeiro está diretamente relacionada às mudanças no âmbito das relações estabelecidas entre setores da universidade e os serviços de saúde.

Palavras-chave: Educação em enfermagem. Saúde Mental. Capacitação de Recursos Humanos em Saúde

 

Análise da adequação da teoria do relacionamento interpessoal em grupos conduzidos por enfermeira

Maria Adelane Alves MonteiroI;Lorita Marlena Freitag PagliucaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 424 - 429

Resumo Download

A Teoria do Relacionamento Interpessoal em Enfermagem (Peplau, 1993) descreve relações entre a enfermagem e o paciente. Neste estudo objetivou-se analisar a adequação desta teoria para aplicação em grupos conduzidos por enfermeira. Estudo analítico apoiado em modelo de análise de teorias de enfermagem. A metodologia constou da seleção de artigos disponíveis no MEDLINE com delimitação de tempo de 1996 a 2006, usando os descritores psicoterapia de grupo e teoria de enfermagem e a palavra-chave grupos. Apenas um artigo aplicou a teoria em discussão, e sua análise demonstrou que a relação enfermeira-cliente e as fases e papéis da Teoria do Relacionamento Interpessoal em Enfermagem são adequados a intervenções grupais.

Palavras-chave: Teoria de Enfermagem. Psicoterapia de Grupo. Enfermagem

 

Análise da tendência da mortalidade masculina no Rio de Janeiro: contribuição da enfermagem

Elisabete Pimenta Araújo Paz, Raphael Mendonça Guimarães, Camila Drumond Muzi, Maria Alice Santos Tavares, Camila Alves Bahia, Andréia Rodrigues Gonçalves Ayres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 593 - 599

Resumo Download

a

 

Análise das propriedades psicométricas do APGAR de família com idosos do nordeste brasileiro

Maria Josefina da Silva; Janaína Fonseca Victor; Fernanda Rochelly do Nascimento Mota; Edson Silva Soares; Bruna Michelle Belém Leite; Edmara Teixeira Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 527 - 532

Download

 

Análise das respostas comportamentais ao câncer de mama utilizando o modelo adaptativo de Roy

Letícia Rosa Santos1; Glaucia Batista Tavares2; Paula Elaine Diniz dos Reis3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 459 - 465

Resumo Download

O estudo analisa as respostas comportamentais das mulheres durante o tratamento do câncer de mama utilizando o Modelo de Adaptação de Roy. Estudos demonstram que o câncer e sua terapêutica podem gerar estímulos que irão interferir na sexualidade. Conhecer os mecanismos de enfrentamento destas mulheres deve ser uma preocupação dos profissionais que prestam assistência, para que se possa oferecer o cuidado integral. Trata-se de pesquisa qualitativa na qual foi realizada entrevista semiestruturada com cinco mulheres sexualmente ativas. Foram identificados problemas de adaptação nos modos relacionados ao autoconceito, desempenho de papéis e interdependência. Contudo, essas mulheres puderam superar tal situação e melhorar a adaptação à sua nova condição. Conclui-se que a utilização do modelo de adaptação de Roy foi apropriada, pois permitiu apreender as alterações relacionadas aos modos adaptativos e visualizar de forma concreta quais os focos para as intervenções de enfermagem.

Palavras-chave: Neoplasias de mama. Teoria de enfermagem. Modelos de enfermagem. Adaptação.

 

Análise de implementação de tecnologias de cuidar em saúde mental na perspectiva da atenção psicossocial

Claudia Mara de Melo TavaresI; Alessandro Macedo BaroneII; Josieli Cano FernandesII; Marcela de Abreu MonizII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 342 - 350

Download

 

Análise descritiva da teoria dos sistemas de enfermagem de OREM: aplicabilidade no ensino do auto-exame ocular dos portadores do HIV/AIDS

Joselany Áfio CaetanoI; Lorita Marlena Freitag PagliucaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(1): 89 - 96

Download

 

Análise do registro e conteúdo de checklists para cirurgia segura

Marly Ryoko Amaya, Eliane Cristina Sanches Maziero, Luciana Grittem, Elaine Drehmer de Almeida Cruz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 246 - 251

Download

 

Análise dos atendimentos do SAMU 192: Componente móvel da rede de atenção às urgências e emergências

Priscila Masquetto Vieira de Almeida; Magda Cristina Queiroz Dell'Acqua; Claudia Maria Silva Cyrino; Carmen Maria Casquel Monti Juliani; Valéria de Castilho Palhares; Shirlene Pavelqueires

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 289 - 295

Download

 

Análise dos óbitos evitáveis de menores de cinco anos no município de Maringá-PRa

Denise Albieri Jodas1; Maria José Scochi2; Jessica Batistela Vicente3; Andréa Guimarães Colucci4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 263 - 270

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi analisar os óbitos de menores de cinco anos por doenças evitáveis ocorridos em 2008 no município de Maringá, PR. Estudo quantitativo, descritivo, com 41 óbitos. Como instrumento norteador de coleta de dados, utilizou-se o formulário de investigação do Comitê de Prevenção do Óbito Infantil e Fetal. Dos 41 casos encontrados, 65,9% representaram óbitos neonatais, 24,4% pós-neonatais e 9,7%, de criança com mais de um ano; destes, 90,2% óbitos foram considerados evitáveis, sendo 64,9% neonatais, 27,0% pós-neonatais e 8,1% na idade acima de um ano. Quanto às medidas de evitabilidade, percebeu-se que as atividades de prevenção foram as mais encontradas entre as possibilidades de redução do óbito, com 59,5%, seguidas de ações de diagnóstico e tratamento precisos, com 35,1%. Conclui-se que a maioria dos óbitos evitáveis tem relação direta com a assistência à gestante no pré-natal e no parto, demonstrando a necessidade de instituir uma prática efetiva e de qualidade.

Palavras-chave: Atenção primária à saúde. Avaliação em saúde. Vigilância de evento sentinela.

 

Andragogia na saúde: estudo bibliométrico

Patrícia Bover Draganov; Maria Romana Friedländer; Maria Cristina Sanna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(1): 149 - 156

Resumo Download

O sucesso da aprendizagem envolve o uso de estratégias adequadas. Como a clientela de formação profissional e de educação permanente e a população assistida, para quem se dirigem as ações de educação em saúde, são majoritariamente adultas, metodologias como a Andragogia, que é a arte e ciência de conduzir adultos ao aprendizado, são uma alternativa interessante. Com o objetivo de quantificar e descrever a produção científica sobre Andragogia nas Ciências da Saúde no período de 1999 a 2009, realizou-se um estudo descritivo, empregando-se a palavra-chave "Andragogia" em seis bases de dados eletrônicas. As informações das 98 publicações encontradas foram classificadas, quantificadas e descritas. A maioria das publicações se constituiu de artigos de periódicos, que se concentraram nos EUA, com o tema formação profissional liderando as publicações. No Brasil, foi mais frequente a educação de pacientes. A frequência se manteve regular nos anos estudados, concluindo-se que o tema é relevante para a saúde.

Palavras-chave: Aprendizagem. Educação. Ensino. Adulto. Enfermagem

 

Anna Nava, baluarte da Escola Anna Nery (anos 1940/1970)

Suely de Souza Baptista I; Ieda de Alencar Barreira II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 543 - 551

Resumo Download

Pesquisa histórico-biográfica que apresenta a trajetória de vida da enfermeira Anna Jaguaribe da Silva Nava (1910-2005). No período no qual transcorreu sua vida, o panorama nacional foi, por várias vezes, radicalmente alterado. Sua atuação como professora da Escola Anna Nery vai de 1940 a 1977. O texto foi construído a partir do depoimento oral da protagonista, concedido em 2003 e por ela doado ao Centro de Documentação da Escola de Enfermagem Anna Nery. O presente trabalho tem como interesse principal o entrelaçamento da história de vida desta personagem com as gestões de três diretoras da EAN, desde a época em que a Escola Anna Nery era padrão oficial para o ensino de enfermagem no país até o período da vigência da Lei 775/49.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Biografia. Brasil

 

ANNAES DE ENFERMAGEM

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 176 - 180

Download

 

ANNAES DE ENFERMAGEM

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 16 - 22

Download

 

ANNAES DE ENFERMAGEM

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 164 - 165

Download

 

ANNAES DE ENFERMAGEM

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 12 - 14

Download

 

Ansiedade e depressão em cirurgia cardíaca: diferenças entre sexo e faixa etária

Hélen Francine Rodrigues, Rejane Kiyomi Furuya, Rosana Aparecida Spadoti Dantas, Carina Aparecida Marosti Dessotte

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

Antissepsia cirúrgica e utilização de luvas cirúrgicas como potenciais fatores de risco para contaminação transoperatória

Adriana Cristina de Oliveira; Camila Sarmento Gama

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 370 - 377

Download

 

Aplicabilidade dos diagnósticos de enfermagem como subsídios para indicação do cateter central de inserção periférica

Leticia Celestino da Costa1; Graciele Oroski Paes2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 649 - 656

Resumo Download

O presente estudo teve como objetivo verificar a propriedade na aplicabilidade dos Diagnósticos de Enfermagem pelos enfermeiros como subsídio para a indicação do Cateter Central de Inserção Periférica (PICC). Trata-se de um estudo de abordagem descritiva, de tipologia mista, apropriando-se de preceitos quantitativos e qualitativos. A população-alvo constituiu-se de 10 enfermeiros devidamente habilitados à inserção do PICC, ativos e vinculados a um hospital estadual especializado. O instrumento aplicado constou de questionário com questões estruturadas e semiestruturadas devidamente escalonado com pontuações previamente definidas. De acordo com os achados, os enfermeiros apresentaram certa dificuldade para empregar os diagnósticos de enfermagem como parâmetro para indicação do PICC. Os enfermeiros habilitados recentemente apresentaram maior desenvoltura nas questões de associação dos fatores de risco e os diagnósticos de enfermagem. Portanto, são de grande relevância a educação continuada e a implementação do processo de enfermagem, visando o avanço teórico e prático da equipe.

Palavras-chave: Cateteres. Diagnóstico de enfermagem. Processos de enfermagem.

 

Aplicação de estruturas conceituais na consulta de enfermagem à família

Lígia Barros CostaI; Alane Andréa Souza CostaII; Maria Roselise Bezerra SaraivaIII; Maria Grasiela Teixeira BarrosoIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 515 - 519

Resumo Download

Estudo analítico-descritivo, no qual se objetiva refletir sobre a aplicação do Modelo de Atividades de Vida, de Roper, Logan e Tierney, e do Modelo de Autocuidado, de Orem, como base conceitual na prática de Enfermagem com famílias, em atenção primária de saúde. O interesse pelo estudo emergiu da necessidade de dotar a Unidade do Cuidado de Enfermagem do Centro de Desenvolvimento Familiar (UCE/CEDEFAM) de um corpo teórico que favoreça o desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e cuidado. Foi possível constatar que existe coerência semântica entre os modelos, o que torna compatível a sua utilização concomitante, mesmo que em etapas diferentes do processo de cuidar. Esta constatação permitirá ampliar a base conceitual atualmente empregada no cuidado de Enfermagem à família no CEDEFAM.

Palavras-chave: Modelos de Enfermagem. Autocuidado. Saúde da Família. Cuidados Primários de Saúde

 

Aplicação de medidas de prevenção para úlceras por pressão pela equipe de enfermagem antes e após uma campanha educativa

Elaine Olkoski; Gisela Maria Assis

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 363 - 369

Download

 

Apreensões de enfermeiros gerentes sobre a prática baseada em evidências

Fernanda Carolina Camargo; Mayla Borges Goulart; Helena Hemiko Iwamoto; Maria Rizoneide Negreiros de Araújo; Divanice Contim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Aprender em grupo: experiência de estudantes de enfermagem e implicações para a formação profissional

Roberta Genaro Barbato; Adriana Katia Corrêa; Maria Conceição Bernardo de Mello e Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 48 - 55

Resumo Download

O objetivo desta pesquisa é compreender a experiência dos estudantes dos cursos de bacharelado e licenciatura em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/Universidade de São Paulo, no que se refere à aprendizagem em grupo, em disciplinas que possibilitam trabalhar em pequenos grupos de estudantes. Foram realizadas entrevistas não estruturadas com 19 alunos do segundo ano desses cursos, de abril a dezembro de 2007, e a análise qualitativa dos dados, pela qual se configuraram as categorias de codificação: Trabalhar em grupo facilita o aprendizado cognitivo e atitudinal; Trabalhar em grupo revela limites e requer mudanças; Trabalhar em grupo exige preparo e nova competência do professor; e Trabalhar em grupo possibilita um exercício para a prática profissional. A estratégia grupal contribui para o processo ensino-aprendizagem, promovendo mudanças na relação do estudante com o conhecimento, com o professor, com o colega e consigo mesmo.

Palavras-chave: Enfermagem. Ensino. Processos Grupais

 

Aprendizagem baseada em problemas no ensino da Tanatologia, no curso de graduação em Enfermagem

Cynthia Lima Sampaio; Maria Fabiana de Sena Neri; Michell Ângelo Marques Araújo; Joselany Áfio Caetano; Suzana Mara Cordeiro Eloia; Ângela Maria Alves e Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Aprendizagem da liderança: contribuições do internato em enfermagem para a formação do estudante

Vanessa Mesquita Ramos; Cibelly Aliny Siqueira Lima Freitas; Maria Josefina da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(1): 157 - 161

Resumo Download

O presente estudo teve como objetivos: analisar o entendimento dos internos de Enfermagem sobre liderança; verificar as dificuldades encontradas pelos acadêmicos em desempenhar atividades de liderança; conhecer as contribuições do internato em Enfermagem para os estudantes na construção da competência em liderança. A pesquisa é de natureza exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa, desenvolvida com os estudantes de Enfermagem do último semestre do curso, em uma amostra de 10 alunos. A coleta dos dados foi obtida através de um grupo focal durante o mês de agosto/2008. Os resultados foram expostos em forma de categorias dos discursos. As informações evidenciaram o conhecimento possuído pelos participantes acerca da liderança; a importância desta aprendizagem na formação dos enfermeiros; o destaque de competências essenciais para a atuação do enfermeiro-líder; as dificuldades encontradas nas atividades de liderança durante a graduação e as contribuições do internato no último ano para a aprendizagem de liderança.

Palavras-chave: Liderança. Aprendizagem. Educação em Enfermagem

 

Apresentação

Antonio José de Almeida Filho; Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço; Fernando Ramos Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 403 - 408

Download

 

Apresentação

Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço; Antonio José de Almeida Filho; Fernando Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 15 - 22

Download

 

Apresentação

Antonio José Almeida Filho; Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço; Fernando Ramos Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 184 - 196

Download

 

Apresentação

Antonio José Almeida Filho; Fernando Rocha Porto; Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 618 - 622

Download

 

Apresentação

Antônio José de Almeida Filho; Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço; Fernando Rocha Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 362 - 369

Download

 

Apresentação

Gertrudes Teixeira Lopes; Antonio José de Almeida Filho; Suely de Souza Baptista

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 176 - 180

Download

 

Apresentação

Antonio José de Almeida Filho; Suely de Souza Baptista; Gertrudes Teixeira Lopes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 15 - 17

Download

 

Apresentação

Luíza Mara Correia

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 315 - 316

Download

 

Apresentação

Suely de Souza Baptista

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 183 - 183

Download

 

Apresentação

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 13 - 13

Download

 

Apresentação

Wellington Mendonça de Amorim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(3): 342 - 347

Download

 

Apresentação

Maria da Luz Barbosa Gomes; Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 15 - 17

Download

 

Apresentação

Wellington Mendonça de Amorim; Suely de Souza Baptista; Maria da Luz Barbosa Gomes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 171 - 175

Download

 

Apresentação: a enfermeira de saúde pública e higiene mental

Lúcia Helena Silva Corrêa Lourenço; Fernando Ramos Porto; Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 570 - 574

Download

 

Aproximação à subjetividade de enfermeiros com a vida: afetividade e satisfação em foco

Selda Gomes de Sousa Alves; Tatiana Cristina Vasconcelos; Francisco Arnoldo Nunes de Miranda; Tarciana Sampaio Costa; Maura Vanessa Silva Sobreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 511 - 517

Resumo Download

Objetivou-se analisar aspectos da subjetividade de enfermeiros por meio de indicadores de afetividade e satisfação com a vida. Estudo exploratório descritivo, de abordagem quantitativa. Participaram 20 enfermeiros atuantes na Estratégia de Saúde da Saúde, do município de Sousa, PB, Brasil, que responderam ao Questionário de Saúde Geral (QSG-12). Os principais resultados indicaram que os enfermeiros apresentaram média de 5,73 de Afetos Positivos e 1,86 de Afetos Negativos. A média de satisfação com a vida foi de 4,03. Inferiu-se que os enfermeiros apresentaram nível satisfatório de saúde. Contudo, este resultado não deve negar a necessidade de cuidados permanentes por parte dos enfermeiros em relação à sua saúde, uma vez que o cuidado implica o desempenho profissional. Assim, a habilidade de cuidar de si deve ser adquirida e aprimorada desde a formação.

Palavras-chave: Qualidade de Vida. Satisfação Pessoal. Afeto. Enfermeiro. Promoção da Saúde

 

Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde

Marta Lenise do Prado; Manuela Beatriz Velho; Daniela Simoni Espíndola; Sandra Hilda Sobrinho; Vânia Marli Schubert Backes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 172 - 177

Resumo Download

A educação superior na área da saúde vem passando por profundas mudanças para acompanhar as correntes de pensamento que norteiam a formação do profissional e do docente. Novas tendências pedagógicas apontam a necessidade da formação de um profissional crítico-reflexivo, capaz de transformar sua realidade social. Este artigo trata-se de um relato de experiência que teve por objetivo apresentar as vivências no desenvolvimento de um seminário durante uma disciplina do mestrado, no curso de Pós-Graduação em Enfermagem, ao abordar o tema Metodologia Ativa como a Problematização e a Aprendizagem Baseada em Problemas, por meio da utilização do Arco de Charles Maguerez, seguindo as etapas de observação da realidade, pontos-chave, teorização, hipótese de solução e aplicação na realidade. Essa experiência vivida, a partir da proposta pedagógica, foi significativa e possibilitou aos alunos/docentes repensar e reconstruir suas próprias práticas pedagógicas.

Palavras-chave: Aprendizagem baseada em problemas. Educação superior. Enfermagem. Métodos

 

Arteterapia na assistência de enfermagem em oncologia: produções, expressões e sentidos entre pacientes e estudantes de graduação

Izabel Cristina Falcão Juvenal BarbosaI; Míria Conceição Lavínas SantosII; Glória da Conceição Mesquita LeitãoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 227 - 233

Resumo Download

O objetivo deste artigo é relatar a experiência vivida por um grupo de alunas do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Ceará, na disciplina Administração do Processo de Trabalho em Enfermagem II, na administração do ócio dos pacientes em um hospital de Fortaleza-CE. A experiência didática foi uma representação plástica a partir do Quadro de Referência Cognitivo-Comportamental realizado em abril de 2002, e teve como sujeitos sete pacientes e seis alunas de enfermagem. A criatividade artística dos pacientes fluiu em conseqüência do diálogo do artista com sua produção. A análise das produções artísticas foi complementada pelas observações das alunas. As obras produzidas foram interpretadas com a ajuda do teste de cores de Lüscher o que permitiu inferir o comportamento e os sentimentos exteriorizados nas cores variadas selecionadas pelos pacientes.

Palavras-chave: Terapia pela Arte. Cuidados de Enfermagem. Enfermagem Oncológica

 

As abordagens metodológicas na pesquisa em enfermagem na área de saúde da criança e adolescente: análise da produção científica no período de 1995 a 1999.

Marialda Moreira Christoffel1; Benedita Maria Rêgo Deusdará Rodrigues2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 15 - 24

Resumo Download

O estudo tem por objetivo analisar a produção científica em enfermagem na área de saúde da criança e do adolescente, no período de 1995 a 1999, buscando a identificação das abordagens metodológicas utilizadas. Trata-se de uma pesquisa documental, exploratório-descritiva, de natureza quantitativa, realizada através de levantamento de dados no Catálogo de Pesquisas da ABEN/CEPEN - 75 anos, em CD-ROM. Os resultados apontam para o maior enfoque dado à pesquisa qualitativa (75,4%) em relação à pesquisa quantitativa (19,3%). Cabe destacar que no período do recorte estudado busca-se a superação das abordagens centradas no método biológico, passando-se para uma discussão mais ampla acerca do processo saúde-doença, refletindo-se nas questões que envolvem a saúde da população em geral e que portanto, as abordagens qualitativas são imprescindíveis para atender de modo contextualizado.

Palavras-chave: Enfermagem. Criança e adolescente. Abordagens Metodológicas.

 

As barreiras enfrentadas pelas mulheres vítimas de estupro no Distrito Federal

Maria Aparecida Vasconcelos Moura1; Ana Maria Costa2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(2): 81 - 95

Resumo Download

A pesquisa analisa as barreiras no atendimento às mulheres vítimas de estupro, que resulta ou não em gravidez. É um estudo retrospectivo e prospectivo, com abordagem quanti-qualitativa, levantamento de ocorrências (1996/97) e entrevista semi-estruturada. Foram analisados 1600 registros de violência sexual, distribuídos nos seguintes campos: Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), 15ªe 19ª Delegacias Policiais da Ceilândia e Hospital Materno-lnfantil de Brasília (HMIB), Distrito Federal. As vítimas são mulheres solteiras, na faixa de 17 a 22 anos, com instrução primária. Além da falta de informação sobre serviços específicos de atendimento e de privacidade nos depoimentos, observa-se que as vítimas sofrem discriminação familiar, social e profissional, bem como conflitos psicológicos e emocionais, principalmente nos casos em que o estupro resulta em gravidez. A política das instituições de segurança e saúde deve, portanto, estabelecer ações dinâmicas, desenvolvidas em conjunto com a sociedade, a fim de proporcionar a melhoria da qualidade, amplitude e humanização dos serviços de atendimento.

Palavras-chave: Saúde da mulher - Estupro - Qualidade em serviço

 

As categorias "sofrimento" e "prazer" no trabalho da enfermeira numa abordagem de representações sociais: A experiência de realização de uma investigação

Marcia Tereza Luz Lisboa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 115 - 124

Resumo Download

O estudo trata de apresentar questões referentes à categoria trabalho, de forma geral, e ao trabalho de enfermeira, de forma específica, principalmente no seu contexto de sofrimento e prazer, através de seu estudo pelas Representações Sociais, como preconizadas por Jodelet e Moscovici. Muitos estudos de enfermagem, em especial as teses e dissertações de pós-graduação, focalizam-se na contextualização do objeto de estudo. Geralmente, o mundo do trabalho deixa de ser contextualizado no objeto, escolhido em decorrência da prática da enfermeira. Esse esquecimento pode ocorrer pelo desconhecimento das enfermeiras. Este artigo destaca a possibilidade de investigar as características do trabalho, seu surgimento e como as enfermeiras o representam. Então, ressalta a realização de estudos nesta área, para oferecer maior compreensão sobre trabalho, emprego, desemprego e globalização. Ainda, destaca as representações como produtivas para estudar o sofrimento e o prazer implícitos no trabalho da enfermeira.

Palavras-chave: Representações sociais - Teoria/Metodologia -Trabalho da enfermeira - Sofrimento e prazer.

 

As circunstâncias do processo de reconfiguração da escola profissional de assistência a psicopatas do Distrito Federal

Wellington Mendonça de Amorim; Ieda de Alencar Barreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 195 - 203

Resumo Download

Estudo histórico-social baseado em análise documental. Trata das circunstâncias do processo de reconfiguração da Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras do Serviço de Assistência a Psicopatas do Distrito Federal, na primeira metade do século XX, futura Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. OBJETIVOS: Descrever os movimentos que a saúde pública e a psiquiatria desenvolveram, no âmbito do recém-organizado Ministério da Educação e Saúde Pública, para se adequarem às políticas do início do período Vargas; e analisar as características da Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras e da Escola Anna Nery que correspondiam a visões distintas. Os campos da saúde pública, da psiquiatria e da enfermagem se estruturaram a partir dos princípios de visão e divisão, que orientaram as lutas, as controvérsias e as competições entre os diversos agentes envolvidos e impuseram os limites e as possibilidades históricas nestas duas escolas de enfermagem, no Distrito Federal.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Escolas de Enfermagem

 

As condições de trabalho como fator desencadeador do uso de substâncias psicoativas pelos trabalhadores de enfermagem

Elizabeth Rose Costa MartinsI;Regina Célia Gollner ZeitouneII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 639 - 644

Resumo Download

O estudo teve como objeto o uso de substâncias psicoativas pelos trabalhadores de enfermagem e sua relação com o trabalho. O objetivo foi analisar as condições de trabalho como fator desencadeador do uso de drogas pelo trabalhador de enfermagem. O referencial teórico estruturou-se a partir do conceito de drogas e modelos explicativos da drogodependência, apoiados nas concepções de Dejours (1999) e Laurell & Noriega (1989). Estudo descritivo de abordagem qualitativa com 40 sujeitos trabalhadores de enfermagem de clínica médica de um hospital universitário no Município do Rio de Janeiro, realizado em 2005 e 2006. Como instrumento de coleta de dados utilizou-se a entrevista semi-estruturada. Os resultados mostraram que a utilização de substâncias psicoativas pelos profissionais no local de trabalho pode estar relacionada com as condições de sobrecarga de trabalho e com a facilidade de acesso e que tais substâncias comprometem a sua saúde e o desenvolvimento de suas atividades laborais.

Palavras-chave: Enfermagem. Abuso de Substâncias Psicoativas. Saúde do Trabalhador. Nursing. Substance-Related Disorders. Occupational Health

 

As contribuições do II Congresso Médico Latino-Americano para a enfermagem no Brasil

Fernanda Teles MoraisI;Wellington Mendonça de AmorimII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 56 - 65

Resumo Download

Estudo sobre as recomendações do II Congresso Médico Latino-Americano, em 1904, para a organização da Enfermagem no Brasil.
OBJETIVOS: Caracterizar os médicos brasileiros que participaram do II Congresso Médico Latino-Americano e analisar as recomendações deste Congresso para a Enfermagem. Trata-se de um estudo histórico-social, embasado na análise documental.
RESULTADOS: A participação de médicos brasileiros neste evento foi grande. Em meio às discussões de ordem sanitária, figurou a questão da criação de escolas de enfermeiras, apresentada pelo médico Moisés Amaral. Diante das evidências da eficácia de se ter uma enfermeira instruída em escolas próprias, e de acordo com os preceitos da medicina moderna, foi aprovada a proposta para a criação de escolas de enfermagem. Apesar da posição estratégica que os representantes brasileiros nesse Congresso ocupavam no país, não encontramos evidências do empenho deles em trabalhar efetivamente para a criação de escolas de enfermeiras como uma estratégia para enfrentar os problemas sanitários.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Saúde Pública. Política de Saúde

 

As correntes teóricas e práticas das dimensões do cuidar na infância: abordagem introdutória ao tema

Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 75 - 78

Resumo Download

Artigo de reflexão sobre as dimensões teóricas e práticas do cuidar na enfermagem, cujo fio condutor centra-se na abordagem humanista do cuidado. A ênfase no cuidado como filosofia de vida implica no cuidar de si e do outro, permeado por valores éticos, principalmente no que tange ao respeito mútuo entre os sujeitos envolvidos no cuidado. A complexidade do cuidado se expressa no conteúdo intelectual que a sua prática requer, no domínio das técnicas e tecnologias próprias do cuidar e, ainda, no fato de ser praticado interpessoalmente, no lidar com o outro. O caráter expressivo do cuidado o torna humano, valorizando a presença dos sujeitos envolvidos na ação - enfermeira e cliente.

Palavras-chave: Cuidado de enfermagem. Cuidado Humano. Cuidado - conceito e teoria.

 

As demandas de cuidado das crianças com Diabetes Mellitus tipo 1

Aline Cristiane Cavicchioli Okido, Aline de Almeida, Mahyra Medeiros Vieira, Eliane Tatsch Neves, Débora Falleiros de Mello, Regina Aparecida Garcia Lima

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

As dimensões do cuidar e do pesquisar em saúde da criança e adolescente somando esforços

Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 11 - 14

Resumo Download

Trata-se de discurso proferido na sessão de abertura do 2º Seminário de Saúde da Criança e Adolescente e 1º Encontro de Grupos de Pesquisa dessa área, que tem por objetivo dar as boas vindas aos participantes do evento e apresentar as dimensões do cuidar e do pesquisar como desafios a produção do conhecimento em enfermagem em saúde da criança e adolescente. A necessidade de formação de grupos de pesquisa interinstitucionais e a divulgação do conhecimento gerado pelos distintos grupos institucionais mobilizaram dez instituições assistenciais e de ensino a promover ambas as reuniões científicas.

Palavras-chave: Enfermagem. Pesquisa. Saúde da criança. Evento.

 

As dimensões do cuidar em enfermagem: concepções teórico-filosóficas

Eloita Pereira Neves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 92 - 79

Resumo Download

Trata-se de uma revisão acerca de concepções sobre o cuidar a partir de publicações de enfermeiras americanas e brasileiras. Partindo de uma contextualização histórica, a autora registra, desde os primeiros passos dados por Leininger na década de 50, pessoas e fatos associados a consolidação do movimento internacional sobre o cuidar na enfermagem. A seguir, apresenta as concepções segundo as perspectivas cultural, organizacional, estética, existencialista e consciencial. Conclui afirmando que cuidar é um processo que visa promover o conforto.

Palavras-chave: Cuidado de Enfermagem. Teorias de Enfermagem.

 

As enfermeiras na força expedicionária brasileira: a criação de um habitus militar na 2ª Guerra Mundial

Margarida Maria Rocha BernardesI; Gertrudes Teixeira LopesII; Tânia Cristina Franco SantosIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(3): 370 - 377

Download

 

As enfermeiras obstétricas frente ao uso de tecnologias não invasivas de cuidado como estratégias na desmedicalização do parto

Jane Márcia ProgiantiI; Octavio Muniz da Costa VargensII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 194 - 197

Download

 

As facetas do convívio com o HIV: formas de relações sociais e representações sociais da AIDS para pessoas soropositivas hospitalizadas

Antonio Marcos Tosoli Gomes; Denize Cristina de Oliveira; Érick Igor dos Santos; Caren Camargo do Espírito Santo; Bruno Rafael Gomes Valois; Ana Paula Munhen de Pontes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 111 - 120

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi analisar as formas de relacionamentos sociais estabelecidos por pessoas hospitalizadas que vivem com HIV a partir das representações sociais que possuem acerca da AIDS. Utilizou-se a abordagem qualitativa, descritiva, baseada na Teoria das Representações Sociais. O cenário foi um hospital universitário situado no município do Rio de Janeiro. Participaram 13 sujeitos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas em profundidade e analisados a partir da análise lexical utilizandose o software Alceste 4.7. O bloco temático analisado abarca as classes 2, 4 e 5. São evidenciadas formas de relação mantidas no contexto da exposição ao vírus, no contexto de cuidado prestado pela equipe de enfermagem, e, por fim, no contexto de enfrentamento da AIDS no relacionamento consigo e com o mundo. Conclui-se que os sujeitos do estudo parecem esquematizar suas multifacetárias relações interpessoais a partir de uma organização psicossociológica do HIV/AIDS.

Palavras-chave: Síndrome de imunodeficiência adquirida. Cuidados de enfermagem. Doenças sexualmente transmissíveis

 

As implicações de ser um doutorando em enfermagem no contexto da internacionalização do conhecimento

Rafael Celestino da Silva1; Maria Corina Amaral Viana2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 207 - 210

Download

 

As interfaces do cuidado pelo olhar da complexidade: um estudo com um grupo de pós-graduandos de enfermagem

Alacoque Lorenzini Erdmann; Keyla Cristiane do Nascimento; Gabriela Marcelino; Juliana Aparecida Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 411 - 420

Resumo Download

O cuidado é um processo interativo, dinâmico, solidário, técnico-científico, criativo, e caracteriza o trabalho da Enfermagem. Objetivou-se identificar o conceito de cuidado, os espaços onde o mesmo acontece, quem o pratica e quais as suas dimensões visualizadas por pós-graduandos em enfermagem de uma universidade federal. Trata-se de um estudo qualitativo, exploratório-descritivo. A coleta de dados foi realizada em outubro e novembro de 2004, mediante entrevista com 15 discentes de pós-graduação em enfermagem. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo temática, interpretados ao olhar do referencial da complexidade. Os resultados mostram os tipos de cuidado, espaços de cuidado, seres humanos envolvidos no cuidado e as dimensões de cuidado visualizadas pelos sujeitos do estudo. Estes resultados apontam para um cuidar ora mais criativo, com responsabilidade e mais autonomia, e ora mais caritativo e solidário. A complexidade do cuidado é evidenciada nas relações, interações e associações dos seres humanos, nos diversos espaços sociais.

Palavras-chave: Cuidado de Enfermagem. Formação de Conceito. Estudantes de Enfermagem

 

As novas práticas em saúde mental e o trabalho no serviço residencial terapêutico

Danielle Souza Silva; Dulcian Medeiros de Azevedo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 603 - 609

Resumo Download

Objetivou-se investigar a percepção de cuidadores sobre o trabalho desenvolvido no Serviço Residencial Terapêutico (SRT) de Caicó-RN. Pesquisa descritiva e qualitativa, realizada em 2009 com seis profissionais de enfermagem atuantes como cuidadores, por meio de entrevista semiestruturada. Emergiram duas categorias: O trabalho realizado no SRT e os resultados alcançados; Dificuldades e desafios encontrados na dinâmica do SRT. O SRT foi implantado com o intuito de (re)socializar os moradores na vida em comunidade, de aumentar a autonomia e a capacidade de interação social. A morada e o seu cotidiano possibilitam aos usuários mudanças no seu estilo e qualidade de vida, apesar de apresentar problemas graves como a precariedade da estrutura física, recursos materiais e humanos insuficientes. O trabalho dos cuidadores parte da incorporação unânime do enfoque psicossocial, mas ainda precisa melhorar no sentido de enfatizar a atuação dos moradores enquanto sujeitos ativos.

Palavras-chave: Atenção à Saúde. Equipe de Enfermagem. Moradias Assistidas. Saúde Mental. Serviços de Saúde Mental

 

As pesquisas de enfermagem sobre a saúde da criança - um enfoque positivista na prática cotidiana

Maria Aparecida de Luca Nascimento

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 93 - 100

Resumo Download

Estudo descritivo que tem por objetivo apresentar os resultados de pesquisas sobre saúde da criança baseadas no positivismo. Tendo em vista a aderência dos estudos de enfermagem a essa corrente filosófica, a autora tece comentários sobre o termo cartesiano, comumente utilizado de forma pejorativa quando da adoção da corrente em apreço. Procura-se ainda, estimular o pensamento de que os objetos oriundos da prática cotidiana, e que são estudados sob esta ótica, só são percebidos pelo pesquisador a partir da sua sensibilidade, contrapondo a visão fria e racional comumente creditada ao positivismo. São apresentados estudos advindos da prática cotidiana do cuidado de enfermagem a criança que foram realizados a partir da corrente filosófica do positivismo, a relação causa e efeito das ciências que nele incidem tem como ponto central a resolutividade dos seus resultados. Concluiu-se que somente através de pesquisas pode-se provar não só, que o cuidado de enfermagem é cientifico, como também que as ações fazem a diferença, determinando o lugar do enfermeiro na sociedade, em prol da manutenção da dignidade da criança que é alvo do cuidado e da credibilidade, segurança e respeito àqueles que dela cuidam.

Palavras-chave: Cuidado de enfermagem. Saúde da criança. Positivismo.

 

As práticas do Cuidado Centrado na Família na perspectiva do enfermeiro da Unidade Neonatal

Allana Reis Corrêa, Ana Cláudia de Andrade, Bruna Figueiredo Manzo, Débora Lara Couto, Elysângela Dittz Duarte

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 629 - 634

Download

 

As práticas lúdicas no cotidiano do cuidar em enfermagem pediátrica

Tábatta Renata Pereira de Brito; Zélia Marilda Rodrigues Resck; Denis da Silva Moreira; Soraia Matilde Marques

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 802 - 808

Resumo Download

Ainda que a ludicoterapia tenha valor terapêutico na hospitalização e necessite ser incorporada no processo de cuidar em Enfermagem Pediátrica, sua utilização não é efetiva nas instituições brasileiras. Sendo assim, objetiva-se apreender dos acadêmicos de Enfermagem o fazer práticas lúdicas com crianças hospitalizadas durante a formação profissional. Metodologicamente, adotou-se a abordagem qualitativa fenomenológica, considerando 16 acadêmicos do oitavo período do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Alfenas, após Consentimento Livre e Esclarecido. Utilizou-se entrevista aberta com a questão norteadora: Como são as atividades lúdicas no cotidiano de trabalho em Unidade Pediátrica? Os resultados são evidenciados pelas categorias motivação/gratificação, falta de empenho e iniciativa, e impotência. Por conseguinte, considerou-se que a inserção do lúdico em pediatria se processa gradativamente, e que o fazer práticas lúdicas implica rever a formação acadêmica, tornando a articulação ensino/pesquisa/extensão forte e coerente, para que os conteúdos enfatizem a humanização e integralização da assistência.

Palavras-chave: Pediatria. Hospitalização. Cuidados de Enfermagem

 

As práticas populares de cura utilizadas por rezadores no povoado Brejinho, município de Luiz Correia - PI

Lis Cardoso Marinho MedeirosI; Gláucia Antonia Viana de AzevedoII; Fábio Mota MachadoIII; Simone Ramos de SousaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 112 - 117

Resumo Download

O estudo analisou as práticas populares de cura utilizadas por rezadores. Objetivou-se, com o trabalho, analisar as práticas populares por rezadores procurando a associação da prática com a assistência à saúde da população. Foi uma pesquisa qualitativa do tipo descritiva. Os dados foram obtidos utilizando entrevista gravada. Foram realizadas oito entrevistas. Identificaram-se as categorias: herança cultural, clientela e forma de pagamento. Conclui-se que as comunidades buscam seu próprio meio de resolver questões sobre saúde-doença, e que a parceria dos rezadores e profissionais de saúde poderia melhorar a qualidade de vida da população intermediando saberes.

Palavras-chave: Saúde. Cura pela Fé. Educação em Saúde

 

As questões macrossociais das drogas e o saberes dos estudantes de enfermagem

Bárbara Rodrigues Carvalho Cordeiro I; Helen Balthazar de Lima II ; Luana dos Santos Vasconcellos Lima III; Bruna Kelly de Jesus Lemos IV; Tiago Ribeiro Lemos V; Gertrudes Teixeira Lopes VI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 323 - 328

Resumo Download

O objeto são as associações feitas entre o fenômeno das drogas e as questões macrossociais e profissionais na formação do estudante de graduação.
OBJETIVOS: descrever as associações feitas entre o fenômeno das drogas e as políticas de saúde internacionais, nacionais e locais e analisar a percepção dos estudantes sobre a atuação e o interesse em relação às drogas. Pesquisa quantitativa, apresenta resultados parciais de 16 faculdades de Enfermagem do Rio de Janeiro; a amostra é de 181 graduandos. Utilizou-se um questionário com escalas sobre este conhecimento, agregando três opções (concordo, indiferente e discordo). Os dados foram analisados com auxílio dos programas Epi-Info e Excell e apresentados em tabelas. Os resultados demonstraram que as políticas e programas nacionais e locais sobre o fenômeno das drogas foram abordados na graduação segundo a maioria dos estudantes, bem como tratar-se de um tema de interesse para a atuação do enfermeiro. Entretanto, em relação à abordagem das questões internacionais, houve uma distribuição semelhante entre as alternativas propostas.

Palavras-chave: Enfermagem. Estudantes de Enfermagem. Drogas ilícitas. Bebidas Alcoólicas. Conhecimento

 

As relações familiares e o nível de sobrecarga do cuidador famliar

Maria Fernanda Manoel1; Elen Ferraz Teston2; Maria Angélica Pagliarini Waidman3; Maria das Neves Decesaro4; Sonia Silva Marcon5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 346 - 353

Resumo Download

Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com o objetivo de conhecer o significado de ser cuidador e a relação com o nível de sobrecarga em cuidadores familiares de doentes crônicos. Os dados foram coletados em julho de 2011 por meio de entrevista semiestruturada e aplicação da Escala de Sobrecarga de Zarit. Os informantes foram 10 cuidadores de usuários de um Programa de Acompanhamento Domiciliar da cidade de Londrina-Paraná. O escore médio obtido com a aplicação da escala foi de 54,6 pontos, o que indica sobrecarga moderada. Da análise das falas emergiram quatro categorias, as quais permitem identificar que o significado de ser cuidador está relacionado com o tipo de relação familiar construída ao longo da vida e com o grau de sobrecarga que experimentam. Conclui-se a necessidade de se reconhecer que os cuidadores familiares precisam de orientações e, acima de tudo, de cuidados, com vistas a minimizar o estresse experienciado.

Palavras-chave: Família. Enfermagem. Doença crônica. Cuidadores.

 

As repercussões do século XX: desafios da enfermagem da nova era

Isabel Cristina dos Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 9 - 14

Download

 

As tecnologias de cuidado de enfermagem obstétrica fundamentas pela teoria ambientalista de Florence Nightingale

Priscila de Oliveira MacedoI; Jane Baptista QuiteteII; Eneida Coimbra LimaIII; Iraci dos SantosIV; Octávio Muniz da Costa VargensV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 341 - 347

Resumo Download

Estudo reflexivo que teve como objetivo discutir o conceito Tecnologia de Cuidado de Enfermagem aplicada à saúde da mulher à luz da Teoria Ambientalista de Florence Nightingale. O estudo permitiu identificar e discutir os seguintes aspectos: o ambiente e o parto, o acompanhante durante o trabalho de parto e parto, a privacidade, o cuidado de enfermagem à mulher durante as modificações fisiológicas, a mulher como protagonista do trabalho de parto e parto, a presença atenciosa da enfermeira no ambiente da mulher, o respeito à individualidade, o ambiente acolhedor, sons e iluminação, a dieta líquida durante o trabalho de parto e parto, a deambulação e movimentação livre durante o trabalho de parto e parto, higiene e conforto, a intersubjetividade na relação enfermeira-usuária e o resgate do saber feminino popular. Concluiu-se que é possível a apropriação dos conceitos da Teoria Ambientalista para fundamentar as Tecnologias de Cuidado aplicadas no cotidiano da Enfermagem Obstétrica.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Tecnologia. Teoria de Enfermagem

 

As vertentes do cuidado de enfermagem: o técnico e o expressivo na assistência hospitalar

Patrícia Wane MendesI; Erika de Souza CastroI; Márcia de Assunção FerreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 239 - 246

Download

 

Aspectos da formação Profissional na escola de enfermagem Alfredo Pinto (1943-1949)

Marina do Nascimento Bessa; Wellington Mendonça de Amorim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 64 - 74

Resumo Download

O objeto deste estudo é o acesso ao curso e as adaptações curriculares durante a reorganização do ensino profissional de enfermeiros e enfermeiras na Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP), na primeira metade da gestão de Maria de Castro Pamphiro (1943- 1949).
OBJETIVOS: Identificar as formas e modos de acesso ao curso de enfermeiras e enfermeiros da Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, no período de 1943 a 1949; e analisar o currículo nessa escola e suas adaptações frente às exigências de ensino teórico e prático na formação do enfermeiro, nesse período. Estudo histórico-social realizado de 2003 a 2005 e baseado em análise de documentos escritos do Arquivo Setorial da EEAP / UNIRIO e da literatura existente sobre o tema. Os resultados evidenciaram que a Diretora utilizou estratégias que foram além das exigidas pelo regulamento de 1942, para garantir o acesso ao curso de enfermagem e elevar a qualidade de ensino da EEAP aproximando seu currículo daquele que seria exigido pela Lei 775/49.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Educação. Escola de Enfermagem

 

Aspectos epidemiológicos da aids em Florianópolis/SC, Brasil

Janelice de Azevedo Neves Bastiani1; Maria Itayra Coelho de Souza Padilha2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 569 - 575

Resumo Download

O estudo teve como objetivo descrever os aspectos epidemiológicos das pessoas com 13 anos e mais, com AIDS, residentes em Florianópolis/SC entre 1986 e 2006. Estudo descritivo, transversal, com coleta das variáveis: ano de diagnóstico, sexo, idade, categoria de exposição, escolaridade, cor da pele e Regional de Saúde de residência, no Sistema Nacional de Agravos de Notificação e Sistema de Informação sobre Mortalidade. Constata-se a magnitude da AIDS em homens, com ensino fundamental, de cor da pele branca, idade entre 20 e 49 anos e heterossexuais. Observou-se a vulnerabilidade feminina na redução da razão entre os sexos masculino/feminino no período avaliado. Apresentam-se a base social e a especificidade dos doentes de AIDS em Florianópolis/SC, e sugerem-se investimentos no diagnóstico territorial na Estratégia de Saúde da Família e acompanhamento dos sistemas de informação pelas Regionais de Saúde, para avaliar a eficiência e a efetividade das estratégias de prevenção à AIDS em Florianópolis/SC.

Palavras-chave: Síndrome de imunodeficiência adquirida. Epidemiologia descritiva. Morbidade.

 

Aspectos sociodemográficos e reprodutivos do abortamento induzido de mulheres internadas em uma maternidade do Município da Serra, ES

Priscilla Rocha Araujo NaderI; Cristina Ribeiro MacedoII; Angélica Espinosa MirandaIII; Ethel Leonor Nóia MacielIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 699 - 705

Resumo Download

OBJETIVO: Comparar aspectos sociodemográficos e reprodutivos entre mulheres que induziram a interrupção da gestação e mulheres que levaram a gestação a termo, admitidas em uma maternidade pública.
MÉTODOS: Estudo caso-controle onde foram incluídas 21 mulheres que realizaram abortamento induzido e 83 que tiveram gestação a termo, no período de agosto de 2005 a janeiro de 2006.
RESULTADOS: Não houve diferença significativa na comparação entre as freqüências dos grupos em relação à idade, cor da pele, anos de estudo, religião, renda mensal, idade da menarca, idade da coitarca, idade da primeira gestação, número de gestações, intervalo entre a última e a penúltima gestação e o número de filhos vivos. O estado conjugal casada/em união estável [OR=0,241 (IC95% 0,061 0,951)] e desejo pela gravidez [OR=0,168 (IC95% 0,042 0,669)] mostraram-se associados à ocorrência de abortamento induzido como fatores de proteção. Conclusão: Para atenuar o problema do abortamento inseguro, deve-se investir na promoção da saúde reprodutiva incentivando o acesso à educação sexual e ao planejamento familiar.

Palavras-chave: Abortamento. Planejamento Familiar. Saúde. Saúde materno-infantil

 

Aspiração endotraqueal por sistema aberto: práticas de profissionais de enfermagem em terapia intensiva

Oleci Pereira Frota; Marisa Dias Rolan Loureiro; Adriano Menis Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 296 - 302

Download

 

Assistência à criança com disfunção neuromotora na abordagem da rede social: um estudo de caso

Renata Dourado da SilveiraI; Maria Catarina Salvador MottaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 91 - 98

Resumo Download

O estudo de caso teve como propósito descrever a situação de saúde de uma criança com disfunção neuromotora e sua rede social, com aprofundamento no contexto socioeconômico. Os objetivos foram: identificar o cuidador da criança; construir o mapa da rede social da criança; discutir a importância do cuidador e contexto familiar no desenvolvimento da criança com disfunção neuromotora. Os dados foram coletados no prontuário na consulta de enfermagem; na abordagem da mãe durante a fisioterapia; na visita à casa da avó materna; na observação sistemática da criança, e mantiveram-se contatos pelo telefone. Os resultados mostraram que a menina está envolvida com diferentes pessoas e tem variados vínculos. Conclui-se que, apesar de a rede social ser ampla e densa, seus vínculos são fragilizados, o que torna a relação íntima e direta da menina restrita a poucas pessoas, como mãe, irmão e avó materna.

Palavras-chave: Reabilitação. Enfermagem. Paralisia Cerebral

 

Assistência à saúde prestada pelo SUS: a experiência de estudantes estrangeiros

Mayara Lima Barbosa, Suely Deysny de Matos Celino, Anne Gomes Carneiro, Gabriela Maria Cavalcanti Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Assistência ao HIV/aids: análise da integração de ações e serviços de saúde

Gabriela Tavares Magnabosco; Lívia Maria Lopes; Rubia Laine de Paula Andrade; Maria Eugênia Firmino Brunello; Aline Aparecida Monroe; Tereza Cristina Scatena Villa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(4): -

Download

 

Assistência de enfermagem a paciente com fibrilação atrial

Lutgarde Magda Suzanne Vanheusden; Deyse Conceição Santoro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 47 - 53

Resumo Download

Este estudo tem por objetivo apresentar uma revisão atualizada sobre as questões que envolvem a assistência à paciente que desenvolve fibrilação atrial. Essa revisão discute a condição complexa dessa taquiarritmia que influencia a mortalidade, morbidade, abordando o seu elevado custo para o sistema de saúde. A assistência e o importante papel da educação para a enfermagem nessa área estão sendo discutidos. Como a prevalência da fibrilação atrial aumenta com a idade e o Brasil tem uma população idosa cada vez mais crescente, a enfermagem enfrenta atualmente o desafio para cuidar dessa população que apresenta necessidades variadas.

Palavras-chave: Enfermagem. Fibrilação atrial. Arritmia

 

Assistência de enfermagem às famílias de indivíduos que tentaram suicídio

Aline Aparecida Buriola; Ivonete Arnauts; Maria das Neves Decesaro; Magda Lúcia Félix de Oliveira; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 710 - 716

Resumo Download

Estudo qualitativo que objetivou conhecer a assistência de enfermagem oferecida aos familiares de indivíduos que tentaram suicídio, durante o atendimento inicial da ocorrência. Os dados foram coletados, em maio e junho de 2008, de 21 enfermeiros atuantes em Unidades de Atenção às Urgências, de três cidades do Sul do Brasil, por meio de entrevista semiestruturada. Na análise emergiram duas categorias: "A prática profissional e o cuidado à família do indivíduo que tentou suicídio" e "Emergindo as emoções no viver profissional", as quais revelam que as famílias normalmente são procuradas para informações sobre o caso, mas raramente constituem foco da assistência. Os profissionais mostram-se descontentes com esta situação, contudo percebem-se limitados, embora acreditem que maior atenção instituiria medidas eficazes para um cuidado humanizado. Estes resultados podem subsidiar a atuação dos enfermeiros com vistas a uma assistência que considere a pessoa e a família de forma holística.

Palavras-chave: Suicídio. Assistência de enfermagem. Família

 

Assistência de Enfermagem na opinião das mulheres com pré-eclâmpsia

Karla Joelma Bezerra CunhaI; Juliana Odorico de OliveiraII; Inez Sampaio NeryIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 254 - 260

Resumo Download

Estudo qualitativo cujo objeto é a assistência de enfermagem na ótica das mulheres com pré-eclâmpsia. Os objetivos foram descrever os motivos da hospitalização e suas expectativas; e discutir a assistência de enfermagem recebida em uma maternidade pública de Teresina - PI. A metodologia utilizada foi um formulário semi-estruturado cuja coleta dos dados foi realizada através da entrevista. Os resultados foram apresentados em categorias evidenciando como motivos mais comuns que levaram às 12 mulheres a internação: edema e cefaléia. A assistência de enfermagem prestada limitou-se à verificação da pressão arterial e administração de medicamentos. Quanto à satisfação referiram-se a realização dos procedimentos técnicos e a insatisfação destacou-se pela falta de atenção, apoio e diálogo. O relacionamento equipe de enfermagem-paciente foi considerado frio, impessoal e descompromissado. No entanto, há expectativas de maior humanização na equipe e o estabelecimento de ações confiáveis e motivacionais. Conclui-se que a assistência de enfermagem deva ser mais humana no atendimento às necessidades físicas, sociais e psicoemocionais dos clientes

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Pré-eclâmpsia

 

Assistência de enfermagem na prevenção do diabetes mellitus tipo 2: uma questão da atualidade

Rosa Maria F. VilarinhoI; Marcia Tereza Luz LisboaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 103 - 107

Download

 

Assistência em Enfermagem e Jean Watson: Uma reflexão sobre a empatia

Roberta Maria Savieto, Eliseth Ribeiro Leão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 198 - 202

Download

 

Assistência Integral a Saúde do Homem: necessidades, obstáculos e estratégias de enfrentamento

Joseane da Rocha Dantas Cavalcanti, Jocelly de Araújo Ferreira, Amanda Haissa Barros Henriques, Gilvânia Smith da Nóbrega Morais, Janaína Von Sohsten Trigueiro, Isolda Maria Barros Torquato

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 628 - 634

Download

 

Assistência pré-natal da casa de parto do Rio de Janeiro: a visão de suas usuárias

Sabrina Lins SeibertI; Maysa Luduvice GomesII; Octavio Muniz da Costa VargensIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 758 - 764

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa quantitativa que teve como objetivo analisar a assistência pré-natal oferecida pela Casa de Parto David Capistrano Filho (RJ) sob a ótica de suas usuárias e baseou-se no conceito de Humanização do Parto e Nascimento. Para tanto, foram convidadas a responder o questionário todas as puérperas que tiveram seus partos entre os meses de maio e setembro de 2005. Os resultados obtidos nos informam que esta maneira diferenciada de assistência vem sendo bem aceita pela população assistida, além de oferecer os serviços e cuidados preconizados pelo Ministério da Saúde, seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde de atenção segura e efetiva à gestação e parto de baixo risco.

Palavras-chave: Cuidado pré-natal. Humanização da Assistência. Serviços de Saúde da Mulher. Saúde da Mulher

 

Assistência pré-natal no Programa Saúde da Família

Sebastião Junior Henrique Duarte; Sônia Maria Oliveira de Andrade

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 121 - 125

Resumo Download

Estudo realizado sobre a assistência pré-natal através do Programa Saúde da Família, com objetivo de descrever as ações do Enfermeiro na atenção ao pré-natal. Realizou-se revisão de literatura quanto às dimensões da assistência de enfermagem inseridas na saúde da mulher. Os resultados encontrados apontam para a multidimensionalidade da atuação do enfermeiro, destacando-se, além da atuação técnica, a interação promovida por ele entre as gestantes e demais membros da equipe e o acolhimento propiciador do estabelecimento de vínculo de confiança e credibilidade por parte das gestantes e conseqüente adesão ao pré-natal.

Palavras-chave: Saúde da Família. Saúde da Mulher. Cuidados integrais de saúde. Enfermagem em saúde comunitária. Cuidado pré-natal

 

Assistência pré-natal: competências essenciais desempenhadas por enfermeiros

Margarida de Aquino CunhaI; Marli Villela MamedeII; Leila Maria Geromel DottoIII; Fabiana Villela MamedeIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 145 - 153

Resumo Download

Pesquisa com objetivo de analisar as competências essenciais desenvolvidas, na prática, pelos enfermeiros que atuam na atenção ao pré-natal. Trata-se de estudo descritivo com abordagem quantitativa, realizado em 16 unidades da rede básica de saúde do município de Rio Branco-AC. A coleta de dados foi realizada por meio de observação sistemática e não participante. Dos enfermeiros que realizam a consulta pré-natal, apenas dois (11,76%) cursaram especialização em obstetrícia. Constatamos que a grande maioria das competências essenciais esperadas na assistência pré-natal foi desenvolvida; entretanto, algumas foram realizadas com baixa frequência, ou seja, não foram realizadas em todas as consultas. Os resultados revelaram que, apesar do bom desempenho dos enfermeiros, é pertinente avaliar a necessidade de esclarecimentos sobre a importância da incorporação de protocolos assistenciais para a melhoria da qualidade dos serviços, a fim de alcançar um nível ótimo de competência na atenção pré-natal.

Palavras-chave: Cuidado Pré-natal. Enfermagem Obstétrica. Saúde da Mulher. Competência Profissional

 

Associação entre a analgesia epidural e o trauma perineal no parto vaginal

Juliana Cristina dos Santos MonteiroI; Ana Carolina Rodarti Pitangui II; Ligia de SousaIII; Ana Carolina Sartorato BelezaIV; Ana Márcia Spanó NakanoV; Flávia Azevedo GomesVI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 140 - 144

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre a analgesia epidural e a laceração perineal em mulheres submetidas ao parto vaginal. Foi realizado um estudo descritivo e transversal, para o qual foram pesquisados 109 prontuários de mulheres assistidas durante o processo de parturição, em uma maternidade em Ribeirão Preto. Os dados foram coletados nos meses de março e abril de 2003. Para analisar a correlação entre as variáveis foi aplicado o teste qui-quadrado. Foi realizado parto normal em 91,7% (100) das parturientes e fórceps em 8,2% (9). Na análise dos dados, 74,3% da amostra receberam analgesia epidural; destas, 26,5% tiveram algum grau de laceração perineal e 9,1%, períneo íntegro, não sendo possível verificar a associação entre as variáveis mencionadas. Não foi verificada, neste estudo, significância estatística para afirmar que as condições do períneo após o parto vaginal e a utilização da analgesia epidural estão associadas (valor x²4GL= 3,1).

Palavras-chave: Parto Normal. Analgesia Epidural. Períneo. Saúde da Mulher

 

Associação entre tecnologias não invasivas de cuidado no parto e vitalidade do recém-nascido: estudo transversal

Octavio Muniz da Costa Vargens; Carlos Sérgio Corrêa dos Reis; Juliana Amaral Prata; Avany Maura Gonçalves de Oliveira; Jane Márcia Progianti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(4): -

Download

 

Associação entre turnos de trabalho, níveis de cortisol salivar, estresse e fadiga em enfermeiros: revisão integrativa

Dnieber Chagas de Assis; Deisy Vivian de Resende; Maria Helena Palucci Marziale

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Atenção à criança desnutrida na comunidade

Maria Helena do Nascimento Souza1; Maria Catarina Salvador da Motta2; Gisela Maria Bernardes Solymos3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 125 - 130

Resumo Download

A desnutrição infantil é considerada um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil, sendo resultante de diversos fatores inter-relacionados. Entre tais fatores causais encontram-se: pobreza, desemprego, baixa escolaridade, precárias condições de moradia, acesso inadequado aos sistemas de saúde, rede social frágil, experiências adversas da mãe, dificuldade de acesso a alimentos e medicamentos, hábitos alimentares inadequados, doenças associadas, a carência de micronutrientes, entre outros. O presente Curso tem por objetivo oferecer uma visão dos problemas e das soluções encontradas no combate à desnutrição infantil na comunidade. Serão abordados os seguintes temas: o método para a intervenção na comunidade, diagnóstico e avaliação da desnutrição, visita domiciliar, educação para a saúde e alimentação. Considera-se de grande relevância a capacitação de enfermeiros para atuarem em ações de vigilância à saúde na comunidade, pois estas contribuem para melhoria das condições de vida nestes ambientes e conseqüentemente para a redução da desnutrição e mortalidade infantil.

Palavras-chave: Desnutrição infantil. Enfermagem comunitária. Saúde da criança.

 

Atenção à dependência química na Universidade Federal do Espírito Santo: possibilidades da extensão universitária

Thiago Rodrigues de AmorimI; Welington Serra LazariniII; Marluce Miguel de SiqueiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 717 - 721

Resumo Download

Objetiva-se neste trabalho descrever dois programas permanentes de extensão da Universidade Federal do Espírito Santo que atuam com base nos princípios de ensino, pesquisa, assistência e extensão, direcionados à temática das drogas: o Núcleo de Estudos sobre o Álcool e outras Drogas e o Programa de Atendimento ao Alcoolista do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes. Tais estratégias constituem referências no Estado do Espírito Santo, promovendo a produção e divulgação de conhecimentos, a realização de pesquisas, a cooperação técnica e assessoria no campo da dependência química, a colaboração na organização de práticas de saúde que atendam às necessidades da população e a assistência ambulatorial para o tratamento do alcoolismo. Inicialmente descrevem-se o Programa de Atendimento ao Alcoolista e sua atuação interdisciplinar no atendimento a pacientes alcoolistas. Em seguida, são apresentadas a origem, a organização e as competências do Núcleo de Estudos sobre o Álcool e outras Drogas.

Palavras-chave: Alcoolismo. Tabagismo. Drogas ilícitas. Educação em saúde. Relações Comunidade-Instituição

 

Atenção à pessoa com HIV em unidade básica: concepção acerca da assistência dos profissionais de saúde

Thaís Araujo NeryI; Florence Romijn TocantinsII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 88 - 94

Download

 

Atenção básica à saúde de apenados no sistema penitenciário: subsídios para a atuação da enfermagem

Mayara Lima Barbosa, Suely Deysny de Matos Celino, Lannuzya Veríssimo e Oliveira, Dixis Figueroa Pedraza, Gabriela Maria Cavalcanti Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 586 - 592

Download

 

Atenção básica à saúde masculina: possibilidades e limites no atendimento noturno

Sharllene Vanessa Lima Cordeiro, Wilma Dias de Fontes, Renata Lívia Silva Fonsêca, Talita Maia Barboza, Camila Abrantes Cordeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 644 - 649

Download

 

Atenção domiciliar na estruturação da rede de atenção à saúde: trilhando os caminhos da integralidade

Maria José Menezes Brito; Angélica Mônica Andrade; Beatriz Santana Caçador; Letícia Fernanda de Cota Freitas; Claudia Maria de Mattos Penna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 603 - 610

Download

 

Atenção paliativa oncológica em unidade de terapia intensiva: um estudo da produção científica da enfermagem

Ana Carolina Abeid Mendonça1; Marléa Chagas Moreira2; Vilma de Carvalho3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 817 - 823

Resumo Download

O estudo teve como objetivo analisar a produção científica da enfermagem na atenção paliativa oncológica em unidades de terapia intensiva. Pesquisa exploratória, descritiva, retrospectiva e bibliográfica de 23 artigos produzidos de 2000 a 2010. O referencial teóricometodológico foi a Metodologia de Categorização Epistemológica para a Pesquisa na Enfermagem com ênfase na constituição do tema ou problema da pesquisa. Os resultados indicam que o conhecimento produzido concentra-se no âmbito internacional, setorizado predominantemente na unidade de terapia intensiva adulto. A análise dos temas focalizados indica a apreensão do fenômeno na esfera subjetiva, na ótica dos enfermeiros como sujeitos/consciência do conhecimento para apreensão de situações de enfermagem relacionadas às estratégias e obstáculos à implantação da atenção paliativa oncológica nesse cenário, além das contribuições da atenção paliativa oncológica para clientes e familiares. As repercussões demonstradas nos aspectos epistemológicos destacados possibilitam afirmar que a assistência de enfermagem a pessoas com câncer avançado sem possibilidades de cura na Unidade de Terapia Intensiva é permeada por desafios que requerem investigações para subsidiar critérios e estratégias para atuação da equipe de enfermagem para essa clientela.

Palavras-chave: Enfermagem oncológica. Cuidados paliativos. Unidades de terapia intensiva. Pesquisa em enfermagem.

 

Atendimento a mulheres em situação de violência sexual: revisão integrativa da literatura

Daiane Trentin; Mara Ambrosina de Oliveira Vargas; Monica Motta Lino; Sandra Maria Cezar Leal; Micheli Leal Ferreira; Isabela Saioron

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(4): -

Download

 

Atendimento a vítimas de violência infantojuvenil: sentimentos de profissionais de um centro de atenção psicossocial

Manoella Souza da Silva; Viviane Marten Milbrath; Vera Lucia Freitag; Ruth Irmgard Bärtschi Gabatz; Jéssica Stragliotto Bazzan; Karine Lemes Maciel

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Atendimento da população masculina em unidade básica saúde da família: motivos para a (não) procura

Katiucia Letiele Duarte Vieira1; Vera Lúcia de Oliveira Gomes2; Marta Riegert Borba3; César Francisco da Silva Costa4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 120 - 127

Resumo Download

Estudo exploratório descritivo, que objetivou conhecer os motivos que levam homens a procurar atendimento de saúde e compreender os motivos que os afastam de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) no sul do Brasil. Pela análise dos prontuários, identificaram-se 175 atendimentos a homens entre 25 e 59 anos em 2010. Problemas agudos acometeram 93 (52,2%) usuários, a dor desencadeou 42 (23,6%) dos problemas crônicos, hipertensão arterial acometeu 37 (21,4%) clientes. Com entrevistas apreenderam-se os motivos de afastamento daquela UBSF. Sentiam-se saudáveis, por isso frequentavam pouco o serviço de saúde, ficando dez anos ou mais sem procurá-lo. Além de questões de gênero, alegaram incompatibilidade de horário, medo de detectarem doença grave, número insuficiente de fichas e falta de especialistas. Para atender às peculiaridades da população masculina, é necessário que os profissionais de saúde se capacitem, problematizem a realidade de cada UBSF e, juntamente com os gestores, vislumbrem e operacionalizem estratégias inclusivas de atendimento.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde do homem. Políticas públicas de saúde. Identidade de gênero.

 

Atendimento de cliente com traumatismo em um serviço de emergência de hospital do Piauí

Ana Maria Ribeiro dos SantosI; Maria José CoelhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 369 - 378

Download

 

Atendimento domiciliar oncológico: percepção de familiares/cuidadores sobre cuidados paliativos

Maria do Bom Parto de Oliveira, Nauã Rodrigues de Souza, Magaly Bushatsky, Bruno Felipe Remígio Dâmaso, Dayse Medeiros Bezerra, José Anchieta de Brito

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Atitudes de estudantes de enfermagem mexicanos ao manipular resíduos biológicos infecciosos perigosos

Micaela Olivos RubioI; Gloria Ángeles ÁvilaII; Beatriz Arana GómezIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 479 - 484

Resumo Download

O manuseio de resíduos biológicos infecciosos é perigoso e é atualmente um problema para os estudantes de Enfermagem como membros da equipe de saúde, em razão da sua capacidade de provocar doenças. O propósito foi identificar as atitudes como fator de risco para os estudantes de Enfermagem no manuseio destes resíduos. Estudo do tipo quantiqualitativo, com enfoque descritivo, transversal e observacional. A amostra constituiu-se de 403 estudantes de 1º, 2º e 3º graus, da Faculdade de Enfermagem durante as práticas clínicas realizadas em hospitais da cidade de Toluca México. Aplicou-se a escala atitudinal, tipo Likert, ao total de estudantes, com 25 entrevistas e 12 roteiros de observação. Obteve-se como resultado que os estudantes nas práticas clínicas sofrem com a incerteza e o medo de contrair alguma doença infecto-contagiosa, por não saberem manusear estes resíduos, sentem indiferença por não acreditar que existe risco, vergonha em relação a críticas, coragem por sofrer acidentes com resíduos e arrependimento por não realizarem adequadamente a classificação.

Palavras-chave: Enfermagem. Estudantes. Infecção. Resíduos Perigosos. Atitude

 

Atitudes dos profissionais de saúde na avaliação e tratamento da dor neonatal

Marialda Moreira Christoffel, Thaíla Corrêa Castral, Mariana Firmino Daré, Liciane Langona Montanholi, Ana Leticia Monteiro Gomes, Carmen Gracinda Silvan Scochi

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Atitudes dos profissionais do Programa Saúde da Família diante do uso e abuso de drogas

Marcelle Aparecida de BarrosI; Sandra Cristina PillonII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 655 - 662

Resumo Download

O estudo teve como objetivo avaliar as atitudes em relação ao uso de drogas entre profissionais de saúde do Programa Saúde da Família (PSF) no município de Araçatuba SP. Trata-se de um estudo transversal. A amostra foi composta por 286 (85,4%) profissionais de 35 equipes de PSF. As atitudes foram positivas de maneira geral. Quanto à satisfação ao trabalhar com usuários, houve uma média maior para os profissionais de nível superior. Estes profissionais apresentaram maior percepção dos problemas físicos e um prognóstico não muito positivo quanto aos usuários de drogas. O grupo de profissionais de saúde sem curso de graduação apresentou atitudes positivas de aceitação diante do uso e dos usuários de drogas, porém com mais dificuldades na abordagem dos mesmos. O estudo mostrou que existem possibilidades e motivações para o desenvolvimento de conhecimentos e intervenções junto aos usuários de drogas, mas ainda não têm sido significativas o suficiente para gerarem mudanças efetivas na assistência realizada no PSF.

Palavras-chave: Drogas ilícitas. Conhecimentos, Atitudes e Práticas em Saúde. Programa Saúde da Família

 

Atitudes, sentimentos e imagens na representação social da sexualidade entre adolescentes

Denize Cristina de Oliveira; Antônio Marcos Tosoli Gomes; Ana Paula Munhen de Pontes; Luiz Phillipi Porto Salgado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 817 - 823

Resumo Download

Este trabalho tem como objetivo analisar a estrutura da representação social de sexualidade para adolescentes. De natureza qualitativa, foi desenvolvido com 746 jovens de duas escolas públicas do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por meio de evocações livres ao termo indutor "sexualidade" e analisados pelo software EVOC 2003. O conjunto dos sujeitos apresenta uma estrutura representacional positiva, englobando dimensões atitudinais, valorativas e imagéticas. Aspectos negativos aparecem na periferia, indicando uma dimensão familiar e de consequências. Comparando a estrutura das representações por sexo, observa-se que são semelhantes, especialmente pela presença de elementos como "bom", "camisinha" e "prevenção". A especificidade do grupo feminino aparece enfatizando a dimensão atitudinal, enquanto o masculino se distingue por uma associação da sexualidade ao ato sexual. Conclui-se que as representações estão ligadas a comportamentos adotados diante da sexualidade e da sua valorização, bem como da existência de dimensões transversais às diversas estruturas.

Palavras-chave: Sexualidade. Saúde do Adolescente. Pesquisa Qualitativa. Enfermagem

 

Atividade de extensão: estratégia para o intercâmbio de conhecimento entre os alunos de enfermagem

Norma Valéria Dantas de Oliveira SouzaI; Maristela Freitas SilvaII; Luciana Ranauro AssumpçãoIII; Keila Suellen Moura NunesIV; Fabiana Maia MorgadoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 307 - 312

Resumo Download

Estudo qualitativo, descritivo, tipo estudo de caso, cujo objeto foi o intercâmbio de conhecimento teórico-prático estabelecido entre os bolsistas do projeto de extensão denominado "Orientando o cliente em situação cirúrgica para diferenciar o cuidado" e os internos de Enfermagem que estagiam nos cenários das enfermarias cirúrgicas do Hospital Universitário Pedro Ernesto.
OBJETIVOS: identificar e analisar as situações e modos de ensino-aprendizagem nas quais se estabelecem intercâmbios de conhecimento teórico-prático entre internos e bolsistas e discutir a importância do projeto de extensão como uma estratégia para aquisição de conhecimento teórico-prático. Aplicou-se uma entrevista semi-estruturada a quinze internos, e, após a análise de conteúdo, verificou-se que existiu intercâmbio de conhecimento quando da realização de grupos de orientação para clientes no pré-operatório, nas orientações individuais para o autocuidado no domicílio e através do material instrucional fornecido à clientela. Além disso, verificou-se que a atividade de extensão é uma importante estratégia que favorece o ensino-aprendizagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Estudantes de Enfermagem. Educação em Enfermagem. Extensão Comunitária

 

Atividades extensionistas, promoção da saúde e desenvolvimento sustentável: experiência de um grupo de pesquisa em enfermagem

Samylla Maira Costa Siqueira, Viviane Silva de Jesus, Elane Nayara Batista dos Santos, Maria Carolina Ortiz Whitaker, Brendo Vitor Nogueira Sousa, Climene Laura de Camargo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Atividades socialmente empreendedoras na enfermagem: Contribuições à saúde/viver saudável

Bruna Marta Kleinert Halberstadt, Elisa Rucks Megier, Raquel Machado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 77 - 82

Download

 

Atividades terapêuticas: compreensão de familiares e profissionais de um centro de atenção psicossocial

Leandro Barbosa de Pinho; Luciane Prado Kantorski; Christine Wetzel; Eda Schwartz; Celmira Lange; Juliana Graciela Vestena Zillmer

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 534 - 541

Download

 

Ato médico: considerações gerais para a disciplina de enfermagem

Marcos Antônio Gomes Brandão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 217 - 219

Download

 

Atuação do enfermeiro na atenção ao usuário de álcool e outras drogas nos serviços extra-hospitalares

Sonia Silva Paiva Mota GonçalvesI; Claudia Mara de Melo TavaresII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 586 - 592

Resumo Download

Realizou-se uma pesquisa exploratória de campo com objetivo de analisar as ações de saúde desenvolvidas pelo enfermeiro junto a usuários de álcool e outras drogas, evidenciando os limites e possibilidades desta atuação nos serviços de atenção extra-hospitalares. Os dados obtidos por meio de entrevista com 30 enfermeiros apontam lacunas neste tipo de atenção e necessidade de adesão dos enfermeiros à Política Nacional de Atenção ao Usuário de Álcool e outras Drogas. Constatou-se que, embora o programa não estivesse implantado nos municípios estudados, que os enfermeiros, mesmo sem realizarem capacitação para lidar com esta população específica, assumem por sua conta e risco o cuidado a esta clientela, confirmando sua liderança histórica em práticas educativas e promocionais em saúde.

Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde. Drogas Ilícitas. Enfermagem

 

Atuação gerencial do enfermeiro na perspectiva dos recém-egressos do curso de enfermagem

Vanessa Alves Martins; Janete Rodrigues da Silva Nakao; Neide Fávero

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 101 - 108

Resumo Download

Na prática profissional, os enfermeiros concentram-se na função administrativa distanciando-se do cuidado direto ao paciente. Articular essas dimensões está difícil. Essa dificuldade talvez se deva ao despreparo do enfermeiro e a maneira desarticulada com que as instituições de ensino abordam esses conteúdos e os relacionam com a prática cotidiana do trabalho. O trabalho apresentado é um estudo descritivo, na forma "pesquisa de opinião" que busca conhecer a opinião de um grupo de pessoas acerca de um assunto. Foram realizadas entrevistas com alunos egressos do curso de enfermagem (2002), que ainda não estejam atuando na prática profissional com o objetivo de verificar como eles vêem a atuação gerencial do profissional enfermeiro e como eles avaliam o conhecimento adquirido na escola sobre as questões gerenciais. Os resultados demonstram que existe uma dicotomia entre assistência e gerencia em enfermagem tanto no mercado de trabalho como durante a formação profissional.

Palavras-chave: Enfermagem. Gerência. Área de atuação profissional

 

Autocuidado da criança com espectro autista por meio das Social Stories

Patricia Maria da Silva Rodrigues, Maria Cicera dos Santos de Albuquerque, Mércia Zeviani Brêda, Ivanise Gomes de Souza Bittencourt, Givânya Bezerra de Melo, Alana de Araujo Leite

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Autocuidado de mulheres na etapa da menopausa em Toluca, México

María Dolores Martínez GarduñoI; Teresita de Jesús Escobar ChávezII; Catalina Soriano ReyesIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 63 - 67

Resumo Download

A mulher na menopausa está exposta a fatores de risco que diminuem com o autocuidado. O objetivo foi identificar práticas de autocuidado na menopausa. Estudo quantitativo, exploratório, com mostra de probabilidade aleatória simples, utilizando EPI INFO 2000, com 95% limite de confiança, 5% máximo de erro, com 354 mulheres. Foi observado déficit de autocuidado principalmente em hábitos alimentares, notando sobrepeso e obesidade (27%); o ruído é o fator que interfere no sono, a média de sono foi de 5 a 7 horas; 40% não realiza exercício; 17,9% não realiza exame para câncer cervical uterino, 37,7% não pratica auto exame da mama, sem seguro social. 52,3% só procuram médico quando estão doentes. As manifestações freqüentes no climatério são sangramentos irregulares, sufoco, cansaço e falta de libido. Não existe informação suficiente neste grupo de mulheres, sendo a enfermeira quem deve assumir a função de educadora de saúde.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Mulher. Menopausa. Autocuidado

 

Autocuidado na percepção de pessoas com hanseníase sob a ótica da complexidade

Ioná Araújo de Souza; Jairo Aparecido Ayres; Silmara Meneguin; Regina Stella Spagnolo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 510 - 514

Download

 

Autoestima dos cuidadores de doentes oncológicos com capacidade funcional reduzida

Natália Stanko Moreira, Cristina Silva Sousa, Vanessa de Brito Poveda, Ruth Natalia Teresa Turrini

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 316 - 322

Download

 

Automedicação em crianças de zero a cinco anos: fármacos administrados, conhecimentos, motivos e justificativas

Paulo Celso Prado Telles Filho1; Assis do Carmo Pereira Júnior2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 291 - 297

Resumo Download

Realizou-se a análise dos fármacos administrados, conhecimentos, motivos e justificativas dos pais e/ou responsáveis em relação à automedicação em crianças. Trata-se de um estudo descritivo, desenvolvido em uma Estratégia de Saúde da Família de um município do interior do estado de Minas Gerais, do qual fizeram parte pais e/ou responsáveis pelas crianças em faixa etária de zero a cinco anos, no período de um mês, atingindo o quantitativo de 50 indivíduos. Destacaram-se a autoadministração dos fármacos Dipirona, Paracetamol e xaropes expectorantes. Foram registrados os conhecimentos errôneos 32(64%), seguidos dos parciais 11(22%) e corretos 7(14%). Como motivos, foram constatados os sintomas de febre, com 29 (58%) dos relatos e as justificaticas foram o costume de administrar tais medicamentos e o fato de já estarem disponíveis no domicílio. Faz-se necessária a implementação de estratégias objetivando conscientizar os pais e/ou responsáveis acerca dos problemas oriundos da automedicação.

Palavras-chave: Erros de medicação. Automedicação. Criança. Enfermagem. Família.

 

Autonomia profissional da enfermeira: algumas reflexões

Cristina Maria Meira de Melo, Tatiane Cunha Florentino, Nildo Batista Mascarenhas, Karolline Santos Macedo, Mariana Costa da Silva, Sara Novaes Mascarenhas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Avaliação diagnóstica de enfermagem na comunicação interatrial: relato de experiência

Deyse Conceição SantoroI; Jaqueline de JesusII; Priscila GuedesII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 319 - 325

Download

 

Avaliação da assistência materno-infantil prestada por uma equipe rural do Programa Saúde da Família

Claudete Costa De LimaI; Rosângela Minardi Mitre CottaII; Ana Augusta Monteiro CavalcanteIII; Poliana Cardoso MartinsIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 452 - 458

Resumo Download

O presente estudo visa avaliar a qualidade da assistência à saúde infantil e as estratégias implementadas no serviço de puericultura de uma equipe do Programa de Saúde da Família, do município de Teixeiras-MG, enfocando a situação de saúde e nutrição das famílias estudadas. Investigaram-se os prontuários de todas as puérperas (49) acompanhadas pela assistência pré-natal e selecionaram-se os prontuários (26) dos recém-nascidos que compareceram à consulta do serviço de puericultura. A média de idade materna foi 27,5 anos (± 5,5). A maioria das mães (81,8%) teve gestação a termo. O peso médio das crianças ao nascer foi de 3.060 (±448 g), 63,6% compareceram a menos de 4 consultas durante o período estudado, 100% das crianças eram amamentadas e apenas 8,3% referiram história de internação hospitalar. Os resultados permitiram a identificação de importantes informações sobre a qualidade da assistência prestada ao grupo materno-infantil e contribuíram para auxiliar o planejamento de ações efetivas que possibilitaram um melhor conhecimento das condições de saúde.

Palavras-chave: Criança. Serviços de Saúde. Programa Saúde da Família

 

Avaliação da atenção à saúde de gestantes com HIV: comparação entre serviço primário e especializado

Raquel Einloft Kleinubing; Daniel Gonzalo Eslava; Stela Maris de Mello Padoin; Cristiane Cardoso de Paula

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Avaliação da capacitação dos enfermeiros em unidades básicas de saúde por meio da telenfermagem

Solange Cervinho Bicalho Godoy, Eliane Marina Palhares Guimarães, Driely Suzy Soares Assis

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 148 - 155

Download

 

Avaliação da Estratégia Saúde da Família na Perspectiva dos Profissionais de Saúde

Eliane de Fátima Almeida Lima; Ana Inês Sousa; Franciele Marabotti Costa Leite; Rita de Cassia Duarte Lima; Maria Helena Nascimento; Cândida Caniçali Primo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 275 - 280

Download

 

Avaliação da intensidade da dor e analgesia em pacientes no período pós-operatório de cirurgias ortopédicas

Maria Helena Barbosa, Nathália Ferreira de Araújo, Jaciara Aparecida Jesus da Silva, Thaís Barbosa Corrêa, Tassiana Márcia Moreira, Érica Vieira Andrade

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 143 - 147

Download

 

Avaliação da intensidade e desconforto da sede perioperatória

Isadora Pierotti; Isabela Fernanda Larios Fracarolli; Lígia Fahl Fonseca; Patrícia Aroni

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Avaliação da ocorrência de flebite, infiltração e extravasamento em neonatos submetidos à terapia intravenosa

Ana Caroline Rodrigues Gomes; Charlione Aparecida Gomes da Silva; Carmen Justina Gamarra; Jane Cristina de Oliveira Faria; Ariane Ferreira Machado Avelar; Elisa da Conceição Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 472 - 479

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi descrever a ocorrência de flebite, infiltração e extravasamento em recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal de uma maternidade pública do Rio de Janeiro. Trata-se de um estudo quantitativo descritivo com 36 recém-nascidos em uso de terapia intravenosa e com indicação de remoção do dispositivo intravenoso periférico. Foram avaliados 50 sítios de punção imediatamente após a remoção de cateteres periféricos originando uma média de 1,40 punções venosas por neonato. As complicações foram responsáveis por 48% da remoção dos cateteres, antes da alta do tratamento, com predomínio de infiltração (79,2%), seguida por flebite (16,7%) e extravasamento (4,2%). A fim de se evitar os agravos e promover a segurança dos recém-nascidos submetidos à terapia intravenosa, a equipe de enfermagem deve avaliar periodicamente o acesso venoso periférico e obter conhecimento acerca das intervenções necessárias quando detectados sinais de complicações.

Palavras-chave: Enfermagem. Recém-Nascido. Cateterismo periférico. Infusões Intravenosas

 

Avaliação da qualidade da atenção à saúde de adolescentes no pré-natal e puerpério

Lílian Machado Vilarinho1; Lidya Tolstenko Nogueira2; Elizabeth Eriko Ishida Nagahama3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 312 - 319

Resumo Download

Pesquisa avaliativa que objetivou avaliar a qualidade da atenção pré-natal e puerperal a adolescentes com filhos nascidos vivos em instituição pública de saúde de Teresina, Piauí. Foram utilizados dois parâmetros para avaliar o cuidado pré-natal: um índice internacional (Adequacy of Prenatal Care Utilization) e outro nacional, baseado em recomendações do Ministério da Saúde. A qualidade da atenção foi categorizada em adequada superior, adequada, intermediária e inadequada. Identificou-se que mais da metade das mulheres iniciou o pré-natal precocemente e o número de consultas de pré-natal foi inadequada. A maioria realizou exames de pré-natal de rotina, 75% tiveram as mamas examinadas e 88,6% foram orientadas sobre aleitamento materno. A atenção puerperal foi intermediária para 38,6% das mulheres, 52,3% não retornaram à unidade de saúde e tampouco receberam visita domiciliar, 70,5% foram orientadas sobre os métodos contraceptivos e 93,2%, sobre aleitamento materno. Esforços devem ser empreendidos para garantir a qualidade da atenção no ciclo gravídico-puerperal.

Palavras-chave: Avaliação em saúde. Gravidez na adolescência. Enfermagem. Cuidado pré-natal. Puerpério

 

Avaliação da qualidade das anotações de enfermagem em unidade semi-intensiva

Josy Anne Silva1; Ana Cândida Martins Grossi2; Maria do Carmo Lourenço Haddad3; Sonia Silva Marcon4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 576 - 581

Resumo Download

A anotação de enfermagem é um dos meios para se avaliar os cuidados prestados. O objetivo do estudo foi avaliar a qualidade das anotações de enfermagem em uma unidade semi-intesiva. Os dados, coletados com um roteiro para auditoria retrospectiva, são referentes a 16 pacientes que aguardavam vaga para Unidade de Terapia Intensiva, internados em dezembro de 2009 e janeiro de 2010, por um período médio de oito dias. No quesito identificação, o percentual de preenchimento foi de 74,8% o que é bem próximo dos valores considerados satisfatórios (80%); porém o percentual de preenchimento completo dos itens: registros, procedimentos e prescrição de enfermagem, terapia intensiva e execução de ordens médicas alcançaram respectivamente 54,7%, 41,1%, 39,3%, 34,9% e 25%. Os baixos índices de preenchimento completo revelam falha grave no registro da assistência prestada nesta unidade, o que pode estar prejudicando a continuidade do cuidado e a legitimação do trabalho da enfermagem.

Palavras-chave: Registros de enfermagem. Auditoria de enfermagem. Qualidade da assistência à saúde. Cuidados intensivos.

 

Avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde no primeiro ano após a queimadura

Maria Elena Echevarría-Guanilo, Natália Gonçalves, Jayme Adriano Farina, Lídia Aparecida Rossi

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 155 - 166

Download

 

Avaliação da segurança microbiológica das luvas de látex para procedimentos em uma unidade de terapia intensiva

Adriano Menis FerreiraI; Denise de AndradeII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 370 - 374

Download

 

Avaliação das competências dos professores de enfermagem para administrar programas educativos para adultos

Patricia Bover Draganov, Maria Cristina Sanna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 167 - 174

Download

 

Avaliação de cuidados na terapia intravenosa: desafio para a qualidade na enfermagemaa

Ana Claudia Yassuko Murassaki1; Gelena Lucinéia Gomes da Silva Versa2; José Aparecido Bellucci Júnior3; Viviani Camboin Meireles4; Dagmar Willamowius Vituri5; Laura Misue Matsuda6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 11 - 16

Resumo Download

Estudo multicêntrico, prospectivo, descritivo-exploratório, realizado em hospitais de ensino públicos (A e B), que objetivou avaliar cinco indicadores de qualidade de enfermagem relacionados à terapia intravenosa periférica. Utilizou-se o Instrumento de Registro de Busca Ativa em 1.307 observações dos seguintes indicadores: identificação e validade do acesso venoso periférico; de equipos; e dos frascos de soro. Determinou-se o Índice de Positividade (IP) para Qualidade da Assistência (QA): Desejável (100% IP); Adequada (90-99%); Segura (80-89%); Limítrofe (71-79%); Sofrível (< 70%). A QA apresentou-se Segura apenas para os indicadores identificação e validade de equipos e dos frascos de soro da instituição B. Os demais indicadores, em ambas as instituições, alcançaram QA Sofrível ou Limítrofe. Considerando que nenhum dos indicadores avaliados obteve QA Adequada nem Desejável, conclui-se que o processo de cuidado para com a terapia intravenosa, principalmente na instituição B, necessita de maior atenção por parte das lideranças e respectivas equipes

Palavras-chave: Infusões intravenosas. Cuidados de enfermagem. Qualidade da Assistência à saúde. Enfermagem.

 

Avaliação de enfermagem: Necessidades de cliente internada em enfermaria psiquiátrica e a assistência de enfermagem

Alba Lúcia Castelo Branco1; Florence Romijn Tocantins2; Berenice Xavier Elsas3; Benedita Maria Rêgo Deusdará Rodrigues4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(1): 93 - 100

Resumo Download

Fundamentadas na concepção de atenção integral de enfermagem voltada para as necessidades das clientes internadas em uma instituição psiquiátrica, apresentamos algumas reflexões no que se refere a assistência de enfermagem prestada a esta clientela. A análise compreensiva dos depoimentos foi feita a partir do tipo vivido construído ("cliente internada em uma enfermaria psiquiátrica") e entendemos que o mesmo engloba as necessidades assistenciais de enfermagem por parte da cliente que está internada em uma Enfermaria Psiquiátrica. Ampliamos a questão da assistência de Enfermagem entendendo que esta não deve restringir-se apenas a necessidades básicas preestabelecidas, mas principalmente envolver as necessidades assistenciais sentidas e expressas pela clientela.

Palavras-chave: Enfermagem Psiquiátrica, Assistência em Enfermagem, Clientes Internadas, Fenomenología.

 

Avaliação de punção venosa periférica: análise de critérios de remoção de dispositivo intravenoso adotados por uma equipe de enfermagem

Cristina Arreguy SenaI; Emília Campos de CarvalhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 351 - 360

Download

 

Avaliação de sites sobre a História da Enfermagem Brasileira

Eliete Oliveira Basílio da Silva; Kenny Paolo Ramponi; Maria Cristina Sanna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 287 - 291

Resumo Download

Estudo descritivo que teve como objetivo avaliar os sites sobre História da Enfermagem Brasileira. De acordo com base teórica sobre o impacto que o uso da informática, como fonte de informação, proporciona e também por constatar que as pessoas que buscam informação através deste veículo são leigas e necessitam confiar na informação, vimos a importância de realizá-lo, tendo como questões norteadoras: quais os sites sobre História da Enfermagem Brasileira e qual a sua qualidade para o ensino e a pesquisa. Utilizamos a proposição de Mitretek - Quality Criteria for Evaluate Health Information Technology, cujos critérios são: Credibilidade, Conteúdo, Divulgação, Links, Design, Interatividade e Alertas/advertências, com respectivas subdivisões de indicadores, que auxiliaram na efetivação da avaliação. Os resultados apontaram apenas dez sites em condições de consulta confiável e a importância da reconstrução dos que tenham a História da Enfermagem Brasileira como foco, para atender às necessidades dos alunos e pesquisadores.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Conhecimentos em Informática

 

Avaliação de um ambiente virtual de aprendizagem sobre ações educativas para pessoas com diabetes mellitus

Camila Aparecida Pinheiro Landim Almeida; Kayo Henrique Jardel Feitosa Sousa; Joseane Lima de Oliveira; Luana da Silva Lima; Tiara Soares Santos; Fernanda Cláudia Miranda Amorim; Cláudia Maria Sousa de Carvalho; Adélia Dalva da Silva Oliveira; Herica Emilia Félix de Carvalho; Bruna Sabrina de Almeida Sousa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(4): -

Download

 

Avaliação de um programa admissional para a equipe de enfermagem

Talita Fernanda Sapatini, Renata Cristina Gasparino, Lucas Polli, André Silva de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

Avaliação do uso de medicamentos pela população idosa em Montes Claros, Minas Gerais, Brasil

Carla Silvana Oliveira Silva; Maria Ivanilde Pereira; Aparecida Yoshie Yoshitome; João Felício Rodrigues Neto; Dulce Aparecida Barbosa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 811 - 818

Resumo Download

Inserido no universo do cuidado de enfermagem à pessoa idosa, o estudo descreve o perfil sociodemográfico e verifica o uso de medicação segundo gênero em idosos cadastrados em um PSF.
MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo, transversal com pesquisa de campo. Utilizou-se o questionário semiestruturado, possibilitando identificar o perfil desses usuários, as principais morbidades, os medicamentos utilizados e as dificuldades relatadas por eles quanto ao uso dos medicamentos. O universo foi de 211 idosos. Na análise dos dados utilizou-se o programa SPSS, priorizando a associação estatística de forma analítica.
RESULTADOS: Entre os idosos em uso de medicamentos, verificou-se predominância feminina, renda familiar e escolaridade baixas, idosos vivendo com familiares e sem dificuldades no uso de medicamentos. Uso de medicamentos foi comum em mais de 90% dos idosos. Verificou-se associação para "ausência de dificuldades no uso do medicamento" e "orientações do PSF" (P<0,001).
CONCLUSÃO: Constatou-se que as mulheres encontram-se em situações menos privilegiadas.

Palavras-chave: Idoso. Uso de Medicamentos. Atenção Primária à Saúde. Enfermagem Geriátrica

 

Avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde em um Município Mineiro

Vanessa Duque Ferreira, Jacqueline Maldonado de Oliveira, Maria Ambrosina Cardoso Maia, Jaqueline Silva Santos, Raquel Dully Andrade, Gilmar Antonio Batista Machado

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde: criança e adolescente vivendo com HIV

Bibiana Sales Antunes; Stela Maris de Mello Padoin; Cristiane Cardoso de Paula

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Avaliação dos eventos adversos a medicamentos no contexto hospitalar

Keroulay Estebanez Roque; Enirtes Caetano Prates Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 121 - 127

Resumo Download

Este estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de eventos adversos a medicamentos em um hospital público e cardiológico, localizado no município do Rio de Janeiro e classificar os eventos adversos em relação à gravidade do dano. Trata-se de uma investigação baseada em revisão retrospectiva de prontuários. Foi analisada uma amostra aleatória de 112 prontuários de pacientes hospitalizados no período dezembro de 2007 a fevereiro de 2008. Enfermeiras revisoras selecionaram prontuários com potencial evento adverso a medicamento e um grupo de avaliadores confirmou a ocorrência dos eventos adversos e classificaram de acordo com o dano. A incidência de eventos adversos a medicamentos foi de 14,3%. Em 31,2% dos casos em que foi detectado o evento houve necessidade de intervenção para o suporte de vida. A detecção de eventos adversos nas instituições hospitalares possibilita conhecer falhas no sistema de medicação, bem como implementar estratégias para reduzi-las.

Palavras-chave: Erros de medicação. Qualidade da assistência à saúde. Gerenciamento de segurança. Enfermagem

 

Avaliação dos marcos do desenvolvimento infantil segundo a estratégia da atenção integrada às doenças prevalentes na infância

Márcia Elena Andrade Santos; Nayara Torres Quintão; Renata Xavier de Almeida

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 591 - 598

Resumo Download

A pesquisa objetiva avaliar o desenvolvimento de crianças de 0 a 24 meses matriculadas em uma creche de Ipatinga, Minas Gerais, através dos marcos do desenvolvimento infantil propostos pela Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância. Trata-se de um estudo descritivo com análise quantitativa dos dados. A amostra foi composta por 20 crianças de 0 a 24 meses, e os dados foram coletados no período de 13 de fevereiro a 6 de março de 2009. Das 20 crianças avaliadas, 4 (20%) foram classificadas com "Possível atraso"; 1 (5%), com "Provável atraso"; e 15 (75%), com "Desenvolvimento normal". Os resultados encontrados demonstraram que a ficha de acompanhamento do desenvolvimento proposta pelo Manual para Vigilância do Desenvolvimento Infantil constitui-se em um instrumento de triagem de fácil aplicação, de baixo custo operacional e capaz de realizar a detecção precoce dos atrasos, devendo, portanto, fazer parte das ações do enfermeiro na consulta de puericultura.

Palavras-chave: Desenvolvimento Infantil. Creches. Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância

 

Barreiras no tratamento da infecção latente por tuberculose (ILTB) na criança: um estudo de caso

Adriana Rodrigues da Silva; Ana Ines Sousa; Clemax Couto Sant'Anna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 386 - 391

Download

 

Base fixa teto/mãos: cuidados para autonomia funcional de pessoas com sequela de lesão neurológica espástica

Wiliam César Alves Machado I; Nébia Maria Almeida de Figueiredo II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 66 - 73

Resumo Download

Trata-se de estudo experimental com objetivo de identificar estratégias para reduzir o nível de dependência da pessoa com sequela de lesão traumática cerebral de grande porte, para ajuda no desempenho de atividades cotidianas e autocuidado. Único sujeito, que, ao longo de 13 anos, 4.745 dias, 113.880 horas, com deficiência física grave e acentuado quadro de espasticidade, necessita de ajuda do cuidador para realização de transferências da cadeira de rodas para a cama. Elaborou-se protótipo pautado na tecnologia assistiva para auxiliar na mobilização e respectivas transferências, com resultados satisfatórios, porém restritos à dinâmica de projetar-se de uma superfície para outra com respectivo alinhamento do corpo. Concluindo, recomenda-se a instalação do protótipo nos laboratórios de pesquisa do cuidado dos programas de graduação e pós-graduação em enfermagem, para que pesquisadores e estudantes invistam na identificação das potencialidades das pessoas com deficiência para maior independência e habilidades para o autocuidado.

Palavras-chave: Classificação Internacional de Funcionalidade. Incapacidade e Saúde. Assistência Domiciliar. Pessoas com Deficiência. Atividades Cotidianas.

 

Bebida alcoólica na adolescência: o cuidado-educação como estratégia de ação da enfermagem

Lívia Rodrigues Mendes; Maria Luiza de Oliveira Teixeira; Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 158 - 164

Resumo Download

Pesquisa sobre os significados do uso do álcool por adolescentes.
OBJETIVOS: Identificar o significado atribuído pelos adolescentes ao consumo de bebidas alcoólicas; caracterizar a quantidade e os principais locais de consumo dessas bebidas; e detectar fatores de risco e/ou tendência para este consumo.
METODOLOGIA: qualitativa, convergente assistencial, articulada ao cuidado-educação. Aplicou-se um instrumento de entrevista, semiestruturado, com questões abertas. Realizaram-se dois grupos com seis adolescentes cada. O maior consumo de bebidas alcoólicas pelos adolescentes ocorre em festas e comemorações, evidenciando o apelo social do álcool, que representa um facilitador para a interação, socialização e permissividade de atitudes e pensamentos não aceitos socialmente. Os adolescentes não se reconhecem como vítimas potenciais, associando a problemática a outros jovens, não a eles mesmos e a seu grupo. A metodologia favoreceu o entrosamento dos participantes, e as orientações e discussões contribuíram para reflexões e desmistificações das ideias dos sujeitos sobre o consumo de bebidas alcoólicas.

Palavras-chave: Adolescente. Cuidados de enfermagem. Educação em saúde. Consumo de bebidas alcoólicas

 

Benefícios da participação em um acampamento no autocuidado de crianças e adolescentes com diabetes: percepção das mães

Juliana Muniz Possato Venancio, Rebecca Ortiz La Banca, Circéa Amália Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Biossegurança em uma unidade de terapia intensiva: a percepção da equipe de enfermagem

Chistina Feitoza CorreaI; Marilurde DonatoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 197 - 204

Resumo Download

O estudo, de cunho descritivo com abordagem qualitativa, teve como objetivos: descrever as medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem durante a assistência prestada em UTI; identificar a percepção da equipe de enfermagem acerca da importância da adoção e implementação de medidas de biossegurança durante esta assistência e analisar as possibilidades de implementação por esta equipe de medidas de biossegurança durante esta assistência. Os dados foram obtidos por meio de observação sistemática e entrevistas com roteiro semi-estruturado, realizadas na UTI onde trabalhavam 29 profissionais de enfermagem.A análise temática das entrevistas permitiu identificar três categorias: medidas de biossegurança adotadas pela equipe de enfermagem; percepção desta equipe em relação à importância da adoção e implementação das medidas de biossegurança; e possibilidades de intervenção para a adoção e implementação de medidas de biossegurança.Verificou-se que as normas de biossegurança devem incluir as "boas práticas", possibilitando alcançar um ambiente laboral sem riscos ocupacionais.

Palavras-chave: Enfermagem do Trabalho. Biossegurança

 

Biossegurança: conhecimento e adesão pelos profissionais do corpo de bombeiros militar de Minas

Adriana Cristina de Oliveira1; Bruno César Amorim Machado2; Camila Sarmento Gama3; Juliana Ladeira Garbaccio4; Quésia Souza Damasceno5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 142 - 152

Resumo Download

Objetivou-se identificar o conhecimento e a adesão às recomendações de biossegurança entre profissionais do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais de um município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Realizou-se um estudo transversal de abordagem quantitativa. Na coleta de dados foi utilizado um questionário estruturado composto de questões sobre conhecimento e atitudes relativos à biossegurança, fatores dificultadores ao uso de equipamentos de proteção individual e ocorrência de acidentes com material biológico. O conhecimento sobre a higienização das mãos foi verificado em 84,8% dos profissionais; 69,7% desconheciam a ação do álcool a 70%. O capote foi o equipamento de proteção individual mais difícil de ser utilizado. Os militares não sofreram acidente com material biológico, dado semelhante aos demais da literatura. Pretende-se provocar a reflexão dos profissionais da área e instituições responsáveis quanto à reavaliação da proposta relacionada à formação desses trabalhadores em biossegurança e saúde ocupacional.

Palavras-chave: Exposição a agentes biológicos. Assistência pré-hospitalar. Precauções universais. Riscos ocupacionais.

 

Bons exemplos

Mariangela Aparecida Gonçalves Figueiredo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 444 - 445

Download

 

Bons professores de enfermagem, medicina e odontologia: Percepção acerca do conhecimento sobre os alunos

Jouhanna do Carmo Menegaz; Vânia Marli Schubert Backes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 268 - 274

Download

 

Brincando para continuar a ser criança e libertar-se do confinamento da hospitalização em precaução

Jéssica Renata Bastos Depianti; ;Luciana de Lione MeloCircéa Amália Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Brinquedo terapêutico no preparo da criança para punção venosa ambulatorial: percepção dos pais e acompanhantes

Caroline Monteiro Conceição; Circéa Amalia Ribeiro; Regina Issuzu Hirooka de Borba; Conceição Vieira da Silva Ohara; Paula Rosenberg de Andrade

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 346 - 353

Resumo Download

Estudo descritivo qualitativo com o objetivo de compreender a percepção de pais e acompanhantes sobre o emprego do Brinquedo Terapêutico no preparo da criança para a punção venosa ambulatorial, realizado em um ambulatório da cidade de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas com oito pais ou acompanhantes de crianças preparadas para a punção venosa com o Brinquedo Terapêutico e, após, submetidos à análise qualitativa de conteúdo. Os resultados evidenciaram que eles aprovam essa estratégia de preparo e acreditam que esta favorece o conhecimento sobre o procedimento, diminui o medo, acalma e promove a segurança deles e da criança, além de constituir-se em um atendimento de enfermagem humanizado e de qualidade à criança e família. Reitera-se a importância da implementação do Brinquedo Terapêutico na assistência à criança em ambulatórios e unidades básicas de saúde.

Palavras-chave: Jogos e Brinquedos. Procedimentos Clínicos. Assistência Ambulatorial. Enfermagem Pediátrica

 

Câncer de colo uterino: caracterização das mulheres em um município do sul do Brasil

Marilu Correa Soares; Silvana Martins Mishima; Sonia Maria Könzgen Meincke; Giovana Paula Rezende Simino

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 90 - 96

Resumo Download

Este estudo objetivou identificar e analisar características socioeconômicas, comportamentais e biológicas de mulheres com câncer de colo uterino que utilizaram os serviços públicos de saúde em um município do sul do Brasil. Trata-se de um estudo qualitativo com vinte mulheres com diagnóstico de câncer de colo uterino. A pesquisa teve como suporte teórico a integralidade da atenção à saúde. Para coleta dos dados, utilizamos as informações do Sistema de Informações do Câncer do Colo do Útero e entrevista semiestruturada. Foram identificadas características de faixa etária, escolaridade, frequência à consulta médica e intervalo de realização do exame preventivo. Os achados mostram que as mulheres ainda apresentam dificuldade em considerar a importância do pré-câncer para detecção precoce e prevenção do câncer de colo uterino. O desafio para o alcance da integralidade está na necessidade de repensar saberes e práticas profissionais no cuidado às mulheres, independente do motivo que as levou ao serviço de saúde.

Palavras-chave: Enfermagem. Neoplasias do Colo do Útero. Saúde da Mulher. Serviços de Saúde Comunitária. Assistência Integral à Saúde

 

Capacidade de execução das atividades instrumentais de vida diária em idosos: Etnoenfermagem

George Luiz Alves Santos, Rosimere Ferreira Santana, Priscilla Valladares Broca

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

Captação do fígado do doador para o transplante: Uma proposta de protocolo para o enfermeiro

Francisca Diana da Silva Negreiros, Alice Maria Correia Pequeno Marinho, José Huygens Parente Garcia, Ana Patrícia Pereira Morais, Maria Isis Freire de Aguiar, Silvana Linhares de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 38 - 47

Download

 

Características definidoras de trauma vascular periférico em urgência e emergência: ocorrência e tipos

Paula Krempser1; Cristina Arreguy-Sena2; Ana Paula Sobral Barbosa3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 24 - 30

Resumo Download

Pesquisa tipo convergente assistencial. Objetivou-se calcular a ocorrência e documentar as evidências clínicas de trauma vascular em punções periféricas de adultos e idosos em um serviço de urgência e emergência de Minas Gerais, Brasil. Foram considerados como critérios de inclusão: o primeiro demítrio puncionado e a realização de avaliações clínicas em intervalos inferiores a 24 horas. As evidências de trauma foram registradas por fotografias. Amostra de seleção completa. Dos 200 sítios avaliados, houve 110 casos de trauma vascular com 288 manifestações de: dor, alteração da coloração da pele, diminuição da capacidade funcional local, edema, enduração, solução de continuidade, pustulação e hipo ou hipertermia local. As fotografias documentaram cada tipo de manifestação passível de registro visual. Tal investigação possibilitou reafirmar características definidoras para o diagnóstico de enfermagem "Trauma vascular periférico" em um serviço de Urgência/Emergência.

Palavras-chave: Enfermagem. Vasos sanguíneos. Diagnóstico de enfermagem. Vulnerabilidade.

 

Características do apoio social associados à prematuridade em uma população de puérperas de baixa renda

Elaine da Costa Guimarães; Enirtes Caetano Prates Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(1): 54 - 61

Resumo Download

Trata-se de um estudo caso-controle que teve como objetivo investigar a associação entre prematuridade e o nível de apoio social, segundo variáveis socioeconômicas, demográficas e relacionadas à saúde e à assistência, em uma população de puérperas de baixa renda atendidas em um hospital público do município do Rio de Janeiro. Foram entrevistados 108 casos e 228 controles, em um total 336 mulheres. A idade das mulheres variou entre 14 e 45 anos. A média da idade foi de 25,8 anos (desvio-padrão: 6,9) para os casos e de 24,9 (desvio-padrão 6,5) para os controles. Quanto à raça/etnia autorreferida, 77,1% denominaram-se não brancas. Da amostra, 68,8% iniciaram o pré-natal antes do terceiro trimestre gestacional. O número de consultas durante o pré-natal, ocorrência de ameaça de parto prematuro e história de prematuridade anterior mostraram-se associados ao nível de apoio, calculado a partir do escore total das dimensões do apoio social.

Palavras-chave: Apoio Social. Nascimento Prematuro. Saúde Materno-infantil

 

Características dos grupos de pesquisa da enfermagem brasileira certificados pelo CNPq de 2005 a 2007

Alacoque Lorenzini ErdmannI; Gabriela Marcellino de Melo LanzoniII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 316 - 322

Resumo Download

Trata-se de um estudo documental, constituindo-se um banco de dados coletados em quatro momentos distintos: março de 2005, dezembro de 2005, agosto de 2006 e abril de 2007, dados estes referentes ao total de Grupos de Pesquisa de Enfermagem encontrados no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil do CNPq. Os resultados indicam que 92% dos grupos de pesquisa possuem de 1 a 5 linhas de pesquisa, são compostos por 11 a 15 membros, oscilando em uma média de até 8 pesquisadores, 5 doutores, 3 mestres, 3 especialistas e 7 graduandos. Logo, os grupos de pesquisa representam o lócus de produção de conhecimentos e formação de recursos humanos em pesquisa. No Brasil, houve um crescimento significativo dos grupos de pesquisa da área da Enfermagem com o incremento da produção, qualificação dos integrantes, bem como o fortalecimento das bases de investigação e a maior visibilidade e reconhecimento da inovação da Enfermagem.

Palavras-chave: Grupos de Pesquisa. Enfermagem. Saúde. Pesquisa em Enfermagem

 

Características sociodemográficas e de saúde de cuidadores formais e informais de idosos com Doença de Alzheimer

Gabriela Martins; Larissa Corrêa; Ana Julia de Souza Caparrol; Paloma Toledo Afonso dos Santos; Leticia Maria Brugnera; Aline Cristina Martins Gratão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Caracterização da dor em mulheres após tratamento do câncer de mama

Vânia Tie Koga Ferreira, Maria Antonieta Spinoso Prado, Marislei Sanches Panobianco, Thais de Oliveira Gozzo, Ana Maria de Almeida

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 107 - 111

Download

 

Caracterização de idosos internados em enfermaria de pronto-socorro quanto à vulnerabilidade social e programática

Hellen Cristina Sthal; Heloisa Wey Berti; Valéria de Castilho Palhares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 697 - 704

Resumo Download

O aumento da população idosa acarretará grandes transformações socioeconômicas, repercutindo diretamente no setor saúde. O estudo objetivou caracterizar idosos hospitalizados quanto aos aspectos de vulnerabilidade social e programática. Trata-se de estudo quantitativo, realizado na Enfermaria de Adultos do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas de Botucatu - UNESP. Os dados foram coletados no período de maio a outubro de 2009, por meio de entrevistas e de informações constantes nos prontuários. A amostra foi constituída por 71 sujeitos, a média de idade foi de 74,30 anos, a maioria dos indivíduos reside com algum familiar e possui vínculo com um serviço de saúde, mas apenas oito frequentam alguma associação comunitária ou outro recurso de lazer social. Urge que o cuidado integralizado seja uma realidade no atendimento ao idoso, utilizando uma abordagem individual centrada na pessoa, e não na doença, atentando para suas vulnerabilidades e respeitando sua autonomia e dignidade.

Palavras-chave: Enfermagem. Vulnerabilidade. Saúde do Idoso

 

Caracterização do consumo de álcool de uma população adscrita à estratégia Saúde da Família

Rafael Tavares Jomar, Ângela Maria Mendes Abreu, Rosane Harter Griep

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 96 - 100

Download

 

Caracterização do termo humanização na assistência por profissionais de enfermagem

Isis de Moraes Chernicharo, Fernanda Duarte da Silva, Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 156 - 162

Download

 

Cateter central de inserção periférica em pediatria e neonatologia: possibilidades de sistematização em hospital universitário

Cristine Ruviaro de Oliveira; Eliane Tatsch Neve; Elisa da Conceição Rodrigues; Kellen Cervo Zamberlan; Andressa da Silveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 379 - 385

Download

 

Causas da inserção de idosos em uma instituição asilar

Paulo Celso Prado Telles FilhoI; José Fernando Petrilli FilhoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 135 - 144

Download

 

Central de Eventos Científicos e Culturais da EEAN/UFRJ: Relato de experiência

Ivone Evangelista Cabral1; María Catarina Salvador da Motta2; María da Soledade Simeão dos Santos3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(1): 111 - 118

Resumo Download

Ao longo da existência da Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN), sempre foi preocupação do seu corpo docente formar cidadãos para atender às necessidades de saúde da população, como também qualificar enfermeiros(as) para oferecer qualidade de assistência àqueles que dependem de seus cuidados. Regularmente, os departamentos que compõem esta Unidade vêm oferecendo cursos de especialização e de curta duração de natureza interdisciplinar. Ao mesmo tempo em que existe uma busca por esses eventos, a Unidade amplia o suporte de infra-estrutura para atender a essa demanda, visando a promover o retorno de seus usuários. A direção da EEAN, gestão 1994-1997, já em setembro de 1994 discutia e aprovava nos colegiados internos a criação da estrutura da Central de Eventos como um setor administrativo-académico de interface com a comunidade de enfermagem.

Palavras-chave: Events organization, Interdisciplinarity, Quality of assistence Tese Tyrrell

 

Centros de atenção psicossocial álcool/drogas: inserção e práticas dos profissionais de enfermagem

Divane de Vargas, Marina Nolli Bittencourt, Fernanda Mota Rocha, Anna Carolina Oliveira Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 101 - 106

Download

 

Cicratização de feridas cirúrgicas e crônicas: um atendimento ambulatorial de enfermagem

Beatriz Guitton R. B. OliveiraI; Ana Luiza Soarez RodriguesII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(1): 104 - 113

Download

 

Cientif¡cidade na Enfermagem: relações entre pesquisadores

Iraci dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(1): 110 - 124

Resumo Download

Pelas dificuldades verbalizadas por pesquisadores na elaboração de trabalhos científicos delimitou-se o objeto de estudo "relações entre orientador(a) e orientando(a) quanto a: prazer/sofrimento, saber/poder e troca/imposição durante a orientação de pesquisa." Análise Institucional (LOURAU, 1996), implicações dos pesquisadores (BARBIER, 1985) e Abordagem Sócio-Poética (GAUTHIER e SANTOS, 1996) foram referenciais metódicos do estudo. Aplicaram-se Entrevistas e Vivência de Lugares Sócio-Míticos num Grupo de 31 docentes e discentes de pós-graduação "stricto-sensu" em enfermagem, no Rio de Janeiro, de 1995 a 1997. Verificou-se que relações sociais se sobrepõem às epistemológicas visando titulações acadêmicas, promoção profissional e prestígio social. A contribuição ao conhecimento científico objetiva segurança e independência. Saber / poder revela-se em troca de saberes. Sofrimento / prazer é assumir só o lado da RAZÃO. Concluiu-se que a orientação de pesquisa deve ser uma relação de saber e aprender compartilhada entre os pesquisadores.

Palavras-chave: Research - Nursing - Social and academic relations.

 

Cinquentenário do "Manual de Técnica de Enfermagem" (1957-2007): contribuições na construção do saber de enfermagem

Ive Cristina Duarte de Lucena; Ieda de Alencar Barreira; Suely de Souza Baptista

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 1 - 2

Resumo Download

Trata-se de um estudo histórico social que tem como objetivos: descrever a trajetória da professora Elvira De Felice Souza (EFS); analisar o conteúdo do "Manual de Técnica de Enfermagem", escrito por EFS; e discutir a contribuição histórica desta obra para a bibliografia brasileira de enfermagem. O referencial teórico são as fases da construção do saber de enfermagem. Verificou-se que a obra de EFS veio avançar a produção bibliográfica brasileira a respeito da execução dos procedimentos técnicos de enfermagem, que à época se expressava por uma única autora brasileira. Somaram-se mais de quatro décadas desde sua utilização pelas alunas de enfermagem (1953), e, até sua última reimpressão (1995), a obra atravessou periódica atualização, chegando a ser o principal guia para a execução dos procedimentos pelas alunas de fundamentos de enfermagem, tendo sido utilizada por enfermeiros do Brasil inteiro para a elaboração de diversos manuais de enfermagem.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Ensino. Brasil

 

Circunstâncias de criação das escolas de enfermagem do estado do Rio de Janeiro

Thaísa Gois F. de M. S. LimaI; Suely de Souza BaptistaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 197 - 208

Download

 

Circunstâncias histórico-sociais de criação da primeira escola de enfermagem no Vale do Paraíba -

Ana Paula da Silva Antunes; Maria Cristina Sanna

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 54 - 63

Resumo Download

Estudo que se propõe a descrever as circunstâncias histórico-sociais de criação da Escola de Enfermagem Dom Epaminondas no Vale do Paraíba, e analisar as estratégias utilizadas para sua implantação. As fontes primárias, oriundas do acervo da instituição mantenedora da escola e do arquivo municipal, e as fontes secundárias, da biblioteca do município e do Espaço Cultural Mario Covas, tratadas por fichamento individual e agrupamento por similaridade e pertinência, resultaram em quatro agrupamentos temáticos: o Papel da Cidade no Tratamento da Tuberculose; a Influência da Igreja Católica na Saúde, Economia e Educação; O Papel da Enfermagem no Combate à tuberculose; e a Criação da Escola. Concluiu-se que a escola foi criada para atender às necessidades de qualificação de pessoal de enfermagem para fazer frente às mudanças na terapêutica da Tuberculose e, seguindo o modelo anglo-americano de formação, recrutar e manter mão-de-obra das alunas nos sanatórios de propriedade da entidade mantenedora da escola.

Palavras-chave: História. Enfermagem. Escolas de Enfermagem

 

Cliente portador de insuficiência cardíaca - demandas de autocuidado

Zélia Maria de Sousa Araújo SantosI; Celyne Mary Vasconcelos CostaII; Klívia Regina de Oliveira SaraivaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 243 - 250

Download

 

Clientes com doença renal crônica: avaliação de Enfermagem sobre a competência para o autocuidado

Gilvanice de Sousa PachecoI; Iraci dos SantosII; Rachel BregmanIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 44 - 51

Resumo Download

O ingresso em terapias dialíticas em condições inadequadas demanda desconforto e sofrimento aos clientes com doença renal crônica (DRC), além de custos ao sistema de saúde e do trabalho de enfermagem. Visando incentivar o cliente para a adesão ao tratamento conservador dessa patologia, tem-se como objetivo: avaliar a competência e o déficit para o autocuidado do cliente com DRC. Implementou-se o método epidemiológico mediante entrevista com 51 clientes do ambulatório de uremia do HUPE/UERJ), em 2005. Evidenciou-se o déficit do conhecimento sobre as conseqüências da hipertensão arterial e diabetes associados à DRC e os limites na escolha e adesão das terapêuticas médica, nutricional e de enfermagem. Concluiu-se que dúvidas sobre essa doença permeiam a vida dos clientes e podem interferir na adesão ao tratamento e comprometer sua qualidade de vida. Esse achado reforça a importância do ensino do autocuidado para demonstrar seu potencial para enfrentar a DRC.

Palavras-chave: Enfermagem. Insuficiência Renal Crônica. Autocuidado

 

Clientes com hipertensão arterial: perspectiva da gerência do cuidado de enfermagema

Sabrina da Costa MachadoI; Marluci Andrade Conceição StippII; Josete Luzia LeiteIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 64 - 71

Download

 

Cobertura vacinal dos profissionais de um curso de especialização em Saúde da Família do Piauí

Telma Maria Evangelista de Araújo; Elizabete Pimenta Araújo Paz; Rosane Harter Griep

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 95 - 100

Resumo Download

O presente estudo tem como objetivo avaliar a cobertura vacinal dos alunos de um Curso de Especialização em Saúde da Família do Piauí. A população do estudo foi constituída por todos os 43 alunos da turma: 19 enfermeiros, 13 médicos e 11 cirurgiões-dentistas. Os dados foram coletados em 2004, utilizando-se questionários auto-aplicáveis. Encontrou-se uma cobertura vacinal de 81,3% para hepatite B, 76% para a vacina antiamarílica e 65,1% para dT. Além disso, 25 alunos (58,1%) relataram desconhecimento acerca das vacinas preconizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Os resultados mostraram que esses profissionais de saúde não estão adequadamente vacinados, reforçando a necessidade da implantação de uma política sistemática de imunização para eles, tendo como base as normas preconizadas pelo PNI.

Palavras-chave: Vacinação. Programas de Imunização. Saúde da família

 

Cochilos durante o trabalho noturno em equipes de enfermagem: possíveis benefícios à saúde dos trabalhadores

Aline Silva-Costa; Lúcia Rotenberg; Rosane Härter Griep; Frida Marina Fischer

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 33 - 39

Download

 

Colonialismo nas relações entre trabalhadores e usuários durante as práticas de cuidado: implicações para a integralidade da atenção

Maria Denise Schimith; Ana Cristina Passarella Brêtas; Maria de Lourdes Denardin Budó; Anna Maria Chiesa; Gabriela Fávero Alberti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 788 - 795

Download

 

Como administrar cuidados domiciliares: o custo e o preço do preparo e do trabalho da enfermagem uma experiência

Vivian SchutzI; Joséte Luzia LeiteII; Nébia Maria Almeida de FigueiredoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 358 - 364

Resumo Download

Relato de experiência sobre o custo da administração de cuidados domiciliares, considerando a seleção, treinamento e supervisão do profissional. A questão norteadora baseou-se no custo da administração do cuidado domiciliar em uma instituição, que prepara os profissionais de enfermagem para realizar os cuidados. Seus objetivos foram: relatar o custo da seleção e treinamento de pessoal de enfermagem para o cuidado domiciliar; e discutir o processo de administrar os cuidados domiciliares com destaque para as facilidades e dificuldades que os profissionais de enfermagem encontram para que a assistência domiciliar seja realizada. Como metodologia foi usado o relato de atividades desenvolvidas por uma empresa que presta serviços para que sejam realizados os cuidados domiciliares. Como resultados foram elaboradas três categorias: estratégias de recrutamento e custo da seleção dos profissionais de enfermagem para a assistência domiciliar; custos com o treinamento do pessoal selecionado para assistência domiciliar; e alocação dos profissionais treinados no mercado de cuidados domiciliares e particulares. Para a realização de uma adequada assistência domiciliar, conclui-se que é necessário contar com bons profissionais de enfermagem e, para que isso ocorra, deve-se treiná-los adequadamente após o seu recrutamento e seleção.

Palavras-chave: Custos e Análise de Custo. Economia da Enfermagem

 

Como coordenar a teoria e a pratica no ensino da enfermagem pratica

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 37 - 41

Download

 

Comparativo de personagens da história da enfermagem brasileira

Patrícia de Oliveira Furukawa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 402 - 405

Resumo Download

Este artigo trata de uma reflexão sobre a história de profissionais que se destacaram na Enfermagem. Para isso, foi realizada uma pesquisa sobre algumas personagens que muito realizaram pela Enfermagem e pela saúde no país. A análise das histórias dessas enfermeiras revelou fatos em comum, como: o rompimento de paradigmas relacionados ao casamento; a formação em instituições renomadas; a ocupação em cargos de grande importância; a participação expressiva em entidades de classe, assim como uma relação com a formação de qualidade. Através de suas biografias, percebe-se que, apesar de o contexto político da época ter favorecido na formação dessas enfermeiras, muito esforço e dedicação foram necessários para essas trajetórias de sucesso, que colaboraram para a consolidação da Enfermagem brasileira.

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Enfermeiras

 

Complicações decorrentes do posicionamento cirúrgico de clientes idosos submetidos à cirurgia de quadril

Andréia Regina Lopes Grigoleto; Maria do Carmo Querido Avelar; Rúbia Aparecida Lacerda; Silvia Helena Frota Mendonça

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 531 - 536

Resumo Download

Este estudo de revisão sistemática da literatura, segundo as recomendações sugeridas pela Colaboração Cochrane, teve como objetivo buscar nas publicações das bases de dados consultadas as evidências disponíveis sobre complicações decorrentes do posicionamento cirúrgico em idosos submetidos à cirurgia de quadril. Nesta revisão, os estudos identificados e discutidos apresentaram aspectos importantes no desenvolvimento de uma prática efetiva, possibilitando maior compreensão da necessidade de elaboração de pesquisas melhores delineadas que proporcionem validade interna de estudos futuros, para que seus resultados possam ser utilizados na prática clínica.

Palavras-chave: Idoso. Lesões do Quadril. Complicações Intraoperatórias

 

Comportamento da equipe multiprofissional frente ao Bundle do Cateter Venoso Central na Terapia Intensiva

Francimar Tinoco de Oliveira, Marluci Andrade da Conceição Stipp, Lolita Dopico da Silva, Manuela Frederico, Sabrina da Costa Machado Duarte

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 55 - 62

Download

 

Comportamentos relacionados à saúde sexual de pessoas vivendo com o Vírus da Imunodeficiência Humana

Géssyca Cavalcante de Melo, Maria Cristina Soares Figueiredo Trezza, Renata Karina Reis, Débora de Souza Santos, Jorge Luis de Souza Riscado, Joséte Luzia Leite

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 167 - 175

Download

 

Compreendendo a governança da prática de enfermagem em um centro obstétrico

Fernanda Hannah da Silva Copelli, Roberta Juliane Tono de Oliveira, Alacoque Lorenzini Erdmann, Vitória Regina Petters Gregório, Aline Lima Pestana, José Luís Guedes dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 239 - 245

Download

 

Compreendendo as estratégias coletivas de defesa das trabalhadoras de enfermagem na prática hospitalar

Norma Valéria Dantas de Oliveira SouzaI; Marcia Tereza Luz LisboaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 425 - 435

Download

 

Compreendendo o alcoolismo na família

Carmen Lúcia Alves Filizola; Camila de Jesus Perón; Mariana Montagner Augusto do Nascimento; Sofia Cristina Iost Pavarini; José Fernando Petrilli Filho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 660 - 670

Resumo Download

O alcoolismo é um sério problema de saúde pública. O seu tratamento é complexo e a inclusão da família tem sido enfatizada. Esta pesquisa teve como objetivo identificar a estrutura, as relações, a rede de suporte e a vivência de famílias diante do alcoolismo. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semi-estruturadas com cinco famílias de alcoolistas de uma Unidade de Saúde da Família. Verificamos que o alcoolismo constituiu-se no maior problema para as famílias que demonstram pouco conhecimento sobre o tema. Entre as maiores dificuldades encontramos a violência sofrida pelos familiares. As relações familiares são conturbadas. A maioria das famílias isola-se evitando falar do alcoolismo com outros. Portanto, a rede de suporte social seria fundamental. Ao analisá-la constatamos a precariedade de recursos públicos, o desconhecimento dos existentes e a não utilização de Grupos de Apoio pelas famílias

Palavras-chave: Alcoolismo. Família. Apoio Social

 

Compreendendo o princípio de integralidade na visão de discentes da graduação em enfermagem

Gabriela Bezerra Teixeira; Camila Augusta da Silva; Lidiane Bezerra Teixeira; Akemi Iwata Monteiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 764 - 771

Download

 

Compreendendo o significado de qualidade de vida segundo idosos portadores de diabetes mellitus tipo II

Jane Patrícia Ribeiro; Suelen Alves Rocha; Regina Célia Popim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 765 - 771

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica, objetivando descrever o significado de qualidade de vida, segundo relatos de idosos portadores de diabetes mellitus tipo II, e avaliar as repercussões da doença sobre sua vida. Entrevistamos 12 idosos diabéticos, no período de setembro a outubro de 2008, entre um e quarenta anos de evolução da doença. Foi feita a seguinte questão norteadora: "Para o Sr. (a), o que significa qualidade de vida?" A análise dos discursos mostrou facetas relevantes ligadas ao cotidiano do idoso com diabetes mellitus. Para eles, a qualidade de vida está intimamente relacionada à saúde física, independência na vida diária e econômica, integração social, suporte familiar e saúde mental-espiritual. A restrição alimentar foi o ponto de maior repercussão do diabetes sobre seu modo de viver. Verificou-se que cabe aos profissionais de saúde ampliar o diálogo profissional-paciente, promovendo autonomia e independência no cuidado e corresponsabilização.

Palavras-chave: Idoso. Diabetes mellitus. Qualidade de Vida

 

Compreensões de acadêmicos de enfermagem sobre famílias: algumas reflexões

Diego Schaurich

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 415 - 420

Resumo Download

Trata-se de uma reflexão acerca das compreensões de estudantes de enfermagem sobre famílias, a partir da vivência do estágio de docência na graduação em enfermagem. Para tanto, analisaram-se as informações de produções dos acadêmicos, tendo como recurso a análise de conteúdo de Bardin. Deste processo emergiram três categorias: famílias como grupos consanguíneos e/ou afetivos; famílias e suas modificações; e famílias, história e sociedade. Conclui-se que os acadêmicos de enfermagem estão acompanhando as (re)estruturações e (res)significações por que tem passado este agrupamento humano e salienta-se a necessidade de se instigar a discussão desta temática na graduação.

Palavras-chave: Enfermagem. Família. Estudantes de Enfermagem

 

Comunicação breve

Isaura S. Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 144 - 144

Download

 

Comunicação e enfermagem: tendências e desafios para o próximo milênio

Isabel Amélia Costa MendesI; Maria Auxiliadora TrevizanI; Yolanda Dora Martinez ÉvoraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 217 - 224

Download

 

Comunicação entre mãe HIV+ e filho à luz da tacêsica em ambiente natural e experimental

Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Ivana Cristina Vieira de Lima; Larissa de Fátima Pontes Aguiar; Nathália Lima Pedrosa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 163 - 171

Resumo Download

A tacêsica é a forma de expressão da comunicação não verbal relacionada ao toque ou tato, desvelando-se como importante modo de expressão no relacionamento das mães com os bebês. Objetivou-se comparar a comunicação tacêsica entre mãe HIV positivo e seu filho, em ambiente natural e experimental, durante os cuidados maternos do banho e da troca. Filmagens dos cuidados foram realizadas nos dois ambientes e analisadas de forma descritiva por peritos em comunicação. Apesar das similaridades da utilização da tacêsica em ambiente natural e experimental, nos aspectos relativos à localização, intensidade e frequência do toque, a comunicação mediada pelo toque demonstrou ser executada de modo incipiente, sobretudo no ambiente natural. Assim incentiva-se orientar e motivar as mães para ampliar e incrementar os toques durante os cuidados com os filhos com vistas a estimular precocemente a ampliação do vínculo com seu filho e proporcionar o desenvolvimento cognitivo e relacional do bebê.

Palavras-chave: HIV-1. Criança. Comunicação. Enfermagem

 

Comunicação na iminência da morte: percepções e estratégia adotada para humanizar o cuidar em enfermagem

Fabiana Medeiros de Brito; Isabelle Cristinne Pinto Costa; Solange Fátima Geraldo da Costa; Cristiani Garrido de Andrade; Kamyla Félix Oliveira dos Santos; Daniel Pereira Francisco

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 317 - 322

Download

 

Comunicação não verbal entre mãe e filho na vigência do hiv/aids à luz da tacêsica

Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Ênia Costa; Ivana Cristina Vieira de Lima; Simone de Sousa Paiva; Paulo César de Almeida; Lorita Marlena Freitag Pagliuca

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 780 - 785

Resumo Download

Propôs-se analisar a comunicação não verbal entre mãe e filho na vigência do HIV/AIDS à luz da tacêsica (linguagem do toque) durante o desempenho dos cuidados maternos. Estudo exploratório desenvolvido em ambiente experimental em Fortaleza-CE no segundo semestre de 2007 com cinco díades mãe-bebê. Foram utilizados três recursos para a coleta de dados: questionário semiestruturado sobre a história de vida da mãe e da criança; filmagens de cuidados maternos (troca, banho, ninar, brincar e alimentar); e roteiro de análise das filmagens baseado na tacêsica. Identificaram-se 354 interações, cujas análises apontaram que o banho apresentou maior número de interações mãe e filho, havendo ainda prevalência entre os cuidados do toque de intensidade firme e o uso do toque instrumental. Conclui-se que as relações mãe-filho inseridas no universo do HIV devem ser continuamente debatidas com vistas à promoção de cuidado mais eficaz, e que os cuidados maternos são uma oportunidade para fortalecer os laços afetivos mediante o uso do toque, promovendo o desenvolvimento emocional e social satisfatório da criança.

Palavras-chave: Comunicação. HIV-1. Relações Mãe-filho

 

Comunicação não-verbal: aspectos observados durante a consulta de Enfermagem com o paciente cego

Cristiana Brasil de Almeida RebouçasI; Lorita Marlena Freitag PagliucaII; Paulo César de AlmeidaIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 38 - 43

Resumo Download

Estudo exploratório-descritivo sobre comunicação não-verbal entre o enfermeiro e o cego durante a consulta de enfermagem ao diabético, a partir do referencial teórico de Hall. Coleta de dados com filmagem da consulta, analisadas a cada quinze segundos, totalizando 1.131 momentos de comunicação não-verbal. A análise mostra distância íntima (91,0%) e postura sentada (98,3%); em 83,3% das interações não houve contato. Esteve presente o gesto emblemático de mover as mãos (67,4%); o olhar desviado do interlocutor, (52,8%) e o olhar centrado no interlocutor (44,4%). Em todas as filmagens, houve interferências consideráveis no momento da interação enfermeiro-paciente. Conclui-se, que o enfermeiro precisa conhecer e aprofundar os estudos em comunicação não-verbal e adequar o seu uso ao tipo de pacientes assistidos durante as consultas.

Palavras-chave: Comunicação Não-verbal. Enfermagem. Cegueira

 

Comunicação no handoff na terapia intensiva: nexos com a segurança do paciente

Grazielle Rezende da Silva dos Santos; Juliana Faria Campos; Rafael Celestino da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Comunicação terapêutica entre profissionais de saúde e mães acompanhantes durante a hospitalizaçao do filho

Sarah Vieira Figueiredo; Ilvana Lima Verde Gomes; Viviane Peixoto dos Santos Pennafort; Ana Ruth Macêdo Monteiro; Juliana Vieira Figueiredo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 690 - 697

Download

 

Conceito psicossomático da enfermagem

Maria Angélica de Almeida Peres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 12 - 16

Download

 

Concepções de professores de enfermagem sobre drogas

Gertrudes Teixeira LopesI; Halyne Limeira PessanhaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 465 - 472

Resumo Download

OBJETO: concepções dos docentes da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro FENF/UERJ sobre o fenômeno das drogas. Objetivos: identificar as concepções dos docentes da FENF/UERJ sobre o fenômeno das drogas e discutir estas concepções. Pesquisa de campo com abordagem qualitativa. O cenário foi a FENF/UERJ. Os sujeitos foram dez docentes. A base para inclusão dos sujeitos foi o levantamento das áreas de ensino que abordavam o fenômeno das drogas, realizado na faculdade. Utilizamos a entrevista temática e a pesquisa documental. O roteiro de entrevista compôs-se de 14 questões. Observaram-se os aspectos éticos da Resolução 196/96. A análise e tratamento dos dados deram-se pelo método de Análise de Conteúdo de Bardin. Percebemos que os professores concebem as drogas por diferentes vertentes e dentro de diversos modelos de atenção ao usuário de drogas. A concepção marcante foi a droga como doença, sendo fortemente influenciada pelas condições sociais e individuais.

Palavras-chave: Enfermagem. Drogas ilícitas. Ensino. Formação de conceito

 

Condecorações de guerra como investidura de bens simbólicos às ex-enfermeiras febianas

Alexandre Barbosa de Oliveira; Tânia Cristina Franco Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 1 - 2

Resumo Download

Estudo histórico e social.
OBJETIVOS: descrever o ritual de concessão da Medalha de Campanha a algumas enfermeiras brasileiras que atuaram no Serviço de Saúde da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial e analisar os efeitos simbólicos desse ritual para o reconhecimento social de tais enfermeiras. O exame do corpus documental foi realizado mediante leitura e análise de uma fotografia, articulada aos documentos escritos e à bibliografia referente ao contexto em que foi produzida. Os achados foram iluminados pela Teoria do Mundo Social de Pierre Bourdieu. O estudo evidenciou que a presença de enfermeiras em um espaço misógino, para receber uma medalha de honra, consagrou sua aparição em um espaço público tradicionalmente ocupado por homens, contribuindo para a divulgação da imagem da enfermeira militar.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Enfermagem Militar. Emblemas e Insígnias

 

Condições de saúde de crianças de creche comunitária e a enfermagem

Tatiana Jussara da Silva XavierI; Fabrício Fernandes PintoI; Maria Helena do Nascimento SouzaII; Regina Célia Gollner ZeitouneII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 204 - 210

Download

 

Condições de trabalho da enfermagem nas enfermarias de um hospital universitário

Maria Yvone Chaves Mauro; Andréia Fontes da Paz; Carla Christina Chaves Mauro; Michely Alexandrino de Souza Pinheiro; Viviane Gomes Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 244 - 252

Resumo Download

Trata-se de um estudo que aborda a temática do trabalho de enfermagem e tem como foco a percepção dos trabalhadores de enfermagem sobre as suas condições de trabalho. O estudo é do tipo não experimental, com abordagem quantitativa. O objetivo deste artigo é identificar e discutir as condições de trabalho dos trabalhadores de enfermagem nas enfermarias de um Hospital Universitário (HU). Utilizou-se como campo um HU do Estado do Rio de Janeiro, com uma amostra constituída de 296 trabalhadores de enfermagem, no ano de 2008. Nos resultados, foram indicados os fatores de riscos biológicos, físicos, ergonômicos e químicos. Conclui-se que as condições de trabalho são inadequadas e desfavorecem a saúde dos trabalhadores de enfermagem. Este estudo permite ao trabalhador e à instituição discutir o meio ambiente ocupacional e propor mudanças no processo de trabalho.

Palavras-chave: Condições de Trabalho. Saúde do Trabalhador. Riscos Ocupacionais

 

Condições de vida e saúde do idoso indígena Kaingang

Ana Carla Borghi, Lígia Carreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 511 - 517

Download

 

Conduta da equipe de enfermagem diante das alterações clínicas do cliente com síndrome isquêmica coronariana

Claudia Medeiros de OliveiraI; Deyse Conceição SantoroII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 267 - 274

Download

 

Conflito gerado pela designação de enfermeiras para direção hospitalar: uma visão jornalística

Danelia Gómez TorresI; Joséte Luzia LeiteII; Maria Aparecida Vasconcelos MouraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 102 - 107

Resumo Download

O artigo de pesquisa apresenta um conflito de transcendência nacional gerado pela designação de enfermeiras para diretoras de hospitais públicos em duas instituições chilenas, na visão dos jornalistas. Tem por objetivos realizar uma análise crítica do impacto político-social da tomada de poder das enfermeiras durante a gestão hospitalar e discutir as intervenções dos diferentes grupos com base numa reflexão científica do poder, apresentando as posições políticas trabalhistas dos diferentes atores sociais na opinião dos jornalistas. Justifica-se a pesquisa pela magnitude do problema em estudo. Assinalamos que este conflito é ilustrativo dos problemas reais que afetam o sistema de administração pública de saúde, ratificando, assim, o corporativismo do grupo médico que pressiona permanentemente para manter o poder dos hospitais públicos em mãos de seus membros, manifestando reações da nãoaceitação ao ingresso de outras profissões na função diretiva.

Palavras-chave: Enfermeiras. Gerência. Administração Hospitalar. Jornalismo

 

Conflitos entre idosas institucionalizadas: dificuldades vivenciadas pelos profissionais de enfermagem

Jamile Lais Bruinsma, Margrid Beuter, Marinês Tambara Leite, Leila Mariza Hildebrandt, Larissa Venturini, Rafael Beuter Nishijima

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Conforto para uma boa morte: perspectiva de uma equipe de enfermagem intensivista

Rudval Souza da Silva; Álvaro Pereira; Fernanda Carneiro Mussi

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 40 - 46

Download

 

Conhecendo as estratégias de ação e interação utilizadas pelos clientes para o enfrentamento da diálise peritoneal

Felipe Kaezer dos Santos; Glaucia Valente Valadares

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 423 - 431

Download

 

Conhecimento da família acerca da saúde das crianças de 1 a 5 anos em uma comunidade ribeirinha: subsídios para a enfermagem pediátrica

Maria Vitória Hoffmann; Isabel Cristina Santos Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 750 - 756

Resumo Download

O estudo tem como objeto o conhecimento da família acerca da saúde das crianças de 1 a 5 anos em uma comunidade ribeirinha. Os objetivos são: descrever as experiências de vida da família; analisar o conhecimento da família e discutir as implicações na saúde das crianças da prática assistencial da enfermagem. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, tipo estudo de caso. Como procedimento metodológico, utilizaram-se formulário e entrevista não diretiva em grupo. Por meio da análise temática, constatou-se que os conhecimentos das relações familiares e sociais são permeados por valores culturais, crenças, costumes e condutas. As condições socioeconômicas e a distância geográfica da comunidade favorecem a articulação entre o saber popular e a oferta de serviços de saúde próximos à comunidade. Conclui-se que familiares da comunidade necessitam de esclarecimentos e orientações para os problemas de saúde das crianças por parte dos profissionais de saúde; portanto, torna-se relevante a participação da enfermagem com vistas à promoção da saúde da população infantil.

Palavras-chave: Enfermagem Neonatal. Prematuro. Enfermagem da Família

 

Conhecimento das famílias de crianças e adolescentes com malformação neural acerca dos seus direitos em saúde

Sarah Vieira Figueiredo, Ilvana Lima Verde Gomes, Maria Veraci Oliveira Queiroz, Déborah Danna da Silveira Mota, Ana Carla Carvalho de Sousa, Cristiany Macêdo Peixoto Vasconcelos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 671 - 678

Download

 

Conhecimento de homens sobre o trabalho de parto e nascimento

Raimunda Maria de Melo, Bárbara Helena de Brito Angelo, Cleide Maria Pontes, Rosineide Santana de Brito

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 454 - 459

Download

 

Conhecimento e atitudes sobre o Papilomavírus humano e a vacinação

Priscila Mendonça Carneiro da Silva; Izabele Maria Barbosa Silva; Iris Nayara da Conceição Souza Interaminense; Francisca Márcia Pereira Linhares; Solange Queiroga Serrano; Cleide Maria Pontes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Conhecimento e estereótipo de trabalhadores acerca da hipertensão

Maria Euridéa de CastroI; Maysa Oliveira RolimII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 235 - 240

Resumo Download

A prevenção da hipertensão arterial torna-se difícil devido às dificuldades de acesso ao sistema de saúde. Foram objetivos deste estudo: averiguar o conhecimento dos trabalhadores acerca da pressão arterial, da hipertensão e, ainda, a prática da verificação da pressão arterial. Trata-se de um estudo descritivo, realizado em uma Universidade Pública Estadual em Fortaleza-Ceará, Brasil. O universo do estudo foi constituído por 35 trabalhadores a partir de uma amostra aleatória simples. Depreendeu-se que há déficit de conhecimento acerca da pressão arterial e da hipertensão e que as questões culturais entre profissionais e usuários do sistema de saúde estão em desacordo com o processo ensino-aprendizagem. Concluiu-se que urgem estratégias que permitam maior adesão aos programas e às campanhas de hipertensão. O início dessa mudança tem como fundamento a atenção primária, que leve a população, dentro de uma posição crítica, a tomar atitudes que possibilitem adequar-se a uma condição de vida saudável.

Palavras-chave: Pressão Arterial. Hipertensão. Enfermagem

 

Conhecimento e prática anticoncepcional de mulheres portadoras de Diabetes Mellitus

Danielle Rosa Evangelista; Escolástica Rejane Ferreira Moura; Carolina Barbosa Jovino de Souza Costa; Cleide Gomes Bezerra; Mayenne Myrcea Quintino Pereira Valente; Carla Suellen Pires de Sousa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 441 - 447

Download

 

Conhecimento e prática de acadêmicos de enfermagem sobre cuidados com portadores de feridas

Adriano Menis Ferreira1; Marcelo Alessandro Rigotti2; Silvana Barbosa Pena3; Dioner da Silva Paula4; Iara Barbosa Ramos5; Vanessa Damiana Menis Sasaki6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 211 - 219

Resumo Download

O presente estudo teve como objetivo identificar o conhecimento, a prática e fontes de informações de graduandos de enfermagem sobre o cuidado a portadores de feridas. Trata-se de estudo quantitativo com delineamento descritivo-exploratório realizado com 68 graduandos de enfermagem do 9º período de uma Universidade Pública do estado de Mato Grosso do Sul. A coleta foi realizada com duas turmas nos anos de 2008 e 2009. Os dados foram coletados por um questionário adaptado e validado. Somente 6 (54,5%) itens alcançaram acertos acima de 50%. Desses, 4 (36,3%) não chegaram a 70% de acertos. Apenas 2 (11,1%) itens foram respondidos corretamente por todos os acadêmicos. Constatou-se que a maioria dos acadêmicos não utiliza fontes de informações para atualização sobre o assunto. Os resultados demonstraram que o nível de conhecimento sobre o cuidado a portadores de feridas é baixo e, portanto, investimentos no ensino de graduação do referido curso são necessários.

Palavras-chave: Cuidados de enfermagem. Avaliação. Cicatrização de feridas. Estudos transversais.

 

Conhecimento e prática de profissionais de enfermagem sobre profilaxia da oftalmia neonatal

Fernanda Carla Pereira Duarte; Fernanda Garcia Bezerra Góes; Juliana Rezende Montenegro Medeiros de Moraes; Laura Johanson da Silva; Liliane Faria da Silva; Maria da Anunciação Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Conhecimento e utilização da Contracepção de Emergência por acadêmicos de enfermagem

Eléia Marina Lemos Bataglião; Fabiana Villela Mamede

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(2): 284 - 290

Resumo Download

O uso de métodos contraceptivos está aumentando, e juntamente com eles o uso da Contracepção de Emergência (CE). Este estudo pretende descrever o conhecimento e a utilização da CE por estudantes. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de caráter quantitativo, da qual fizeram parte os estudantes de enfermagem. A amostra foi de 327 alunos, média de idade de 21 anos, maioria do sexo feminino. Apenas 17,70% mostraram conhecimento da ação da pílula; 20,80% referiram já terem feito uso, e o principal motivo foi a falha no preservativo (38,23%). O uso correto da CE é válido, porém há a necessidade de ampliação do conhecimento. Com orientação consistente, mulheres podem fazer uso da CE nos casos indicados sem deixar de lado o uso regular de anticoncepcionais e a proteção contra DST/AIDS.

Palavras-chave: Planejamento Familiar. Contracepção. Anticoncepcionais Orais

 

Conhecimento e utilização de medidas de precaução-padrão por profissionais de saúde

Gláucia Sarmento da Silva; Adilson José de Almeida; Vanessa Salete de Paula; Livia Melo Villar

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(1): 103 - 110

Resumo Download

O objetivo deste trabalho foi descrever o conhecimento sobre medidas de precaução-padrão (MPP), bem como analisar a sua utilização entre 266 profissionais de saúde do Estado do Rio de Janeiro. Foi utilizado um questionário autoaplicável com três domínios: A - Identificação e capacitação profissional; B - Conhecimento e suporte após acidente biológico; C - Utilização de MPP em atividades profissionais. Na população estudada, 174 (65,4%) relataram ter feito nos últimos dois anos algum curso de atualização em sua área, 106 (39,8%) fizeram algum curso contendo temas de biossegurança, e 31,9% relataram acidente de trabalho anteriormente. Observamos que os acidentados tinham maior mediana de idade e tempo de conclusão de curso. Concluímos que a maioria dos profissionais reconhece e utiliza as principais MPPs, porém uma parcela desta população ainda não utiliza estas medidas. É importante a capacitação em biossegurança a fim de minimizar o risco durante a atividade profissional.

Palavras-chave: Conhecimento. Biossegurança. Profissional de saúde

 

Conhecimento em HIV/AIDS de 1998 a 2005: estudos publicados em períodicos de Enfermagem

Maria Alix Leite Araújo; Thelma Leite de Araújo; Marta Maria Coelho Damasceno

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(1): 126 - 131

Resumo Download

A pesquisa em enfermagem contribui para o fortalecimento da profissão e para a elaboração de um corpo de conhecimentos especializados, específicos e atualizados, buscando torná-la de relevância social. Deve ser analisada visando refletir sobre o conhecimento de maneira a torná-lo mais adequado. Teve-se por objetivo analisar pesquisas publicadas em seis periódicos de enfermagem Qualis internacional no período de 1998 a 2005. Foram encontrados 40 estudos, realizados predominantemente na Região Sudeste, derivados de teses e dissertações e de autoria de docentes. A temática privilegiada foi a vivência e convivência dos portadores de HIV/AIDS. Conclui-se pela necessidade de expansão da abrangência das pesquisas, buscando atender as exigências da área.

Palavras-chave: Conhecimento. HIV/AIDS. Enfermagem

 

Conhecimento sobre HIV/AIDS de participantes de um grupo de idosos, em Anápolis-Goiás

Gisella Souza Pereira; Claudia Isecké Borges

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 720 - 725

Resumo Download

OBJETIVO: identificar o conhecimento sobre a infecção pelo HIV/AIDS, dos participantes do Centro de Convivência do Idoso (CCI) em Anápolis, Goiás. MÉTODO: foram entrevistados 224 idosos participantes do CCI, sendo coletados dados sociodemográficos e comportamentais, e dados referentes às formas de transmissão do HIV.
RESULTADO: houve predominância do sexofeminino, de baixa escolaridade, baixa renda familiar e cor branca. Quase a metade dos idosos relatou vida sexual ativa. Desses, a maioria não faz uso de preservativo (67%). Apesar de a maioria ter conhecimento sobre as formas de transmissão, ainda acredita que picada de mosquito (79,9%), compartilhamento de sabonetes e toalhas (62,1%), talheres, copos e pratos (62,3%) podem transmitir o vírus.
CONCLUSÕES: constatou-se que, apesar do bom nível de conhecimento demonstrado pelos participantes, ainda persistem dúvidas quanto às formas de transmissão, demonstrando a necessidade de investimentos públicos na educação que resulta em aumento do conhecimento e redução dos riscos.

Palavras-chave: Idoso. HIV/AIDS. Conhecimento

 

Conhecimento, atitude e práticas na prevenção do câncer de colo uterino e hpv em adolescentes

Ferla Maria Simas Bastos Cirino; Lúcia Yasuko Izumi Nichiata; Ana Luiza Vilela Borges

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 126 - 134

Resumo Download

O início sexual cada vez mais cedo propicia alta vulnerabilidade da adolescente a problemas da esfera sexual/reprodutiva, incluindo o câncer de colo uterino e a infecção pelo HPV. O presente estudo teve como objetivo identificar o conhecimento, atitude e prática na prevenção do câncer de colo uterino e infecção pelo HPV na população adolescente e avaliar as situações que as tornam vulneráveis. Trata-se de estudo transversal realizado em uma escola pública de São Paulo com 134 adolescentes entre 14 e 19 anos. Verificou-se idade de iniciação sexual aos 14,8 anos em média. Grande parte das adolescentes não apresentou conhecimento adequado sobre a prevenção desta neoplasia. A adesão ao Papanicolaou também se mostrou baixa. As estatísticas justificam a inserção da adolescente nos programas de detecção deste câncer. É preciso haver investimentos na educação sexual nas instituições de ensino e associar campanhas de Papanicolaou com atividades educativas, com enfoque adequado e linguagem apropriada.

Palavras-chave: Adolescente. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Esfregaço Vaginal. Neoplasias do Colo do Útero

 

Conhecimentos e opiniões dos trabalhadores sobre o uso e abuso de álcool

Fernanda Ferreira da Fonseca

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 599 - 604

Resumo Download

Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, desenvolvido e fundamentado na abordagem qualitativa. O estudo tem como objetivo analisar o conhecimento e as opiniões dos trabalhadores acerca do uso e abuso de álcool, visando à elaboração de um programa de promoção da saúde no trabalho e prevenção de acidentes relacionados ao uso abusivo dessa substância. Para coleta de dados, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 15 trabalhadores que buscaram atendimento em uma Unidade de Saúde da Família através da consulta de enfermagem. Por meio destas entrevistas, chegou-se à conclusão de que, em geral, os trabalhadores têm pouco conhecimento acerca dos perigos provocados pelo uso abusivo de álcool no trabalho e que é preciso investir em programas de prevenção de acidentes de trabalho causados pelo uso excessivo desta substância, levando-se em consideração o número cada vez maior de casos ocorridos.

Palavras-chave: Prevenção de Acidentes. Alcoolismo. Saúde do Trabalhador

 

Conhecimentos e práticas de adolescentes acerca das DST/HIV/AIDS em duas escolas públicas municipais do Rio de Janeiro

Denize Cristina de Oliveira; Ana Paula Munhen de Pontes; Antônio Marcos Tosoli Gomes; Monique Carvalho Marrafa Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 833 - 841

Resumo Download

Este estudo objetiva analisar os conhecimentos sobre a prevenção das DST/AIDS e a adoção de preservativos masculinos pelos jovens. Estudo quantitativo, realizado com 492 adolescentes de duas escolas do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados no ano de 2003 por meio de questionário e analisados com EPI-INFO 6.0. Quanto à prevenção, 94,5% relataram conhecer o preservativo como método eficaz, porém 10,8% consideraram que a pílula anticoncepcional também previne as DST/AIDS, e 16,9% dos adolescentes indicaram que manter relações sexuais apenas com o namorado também se constitui como um método eficaz de prevenção. Com relação às práticas de prevenção, foram analisados apenas os adolescentes com vida sexual ativa (492); destes, 11% nunca usam preservativos nas relações sexuais, 32,7% usam eventualmente, e 53,3% usam em todas as relações sexuais. Conclui-se que o conhecimento não se expressa diretamente em práticas de prevenção e que o relacionamento estável e o uso de anticoncepcionais são associados à prevenção de DST/AIDS, positiva ou negativamente.

Palavras-chave: Sexualidade. Saúde do Adolescente. Pesquisa Quantitativa. Enfermagem

 

Consequências da exposição ocupacional a material biológico entre trabalhadores de um hospital universitário

Maria Helena Palucci Marziale; Heloisa Ehmke Cardoso dos Santos; Camila Maria Cenzi; Fernanda Ludmilla Rossi Rocha; Marli Elisa Mendes Trovó

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 11 - 16

Download

 

Considerações sobre a organização de uma escola de enfermeiras

Maria da Luz Barbosa Gomes; Aline de Fátima Muniz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 147 - 147

Download

 

Construção de um paradigma de cuidado de enfermagem pautado nas necessidades humanas e de saúde

Denize Cristina de Oliveira; Antonio Marcos Tosoli Gomes; Ana Paula Munhen de Pontes; Camila Perroni Marouço da Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 838 - 844

Resumo Download

Propõe-se a problematização da adoção dos conceitos de necessidades básicas humanas e de necessidades de saúde para a constituição das bases epistemológicas de um conceito de cuidado de enfermagem que possibilite a orientação da ação profissional para o seu atendimento, no contexto da pós-modernidade. A proposição básica desenvolvida é a do acesso às necessidades humanas e de saúde através das representações sociais, com suas derivações conceituais para o cuidado em enfermagem e suas tecnologias de trabalho. Demonstra-se que as necessidades de saúde podem ser proveitosamente acessadas através da exploração tanto das dimensões objetivas, quanto das subjetivas do processo saúde-doença, como representadas pelos sujeitos e subjacentes às suas demandas. Discute-se, ainda, a necessidade de repensar o modelo tecnológico de trabalho e a de estabelecer novas bases teóricas para o processo de cuidar em enfermagem, a partir das necessidades negociadas entre os sujeitos individuais e coletivos e os profissionais nas instituições de saúde.

Palavras-chave: Determinação de necessidades de cuidados de saúde. Cuidados de enfermagem. Assistência à saúde

 

Construção e validação de jogo educativo para gestantes

Carla Gisele D'Avila; Ana Claudia Puggina; Rosa Aurea Quintella Fernandes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Construção e validação de simulador de baixo custo para capacitação de pacientes com diabetes mellitus e/ou de seus cuidadores na aplicação de insulina

Janaina Pereira da Silva; Gerson Alves Pereira Junior; Mateus Henrique Gonçalves Meska; Alessandra Mazzo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Construindo o roteiro de entrevista na pesquisa em representações sociais: como, por que, para que

Rafael Celestino da Silva1; Márcia de Assunção Ferreira2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 607 - 611

Resumo Download

Revisão bibliográfica sobre a construção do roteiro de entrevista aplicado à pesquisa no campo das representações sociais, a partir do levantamento dos elementos essenciais à sua elaboração. Realizaram-se busca em base de dados virtual e em uma biblioteca setorial; seleção de obras de referência e periódicos de indexação; e leitura seletiva e analítica. As perguntas, avançando do particular e concreto para o geral e abstrato, devem fazer emergir informações, imagens, crenças, opiniões; abordar aspectos do cotidiano prático dos sujeitos, além de caracterizá-lo para compreender o grupo no sujeito e o sujeito no grupo, assim como captar a zona muda da representação. Conclui-se que o modo de coleta dos dados conduz e interfere na captação de representações. Assim, este estudo fornece subsídios teórico-metodológicos, e indica a importância da vigilância epistemológica nas pesquisas deste campo.

Palavras-chave: Enfermagem. Pesquisa. Entrevista. Psicologia social.

 

Construindo uma linguagem (in) comum em mulheres vítimas de violência conjugal

Yolanda Elizabeth Rodríguez de GuzmánI; Maria Antonieta Rubio TyrrellII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 679 - 684

Resumo Download

O estudo de natureza qualitativa teve como objetivo analisar as concepções de violência conjugal das mulheres que sofrem esse fenômeno social. Foi realizado no Centro "Emergência Mulher" (CEM), instituição estatal do Ministério da Mulher e Desenvolvimento Social (MINDES) na cidade de Trujillo, Perú. O método utilizado foi a história de vida, que permitiu obter relatos de dez mulheres que denunciavam a violência perpetrada pelos seus companheiros. A análise temática das histórias de vida caracterizou uma linguagem (in)comum que contém simbolismos associados à ética, estética e moral; conceitua também a violência como doença crônica, geracional e como estado de mal-estar.

Palavras-chave: Violência Doméstica. Saúde da Mulher. Política de Saúde. Enfermagem Familiar

 

Construindo uma proposta terapêutica de enfermagem no pré-natal de baixo risco

Gertrudes Teixeira LopesI; Valéria Bezerra PortellaII; Marilanda Lopes de LimaII; Lucia Helena Garcia PennaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(1): 115 - 128

Download

 

Consulta coletiva de crescimento e desenvolvimento da criança à luz da teoria de Peplau

Polyanna Keitte Fernandes Gurgel; Francis Solange Vieira Tourinho; Akemi Iwata Monteiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 539 - 543

Download

 

Consulta de acompanhamento do crescimento e desenvolvimento: significados de mães quilombolas

Elenilda Farias de Oliveira; Climene Laura de Camargo; Nadirlene Pereira Gomes; Luana Moura Campos; Viviane Silva de Jesus; Maria Carolina Ortiz Whitaker

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Consulta de enfermagem a idosos: instrumentos da comunicação e papéis da enfermagem segundo Peplau

Juliana Paiva Góes da Silva; Kátia Nêyla de Freitas Macêdo Costa; Grazielle Roberta Freitas da Silva; Simone Helena dos Santos Oliveira; Paulo César de Almeida; Maria das Graças Melo Fernandes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 154 - 161

Download

 

Consulta de enfermagem: estratégia de abordagem à gestante na perspectiva de gênero

Fernanda Beheregaray Cabral; Lúcia Beatriz Ressel; Maria Celeste Landerdahl

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 459 - 465

Resumo Download

Relato de uma prática assistencial desenvolvida no ambulatório de um hospital geral, de caráter filantrópico, no interior do Rio Grande do Sul, no período de 1999 a 2001. Esta prática foi implementada por meio de consultas de enfermagem às mulheres gestantes, sendo subsidiada por referenciais de gênero. Ressalta-se a importância dos profissionais da saúde ampliarem a abordagem à mulher, além da gestação. E se confirma a influência dos referenciais de gênero, como um dos determinantes da condição de vida e de saúde das mulheres assistidas, apontando o pré-natal como um espaço que pode viabilizar o empoderamento e a promoção da autonomia e cidadania femininas.

Palavras-chave: Consulta de Enfermagem. Mulheres Grávidas. Gênero. Saúde da mulher

 

Consultório na rua: as práticas de cuidado com usuários de álcool e outras drogas em Macapá

Marina Nolli Bittencourt; Paulo Victor das Neves Pantoja; Paulo Cesar Beckman da Silva Júnior; José Luis da Cunha Pena; Camila Rodrigues Barbosa Nemer; Rafael Pires Moreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Consumo alcoólico entre universitários(as) da área da saúde da Universidade Federal do Rio Grande/RS: subsídios para enfermagema

Larissa Zepka Baumgarten1; Vera Lúcia de Oliveira Gomes2; Adriana Dora da Fonseca3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 530 - 535

Resumo Download

Objetivou-se conhecer os fatores associados e as consequências do uso de bebidas alcoólicas entre universitários da área de saúde da Universidade Federal do Rio Grande/RS. A amostra foi composta por 351 estudantes do primeiro e do penúltimo anos de cada curso. Aplicou-se um questionário sociodemográfico e o AUDIT na coleta de dados. Na análise utilizaram-se testes estatísticos. Verificou-se que 202 (57,5%) estudantes bebiam habitualmente; desses, 196 (97,0%) tinham familiares usuários(as) de álcool. Segundo o AUDIT os estudantes foram classificados em baixo risco, 147 (41,8%), e de uso problemático, 49 (14,0%). Como consequências detectaram-se apagões, coma alcoólico e acidentes automobilísticos. Constatou-se que 171(48,7%) estudantes não utilizaram preservativo nas últimas relações sexuais e 37 (10,5%) tiveram três a dez parceiros (as) nos últimos 12 meses. Evidenciou-se a necessidade de implementação de estratégias de cunho preventivo no âmbito universitário, para detectar precocemente o potencial para uso abusivo, bem como oportunidade de tratamento aos(às) que fazem uso problemático do álcool.

Palavras-chave: Estudantes. Consumo de bebidas alcoólicas. Enfermagem. Saúde pública.

 

Consumo de álcool e fatores associados ao binge drinking entre universitárias da área de saúde

Ana Karina Rocha Hora Mendonça; Carla Viviane Freitas de Jesus; Maria Bernadete Galrão de Almeida Figueiredo; Daisy Pereira Valido; Marco Antonio Prado Nunes; Sonia Oliveira Lima

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Consumo de drogas entre pessoas idosas e a redução de danos: reflexão a partir da complexidade

Vânia Dias Cruz, Silvana Sidney Costa Santos, Daiane Porto Gautério-Abreu, Bárbara Tarouco da Silva, Silomar Ilha

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

Consumo de medicamentos na área de abrangência de uma Estratégia de Saúde da Família: Prevalência e fatores associados

Letícia Silveira Goulart; Ingrid Jordana Ribeiro Dourado; Alyna Araújo e Marcondes; Aline Marques; Franciane Rocha de Faria; Débora Aparecida da Silva Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Consumo de pesquisa, saúde intelectual e retorno social em reflexão sobre a prática da enfermagem

Jaqueline Da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(3): 403 - 405

Download

 

Contribuição de enfermeiras obstétricas para consolidação do parto humanizado em maternidades no Rio de Janeiro-Brasil

Octavio Muniz da Costa Vargens, Alexandra Celento Vasconcellos da Silva, Jane Márcia Progianti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Contribuição do cuidado clínico de enfermagem para o conforto psicoespiritual de mulheres com infarto agudo do miocárdio

Keila Maria de Azevedo Ponte1; Lúcia de Fátima da Silva2; Antonia Eliana de Araújo Aragão3; Maria Vilani Cavalcante Guedes4; Ivete Palmira Sanson Zagonel5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 666 - 673

Resumo Download

Objetivou-se analisar a contribuição do cuidado clínico de enfermagem para o conforto psicoespiritual de mulheres com Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), mediado pela pesquisa-cuidado com base na Teoria do Conforto. Os sujeitos foram nove mulheres admitidas com IAM no período de abril a junho de 2011 em um hospital de Cardiologia em Sobral - Ceará, Brasil. O primeiro encontro ocorreu na admissão e durou em média seis horas; depois ocorreram mais três encontros. Para coleta e análise das informações, foram empregados entrevista individual semiestruturada, diário de campo, observação participante e análise temática categorial de conteúdo. Os cuidados implementados no contexto psicoespiritual foram: fortalecer a espiritualidade, esclarecer sobre o adoecimento, ajudar no enfrentamento da nova condição de saúde e nas situações de confusão mental e desorientação. A percepção do conforto psicoespiritual ocorreu por meio da implementação de cuidados clínicos neste contexto, utilizando-se pesquisa-cuidado com base na Teoria do Conforto.

Palavras-chave: Cuidados de enfermagem. Terapia intensiva. Infarto do miocárdio

 

Contribuições da equipe de saúde visando à promoção da segurança do paciente no cuidado intensivo

Ana Paula Minuzzi, Nádia Chiodelli Salum, Melissa Orlandi Honório Locks, Lúcia Nazareth Amante, Eliane Matos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 121 - 129

Download

 

Contribuições da filosofia para a pesquisa em enfermagem

Raquell Alves de Araújo1; Hemília Gabrielly de Oliveira Cartaxo2; Samira Maria Oliveira Almeida3; Fátima Maria da Silva Abrão4; Antonio José de Almeida Filho5; Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 388 - 394

Resumo Download

Objetivou-se realizar um levantamento das pesquisas, na área de Enfermagem, que fizeram uso da filosofia com perspectiva de compreender sua prática, buscando identificar sua contribuição para a profissão. Trata-se de um estudo cuja base metodológica é a revisão integrativa, de caráter crítico e retrospectivo, com fonte de dados secundários.Para a seleção dos artigos utilizaramse as bases de dados Lilacs e Medline. A amostra desta revisão constituiu-se de 31 artigos. Após análise dos artigos, os resultados apontaram que há uma dominação de estudos qualitativos e reflexivos, utilizando a fenomenologia como abordagem filosófica, predominando o referencial teórico do filósofo Martin Heidegger. Concluiu-se que a fenomenologia tem sido cada vez mais utilizada em trabalhos realizados no campo da Enfermagem, o que reflete a preocupação em compreender os fenômenos vividos no seu cotidiano. Assim, tem apresentado subsídios expressivos para a práxis da profissão e, especialmente, para a edificação do conhecimento enquanto disciplina.

Palavras-chave: Enfermagem. Filosofia. Pesquisa.

 

Contribuições de florence nightingale: uma revisão integrativa da literatura

Ariane Thaise Frello; Telma Elisa Carraro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 573 - 579

Download

 

Contribuindo poro o (re-)construção da trajetória da Professora Maria Dolores Lins de Andrade na EEAN/UFRJ

Neiva Maria Picinini Santos1; Marléa Chagas Moreira2; Ligia de Oliveira Viana3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(3): 106 - 113

Resumo Download

Trata-se de um estudo preliminar da trajetória da Professora Maria Dolores Lins de Andrade na Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ. A partir de fontes primárias, buscou-se ressaltar as atividades relevantes da professora, de sua formação no Curso de Graduação em Enfermagem na EEAN à aposentadoria, destacando sua contribuição para a história da escola e da Enfermagem Brasileira.

Palavras-chave: ursing history, Trajectory professional, Nursing School

 

Convergência de saberes e conhecimentos de enfermagem no cuidado à família

Lígia Barros CostaI; Maria Grasiela Teixeira BarrosoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(2): 330 - 332

Download

 

Correlação entre carga de trabalho de enfermagem e gravidade dos pacientes críticos gerais, neurológicos e cardiológicos

Ellen Maria Pires Siqueira, Mariana Davies Ribeiro, Regina Claudia Silva Souza, Fernanda de Souza Machado, Solange Diccini

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 233 - 238

Download

 

Correlação entre pressão arterial e peso em crianças e adolescentes de uma escola municipal do noroeste paulista

Márcia Diana Umebayashi Zanoti I; Juliana Coelho Pina II; Marcela Luisa Manetti III

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 879 - 885

Resumo Download

Verificar a correlação entre alterações de peso e pressão arterial em escolares do ensino fundamental de uma escola municipal do noroeste paulista.
MÉTODO: Estudo quantitativo, descritivo e correlacional. Após a coleta e categorização do peso e pressão arterial de 148 escolares, os dados foram digitados no Excel e analisados no programa estatístico Statistical Package for Social Science, versão 12, utilizando-se estatística descritiva e inferencial (tabela de contingência e teste de correlação de Pearson).
RESULTADOS: O sexo predominante foi masculino (63,5%), e a idade média 8,4 anos; 36,5% apresentaram índice de massa corpórea alterado (3,4% baixo, 10,1% sobrepeso e 23% obesidade); 4,7% apresentaram pressão arterial limítrofe, e 9,5%, hipertensão. O teste de correlação indicou correlação forte e positiva entre peso/índice de massa corpórea e pressão arterial.
CONCLUSÕES: Os resultados contribuem para o diagnóstico precoce de alterações pressóricas na população estudada e sua prevenção nos indivíduos obesos e com sobrepeso.

Palavras-chave: Saúde da Criança. Hipertensão. Sobrepeso

 

Cotidiano da gravidez de risco por cardiopatia: estudo fenomenológico das relações assistenciais

Thaís Vasconselos Amorim, Ívis Emília de Oliveira Souza, Anna Maria de Oliveira Salimena, Maria Carmen Simões Cardoso de Melo, Andyara do Carmo Pinto Coelho Paiva, Maria Aparecida Vasconcelos Moura

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Cotidiano de mães-acompanhantes-de-filhos-que-foram-a-óbito: contribuições para a enfermagem oncológica

Dayse Mary de Souza Carneiro; Ivis Emília de Oliveira Souza; Cristiane Cardoso de Paula

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 757 - 762

Resumo Download

Objetivou-se compreender o significado de ser-mãe-acompanhante-de-filho-que-foi-a-óbito -por-doença-oncológica. A entrevista fenomenológica com 14 depoentes permitiu a captação dos significados que foram analisados como estruturas essenciais do fenômeno com base no referencial teórico-metodológico heideggeriano. Compreendeu-se que o ser-mãe significou: ser forte para tudo, mas na hora crítica da perda do filho sentiu necessidade de ter alguém ao seu lado; ser confortada por outras mães-acompanhantes/voluntários; contar com apoio familiar, institucional, governamental; ter muita dificuldade para aceitar o tratamento e a perda do filho; ter esperança de cura; querer que houvesse um jeito melhor de se falar que não há mais o que fazer. Na instituição, isso é registrado como Fora de Possibilidade de Cura Atual. A hermenêutica desvelou o sentido da impessoalidade do ser-mãe-aí-com no cotidiano assistencial. Diante dos significados/sentidos desvelados, conclui-se pela possibilidade de um cuidado singular e solícito, mediado pela empatia, em um movimento existencial dos profissionais de saúde sendo-com as mães.

Palavras-chave: Saúde da Criança. Enfermagem Pediátrica. Oncologia. Filosofia em Enfermagem. Existencialismo

 

Cotidiano do ser-casal: significados da profilaxia da transmissão vertical do HIV e possibilidades assistenciais

Tassiane Ferreira Langendorf, Stela Maris de Mello Padoin, Cristiane Cardoso de Paula, Ivis Emília de Oliveira Souza, Marlene Gomes Terra, Clarissa Bohrer da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 259 - 264

Download

 

Criação e consolidação do curso de enfermagem na universidade de Brasília: uma história de tutela (1975 - 1986)

Fátima Aparecida CardosoI; Jane Lynn Garrison DytzII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 251 - 257

Resumo Download

O estudo teve como objetivo resgatar a história do curso de Enfermagem da Universidade de Brasília, desde sua criação em 1975, até sua institucionalização definitiva em 1986. As fontes primárias foram depoimentos orais e documentos inscritos. Os resultados revelam que o curso foi criado com mais de 13 anos de atraso, em relação ao proposto no plano diretor, e que, mesmo depois da criação, permaneceu 12 anos sob tutela do Curso de Medicina. Na criação, não houve previsão de infraestrutura, dotação orçamentária ou quadro docente mínimo, o que prejudicou o desenvolvimento do curso. O curso enfrentou déficit de docentes, evasão discente e falta de autonomia administrativa. Os autores concluem que, mesmo em condições adversas, os docentes de Enfermagem contornaram os jogos de poder e construíram um espaço próprio.

Palavras-chave: Enfermagem. Educação em Enfermagem. História da Enfermagem

 

Crianças em situação de violência de um ambulatório do Rio de Janeiro: conhecendo seu perfil

Lucia Martins de Magalhães Pierantoni; Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 699 - 707

Resumo Download

Buscou-se caracterizar as crianças envolvidas em situação de violência e seus familiares, e analisar o papel social do agressor/protetor no círculo da violência. Estudo quantitativo descritivo foi desenvolvido no Ambulatório da Família de um Hospital do Rio de Janeiro, entre 2006 e 2007. Dados do prontuário de 44 crianças demonstraram intensa relação entre pobreza, baixa escolaridade e gênero na matriz social da violência. Houve maior registro de meninos (64%) expostos a violência do que meninas. A violência física foi a queixa mais recorrente (33,3%). Paradoxalmente, a mãe foi a principal agressora (39,1%) e protetora (57,1%). Conclui-se que tanto a criança como o agressor/protetor precisam de intervenção, apoio e monitoração do serviço de saúde, e que o duplo papel social (agressor/protetor) implica uma abordagem de cuidado centrado na família.

Palavras-chave: Criança. Enfermagem. Violência

 

Cruz Vermelha Brasileira (filial São Paulo) na imprensa (1916-1930)

Fernando Porto I; Paulo Fernando de Souza Campos II; Taka OguissoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 492 - 499

Resumo Download

Este estudo teve como objeto dimensionar a visibilidade da Cruz Vermelha Brasileira, Filial de São Paulo, na imprensa escrita no período de 1916-1930. Seus objetivos foram: descrever e analisar sua visibilidade na imprensa escrita e discutir os efeitos da crença simbólica da Cruz Vermelha Brasileira à sociedade. Os documentos de análise foram oriundos de um portfólio, do Centro Histórico Cultural da Enfermagem Ibero-americana, da Escola de Enfermagem, da Universidade de São de Paulo. Os resultados foram analisados com base nas concepções de Pierre Bourdieu, que apontaram para o círculo da crença simbólica, quando foram veiculadas 1.089 notícias na imprensa nacional e internacional. Neste sentido, a cada publicação de notícia sobre a Cruz Vermelha Brasileira, esta divulgava o órgão central no Brasil e, consequentemente, também a Cruz Vermelha Internacional.

Palavras-chave: Enfermagem. Imprensa. História da Enfermagem

 

Cuidado aos adolescentes na atenção primária: perspectivas de integralidade

Rachel Franklin da Costa1; Maria Veraci Oliveira Queiroz2; Regina Célia Gollner Zeitoune3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 466 - 472

Resumo Download

O estudo tem como objetivo descrever ações dos gestores e enfermeiros com os adolescentes na atenção primária, baseadas nas perspectivas da integralidade. Pesquisa qualitativa com quatro gestores e treze enfermeiros da rede básica de saúde realizada no período de abril a junho de 2010, utilizando entrevista e análise de conteúdo. Da análise emergiu a temática: Ações de cuidados ao adolescente e perspectivas de integralidade. Os sujeitos destacaram o acolhimento como uma ação da equipe, porém com necessidade de estabelecer vínculos e oportunizar meios para motivar a reflexão dos adolescentes acerca de sua responsabilidade mediante as questões de saúde. Tais ações conduzem a possibilidade da integralidade do cuidado. Concluiu-se que os profissionais mostraram as limitações do cuidado a esta população e apresentaram o confronto entre o pensar e o fazer, favorecendo reflexões sobre estratégias que possibilitem o cuidado aos adolescentes na perspectiva de integralidade.

Palavras-chave: Enfermagem. Adolescente. Assistência integral à saúde.

 

Cuidado centrado na família em unidades emergenciais: percepção de enfermeiros e médicos brasileiros

Mayckel da Silva Barreto, Guilherme Oliveira de Arruda, Cristina Garcia-Vivar, Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Cuidado clínico em enfermagem: desenvolvimento de um conceito na perspectiva de reconstrução da prática profissional

Lia Carneiro Silveira; Alcivan Nunes Vieira; Ana Ruth Macedo Monteiro; Karla Correia Lima Miranda; Lúcia de Fátima da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 548 - 554

Download

 

Cuidado da criança com anomalia congênita: a experiência da famíliaa

Bruna Aparecida Bolla1; Stéphany Noujain Fulconi2; Marja Rany Rigotti Baltor3; Giselle Dupas4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 284 - 290

Resumo Download

O prognóstico de sobrevida de crianças com anomalia congênita vem apresentando melhora; deste modo, é importante conhecer a vivência da família ao aceitar e inserir essa criança na sociedade. Entretanto, os profissionais da saúde, dentre eles o enfermeiro, ainda têm dificuldades relacionadas ao acompanhamento e orientação da família. O objetivo deste trabalho foi conhecer a experiência da família no cuidado à criança portadora de anomalia congênita. O referencial teórico utilizado foi o Interacionismo Simbólico, e o método, a Narrativa. Das experiências vivenciadas, o momento do diagnóstico foi considerado um dos que causa maior sofrimento à família. Após esse período, o enfrentamento diário para a saúde e bem-estar da criança tornou-se objetivo fundamental. Concluiu-se que a assistência à família deve se basear em uma rede de apoio que a acolha principalmente no momento do diagnóstico e durante as especificidades do cuidado à criança.

Palavras-chave: Anormalidade congênita. Enfermagem. Família. Criança.

 

Cuidado de clientes cirúrgicos: aspectos evolutivos e reflexões para avanços na Enfermagem1

Isaura Setenta Porto1; Nébia Maria Almeida de Figueiredo2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 52 - 62

Resumo Download

p>Com a finalidade de refletir sobre a natureza do cuidado de enfermagem dirigido à clientela cirúrgica, o estudo discorre sobre sua evolução, à luz de alguns desdobramentos históricos que o influenciaram, direta ou indiretamente. Os cuidados de enfermagem denominados supersticioso, ambíguo e científico são caracterizados e relacionados ao desenvolvimento de abordagens para a clientela cirúrgica, em diversos momentos evolutivos. É apresentado o início da exploração e reflexão sobre um cuidado sensual de enfermagem fundamentado no conceito de ciência sensual. Para que ele possa ser instituído são necessárias algumas modificações no âmbito do ensino, da pesquisa e da assistência de enfermagem, principalmente a incorporação de uma ética diferente daquela normativa da profissão, uma ética da liberdade e da solidariedade. Finaliza apontando a necessidade de partilhar e discutir a proposição do cuidado sensual, talvez um dos resultados para um avanço da profissão coletivamente buscado, trabalhado e partilhado.

Palavras-chave: Cuidado de enfermagem - Denominações evolutivas - Clientela cirúrgica

 

Cuidado de enfermagem à criança vítima de violência sexual atendida em unidade de emergência hospitalar

Ruth Oliveira Santos Woiski; Daniele Laís Brandalize Rocha

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 143 - 150

Resumo Download

OBJETIVOS: conhecer como a equipe de enfermagem percebe o cuidado efetivado à criança que sofreu violência sexual ao ser atendida em unidade de emergência hospitalar e especificar, a partir das expressões da equipe de enfermagem, as características que compõem o cuidado de enfermagem em unidade de emergência hospitalar à criança que sofreu violência sexual.
MÉTODOS: pesquisa qualitativa, pelo método exploratório-descritivo, utilizando a entrevista semiestruturada com 11 profissionais da equipe de enfermagem de uma unidade de emergência hospitalar.
RESULTADOS: pela análise de conteúdo de Bardin (1991), foram compreendidas três Unidades de Contexto e seis Unidades de Significação que revelam a percepção da equipe de enfermagem ao cuidar da criança vítima de violência sexual em unidade de emergência hospitalar.
CONCLUSÕES: a equipe percebe que o cuidado vai além da técnica, envolvendo o emocional da criança, equipe e família. Percebeu-se o cuidado humanizado, porém sem a sistematização da assistência por meio do processo de enfermagem.

Palavras-chave: Percepção. Cuidado da Criança. Violência Sexual

 

Cuidado de enfermagem a pessoas com hipertensão fundamentado na teoria de parse

Fabíola Vládia Freire da Silva1; Lúcia de Fátima da Silva2; Maria Vilani Cavalcante Guedes3; Thereza Maria Magalhães Moreira4; Ana Cleide Silva Rabelo5; Keila Maria de Azevedo Ponte6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(1): 111 - 119

Resumo Download

Este estudo propõe o cuidado de enfermagem, baseado nos princípios de Parse, a pessoas com hipertensão consultadas na Estratégia Saúde da Família. Estudo descritivo, de cunho qualitativo, realizado de março a maio de 2011, com quatorze enfermeiros no município de Itapajé-Ceará. Para coleta das informações utilizou-se a entrevista semiestruturada e, para análise, o discurso dos sujeitos. Emergiram três categorias baseadas nos princípios de Parse: Multidimensão dos significados - o enfermeiro conduz ao relato dos significados; Sincronização de ritmos - o enfermeiro ajuda a identificar harmonia e desarmonia; Mobilização da transcendência - o enfermeiro guia o plano de mudanças. Notou-se aproximação dos discursos ao teorizado por Parse quando citaram buscar um cuidado humanizado, com a participação da família, valorização da autonomia, utilização da educação em saúde, com orientações individuais. Percebeu-se a viabilidade na implementação do cuidado de enfermagem fundamentado na Teoria de Parse a pessoas com hipertensão.

Palavras-chave: Teoria de enfermagem. Cuidados de enfermagem. Hipertensão.

 

Cuidado de enfermagem ao cliente supostamente sadio: descobrindo a hipertensão arterial

Maria Aparecida Vasconcelos MouraI; Marina Ferreira da Costa BragaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(2): 231 - 238

Download

 

Cuidado desenvolvido às crianças com necessidades especiais de saúde nos serviços de atenção domiciliar no Paraná - Brasil

Vanessa Rossetto; Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso; Rosa Maria Rodrigues; Cláudia Silveira Viera; Eliane Tatsch Neves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Cuidado e solidariedade: São Francisco de Assis e a enfermagem

Ana Paula Costa AlvesI; Fábio Assis de Sousa MoreiraII; Osnir Claudiano da Silva JúniorIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 176 - 182

Download

 

Cuidado ético do outro: contribuições de Edith Stein e Max Scheler

Valdecyr Herdy Alves; Rudimar Barea; Vera Rudge Werneck; Silvestre Grzibowski; Diego Pereira Rodrigues; Luana Asturiano da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Cuidado familiar à idosa em condição crônica por sofrimento psíquico

Marilene Hiller; Roseney Bellato; Laura Filomena Santos Araújo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 542 - 549

Resumo Download

Este estudo tem por objetivo compreender que repercussões a busca, a produção e o gerenciamento do cuidado a uma pessoa idosa com condição crônica por sofrimento psíquico têm na vida de sua família. Considerando-se que essa condição crônica exige cuidado permanente e progressivo, procuramos compreender o desgaste e as implicações que esse cuidado tem para a família. Trata-se de um Estudo de Caso que utilizou a História de Vida Focal como estratégia metodológica operacionalizada pela entrevista em profundidade, com os membros da família de uma pessoa idosa com sofrimento psíquico. Como forma de organização e análise dos dados utilizamos o Itinerário Terapêutico e suas ferramentas. O estudo nos convida a refletir que o cuidado produzido repercute não apenas sobre a pessoa idosa em sofrimento psíquico, mas também no modo de viver de cada cuidador e da família como um todo.

Palavras-chave: Sofrimento Psíquico. Enfermagem. Família

 

Cuidado humanístico e percepções de enfermagem diante da dor do recém-nascido

Ana Luíza Paula de Aguiar Lélis; Leiliane Martins Farias; Maria Aneuma Bastos Cipriano; Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso; Marli Teresinha Gimeniz Galvão; Joselany Afio Caetano

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 694 - 700

Resumo Download

Este estudo objetivou apreender o significado do cuidado oferecido pelo enfermeiro ao recém-nascido em procedimentos dolorosos e conhecer as intervenções realizadas pelos enfermeiros para amenizar a dor do recém-nascido. Estudo descritivo, realizado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de um hospital público de Fortaleza-CE em julho/2010. Os sujeitos foram dez enfermeiras, e a coleta de dados se realizou através de um questionário. Os dados foram organizados em três categorias: O significado de cuidado diante da dor do recém-nascido; a assistência humanizada junto ao recém-nascido; e intervenções de enfermagem diante da dor do recém-nascido. Estes foram analisados à luz da Teoria Humanística de Paterson e Zderad. Constatou-se que o cuidado ao recém-nascido deveria ser direcionado a minimizar os fatores estressores durante a situação dolorosa e que as intervenções citadas foram predominantemente não farmacológicas, envolvendo ações desenvolvidas para a recém-nascido e o ambiente da Unidade.

Palavras-chave: Dor. Recém-nascido. Cuidados de enfermagem

 

Cuidado humanizado como Política Pública. Caso peruano

Fredy Hernán Polo Campos, Regina Célia Gollner Zeitoune, Henry Alfonso Rebaza Iparraguirre, Rosa María Pretell Aguilar, Ana Ines Souza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

Cuidado humanizado em terapia intensiva: um estudo reflexivo

Joselany Áfio CaetanoI; Enedina SoaresII; Luciene Miranda de AndradeIII; Roberta Maria da Ponte IV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 325 - 330

Resumo Download

Objetivou-se neste estudo conhecer o significado da assistência humanizada prestada a pacientes em tratamento intensivo sob a ótica de dezessete profissionais de saúde que trabalhavam na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital filantrópico situado na região metropolitana da cidade de Sobral - CE, Brasil. Para a coleta de dados, utilizou-se um instrumento contendo a seguinte pergunta: Qual o significado da humanização da assistência para você? Dos dados emergiram três categorias de análise: conforto emocional; conforto físico e compromisso profissional, cuja análise revela a melhoria da assistência não configurada nos avanços da tecnologia, mas, em valores pessoais, na compreensão do verdadeiro significado do cuidado, o direcionamento da assistência ao conforto físico e emocional associado ao cuidado que visa amenizar a dor; cuidar com compromisso aplicando a prática humanística. Conclui-se que o processo de cuidar humanístico leva os profissionais a refletir acerca das suas posturas pessoais e acadêmicas, fortalecendo sempre o trabalho em equipe.

Palavras-chave: Humanização da Assistência. Unidades de Terapia Intensiva. Exercício Profissional

 

Cuidado integral e aconselhamento reprodutivo à mulher que abortou: percepções da enfermagem

Ivanete da Silva Santiago Strefling; Wilson Danilo Lunardi Filho; Nalú Pereira da Costa Kerber; Marilu Correa Soares; Vera Lúcia de Oliveira Gomes; Elisa de Vargas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(4): 698 - 704

Download

 

Cuidado pré-natal e cultura: uma interface na atuação da enfermagem

Camila Neumaier Alves, Laís Antunes Wilhelm, Camila Nunes Barreto, Carolina Carbonell dos Santos, Sonia Maria Konzgen Meincke, Lúcia Beatriz Ressel

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 265 - 271

Download

 

Cuidados com a pele do recém-nascido: análise de conceito

Fernanda Cavalcante Fontenele1; Lorita Marlena Freitag Pagliuca2; Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(3): 480 - 485

Resumo Download

O foco do enfermeiro é o cuidado ao ser humano e, em neonatologia, o cuidar da pele do recém-nascido é prioridade. Objetivouse analisar o conceito de cuidado com a pele do recém-nascido. Referencial teórico metodológico utilizado: Modelo de Análise de Conceito de Rodgers, que permitiu analisar os antecedentes, atributos e consequentes do conceito estudado. Identificaram-se os antecedentes: prematuridade, risco de infecção, monitorização, fatores ambientais, alterações fisiológicas, antissépticos, assistência intensiva, procedimentos invasivos, lesão, exame físico e baixo peso. Atributos: contínuo, individualizado, dinâmico, eficaz, criterioso, delicado, humanizado, seguro, integral, prioridade, imediato e padronizado. Consequentes: previne lesões, mantém a pele íntegra, melhora a condição da pele, o quadro clínico e a circulação, controla as perdas de água, previne infecção e proporciona conforto.. Este método oferece um suporte na consolidação do conhecimento. O conceito analisado revelou importante associação com a prematuridade e risco de infecção, relacionando-se com as características ao longo do tempo.

Palavras-chave: Formação de conceito. Cuidados de enfermagem. Recém-nascido. Pele.

 

Cuidados com os bebês: o conhecimento das primíparas adolescentes

Dayane Cristina de Sousa Rocha; Maria Gorette Andrade Bezerra; Antonia do Carmo Soares Campos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 365 - 371

Resumo Download

O bem-estar dos bebês nascidos de mães adolescentes foi o incentivo para a realização desta pesquisa que objetivou investigar se as gestantes adolescentes primíparas estão recebendo orientações acerca do cuidado com seus bebês. Estudo descritivo, com abordagem quantitativa, no qual se utilizou como técnica para a coleta de dados a entrevista estruturada, nos meses de setembro e outubro de 2004. Teve como cenário o Alojamento Conjunto de uma maternidade na cidade de Fortaleza, considerada de referência terciária no Estado do Ceará. A amostra ficou constituída de 30 adolescentes primíparas, com idade entre 13 e 19 anos, baixo grau de escolaridade e evasão escolar; baixa renda familiar; união estável e que não realizaram o número de consultas de pré-natal preconizadas pelo Ministério da Saúde. Teve-se como resultado o baixo déficit de orientação das primíparas adolescentes acerca de como cuidar do bebê, que esperam contar com a ajuda dos pais e familiares. Constatou-se ainda que, apesar de realizarem o pré-natal, faltou interesse em participar das palestras oferecidas.

Palavras-chave: Cuidado da Criança. Conhecimento. Gravidez na Adolescência

 

Cuidados de enfermagem e sua transversalidade: pacientes complexos e tecnologias no ambiente hospitalar

Isaura Setenta Porto1

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 645 - 647

Download

 

Cuidados de saúde: paradigma de enfermeiros no México - a reconstrução da estrada

María de Lourdes García HernándezI; Beatriz Arana GómezII; Lucila Cárdenas BecerrilIII; Araceli Monroy RojasIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 287 - 296

Resumo Download

Faz-se uma pesquisa histórico-sociológica dos antecedentes e das bases filosóficas que fundamentam o desempenho do pessoal profissional de enfermagem no México, os quais permitam conhecer e reconhecer a necessidade urgente de transitar do paradigma saúde-enfermidade ao de vida-saúde. Isso responde às necessidades da população no âmbito da saúde, em uma sociedade na qual a atenção radica na doença, e não na saúde, sendo esta outorgada em um sistema hospitalar e com altos custos. É uma pesquisa cuja metodologia se baseia no enfoque da sociologia das profissões, apoiada em amplas entrevistas. A população de estudo se conformou de 10 enfermeiros de um hospital público de segundo nível de atenção à saúde. Os resultados indicam que enquanto a atenção de enfermagem se outorgar em uma área hospitalar, o paradigma vida-saúde irá demorar em se instalar no ser e fazer dos enfermeiros.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Assistência à Saúde

 

Cuidados fundamentais de enfermagem na ótica do cliente: uma contribuição para a enfermagem fundamental

Márcia de Assunção FerreiraI; Nébia Maria Almeida de FigueiredoII; Angela ArrudaIII; Neide Aparecida Titonelli AlvimIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 387 - 396

Download

 

Cuidados fundamentais na arte de cuidar do idoso: uma questão para a enfermagem

Selma Petra Chaves SáI; Márcia de Assunção FerreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 46 - 52

Download

 

Cuidados paliativos à criança oncológica na situação do viver/morrer: a ótica do cuidar em enfermagem

Barbara Soares Avanci; Fabiano Mizael Carolindo; Fernanda Garcia Bezerra Góes; Nina Paula Cruz Netto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 708 - 716

Resumo Download

Pesquisa de campo, descritiva-exploratória, com abordagem qualitativa, realizada em 2009, que objetivou conhecer a percepção do enfermeiro diante da criança com câncer sob cuidados paliativos; e discutir como essa percepção do enfermeiro interfere nos cuidados prestados à criança com câncer sob cuidados paliativos. Os sujeitos foram cinco enfermeiros do setor de pediatria do HEMORIO, e a interpretação das falas ocorreu por meio da análise temática. Percebemos que o cuidar da criança com câncer sob cuidados paliativos é um processo de sofrimento e um misto de emoções para o profissional, e que os cuidados voltam-se para a promoção do conforto, pelo alívio da dor e dos sintomas, além do atendimento às necessidades biopsicossociais e espirituais, e do apoio à família. Conclui-se que é necessário enfatizar a importância da assistência de enfermagem no cuidado paliativo à criança com câncer, principalmente sob a ótica do cuidar, mas também na perspectiva do desenvolvimento da profissão.

Palavras-chave: Enfermagem Pediátrica. Cuidados Paliativos. Enfermagem Oncológica. Criança

 

Cuidados paliativos e luto: um estudo bibliométrico

Maria Andréa Fernandes; Solange Fátima Geraldo da Costa; Gilvânia Smith da Nóbrega Morais; Marcella Costa Souto Duarte; Ana Aline Lacet Zaccara; Patrícia Serpa de Souza Batista

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Cuidados paliativos em oncologia pediátrica na percepção dos acadêmicos de enfermagem

Tuani Magalhães Guimarães; Liliane Faria da Silva; Fátima Helena Espírito Santo; Juliana Rezende Montenegro Medeiros de Moraes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 261 - 267

Download

 

Cuidados paliativos na assistência de alta complexidade em oncologia: percepção de enfermeiros

Marcelle Miranda da Silva, Nathália Gabriella Meliano de Santanda, Monique Casartelli Santos, Juliana Dias Cirilo, Desirée Lessa Rodrigues Barrocas, Marléa Chagas Moreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 460 - 466

Download

 

Cuidando de documentos em uma pesquisa de abordagem histórica: a experiência de um projeto integrado sobre o ensino de enfermagem

Isaura Setenta PortoI; Suzana Maria de SouzaII; Andreza de Souza CandidoIII; Fabiana dos Santos RamadaIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 225 - 233

Download

 

Cuidar de pessoas com tetraplegia no ambiente domiciliário: intervenções de enfermagem na dependência de longo prazo

Ana Paula ScraminI; Wiliam César Alves MachadoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 501 - 508

Resumo Download

O crescente índice de acidentes de trânsito e a violência urbana contribuem para o aumento de pessoas com seqüelas neurológicas graves na coluna vertebral, fenômeno com reflexos diretos na relação de dependência de suas vítimas com cuidados sistemáticos de enfermagem. O presente estudo tem como objetivo chamar a atenção para conhecimentos do âmbito da reabilitação que interessam à Enfermagem, de maneira a contribuir para a promoção do cuidado domiciliário de pessoas com lesão medular em nível cervical, envolvendo seus familiares e cuidadores. A coleta de dados fez-se por meio de um levantamento bibliográfico dos últimos 10 anos, mediante pesquisa nos bancos de dados Lilacs (1996-2006); Mediline (1996-2006), além de terem sido consideradas referências do estudo de origem. Efetuada a análise dos dados, conclui-se que é preciso ampliar nosso conhecimento sobre cuidado de longo prazo no contexto da reabilitação do cliente com lesão medular alta, para atender à demanda social, em especial compartilhando experiências cotidianas com cuidadores domiciliares.

Palavras-chave: Enfermagem em Reabilitação. Cuidado de Enfermagem. Pacientes Domiciliares. Tetraplegia. Promoção de Saúde

 

Cuidar é... percepções de estudantes de enfermagem: Um olhar heideggeriano

Luciara Fabiane Sebold; Silvana Silveira Kempfer; Vera Radünz; Marta Lenise do Prado; Francis Solange Vieira Tourinho; Juliana Balbinot Reis Girondi

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 243 - 247

Download

 

Cuidar integral da equipe multiprofissional: discurso de mulheres em pré-operatório de mastectomia

Karla Tamyres Santos do Nascimento; Leila de Cássia Tavares da Fonsêca; Smalyanna Sgren da Costa Andrade; Kamila Nethielly Souza Leite; Ana Aline Lacet Zaccara; Solange Fátima Geraldo da Costa

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 435 - 440

Download

 

Cultura - cultura organizacional: uma análise com enfoque na produção científica da enfermagem

Adelina Giacomelli ProchnowI; Joséte Luzia LeiteII; Vânia Fighera OlivoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 271 - 277

Download

 

Cumprimento às precauções-padrão por profissionais de enfermagem no atendimento de alta complexidade

Daniela Rosa Floriano; Luana Silva Rodrigues; Cintia Machado Dutra; Silmara Elaine Malaguti Toffano; Fernanda Maria Vieira Pereira; Suzel Regina Ribeiro Chavaglia

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Curativos em lesões cutâneas de cicatrização por segunda intenção: o registro fotográfico do cuidar de enfermagem

Jeane do Vale Rodrigues1; María José Coelho2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(3): 30 - 53

Resumo Download

Trata de um estudo de um recorte do cuidar de enfermagem, representado por fotografias que descrevem o que a enfermagem realiza em um dos seus momentos do cuidar, identificando a aplicabilidade do conteúdo científico na prática da assistência e registrando os procedimentos do cuidar. A pesquisa foi desenvolvida em hospitais de rede pública voltados à assistência, ao ensino e à pesquisa no município do Rio de Janeiro, durante estágio curricular, nos setores de ambulatório e enfermaria. Foi preservado o anonimato da clientela envolvida, assim como das instituições de ensino. O método de pesquisa foi o observational com o acompanhamento fotográfico da evolução do cuidado prestado, através de objetiva 75 x 210 mm. Compõe a coletânea 25 registros fotográficos que identificam as fases do cuidar. O estudo sugere que, conforme o grau de dependência da assistência de enfermagem, o processo de cicatrização é mais evidenciado, sendo os cuidados de enfermagem e a educação em saúde fundamentais para a clientela.

Palavras-chave: Enfermagem, curativo, cuidado de enfermagem

 

Curso de Mestrado da EEAN/UFRJ retrospectiva, desenvolvimento e inovações

Rosângela da Silva Santos1; Ligia de Oliveira2; Viana Isabel Cristina dos Santos Oliveira3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1997; 1(1): 87 - 91

Resumo Download

O artigo trata do desenvolvimento do Curso de Mestrado da EEAN/ UFRJ, no trênio 1994 a 1996. Enfatiza as modificações ocorridas no Processo de Seleção, estratégias pedagógicas e avaliação do Curso. Ressalta que as estruturações sucessivas proporcionaram resultados positivos tais como: redução do período do curso, aumento significativo do número de dissertações defendidas, como também fortalecimento das linhas de pesquisa.

Palavras-chave: Nursing. Master's Program.

 

Curso de mestrado da Escola Anna Nery 1972-1975: singularidades da formação e desafios na implantação

Ana Lia Trindade Martins Mendes; Pacita Geovana Gama de Sousa Aperibense; Antonio José de Almeida Filho; Maria Angélica de Almeida Peres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 11 - 17

Download

 

Custos diretos do parto envolvidos com a prática obstétrica de enfermagem em Casa de Parto

Fabiane Azevedo de Oliveira; Jane Márcia Progianti; Antonio Augusto de Fritas Peregrino

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 421 - 427

Download

 

Da aula teórica ao uso da simulação para ensinar o cuidar de pessoas com queimaduras: relato de caso

Ana Railka de Souza Oliveira-Kumakura; Juliany Lino Gomes Silva; Natália Gonçalves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Da doação à autorreflexão: vivências de voluntários de uma brinquedoteca para crianças com câncer

Ana Paula Silva Pugliero; Marcela Astolphi de Souza; Luciana de Lione Melo

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Da enfermagem hospitalar: um ponto de vista

Vilma de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 640 - 644

Resumo Download

Trata-se apresentar um ponto de vista sobre conceito e significados pertinentes à Enfermagem Hospitalar, com propósito e objetivo de favorecer as discussões do interesse de núcleos de pesquisa e grupos de pesquisadores de enfermagem associados/integrados à investigação e à produção do conhecimento em cenários hospitalares. A abordagem metodológica sem maiores pretensões é simplesmente discursiva, porém com apoio na literatura básica de enfermagem. Em que pese o ponto de vista crítico, a autora do texto de modo algum se pretende exaustiva, de sorte que os aspectos epistemológicos mais ressaltados são específicos de enunciados fundamentais e relativos aos princípios básicos de enfermagem, e conferem com uma perspectiva pessoal e profissional de enfermeira frente ao que se entende por cânones e raízes do Sistema Ninghtingale de Enfermagem Moderna.

Palavras-chave: Serviço Hospitalar de Enfermagem. Enfermagem. Conhecimento

 

Da pesquisa à prática de enfermagem aplicando o modelo de adaptação de Roy

Sónia Margarida Santos Coelho; Isabel Margarida Dias Monteiro Mendes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 845 - 850

Resumo Download

Os modelos e as teorias de enfermagem contribuem para o desenvolvimento do conhecimento em enfermagem, guiando as investigações no sentido do desenvolvimento da disciplina e, consequentemente, da prática. De acordo como o Modelo de Adaptação de Roy, a pessoa é vista como um ser adaptável com mecanismos que permitem a adaptação de comportamentos em resposta aos estímulos ambientais. De fato, a pessoa é o enfoque central dos cuidados de enfermagem, visando-se sempre a melhoria dos cuidados prestados baseados em investigação. A metodologia do Modelo de Adaptação de Roy baseia-se na aplicabilidade do processo de enfermagem, facilitando aos enfermeiros a coleta de dados, estabelecimento de objetivos e diagnósticos de enfermagem, a determinação de intervenções de enfermagem e a posterior avaliação do processo. Assim o objetivo desta pesquisa é realizar uma revisão crítica da aplicação do Modelo Adaptação de Roy aplicado à prática e à pesquisa em Enfermagem.

Palavras-chave: Teoria de Enfermagem. Modelo de adaptação. Enfermagem

 

Dando sentido ao ensino do Brinquedo Terapêutico: a vivência de estudantes de enfermagem

Laura Maria Sene Carelli Barreto, Edmara Bazoni Soares Maia, Jéssica Renata Bastos Depianti, Luciana de Lione Melo, Conceição Vieira da Silva Ohara, Circéa Amália Ribeiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(2): -

Download

 

De Florence Nightingale às perspectivas atuais sobre o cuidado de enfermagem: a evolução de um saber/fazer

Fátima Helena do Espírito SantoI; Isaura Setenta PortoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 539 - 546

Resumo Download

O trabalho apresenta uma reflexão teórica sobre a evolução do cuidado de enfermagem a partir dos princípios nightingaleanos confrontados com as perspectivas atuais de alguns autores que vem abordando essa temática. Concluímos que as bases sólidas fincadas por Florence Nightingale estão permitindo à Enfermagem avançar em estudos que legitimam e fundamentam o cuidado enquanto essência do saber e fazer de enfermeiras e enfermeiros nos seus vários campos de atuação. Atualmente esses estudos apontam o cuidado como objeto de teorização em dimensões que aliam aspectos internos e externos à profissão, inserindo e explorando temas que antes eram velados, embora presentes no cotidiano da nossa prática, como o significado do corpo e suas formas de expressão na interação entre quem cuida e é cuidado.

Palavras-chave: Enfermagem. Tendências. Conhecimento. Cuidados de Enfermagem

 

De olhos bem abertos: investigando acuidade visual em alunos de uma escola municipal de Vitória

Mariana Rabello Laignier; Marlúcia de Almeida Castro; Paula dos Santos Cabral de Sá

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 113 - 119

Resumo Download

Esta pesquisa buscou verificar a acuidade visual dos estudantes de uma escola municipal de Vitória Espírito Santo, por meio da aplicação do teste de acuidade visual, baseado na Escala de Snellen; e encaminhar, para exame especializado no ambulatório de oftalmologia do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, as crianças que apresentaram déficit visual. Foi um estudo de abordagem quantitativa que discutiu a acuidade visual relacionada ao sexo, idade, série, uso de lentes corretoras e diagnóstico médico. Das 168 crianças avaliadas, maior número de meninas apresentou baixa acuidade visual, assim como os alunos mais jovens; o uso de lentes predominou naqueles que apresentaram redução da acuidade visual; e 71,4% das crianças encaminhadas ao médico apresentaram algum grau de ametropia. Concluiu-se que o trabalho de prevenção é fundamental para se obter uma ótima saúde visual, e que o profissional de saúde é fundamental no desenvolvimento de projetos voltados para a saúde escolar.

Palavras-chave: Saúde Escolar. Acuidade Visual. Cuidados de Enfermagem. Prevenção Primária

 

Debates Parlamentares em Portugal de 1821 a 1910: identificação de fontes para a História da Enfermagem

Paulo Joaquim Pina Queirós, Antonio José Almeida Filho, Ana Paula Almeida Monteiro, Tânia Cristina Franco Santos, Maria Angélica de Almeida Peres

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Deficiência física na velhice: um estudo estrutural das representações sociais

Tatiane Dias Casimiro Valença, Washington da Silva Santos, Pollyanna Viana Lima, Elaine dos Santos Santana, Luciana Araújo dos Reis

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Deficiente visual: Avaliação de risco para acidente doméstico

Lorita Marlena Freitag Pagliuca1; Nágela Maria Costa2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(2): 97 - 106

Resumo Download

A arquitetura e ambientação domésticas devem proporcionar conforto e segurança para as pessoas. Quando este princípio não é respeitado limita o ser humano, expondo-o a riscos de acidentes. As pessoas portadoras de deficiência visual necessitam de ambiente adequado às suas condições. Levando-se em conta estas necessidades especiais, foram determinados os itens considerados de risco para a segurança física destas pessoas, no seu domicílio, incluindo porta, piso, acesso aos ambientes e disposição de objetos. Frente a estes critérios, examinaram-se residências de pessoas deficientes visuais e analisaram-se seus comportamentos cotidianos. Das 30 residências examinadas, quatro foram categorizadas como de baixo risco, 25 em médio e uma em alto risco. Em relação ao comportamento constatou-se que seus usuários desconheciam os riscos a que estavam expostas essas pessoas e que as medidas de proteção eram ineficazes. Apresenta-se um instrumento para avaliação do ambiente e do comportamento domésticos de deficientes visuais para prevenção de acidentes domésticos.

Palavras-chave: Risco ambiental - Acidente doméstico - Deficiente visual.

 

Demanda de intervenções de enfermagem a pacientes sob cuidados intensivos: nas - nursing activities score

Manuella Carvalho Feitosa1; Illoma Rossany Lima Leite2; Grazielle Roberta Freitas da Silva3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 682 - 688

Resumo Download

Na assistência de enfermagem a pacientes críticos, a utilização de instrumentos capazes de quantificar a demanda de cuidados é fundamental para adequação da equipe de enfermagem e, com isso, melhorar o planejamento e a qualidade da assistência. Estudo descritivo e quantitativo, realizado de setembro a outubro/2011, com objetivo de avaliar a demanda de cuidados de enfermagem pela aplicação do Nursing Activities Score (NAS). Amostra de 45 pacientes, maioria do sexo feminino (64,4%), média de 51,4 anos recrutados em duas Unidades Intensivas de um Hospital Público em Teresina-Piauí. Foram realizadas 328 medidas do NAS, com média do escore total de 67,3%, variando de 39,2% a 133,7%. Os itens mais pontuados foram referentes às categorias "Atividades básicas", "Tarefas administrativas e gerenciais" e "Suporte respiratório". Uma média do NAS elevada permitiu concluir que essa clientela apresentou acentuada necessidade de cuidados, indicando o NAS como um bom instrumento para gerenciar recursos humanos de enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem. Unidade de Terapia Intensiva. Cuidados de enfermagem.

 

Desafio ao uso das preparações alcoólicas para higienização das mãos nos serviços de saúde

Maria Fernanda do Prado; Edilaine Maran

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 544 - 547

Download

 

Desafios à pesquisa em enfermagem

Lygia Paim; Mercedes Trentini; Denise Guerreiro V. da Silva; Arlete Arlinda Jochen

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 386 - 390

Resumo Download

O artigo objetiva refletir acerca dos desafios da pesquisa inerentes às lacunas entre a teoria e a prática na área de enfermagem. Um olhar retrospectivo mostrou que a pesquisa em enfermagem continua sendo desenvolvida prioritariamente pelo Corpo Docente e Discente dos cursos de Pós-Graduação e que, na sua maioria, estas pesquisas têm produzido conhecimento teórico sem que se investigue o impacto na prática profissional. A não transportabilidade da produção do conhecimento teórico para os campos de atuação da prática de enfermagem requer o desenvolvimento de projetos de pesquisa focados na construção de tecnologias, estratégias e protocolos apropriados à incorporação de achados em investigações acumulados. Essa iniciativa de aplicabilidade significa que estes projetos requerem a inclusão dos saberes da prática.

Palavras-chave: Pesquisa em Enfermagem. Conhecimento. Prática Profissional

 

Desafios da enfermagem e perspectivas de ação da EEAN

Maria Antonieta Rubio Tyrrell

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 23 - 28

Download

 

Desafios da formação do enfermeiro no contexto da expansão do ensino superiora

Kênia Lara Silva1; Roseni Rosângela Sena2; Marília Rezende Silveira3; Tatiana Silva Tavares4; Paloma Morais Silva5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(2): 380 - 387

Resumo Download

O estudo teve como objetivo identificar desafios na formação do enfermeiro no contexto da expansão do ensino superior. Pesquisa realizada em 17 cursos de graduação em enfermagem no Estado de Minas Gerais, por meio de grupos focais com docentes e discentes. Os resultados indicam que há uma mudança no perfil dos alunos que têm ingressado nos cursos de enfermagem. No contexto da expansão, as escolas têm contribuído para a transformação dos modelos de atenção com a incorporação de uma nova concepção sobre o sistema de saúde. Contudo, há desafios para associar as mudanças requeridas na graduação com o novo perfil de alunos que "optam" pelos cursos de enfermagem. Indica-se a necessidade de as escolas reverem seu projeto pedagógico e sua organização curricular a favor da qualificação do cuidado e da transformação dos modelos de atenção em saúde.

Palavras-chave: Educação em enfermagem. Instituições de ensino superior. Ensino de graduação.

 

Desafios de cuidadores familiares de crianças com necessidades de cuidados múltiplos, complexos e contínuos em domicílio

Beatriz Caroline Dias; Sueli MutsumiTsukuda Ichisato; Maria Angelica Marchetti; Eliane Tatsch Neves; Ieda Harumi Higarashi; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Desafios do processo grupal em reuniões de equipe da estratégia saúde da família

Maristel Kasper Grando; Clarice Maria Dall'agnol

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(3): 504 - 510

Resumo Download

À luz do referencial pichoniano de grupo operativo, desenvolveu-se um estudo qualitativo, exploratório, com o objetivo de analisar as reuniões de uma equipe da Estratégia Saúde da Família, mediante observação e grupos focais. Dentre os achados, desvelou-se uma prática protocolar, centrada em aspectos técnicos, em detrimento das questões que dão suporte ao processo grupal, incluindo aqueles relativos à organização e logística. Dificuldades de expressar ideias e emitir opiniões contrárias emergiram como obstáculos à dinâmica grupal, e a adoção de uma postura crítica representava risco de segregação do grupo. Porém, os debates favoreceram novos insights entre os participantes, rompendo a ilusão de "equipe perfeita", com gradual reconhecimento de que esta concepção permanecia apenas no plano da idealização. Propõe-se a técnica de grupo operativo, postulada por Pichon-Rivière (2005), como uma possibilidade de construção coletiva genuína, considerando-se não somente os resultados, mas o processo percorrido pelos sujeitos, com vistas à aprendizagem grupal.

Palavras-chave: Gestão em Saúde. Administração de Serviços de Saúde. Programa Saúde da Família. Processos Grupais. Grupos Focais

 

Desafios do trabalho da enfermagem no cuidado às crianças com condições crônicas na atenção primária

Elysângela Dittz Duarte, Kênia Lara Silva, Tatiana Silva Tavares, Corina Lemos Jamal Nishimot, Cynthia Marcia Romano Faria Walty, Roseni Rosângela de Sena

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 648 - 655

Download

 

Desafios e estratégias dos programas de pós-graduação em enfermagem para a difusão da produção científica em periódicos internacionais

Carmen Gracinda Silvan Scochi, Denize Bouttelet Munari, Francine Lima Gelbcke, Márcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(1): 5 - 10

Download

 

Desafios e perspectivas do cuidar de enfermagem na saúde da criança

Ivone Evangelista Cabral

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 691 - 693

Download

 

Desconfortos vividos no cotidiano de familiares de pessoas internadas na UTI a

Kátia Santana Freitas1; Fernanda Carneiro Mussi2; Igor Gomes Menezes3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 704 - 711

Resumo Download

Trata-se de uma pesquisa qualitativa que objetivou conhecer os desconfortos vividos no cotidiano de familiares de pessoas internadas na unidade de terapia intensiva (UTI). Foi realizada na UTI geral de um hospital público, em Salvador-BA, no segundo semestre de 2009. Nove familiares de pessoas internadas foram entrevistados. Empregou-se a técnica de análise da Teoria Fundamentada em Dados. Os resultados mostraram que a interação das famílias com a ameaça à vida de um de seus membros na UTI produziu, como desconforto central, a descontinuidade da vida cotidiana, a qual foi caracterizada por quatro categorias: vivendo a angústia da possibilidade de perda, vivendo uma cisão na vida familiar, sofrendo mudanças na vida social e profissional, tendo dificuldade para cuidar de si. Tais desconfortos podem ser minimizados com abordagem multiprofissional sensível às demandas das famílias e apoio de sua rede social.

Palavras-chave: Família. Enfermagem familiar. Cuidados de conforto. Relações familiares.

 

Descontinuidade do seguimento ambulatorial de crianças de risco: perspectiva das mães

Ieda Aparecida Diniz; Bárbara Radieddine Guimarães; Juliana Barony da Silva; Tatiana Silva Tavares; Elysângela Dittz Duarte

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Descrevendo a tala imobilizadora como veículo de contaminação

Maria Aparecida de Luca NascimentoI; Regina da Cruz GarofaloII; Tatiana Sabino dos SantosII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 243 - 248

Download

 

Descrição das características de homens em tratamento hemodialítico com vírus da hepatite B, C e HIV

Marcelle Sampaio de F. Guimarães, Monique de Freitas Gonçalves Lima, Inês Maria Meneses dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 622 - 627

Download

 

Descrição interpretativa: uma abordagem metodológica viável para a pesquisa em enfermagem

Ilara Parente Pinheiro Teodoro; Vitória de Cássia Félix Rebouças; Sally Elizabeth Thorne; Naanda Kaana Matos de Souza; Lídia Samantha Alves de Brito; Ana Maria Parente Garcia Alencar

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Desempenho das competências obstétricas na admissão e evolução do trabalho de parto: atuação do profissional de saúde

Leila Maria Geromel DottoI; Marli Villela MamedeII; Fabiana Villela MamedeIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 717 - 725

Resumo Download

O objetivo deste estudo foi identificar os profissionais de saúde e suas competências no atendimento às parturientes no momento de admissão na maternidade e durante a evolução do trabalho de parto e discutir as competências da equipe de enfermagem nesse atendimento. Foi realizado nas duas maternidades de Rio Branco-AC. A coleta de dados foi realizada em julho de 2005, por meio de observações das competências essenciais em obstetrícia desenvolvidas pelos profissionais de saúde. A estatística descritiva e o teste exato de Fisher foram usados para análise dos dados. Os resultados evidenciaram que os profissionais de enfermagem de nível médio e médicos atuam na admissão e no trabalho de parto. O estudo revela que as instituições apresentam modelos diferenciados quanto a quem cabe a responsabilidade da execução de determinadas competências na atenção à parturiente, não priorizam a qualificação profissional para a assistência à mulher no trabalho de parto.

Palavras-chave: Enfermagem Obstétrica. Competência Profissional. Parto

 

Desenvolvimento de instrumento de coleta de dados de enfermagem para pacientes com câncer de pulmão em quimioterapia ambulatorial

Anita Moda Salvadori I; José Luiz Tatagiba Lamas II ; Cláudia Zanon III

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 130 - 135

Resumo Download

O câncer é um grave problema de saúde pública, e, dentre suas variedades, há o câncer de pulmão, que vem crescendo na população brasileira e mundial. A principal causa do câncer de pulmão é o tabagismo. Há três formas de tratamento: cirurgia, radioterapia e quimioterapia; para essa patologia a mais utilizada é a terceira. A enfermeira deve estar apta a lidar com as dificuldades desses pacientes, que durante o tratamento ambulatorial manifestam em seus domicílios efeitos colaterais. Os objetivos desta pesquisa são elaborar um instrumento de coleta de dados para pacientes com câncer de pulmão em quimioterapia ambulatorial e avaliar a validade de seus conteúdos e sua confiabilidade. Teve como guia a teoria do autocuidado de Dorothea Orem. Para sua validação, o instrumento foi primeiramente avaliado por juízes; após isso, foram realizados o pré-teste e o teste de confiabilidade pelo método da equivalência entre observadores. O instrumento se demonstrou confiável, considerando aquilo que se pretendia medir.

Palavras-chave: Processos de Enfermagem. Autocuidado. Quimioterapia. Neoplasias Pulmonares

 

Desenvolvimento e validação de teoria fundamentada em dados sobre o ambiente de unidade de terapia intensiva

Marli Terezinha Stein Backes; Alacoque Lorenzini Erdmann; Andreas Büscher; Dirce Stein Backes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 769 - 775

Resumo Download

Estudo qualitativo que partiu da questão: como vêm sendo construídas as teorias e modelos de cuidado de enfermagem, focalizando o processo de construção da teoria substantiva, referente à Tese que teve como objetivos compreender o significado do ambiente de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva e construir um modelo teórico sobre ele. O método utilizado foi a Grounded Theory. Realizaram-se 39 entrevistas com 47 sujeitos diferenciados de três Unidades de Terapia Intensiva Adulto, em Florianópolis/SC, Santa Maria/RS e Pelotas/RS, entre junho de 2009 a setembro de 2010. A teoria "Sustentando a vida no ambiente complexo de cuidados em Unidade de Terapia Intensiva" foi delimitada por oito categorias. Conclui-se que sustentar a vida no ambiente de Unidade de Terapia Intensiva significa investir intensivamente no cuidado de pacientes instáveis, com auxílio de tecnologias diferenciadas e profissionais capacitados, trabalhando em equipe, onde se convive com estresse/conflitos e dificuldades para lidar com a morte.

Palavras-chave: Administração sistêmica. Ambiente de instituições de saúde. Pesquisa qualitativa. Teoria de Enfermagem. Unidades de terapia intensiva

 

Desvelando o cuidado de enfermagem ao paciente transplantado hepático em uma unidade de terapia intensivaa

Maria Cristina Leite Araújo Borges1; Lucilane Maria Sales da Silva2; Maria Vilaní Cavalcante Guedes3; Joselany Áfio Caetano4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 754 - 760

Resumo Download

Pesquisa exploratória com abordagem qualitativa realizada em uma unidade de terapia intensiva cirúrgica de um hospital universitário de Fortaleza-CE, Brasil, com o objetivo de compreender a percepção da equipe de enfermagem sobre as ações de cuidado implementadas em uma UTI pós-operatória que atende a pacientes submetidos a transplante hepático. Participaram 20 profissionais de enfermagem. Utilizaram-se entrevistas semiestruturadas e observação sistemática. Os resultados apontaram que o cuidado de enfermagem ao transplantado hepático envolve aspectos técnicos e psicossociais amplos, necessitando de conhecimento e experiência. Observou-se que, muitas vezes, o cuidado de enfermagem foi aceito como resultante de uma prescrição médica, e não de uma avaliação individualizada do enfermeiro. Considera-se que a enfermagem precisa apropriar-se de instrumentos próprios da profissão para fortalecer o cuidado autônomo, individual e holístico.

Palavras-chave: Cuidados de enfermagem. Enfermagem. Transplante de fígado. Terapia intensiva.

 

Desvelando situações de risco no contexto de trabalho da Enfermagem em serviços de urgência e emergência

Marli Maria Loro, Regina Célia Gollner Zeitoune, Laura de Azevedo Guido, Camila Rieffel Silveira, Rosângela Marion da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(4): -

Download

 

Desvendando a situação de infertilidade e seus reflexos no gênero feminino através do programa informatizado - ALCESTE

Ana Beatriz Azevedo QueirozI; Ângela ArrudaII; Maria Antonieta Rubio TyrrelIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 388 - 397

Download

 

Determinando os riscos na enfermagem intensivista

Lolita Dopico da SilvaI; Regina Célia Gollner ZeitouneII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(1): 81 - 88

Download

 

Dia 20 de Maio de 2004 - Jubileu de Ouro da classe de 1954: discurso de saudação e relato de experiências

Vilma de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(2): 291 - 297

Download

 

Diagnóstico da enfermagem na saúde física de pré-escolares em uma comunidade mexicana

Patricia Cruz BelloI; Patricia Becerril AmeroII; Sandra Maricela Martínez AlvaradoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 97 - 101

Resumo Download

As condições de vida do ser humano têm sofrido transformações na sociedade e na saúde dos grupos etários. O indivíduo expõe as práticas de saúde em concordância com seus padrões culturais e a influência das redes sociais. Este estudo identificou a saúde física de pré-escolares em uma comunidade do município de Toluca, México. Foram entrevistados pré-escolares contando com autorização e presença dos pais. As doenças identificadas foram as infecções respiratórias agudas, infecciosas e gastrointestinais e subnutrição, com fatores predisponentes de práticas de higiene pessoal e ambiental deficientes, entre outras. Os padrões da saúde funcional de Gordón foram utilizados, e foram estruturados os diagnósticos da enfermagem, sendo os mais relevantes: os conhecimentos deficientes para a melhora da percepção do controle da saúde e prevenção da doença, relacionados com a deficiente informação que recebem de seus pais e professores. Propõem-se mudanças nos programas da instrução para a saúde, favorecendo a prevenção, o controle, o tratamento e a referência aos serviços da saúde.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem. Pré-escolar. Saúde

 

Diagnóstico de enfermagem de pacientes em pós-operatório de transplante hepático por cirrose etílica e não-etílica

Daclé Vilma CarvalhoI; Márcia Eller Miranda SalvianoII; Roberta Azevedo CarneiroIII; Fabrícia Madalena Meira SantosI

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(4): 682 - 687

Resumo Download

Os transplantes em algumas áreas passaram a ser opção curativa, e o enfermeiro deve incorporar demandas dessa especialidade. Dentre estas, destaca-se o diagnóstico de enfermagem, objeto deste estudo, que teve como objetivo comparar os diagnósticos de enfermagem, segundo Horta, de pacientes que sofreram transplante de fígado decorrente de cirrose etílica com os de cirrose não-etílica. Trata-se de um estudo retrospectivo, quantitativo, realizado em um hospital universitário de Belo Horizonte. Foram analisados 37 históricos de enfermagem de pacientes transplantados no período de primeiro de setembro de 2005 a 30 de setembro de 2006. Destes, 8 (21,6%) eram pacientes portadores de cirrose etílica, e os demais (29-78,4%), de não-etílica. Foram identificadas 25 necessidades afetadas: psicobiológicas (83,6%), psicossociais (12,7%) e psicoespirituais (3,7%). Ficou evidente que as necessidades psicobiológicas e espirituais não diferem entre os dois grupos. Porém, as necessidades de auto-imagem e autoconceito foram identificadas somente nos pacientes portadores de cirrose etílica.

Palavras-chave: Cirrose Hepática. Transplante de Fígado. Teoria de Enfermagem

 

Diagnóstico de enfermagem risco de aspiração em pacientes críticos

Miclécia de Melo Bispo; Ana Livia de Medeiros Dantas; Priscila Kaline de Andrade Silva; Maria Isabel da Conceição Dias Fernandes; Jéssica Dantas de Sá Tinôco; Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 357 - 362

Download

 

Diagnóstico e intervenção de enfermagem em paciente cirúrgico: aplicação do modelo de Orlando

Jacqueline Borges Cavalcante1; Lorita Marlena Freitag Pagliuca2; Enedina Soares3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1998; 2(1): 78 - 92

Resumo Download

Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, tendo como sujeito um paciente em período preoperatorio, internado na clínica cirúrgica do Hospital Universitário Walter Cantídio da Universidade Federal do Ceará, no período de outubro a novembro de 1997, com o objetivo de identificar diagnósticos de enfermagem e propor intervenções tendo por base o processo de enfermagem de Orlando. Os diagnósticos encontrados foram: dor relacionada à lesão ulcerosa no olho esquerdo, ansiedade relacionada à ameaça/mudança no estado de saúde e necessidades não atendidas, medo de morrer relacionado à cirurgia programada, senso-percepção visual alterada à esquerda relacionada à lesão no órgão de recepção (olho esquerdo), potencial para infecção relacionado à lesão ulcerosa no olho esquerdo, integridade tissular prejudicada relacionada a fator mecânico (presença de massa tumoral no olho esquerdo) e déficit de conhecimentos relacionados à doença, cirurgia, prognóstico e motivos que determinaram as suspensões das cirurgias. As intervenções de enfermagem propostas foram: estimular a verbalização dos sentimentos, orientar quanto à doença, prognóstico e período pré-operatório, e informar sobre os motivos dos cancelamentos da cirurgia, solicitando a colaboração do cirurgião. Os resultados mostraram ser viável a utilização do diagnóstico de enfermagem e do modelo de Orlando, bem como, a importância da interação enfermeira-paciente na assistência prestada.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem, Enfermagem Cirúrgica, Teoria de Enfermagem

 

Diagnósticos de enfermagem da NANDA no período pós-parto imediato e tardio

Flaviana Vieira; Maria Márcia Bachion; Ana Karina Marques Salge; Denize Bouttelet Munari

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 83 - 89

Resumo Download

Ao retornar à comunidade, no período pós-parto, a mulher necessita de atendimento de enfermagem sistematizado. Objetivou-se nesta pesquisa analisar a ocorrência de 22 diagnósticos de enfermagem de interesse no puerpério imediato e tardio. Trata-se de estudo descritivo, do qual participaram 40 puérperas. Realizou-se a coleta de dados no período de fevereiro a maio de 2008, no domicílio das participantes, mediante um encontro com entrevista, exame físico e observação. O julgamento clínico dos diagnósticos foi baseado na Taxonomia II da NANDA. Entre os diagnósticos identificados, destacaram-se: conhecimento deficiente; risco para infecção; integridade tissular prejudicada; amamentação eficaz; ansiedade; nutrição desequilibrada, menos do que as necessidades corporais; disposição para processos familiares melhorados; risco de integridade da pele prejudicada; e insônia. Foram encontrados indícios de novos diagnósticos: risco de amamentação interrompida, risco de amamentação ineficaz. Os resultados indicam áreas para o direcionamento das ações de enfermagem no pré-natal e puerpério e a necessidade de acompanhamento mais próximo da puérpera do que o previsto nas políticas de saúde.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem. Período Pós-parto. Enfermagem

 

Diagnósticos de enfermagem de idosas carentes de um programa de saúde da família (PSF)

Maria José Sanches MarinI; Luiz Carlos de Oliveira CecílioII; Luciane Cristine Ribeiro RodriguesIII; Fabiana Aroni Ricci IV; Suelaine Druzian V

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 278 - 284

Resumo Download

Considerando que as mulheres idosas e pobres são propensas à maior vulnerabilidade nas condições de saúde, no presente estudo propôs-se a identificar os diagnósticos de enfermagem, segundo a taxonomia II de NANDA, sobre um grupo de idosas consideradas muito pobres. Foram selecionadas 69 idosas, a partir da aplicação do instrumento de Classificação Econômica Brasil (CCEB) em 301 idosos residentes na área de abrangência de um PSF. O estado de saúde das idosas foi avaliado utilizando-se a Avaliação Geriátrica Ampla (AGA), que envolve os aspectos funcionais, emocionais, sociais e ambientais. Foram identificadas 23 categorias diagnósticas nas idosas do estudo e uma média de 7,4 diagnósticos/ idosa. Entre os diagnósticos mais freqüentes destacam-se " Mobilidade física prejudicada","Dor crônica","Manutenção do lar prejudicada". Os diagnósticos revelaram-se impor tantes na caracterização das complexas necessidades apresentadas pelas idosas e no grande avanço no direcionamento da assistência.

Palavras-chave: Saúde do Idoso. Programa Saúde da Família. Mulheres. Pobreza

 

Diagnósticos de enfermagem de pacientes hospitalizados com doenças cardiovasculares

Juliana de Melo Vellozo Pereira; Ana Carla Dantas Cavalcanti; Rosimere Ferreira Santana; Keila Mara Cassiano; Gisella de Carvalho Queluci; Tereza Cristina Felippe Guimarães

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 737 - 745

Resumo Download

OBJETIVO: Identificar a frequência dos diagnósticos de enfermagem e características definidoras de pacientes com doenças cardiovasculares e caracterizá-los quanto às variáveis sociodemográficas e clínicas.
MÉTODO: Estudo descritivo transversal realizado com 30 pacientes hospitalizados em um hospital de grande porte. Utilizou-se instrumento próprio validado para coleta de dados, que foram analisados por 5 peritos;, havendo concordância de 50%, sofreram análise estatística descritiva e inferencial.
RESULTADOS: Foram encontradas associações significativas com fatores Presença da Insuficiência Cardíaca, do Infarto Agudo do Miocárdio, da Dor, Sexo e Idade. Os diagnósticos mais frequentes foram: Ansiedade (76,7%), Dor Aguda (70,7%), Débito Cardíaco Diminuído (56,7%), Percepção Sensorial Perturbada - Visual (53,3%), Insônia (46,7%), Intolerância à Atividade (36,7%), Disfunção Sexual (36,7%) e Eliminação Urinária Prejudicada (36,7%).
CONCLUSÃO: a descrição dos diagnósticos de enfermagem contribui para a análise das respostas à doença cardiovascular, com foco no objeto de trabalho do enfermeiro, apresentando respostas à doença cardiovascular por meio de investigação holística.

Palavras-chave: Diagnóstico de enfermagem. Doenças cardiovasculares. Processos de enfermagem. Enfermagem. Cardiologia

 

Diagnósticos de enfermagem identificados em idosos hospitalizados: associação com as síndromes geriátricas

Renata Miranda de Sousa; Rosimere Ferreira Santana; Fátima Helena do Espírito Santo; Janine Geronimo de Almeida; Luise de Almeida Ferreira Alves

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 732 - 741

Resumo Download

Identificar e analisar os diagnósticos de enfermagem associados à presença das síndromes geriátricas em idosos hospitalizados.
MÉTODOS: Trata-se de um estudo de abordagem quantitativo, utilizando-se das técnicas de pesquisa, entrevista semiestruturada e formulários específicos da gerontologia. Os sujeitos foram 66 pessoas com mais de 65 anos, internadas nas unidades clínicas e cirúrgicas do Hospital Universitário Antonio Pedro, Niterói-RJ, Brasil.
RESULTADOS: Identificamos 394 diagnósticos de enfermagem correlacionados às cinco principais síndromes geriátricas, Isolamento Social 129 (32,8%), Iatrogenia 113 (28,6%), Instabilidade Postural 81 (20,6%), Insuficiência cerebral 44 (11,1%) e Incontinência urinária 27 (6,9%).
DISCUSSÃO: Podemos inferir que em média ocorrem duas síndromes por idoso, aumentando o risco de fragilização e, consequentemente, a chance de complicações, aumento do custo e reinternações.
CONCLUSÃO: O cuidado de enfermagem direcionado à identificação dos riscos potenciais pode contribuir para a promoção da independência e autonomia, para a redução de complicações, para o tempo de hospitalização e futuras reinternações.

Palavras-chave: Diagnóstico de Enfermagem. Saúde do Idoso. Enfermagem Geriátrica

 

Diagnósticos de enfermagem identificados em pacientes onco-hematólogicos: mapeamento cruzado

Renata Miranda de Sousa; Fátima Helena do Espírito Santo; Rosimere Ferreira Santana; Marcos Venicius de Oliveira Lopes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 54 - 65

Download

 

Diagnósticos de enfermagem no pós-operatório de mastectomia

Maria Helena Baena de Moraes Lopes1; Adriana Alves de Moura2; Sueli Raso3; Tatiana Giovanelli Vedovato4; Maria Andréia Silva Ribeiro5

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 354 - 360

Resumo Download

O objetivo desse estudo foi identificar os diagnósticos de enfermagem, no período pós-operatório de mastectomia, entre mulheres internadas em uma Unidade de Internação em Oncologia de um hospital de ensino público do interior paulista. Tratou-se de um estudo descritivo e retrospectivo, realizado em prontuários de mulheres submetidas a mastectomia. Os dados foram coletados por meio de um instrumento contendo: dados sociodemográficos, dados sobre a doença, diagnósticos de enfermagem, prescrição e evolução de enfermagem. Foram analisados 185 prontuários. Os cinco diagnósticos de enfermagem mais frequentes foram: Risco de Infecção (95,1%), Ansiedade (48,6%), Medo (41,6%), Dor Aguda (14,5%) e Mobilidade Física Prejudicada (11,3%). Conclui-se que diagnósticos que exigem uma abordagem psicossocial para serem identificados como Distúrbio na Imagem Corporal e Angústia Espiritual foram registrados com baixa frequência, sendo mais frequentes aqueles de âmbito biomédico.

Palavras-chave: Enfermagem oncológica. Diagnóstico de enfermagem. Saúde da mulher.

 

Dialética de sentimentos do enfermeiro intensivista sobre o trabalho na Terapia Intensiva

Élissa Jôse Erhardt Rollemberg Cruz; Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza; Renata dos Anjos Correa; Ariane da Silva Pires

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 479 - 485

Download

 

Diarréia aguda em crianças menores de um ano: subsídios para o delineamento do cuidar

IIvonete Vieira PereiraI; Ivone Evangelista CabralII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 224 - 229

Resumo Download

Estudo quantitativo observacional descritivo, teve como fonte de dados o inquérito epidemiológico, para determinar as razões da elevada prevalência de doenças diarréicas agudas em menores de um ano em Ananindeua, Pará. A amostra foi constituída pelas famílias cadastradas no Programa Saúde da Família. Constatou-se que os fatores sócio-econômico-culturais influenciaram na ocorrência de diarréia, pois quanto menores a idade da mãe e a escolaridade maior a prevalência da doença. Esta população vive em área de ocupação, sem saneamento básico, com lixo e dejetos a céu aberto, estando abaixo da linha de pobreza. Quanto ao desmame precoce, observou-se introdução de água e chás nos primeiros 15 dias e de leite artificial no primeiro mês, havendo resistência para utilizar soro oral. Realizavam tratamento caseiro. Conclui-se que, além da reversão dos fatores estruturais, é necessário incluir questões culturais, educativas para uma política pública de cuidar.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Criança. Diarréia

 

Diferenciais intraurbanos da mortalidade perinatal: modelagem para identificação de áreas prioritárias

Indianara Maria de Barros Canuto; Fábia Alexandra Pottes Alves; Conceição Maria de Oliveira; Paulo Germano de Frias; Vilma Costa de Macêdo; Cristine Vieira do Bonfim

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Dificuldades de inserção do homem na atenção básica a saúde: a fala dos enfermeiros

Renata Lívia Silva Fonsêca Moreira, Wilma Dias de Fontes, Talita Maia Barboza

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 615 - 621

Download

 

Dificuldades dos estudantes de enfermagem na aprendizagem do diagnóstico de enfermagem, na perspectiva da metacognição

Ana Gracinda Ignácio da Silva; Mauricio Abreu Pinto Peixoto; Marcos Antonio Gomes Brandão; Márcia de Assunção Ferreira; Jaqueline Santos de Andrade Martins

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 465 - 471

Resumo Download

O objetivo geral é investigar a aprendizagem do diagnóstico em enfermagem na área hospitalar, de alunos concluintes do curso de graduação, na perspectiva metacognitiva. De natureza qualitativa, desenvolveram-se entrevistas individuais com dezenove alunos da quinta série, do último estágio supervisionado na área hospitalar. A análise temática de conteúdo indicou dificuldades dos alunos no processo de aprendizagem, relacionadas à estrutura teórica, à aplicação prática de diagnosticar, ao conhecimento e ao uso das classificações diagnósticas, faltando-lhes a percepção do raciocínio clínico envolvido e que resulta no diagnóstico. Acredita-se que a metacognição possa ser eficaz no controle das dificuldades de aprendizagem dos alunos, por incluir o conhecimento de estratégias de regulação de desempenho, de planejamento e controle do processo de aprendizagem.

Palavras-chave: Aprendizagem. Diagnóstico de Enfermagem. Cognição

 

Dificuldades e facilidades da família para cuidar a criança com HIV/Aids

Bruna Peres Pacheco; Giovana Calcagno Gomes; Daiani Modernel Xavier; Camila Magroski Goulart Nobre; Deise Ribeiro Aquino

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 378 - 383

Download

 

Difusão da produção científica da Enfermagem em periódicos nacionais

Antonio José de Almeida Filho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 192 - 194

Download

 

Difusão do conhecimento de enfermagem: trajetória de desafios e de investimentos

Maria Antonieta Rubio Tyrrell I; Antonio José de Almeida Filho II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 241 - 243

Download

 

Dimensões da vulnerabilidade para as famílias da criança com dor oncológica em ambiente hospitalar

Maria da Graça Corso da Motta; Grassele Denardini Facin Diefenbach

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(3): 482 - 490

Download

 

Dinâmica familiar: percepção de famílias de sobreviventes de câncer de mama

Raquel Gabrielli Biffi I; Marli Vilela MamedeII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 131 - 139

Resumo Download

O estudo teve como objetivo identificar as percepções de familiares sobre a dinâmica de suas famílias após o câncer de mama em um dos seus membros. Estudo de abordagem qualitativa que tomou como referencial teórico o modelo de funcionamento familiar saudável proposto por Barnhill (1979). Participaram 23 familiares constituintes de 10 famílias. Os dados foram coletados, no período de maio a junho de 2002, por meio de entrevistas, e submetidos à análise de conteúdo. Os resultados revelaram aspectos positivos na dinâmica das famílias. A percepção dos processos de identidade, através da individuação e mutualidade, favoreceram a compreensão da dinâmica familiar. Os achados mostraram que o câncer de mama tem a capacidade de provocar alterações na família, e esta se utilizou dos potenciais de cada membro em particular na busca da estabilidade familiar.

Palavras-chave: Família. Neoplasias da Mama. Saúde da Mulher

 

Diretório acadêmico sandracristina feitosa da escola de enfermagem Anna Nery: lutas, vitórias e desafios

Christiane Mosquera FernandezI; Maria Antonieta Rubio TyrrellII; Flavia de Carvalho NevesIII; Mauro Cezar Silva XavierIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 138 - 142

Download

 

Discriminação racial e de gênero em discursos de mulheres negras com anemia falciforme

Rosa Cândida CordeiroI; Silvia Lúcia FerreiraII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 352 - 358

Resumo Download

Estudo exploratório-descritivo com abordagem qualitativa, teve como objetivo identificar e descrever práticas de discriminação racial e de gênero nos serviços de saúde, referidas por mulheres negras com diagnóstico de anemia falciforme. Os dados foram coletados em Salvador/BA, em 2006, por meio de entrevista semiestruturada, gravada e transcrita. Para a análise dos dados foi utilizada a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Os discursos construídos oferecem um conjunto de elementos que nos dão pistas de como o tratamento injusto, descortês e humilhante é um fenômeno naturalizado e revela de modo indireto a discriminação racial e de gênero nos serviços de saúde. Apresenta ainda situações que expõem as pessoas a constrangimentos e que atingem a dignidade humana.

Palavras-chave: Preconceito. Mulheres. Anemia Falciforme

 

Discursos de enfermeiros sobre humanização na unidade de terapia intensiva

Fernanda Duarte da Silva1; Isis de Moraes Chernicharo2; Rafael Celestino da Silva3; Márcia de Assunção Ferreira4

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 719 - 727

Resumo Download

Pesquisa qualitativa, cujo objetivo foi identificar elementos da prática dos enfermeiros de terapia intensiva que dificultam a implementação da humanização da assistência, analisando-os à luz da Política Nacional de Humanização. Realizaram-se entrevista semiestruturada com 22 enfermeiros de uma unidade de terapia intensiva e análise temática de conteúdo. O usuário, a família e a equipe integram a prática cotidiana de cuidados, mas os dispositivos da humanização contidos na Política, como visita aberta, ambiência, acolhimento, interação com a equipe multiprofissional, oficinas e grupos de trabalho, não são efetivamente implementados para eles. Há dificuldades que indicam necessidade de investimentos na formação e na gestão institucional e do cuidado, de modo que a política de humanização seja efetivamente implantada na unidade de terapia intensiva.

Palavras-chave: Unidades de terapia intensiva. Enfermagem. Cuidados de enfermagem. Humanização da assistência.

 

Distribuição da mortalidade por acidentes de trânsito no município do Rio de Janeiro

Luana dos Passos GomesI;Enirtes Caetano Prates MeloII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(2): 289 - 295

Resumo Download

Este estudo descreveu a evolução da taxa de mortalidade por acidentes de trânsito e analisou sua distribuição espacial no Município do Rio de Janeiro. Foram analisados dados sobre mortalidade por causas externas ocorridos no período de janeiro de 1996 a dezembro de 2004 utilizando-se dados do Sistema de Informação de Mortalidade. A análise foi feita com a utilização do programa TABWIN, software desenvolvido pelo DATASUS que facilita a construção de indicadores de mortalidade. Pôde-se observar uma queda significativa no coeficiente de mortalidade por acidentes de trânsito no período analisado, que parece estar relacionada à implantação do novo Código de Trânsito Brasileiro (21,4 - 8,7/100.000 habitantes). A população de adulto-jovens do sexo masculino mostrou-se largamente atingida (40,6%), e o tipo de acidente mais freqüente foi o atropelamento (65%). Os dados obtidos indicam a necessidade premente de se empreenderem ações preventivas para o trânsito, através de ações intersetoriais.

Palavras-chave: Acidentes de Trânsito. Mortalidade. Taxa de Mortalidade. Epidemiologia. Prevenção Primária

 

Distribuição do parto vaginal e da cesariana no município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004

Virginia Maria de Azevedo Oliveira KnuppI; Enirtes Caetano Prates MeloII; Rejane Burlandi de OliveiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(1): 39 - 44

Resumo Download

O parto vaginal é um processo natural que acontece por si mesmo, não necessitando da intervenção de terceiro. A cesariana é uma intervenção médica sobre um processo que a natureza resolve e regula sem artifícios. O objetivo desse estudo é analisar a distribuição do parto vaginal e da cesariana no Município do Rio de Janeiro no período de 2001 a 2004 e estudálos segundo as variáveis: raça da parturiente, área de planejamento de residência, local de ocorrência, natureza jurídica do hospital, faixa etária, estado civil e escolaridade da mãe, consulta pré-natal e Apgar no 1º minuto. Estudo descritivo de base populacional, que analisou as Declarações de Nascidos Vivos do Município do Rio de Janeiro em 2001 a 2004 através do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. As altas taxas de cesariana foram observadas nas regiões com maior poder econômico, instituições privadas, em mulheres acima de 35 anos, em casadas e com maior escolaridade.

Palavras-chave: Enfermagem Obstétrica. Saúde da Mulher. Sistemas de Informação. Saúde Coletiva

 

Distribuição geográfica dos óbitos de idosos por acidente de trânsito

Ana Maria Ribeiro dos Santos, Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues, Claudia Benedita dos Santos, Gustavo Bussi Caminiti

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 130 - 137

Download

 

Distúrbios do sono em homens com câncer de próstata em hormonioterapia

Izabel Cristina Soares Araújo, Maria Helena Barbosa, Elizabeth Barichello

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(4): 705 - 709

Download

 

Divergências em relação aos cuidados com o recém-nascido no centro obstétrico

Elizete Besen Müller; Maria de Fátima Mota Zampieri

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(2): 247 - 256

Download

 

Do ato médico para o ato de enfermagem: princípios para uma prática autônoma de enfermagem

Nébia Maria Almeida de FigueiredoI; Vilma de CarvalhoII; Gisella de Carvalho QueluciIII; Rafaela de Oliveira Lopes da SilvaIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 28 - 38

Download

 

Do cuidado da mulher: questões de gênero e sua incorporação no contexto do HIV/AIDS

Diego SchaurichI; Stela Maris de Mello PadoinII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2004; 8(1): 101 - 108

Download

 

Do público ao privado: a situação dos cursos superiores privados de enfermagem no estado do Rio de Janeiro

Thaísa Góis F. de M. S. LimaI; Suely de Souza BaptistaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 359 - 374

Download

 

Do todo para a parte: a busca do singular na produção de enfermagem

Marcos Antônio Gomes Brandão

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 9 - 11

Download

 

Doença cardíaca e a vivência da internação hospitalar para a pessoa idosa

Zélia Maria de Sousa Araújo SantosI; Zaira Maria Diógenes Parente MartinsII; Maria Teresa Moreno ValdésIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 199 - 206

Download

 

Doença de alzheimer na pessoa idosa/família: Dificuldades vivenciadas e estratégias de cuidado

Silomar Ilha, Dirce Stein Backes, Silvana Sidney Costa Santos, Daiane Porto Gautério-Abreu, Bárbara Tarouco da Silva, Marlene Teda Pelzer

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(1): 138 - 146

Download

 

Doença renal crônica: conhecendo a experiência da criança

Sheila de Souza VieiraI; Giselle DupasII; Noeli Marchioro Liston Andrade FerreiraIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 74 - 83

Resumo Download

Esta pesquisa objetivou compreender a vivência da criança com insuficiência renal crônica e analisar o significado que ela atribui a esta vivência. Os referenciais que embasaram o estudo foram o Interacionismo Simbólico e a Teoria Fundamentada nos Dados, teórico e metodológico, respectivamente. Neste estudo qualitativo, utilizamos a entrevista consentida semiestruturada. Foram entrevistadas oito crianças de 7 a 14 anos. Emergiram oito categorias conceituais que delinearam a trajetória da criança perante a doença: "Descobrindo-se doente", "Sofrendo mudanças no dia-dia", "Sentindo que está prejudicando outrem", "Sofrendo com outros problemas", "Procurando acostumar-se", "Igualando-se às demais crianças", "Não sendo forte o bastante" e "Projetando o futuro". A adaptação a uma doença crônica na infância é um processo complexo que se modifica à medida que a criança e sua família superam enfrentamentos anteriores. O relato da criança é muito importante para identificarmos suas necessidades e assegurarmos uma assistência mais humanizada.

Palavras-chave: Insuficiência Renal Crônica. Criança. Enfermagem Familiar

 

Dor na criança submetida à punção venosa periférica: efeito de um creme anestésico

Eduardo Amável Castro Moreno; Amâncio António de Sousa Carvalho; Elisabete Pimenta Araújo Paz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2014; 18(3): 392 - 399

Download

 

Dor neuropática central após lesão medular traumática: capacidade funcional e aspectos sociais

Janaina Vall; Violante Augusta Batista Braga

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(3): 404 - 410

Resumo Download

Estudo de caso comparativo com o objetivo de avaliar a capacidade funcional e os aspectos sociais de dois pacientes, ambos com lesão medular traumática, sem e com dor neuropática central associada, respectivamente. Para avaliar a capacidade funcional, foi utilizado como instrumento o Functional Independence Measure ou Escala de Independência Funcional. E para avaliar os aspectos sociais foi construído o ecomapa de cada paciente, preconizado pelo modelo Calgary de avaliação de famílias. Ambos foram aplicados no domicílio do paciente. Os resultados mostraram que o paciente com dor neuropática central secundária à lesão medular possui baixa capacidade funcional e precária rede social de apoio, quando comparado com o paciente com as mesmas condições, porém sem dor associada.

Palavras-chave: Paraplegia. Dor. Enfermagem em Reabilitação. Apoio social

 

Dor sofrida pelo recém-nascido durante a punção arterial

Teresa Mônica da Silva; Edna Maria Camelo Chaves; Maria Vera Lúcia Moreira Leitão Cardoso

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 726 - 732

Resumo Download

Objetivou-se avaliar a intensidade da dor sofrida pelo recém-nascido prematuro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, durante a coleta de sangue arterial, por intermédio da Neonatal Infant Pain Scale (NIPS), utilizando medidas de sucção não nutritiva. Estudo de intervenção, quantitativo, realizado com 24 recém-nascidos em Fortaleza CE, em 2004. O grupo-caso recebeu uma chupeta de gaze embebida em água destilada, e o grupo-controle, uma chupeta com glicose a 25%, dois minutos antes da coleta. Na análise inferencial, a intensidade média da dor com água destilada foi 6,08; com glicose a 25% foi de 1,04. Concluímos que as alterações comportamentais variaram significativamente, já as fisiológicas pouco foram alteradas.

Palavras-chave: Dor. Recém-nascido. Enfermagem. Neonatologia

 

Doulas na assistência ao parto: concepção de profissionais de enfermagem

Denise da Silva Santos I; Isa Maria Nunes II

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(3): 582 - 588

Resumo Download

Estudo descritivo, exploratório. Objetivou descrever a concepção das profissionais de enfermagem sobre a participação das doulas na assistência à mulher no trabalho de parto. Utilizou abordagem qualitativa com entrevista semiestruturada. Os sujeitos foram 11 auxiliares/técnicas de enfermagem e 5 enfermeiras (os) atuantes no centro obstétrico de uma maternidade pública em Salvador, Bahia. Os resultados apontaram para três categorias: da ideia à realidade da iniciativa "doulas na sala de parto"; facilidades e dificuldades com a presença destas. Constata-se que essa iniciativa objetivou preencher a lacuna do acompanhante no centro obstétrico da instituição. Dentre as facilidades identificadas, têm relevância a substituição da família e o conforto físico proporcionado à mulher, e, como dificuldades, observam-se a indefinição do papel e a falta de clareza no limite de atuação das doulas. Apreendeu-se que as depoentes reconhecem a importância da atuação da doula, mas enfatizam problemas decorrentes da forma de inserção das doulas no serviço.

Palavras-chave: Parto Humanizado. Acompanhantes de Pacientes. Enfermagem

 

Doutorado-sanduíche em enfermagem: relato de experiência

Rosane Arruda DantasI; Lorita Marlena Freitag PagliucaII; Antônio Luís Rodrigues Faria de CarvalhoIII; Wilson Correia de AbreuIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 425 - 430

Resumo Download

Relato de experiência acerca de estágio de doutorando-sanduíche realizado com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, durante o período de outubro de 2005 a janeiro de 2006, na Faculdade de Enfermagem de D. Ana Guedes, no Porto, em Portugal, instituição já visitada na graduação. Tive a oportunidade de replicar a metodologia de parte da dissertação com crianças portuguesas. Isso permitiu estudo comparativo entre duas culturas que guardam afinidades, mas têm características distintas. Além disso, ministrei aulas, participei de cursos e seminários e aprofundei os conhecimentos acerca da Teoria da Universalidade e Diversidade do Cuidado Cultural. Considero que esta experiência é um estímulo para a garantia da autonomia do enfermeiro na assistência de enfermagem, como pesquisador e docente, ampliando conhecimentos e os inserindo no processo de cuidado. Ademais, influencia positivamente no amadurecimento psicológico, cultural e social do doutorando.

Palavras-chave: Enfermagem. Cuidados de Enfermagem. Teoria de Enfermagem

 

DST no âmbito da relação estável: análise cultural com base na perspectiva da mulher

Leilane Barbosa de SousaI; Maria Grasiela Teixeira BarrosoII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(1): 123 - 130

Resumo Download

O trabalho teve como objetivo analisar as significações da contaminação por DST para a mulher em união estável. Trata-se de uma pesquisa etnográfica, baseada na Teoria do Cuidado Cultural. Desenvolveu-se o estudo no Centro de Desenvolvimento Familiar (CEDEFAM) e no contexto familiar de sete mulheres, durante nove meses. Os resultados mostraram que o diagnóstico de DST influencia o comportamento sexual das mulheres. Em face disso, todavia, verificou-se que os homens parecem se comportar como coadjuvantes no processo e ainda consideram o problema como inerente apenas à parte feminina. Conclui-se que é imprescindível a abordagem da cultura nas ações de Educação em Saúde para a promoção da saúde sexual e reprodutiva do casal.

Palavras-chave: Doenças Sexualmente Transmissíveis. Saúde da Mulher. Enfermagem

 

É possível pensar de outro modo a educação em enfermagem?

Maria Henriqueta Luce Kruse

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 348 - 352

Resumo Download

Discorre sobre as práticas pedagógicas que constituem a enfermeira, onde se estabelecem, regulam e modificam as relações deste sujeito consigo mesmo e nas quais se constitui a experiência de si. Aponta os discursos que a produzem, as condições de possibilidades do aparecimento desta profissão no Brasil, os repertórios de modos de experiência de si e os dispositivos para formação de seus membros, destacando quatro aspectos da Tese "Os poderes dos corpos frios": a disciplina de Anatomia, as técnicas de enfermagem, o exame físico e os diagnósticos de enfermagem, aqui vistos como dispositivos produtores dos corpos frios. Aponta tais estratégias de ensino como representativas de um determinado modo de ensinar enfermagem, ressaltando que os mecanismos disciplinares que permeiam o modo como ensinamos podem nos impedir de pensar de outro modo o ensino de enfermagem.

Palavras-chave: Educação em Enfermagem. Educação Superior. História da Enfermagem

 

E-baby integridade da pele: inovação tecnológica no ensino de enfermagem neonatal baseado em evidências

Natália Del Angelo Aredes; Danielle Monteiro Vilela Dias; Luciana Mara Monti Fonseca; Suzanne Hetzel Campbell; José Carlos Amado Martins; Manuel Alves Rodrigues

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(3): -

Download

 

Educação em ambulatório de pediatria

Fernando Ramos Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(4): 694 - 698

Download

 

Educação em enfermagem e oportunidades de carreira nos Estados Unidos da América

Carolyn F. Waltz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(2): 167 - 170

Download

 

Educação em enfermagem no cuidado humanizado

Luz Esperanza Hernández Terrazas; Aracely Díaz Oviedo; Jose Francisco Martinez Licona; Darío Gaytan Hernandez

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Educação em saúde com adolescentes: análise da aquisição de conhecimentos sobre temas de saúde

Vanise dos Santos Ferreira Viero, Joni Marcio de Farias, Fabiane Ferraz, Priscyla Waleska Simões, Jéssica Abatti Martins, Luciane Bisognin Ceretta

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(3): 484 - 490

Download

 

Educação em saúde como fator de participação da enfermeira na construção da cidadania do surdo: reflexão crítica

Rosiléa Alves de SousaI; Lorita Marlena Freitag PagliucaII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(3): 489 - 497

Download

 

Educação em saúde e mulheres idosas: promoção de conquistas políticas, sociais e em saúde

Maria do Livramento Fortes FigueiredoI; Claudete Ferreira de Souza MonteiroII; Benevina Maria Vilar Teixeira NunesIII; Maria Helena Barros Araújo LuzIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(3): 456 - 461

Resumo Download

Este estudo traz uma abordagem qualitativa sobre a Educação em Saúde e tem como objeto de estudo a descrição dos saberes e práticas adotados pelas mulheres idosas, sujeitos das ações de Educação em Saúde no Programa Terceira Idade em Ação (PTIA), pertencente ao Núcleo de Pesquisa e Extensão Universitária para a Terceira Idade (NUPEUTI) da Universidade Federal do Piauí (UFPI). A investigação teve como objetivos: conhecer saberes e práticas da mulher idosa decorrentes das ações de Educação em Saúde que possibilitem conquistas de autonomia e cidadania; discutir de que forma as integrantes da pesquisa vivenciam os saberes adquiridos por meio das ações de Educação em Saúde que favoreçam conquistas de autonomia e cidadania. Os dados foram agrupados em três categorias de análise. A primeira refere-se à participação da mulher idosa nas políticas públicas, revendo conceitos de cidadania; a segunda categoria abrange o social e a inserção da mulher idosa; e a terceira categoria ressalta a mulher idosa e as questões de saúde. O estudo mostra que a mulher idosa é capaz de aprender e agir, conquistando um novo lugar e significado para sociedade, exercendo plenamente sua cidadania.

Palavras-chave: Educação em Saúde. Saúde da Mulher. Envelhecimento. Autonomia Pessoal

 

Educação em saúde na estratégia saúde da família: o significado e a práxis dos enfermeiros

Simone Roecker; Sonia Silva Marcon

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 701 - 709

Resumo Download

O estudo objetivou identificar o significado da educação em saúde para os enfermeiros da Estratégia Saúde da Família (ESF) e as ações educativas individuais e coletivas desenvolvidas por eles. Participaram da pesquisa 20 enfermeiros que atuam na ESF no âmbito da 10ª Regional de Saúde do Estado do Paraná. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa. Os dados foram coletados em abril de 2010, por meio de entrevistas semiestruturadas gravadas, e submetidos à análise de conteúdo categorial. Os resultados apontam para duas categorias: desvelamento do significado da educação em saúde sob a ótica dos enfermeiros; e a práxis educativa no cotidiano dos enfermeiros. Conclui-se que há necessidade de se esclarecer os objetivos da ESF relacionados à educação em saúde aos profissionais, e estabelecer um processo de capacitação e educação permanente para que ela seja eficaz e propicie a prevenção de doenças e a promoção da saúde da população.

Palavras-chave: Educação em saúde. Saúde da família. Enfermagem em saúde pública. Atenção primária à saúde

 

Educação em saúde na sala de espera: cuidados e ações à criança que vive com HIV/aids

Paula Manoela Batista Poletto, Maria da Graça Corso da Motta

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 641 - 647

Download

 

Educação em saúde no programa de controle da hanseníase: a vivência da equipe multiprofissional

Maria Cristina Dias Silva; Elisabete Pimenta Araújo Paz

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(2): 223 - 229

Resumo Download

Esta investigação aborda a vivência dos profissionais de serviços básicos de saúde do município do Rio de Janeiro, que realizam atividades de educação em saúde no Programa de Controle da Hanseníase. Os objetivos foram compreender o significado dessas atividades e discutir como o conceito de educação em saúde se relaciona com esta prática. Utilizou-se a fenomenologia de Martin Heidegger como método de obtenção e análise dos depoimentos. Os significados evidenciaram as atividades educativas fundadas nas normas do Programa de Controle da Hanseníase e na tradição de que educação em saúde é transmitir informações necessárias ao cuidado e adesão ao tratamento. Mostrou-se um modo impessoal de desenvolver os conteúdos educativos e um discurso oriundo da prática educativa tradicional. Concluímos que a realização das atividades de educação em saúde ainda está dominada por um fazer inautêntico, mas que este não retira dos profissionais a possibilidade de se voltarem autenticamente ao ser com hanseníase.

Palavras-chave: Educação em Saúde. Hanseníase. Atenção Primária à Saúde

 

Educação em saúde no trânsito para adolescentes estudantes do ensino médio

Rafael Tavares Jomar; Marcelo Rodrigues Ribeiro; Ângela Maria Mendes Abreu; Rachel Ferreira Savary Figueirò

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(1): 186 - 189

Resumo Download

Este é um relato de experiência de acadêmicos de enfermagem em uma atividade de Educação em Saúde no Trânsito que objetivou sensibilizar adolescentes estudantes de ensino médio quanto à relação perigosa do consumo de bebidas alcoólicas e os acidentes de trânsito. Aproximadamente 150 estudantes de 14 a 19 anos participaram da atividade, que foi composta por exibição de vídeo, palestra, discussão e distribuição de material educativo. Com esta experiência, os acadêmicos de enfermagem puderam vivenciar um trabalho de Extensão Universitária com enfoque na prevenção de agravos na comunidade e concluíram que o profissional enfermeiro pode desempenhar um papel importante na prevenção dos acidentes de trânsito envolvendo uso de álcool; entretanto, este tema precisa ser mais trabalhado durante sua formação.

Palavras-chave: Educação em Saúde. Acidentes de Trânsito. Consumo de Bebidas Alcoólicas. Transtornos Relacionados ao Uso de Álcool. Prevenção de Acidentes

 

Educação em saúde para prevenção das complicações crônicas do diabetes mellitus na atenção primária

Maria Aparecida Salci; Betina Hörner Schlindwein Meirelles; Denise Maria Guerreiro Vieira da Silva

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Educação em Saúde segundo os preceitos do Movimento Feminista: estratégias inovadoras para promoção da saúde sexual e reprodutiva

Carla Cardi Nepomuceno de Paiva, Alana Stephanie Esteves Villar, Maria das Dores de Souza, Adriana Lemos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 685 - 691

Download

 

Educação em saúde: planejamento e execução da alta em uma unidade de terapia intensiva neonatal

Elisabeta Albertina Nietsche1; Aline Dalla Nora2; Márcia Gabriela Rodrigues de Lima3; Janilene Camara Bottega4; Eliane Tatsch Neves5; Vera Lúcia Sosmayer 6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 817 - 823

Resumo Download

Objetivou-se compreender a percepção dos profissionais de saúde e pais em relação ao planejamento e efetivação da alta do recém-nascido da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa, cuja coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada em 2011. Os participantes da pesquisa foram oito profissionais da saúde e treze pais de recém-nascidos. Para análise dos dados utilizou-se a Análise de Conteúdo. Os resultados apontam que a alta hospitalar dos neonatos é focada no restabelecimento das condições fisiológicas; as orientações de cuidado ao recém-nascido são passadas aos pais pelo enfermeiro de forma rápida e acontecem apenas no momento da alta. Concluiu-se que é necessária ampliação das estratégias de educação em saúde no processo de alta hospitalar, para os pais de neonatos, pela equipe de saúde em sua rotina de trabalho, visando melhor planejamento e continuidade do cuidado prestado.

Palavras-chave: Alta do paciente. Recém-nascido. Educação em saúde. Enfermagem.

 

Educação para cultura da segurança do paciente: Implicações para a formação profissional

Wiliam Wegner, Silvana Cruz da Silva, Karen Jeanne Cantarelli Kantorski, Caroline Maier Predebon, Márcia Otero Sanches, Eva Neri Rubim Pedro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(3): -

Download

 

Educação Permanente em Saúde na atenção ao idoso: dificuldades e facilidades do Núcleo de Apoio à Saúde da Família

Iara Sescon Nogueira; Vanessa Denardi Antoniassi Baldissera

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(2): -

Download

 

Educação sanitária num ambulatório de obstetrícia

Fernando Porto

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(4): 613 - 621

Download

 

Efeito da simulação realística combinada à teoria na autoconfiança e satisfação de profissionais de enfermagem

Hanna Clara Teixeira Mesquita; Breno de Sousa Santana; Marcia Cristina da Silva Magro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Efeito de vídeo educativo no conhecimento do aluno sobre higiene bucal de pacientes em quimioterapia

Ana Paula Neroni Stina, Cristina Mara Zamarioli, Emilia Campos de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 220 - 225

Download

 

Efeito do horário do soninho para redução de ruído na unidade de terapia intensiva neonatal

Bruna Ribeiro dos Santos; Kelly Cristina Sbampato Calado Orsi; Maria Magda Ferreira Gomes Balieiro; Monica Hiromi Sato; Tereza Yoshiko Kakehashi; Eliana Moreira Pinheiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(1): 102 - 106

Download

 

Eficácia de estratégias educativas para ações preventivas da pneumonia associada à ventilação mecânica

Fernanda Alves Ferreira Gonçalves1; Virginia Visconde Brasil2; Ruth Minamisava3; Carlos Roberto Caixeta4; Lizete Malagoni de Almeida Cavalcante Oliveira5; Jacqueline Andréia Bernardes Leão Cordeiro6

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 802 - 808

Resumo Download

Objetivou-se determinar a eficácia de estratégia educativa para melhorar o desempenho da equipe de enfermagem na realização de procedimentos preventivos da pneumonia associada à ventilação mecânica. Ensaio clínico controlado não randomizado, conduzido em 2011, em uma unidade de terapia intensiva de Goiânia-Goiás, com a equipe de enfermagem alocada nos grupos intervenção (n=24) e comparação (n=11). Trinta dias após workshops (intervenção), os grupos foram sistematicamente observados usando-se checklist sobre montagem dos ventiladores, posicionamento da cabeceira, mudança de decúbito, uso de equipamentos de proteção individual, higiene brônquica e oral, verificação da pressão do cuff e instalação da sonda enteral. Cada procedimento foi utilizado como unidade de análise e desfecho. A intervenção foi eficaz para higienização da língua (51%), montagem do ventilador (43%) e ordem correta tubo-nariz-boca na higiene brônquica (13%). Estudos em diferentes cenários poderão confirmar a eficácia da estratégia analisada (workshop), assim como identificar outras estratégias educativas úteis para prevenção da pneumonia associada à ventilação mecânica.

Palavras-chave: Pneumonia associada à ventilação mecânica. Educação continuada. Enfermagem.

 

Eficiente orientação do pessoal

Alexandre Barbosa de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 244 - 248

Download

 

Egressas da Escola de Enfermagem Carlos Chagas: campos de atuação. 1936-1948

Fernanda Batista Oliveira Santos, Rita de Cássia Marques

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(2): 363 - 368

Download

 

Elaboração e validação de caderneta de orientação em saúde para familiares de crianças com doença falciforme

Sarah Vieira Figueiredo; Thereza Maria Magalhães Moreira; Clarice Santos Mota; Roselene Soares de Oliveira; Ilvana Lima Verde Gomes

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Em busca de conhecimento de enfermagem sobre o homem com câncer: uma experiência internacional

Maria Gefé da Rosa MesquitaI; Marléa Chagas Moreira II; Sally MaliskiIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2009; 13(2): 421 - 424

Resumo Download

Trata-se de um relato de experiência de visita técnico-científica e intercâmbio cultural na Escola de Enfermagem Universidade da Califórnia de Los Angeles, no período de janeiro a junho de 2008, durante o desenvolvimento do curso de mestrado na Escola de Enfermagem Anna Nery da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O propósito é apresentar as atividades desenvolvidas em disciplinas e grupo de pesquisa. A experiência contribuiu para o aprofundamento de aspectos teóricos relacionados à temática do homem portador de câncer e às possibilidades de intervenção de enfermagem. Sugere-se que estratégias institucionais sejam implementadas pelos programas de pós-graduação, com o apoio dos órgãos de fomento para viabilizar experiências de intercâmbio internacional durante o curso de mestrado, pois favorecem grande avanço pessoal e profissional, além de estreitar laços de cooperação com pesquisadores e instituições do exterior para o desenvolvimento de pesquisas no seguimento da formação profissional.

Palavras-chave: Intercâmbio Educacional Internacional. Educação de Pós-Graduação em Enfermagem. Enfermagem Oncológica

 

Em busca do bem-estar e do modo de ser do trabalhador saudável

Nina Autora SavoldiI; Eloita Pereira NevesII; Iraci dos SantosIII; Maria Yvone Chaves MauroIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(3): 413 - 423

Download

 

Em defesa dos direitos da criança no ambiente hospitalar: o exercício da advocacia em saúde pelos enfermeiros

Bruna Ruoso da Silva Neutzling, Jamila Geri Tomaschewski Barlem, Edison Luiz Devos Barlem, Carolina Domingues Hirsch, Liliane Alves Pereira, Claudia Denise Schallenberguer

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Em tempos difíceis: uma reflexão

Lilian Felippe Duarte de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(2): 167 - 170

Download

 

Emblemas e rituais: reconstruindo a história da Escola de Enfermagem Hermantina Beraldo

Josefar Reis de ToledoI; Tânia Cristina Franco SantosII; Maria Aparecida de AraújoIII; Antônio José de Almeida FilhoIV

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2008; 12(2): 243 - 250

Resumo Download

Estudo histórico-social.
OBJETO: emblemas e rituais instituídos pela Escola de Enfermagem Hermantina Beraldo no período de 1947 a 1950. Objetivos: caracterizar a escola; enumerar os emblemas e rituais por ela utilizados e comentar as implicações da utilização desses emblemas e rituais. As fontes primárias foram documentos escritos e fotográficos pertencentes ao acervo da escola e ao acervo pessoal da professora Maria Aparecida Araújo. As fontes secundárias focalizam a História da Enfermagem Brasileira, a História do Brasil e a história da própria escola. A análise dos dados, feita com base em estudos relativos à temática do estudo, evidenciou que os emblemas e rituais, de inspiração religiosa e militar, instituídos pela escola, apontavam modelos a serem seguidos, inculcando atributos como hierarquia e disciplina, de modo a favorecer a construção da identidade da enfermeira diplomada pela Escola de Enfermagem Hermantina Beraldo.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Escolas de Enfermagem. Emblemas e Insígnias. Rituais

 

Emergência oncológica: atuação dos enfermeiros no extravasamento de drogas quimioterápicas antineoplásicas

Nauã Rodrigues de Souza, Magaly Bushatsky, Eudanusia Guilherme de Figueiredo, Jessica Thamires da Silva Melo, Daniela de Aquino Freire, Isabel Cristina Ramos Vieira Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2017; 21(1): -

Download

 

Emergências Pré-Hospitalar na Infância

Brígida Neide Rocha Lira1; Maria Cristina de Jesus Melo2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 147 - 155

Resumo Download

As emergências pediátricas podem ocorrer a qualquer momento em qualquer local: no trabalho, lazer ou via pública. A prestação imediata de primeiros socorros muitas vezes significa a diferença entre a vida e a morte dessas crianças ou entre a recuperação e a incapacidade. As medidas de primeiros socorros podem ser aplicadas por qualquer pessoa que esteja próxima a criança, até que chegue o auxílio especializado. O Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro preocupa-se com o treinamento em primeiros socorros há vários anos e através dos ensinamentos adquiridos por esta magnífica Instituição é que gostaríamos de dar um enfoque especial aos prováveis acidentes com as crianças e que se tornam alvos fáceis para os mais variados tipos de acidentes que requerem atuação de emergência imediata.

Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da criança. Emergência pediátrica. Primeiros socorros.

 

Emergindo a complexidade do cuidado de enfermagem ao ser em morte encefálicaa

Aline Lima Pestana1; Alacoque Lorenzini Erdmann2; Francisca Georgina Macêdo de Sousa3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2012; 16(4): 734 - 740

Resumo Download

O estudo objetivou desvelar a complexidade do cuidado de enfermagem ao ser em morte encefálica. Utilizaram-se como referenciais teórico e metodológico o pensamento complexo e a Grounded Theory, respectivamente. Os dados foram coletados em um hospital universitário do nordeste brasileiro, de dezembro de 2010 a junho de 2011, por meio de entrevistas não estruturadas. A amostra teórica constituiu-se de 12 enfermeiros, distribuídos em três grupos amostrais. O fenômeno "Desvelando relações e interações múltiplas do ser enfermeiro na complexidade do cuidado ao ser em morte encefálica" foi delimitado por cinco categorias. Neste artigo, foi abordada a categoria "Emergindo a complexidade do cuidado de enfermagem ao ser em morte encefálica". O estudo evidenciou que o cuidado ao ser em morte encefálica é caracterizado por desordem e incertezas, fazendo com que o enfermeiro vivencie sentimentos diversos e ambivalentes. A sua complexidade está em compreender a sua singularidade e dialogicidade.

Palavras-chave: Cuidados de enfermagem. Morte encefálica. Enfermeiros. Cuidados intensivos. Pesquisa qualitativa.

 

Empregabilidade dos Enfermeiros no Brasil

Ana Luiza Stiebler Vieira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(0): 65 - 74

Resumo Download

O trabalho mostra ao longo das décadas de 70, 80 e 90, a absorção dos enfermeiros no país através da oferta e demanda destes profissionais no mercado de trabalho do setor saúde, em outros setores da economia, e aponta sinais de absorção em novos mercados. Analisa que os enfermeiros são profissionais requeridos no mercado de trabalho, cuja empregabilidade vem aumentando ao longo das décadas. Utiliza como fontes da oferta de enfermeiros, os profissionais cadastrados no Conselho Federal de Enfermagem, os concluintes e os cursos de graduação através do Ministério da Educação; e como fontes de demanda, a pesquisa Assistência Médica Sanitária do IBGE, e a Relação Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho.

Palavras-chave: Enfermagem. Enfermeiros. Mercado de trabalho. Ocupações em saúde.

 

Enfermagem ... reflexões e prática

Lucia Helena Silva Corrêa Lourenço

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2003; 7(1): 9 - 11

Download

 

Enfermagem : arte e ciência do cuidado

Marcia de Assunção Ferreira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(4): 664 - 666

Download

 

Enfermagem autônoma: por quê e para quê?1

Rosângela da Silva Santos1; SuzyDarlen Dutra de Vasconcelos2

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 1999; 3(3): 74 - 88

Resumo Download

Trata o presente estudo de uma pesquisa realizada por uma docente da Escola de Enfermagem Anna Nery/UFRJ e uma bolsista de Iniciação Científica da EÉAN. A pesquisa teve como objetivos: Identificar o modelo de assistência de enfermagem prestada nas instituições privadas; Relacionar a composição da equipe de enfermagem nos serviços que atuam com autonomia; Identificar a clientela assistida; Conhecer a infra-estrutura disponível e Identificar os problemas encontrados no desenvolvimento da assistência. A metodologia utilizada foi de natureza quali -quantitativa. Os dados foram colhidos através de entrevistas com os responsáveis por instituições que funcionam de forma autônoma, um total de 19 serviços. Os dados obtidos foram agrupados em categorias de acordo com as temáticas encontradas. O estudo é relevante porque permitiu conhecer a assistência prestada à comunidade e comparar com o modelo conceituai da prática autônoma da Enfermagem.

Palavras-chave: Enfermagem - Autonomia - Assistência

 

Enfermagem de emergência: a atuação do Instituto de Higiene durante a guerra civil brasileira de 1932

Maria Cristina da Costa Marques; Danilo Fernandes Brasileiro; Felipe Daiko Fraga

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Enfermagem e história da enfermagem: aspectos epistemológicos destacados na construção do conhecimento profissional

Vilma de Carvalho

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 500 - 508

Resumo Download

Trata de discutir o tema designado como "A Construção do Saber de História da Enfermagem" com dois objetivos: 1. contribuir na ampliação do espaço dos pesquisadores da enfermagem justificando seus direitos em relação aos objetos de estudo ligados às disciplinas de sua formação profissional - Enfermagem e História da Enfermagem; e 2. ressaltar conceitos para uma epistemologia da enfermagem considerando aspectos da construção do conhecimento potenciais para reduzir dificuldades nas pesquisas da enfermagem, em especial no interesse da história da enfermagem brasileira. A abordagem parte da atitude intelectual face ao assunto e é colocada segundo uma postura crítica coerente com conjeturas e reflexões acerca de aspectos epistemológicos destacados na construção do conhecimento profissional, com mais pertinência ao pensar sobre Enfermagem - seu saber e sua história. As considerações visam a idéia representada pela questão de conhecimentos em construção a meio caminho entre subjetividade e objetividade - aspectos epistemológicos desses conhecimentos, e como sucedem no campo epistêmico. A Enfermagem e a História da Enfermagem são focalizadas como um conjunto de elementos relativos à prática social da profissão e outros radicados nas determinações históricas. A autora trata o assunto com base em conceitos epistemológicos (Canguilhem e Barchelard) relativamente ao que se deve compreender por "história das ciências" e numa perspectiva do que se possa compreender por "a atualidade da história das ciências".

Palavras-chave: Enfermagem. História da Enfermagem. Formação de Conceito. Epistemologia

 

Enfermagem em face do problema rural do Brasil

Evandro Chagas

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2005; 9(1): 15 - 17

Download

 

Enfermagem psiquiátrica: discursando o ideal e praticando o real

Manoela Alves; Rosane Mara Pontes de Oliveira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(1): 64 - 70

Resumo Download

Estudo sobre a análise do cuidado da enfermeira no espaço da internação hospitalar, com ênfase na compreensão dos pressupostos teóricos contidos no ato de cuidar. Neste trabalho apresentamos às enfermeiras pressupostos teóricos que poderão auxiliar o ato de cuidar de pacientes mentalmente doentes. O estudo é de natureza qualitativa. Foi adotado o modelo teórico "O intuir empático" de Oliveira para nortear as discussões e a análise dos dados. Os temas oriundos das discussões guiaram o processo analítico e reflexivo. As enfermeiras concordam e aceitam os pressupostos teóricos do modelo de cuidar "O intuir empático" de Oliveira e acham que estes pressupostos são muito valiosos na ação de cuidado que elas exercem. No entanto, os dados demonstram uma lacuna na capacidade de agir eficientemente em uma situação real apoiando-se em conhecimentos teóricos e práticos. Há uma contradição entre o que as enfermeiras adotam como discurso e o que fazem realmente na prática hospitalar.

Palavras-chave: Assistência de Enfermagem. Enfermagem Psiquiátrica. Teoria de Enfermagem

 

Enfermagem: realidade da imunização contra Hepatite B de um hospital do norte de Minas Gerais

Danyela Mercury Soares, Cássio de Almeida Lima, Fernanda Marques da Costa, Jair Almeida Carneiro

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 692 - 701

Download

 

Enfermagem: tendências e novos desafios

Maria Therezinha Nóbrega da SilvaI; Ellen M. PeresII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2002; 6(2): 181 - 188

Download

 

Enfermeiros no Brasil: transformações socioeconômicas no início do século XXI

Gerson Luiz Marinho; Elisabete Pimenta Araújo Paz; Rafael Tavares Jomar; Ângela Maria Mendes Abreu

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(1): -

Download

 

Ensino da historia da enfermagem no México

Lucila Cardenas Becerril

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2000; 4(3): 377 - 382

Resumo Download

Neste trabalho se faz uma análise da forma em que se ensina a historia da Enfermagem no México. Parte-se do enunciado das características da inserção, educação e prática da Enfermagem, enfatizando-se o número de trabalhadores da Enfermagem, os niveis acadêmicos, o campo laboral e o sexo predominante. Especifica-se a estrutura do sistema educativo de Enfermagem referente ao modelo de organização, aos eixos curriculares, aos niveis de atenção e organização do trabalho acadêmico, com a finalidade de contextualizar o ensino da historia de Enfermagem nos niveis médio superior, superior e pós-graduação; isso sempre se fazendo alusão ao tipo de disciplina, objetivos, conteúdos, técnicas de ensino, tempo, recursos didáticos e bibliografia. Por último, analisam-se dois fatores determinantes no ensino da História da Enfermagem no México: A educação e a ideologia que postulam as enfermeiras.

Palavras-chave: Enfermagem - Ensino - Educação - História

 

Ensino da sistematização da assistência de enfermagem aos técnicos de enfermagem

Pétala Tuani Candido de Oliveira Salvador, Viviane Euzébia Pereira Santos, Adriana Gonçalves de Barros, Kisna Yasmin Andrade Alves, Kálya Yasmine Nunes de Lima

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2015; 19(4): 557 - 562

Download

 

Ensino de enfermagempsiquiátrica / saúde mental na Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Goiás

Denize Bouttelet MunariI; Maria Tereza Hagen GodoyII; Elizabeth EsperidiãoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2006; 10(4): 684 - 693

Resumo Download

Este artigo descreve a experiência do ensino em Enfermagem Psiquiátrica/Saúde Mental na Faculdade de Enfermagem/Universidade Federal de Goiás, pontuando potencialidades e fragilidades na busca de novos caminhos para atenção em enfermagem de saúde mental e psiquiatria. Destacamos aspectos relevantes como facilidade de integração entre as disciplinas da área com outras áreas, a contribuição na formação geral do enfermeiro no desenvolvimento de competências relacionais, de gestão, de capacitação para compreender, planejar e desenvolver ações de resgate da humanização nos serviços de saúde, com destaque especial ao cuidado do cuidador. Como fator limitante, pontuamos a fragilidade da rede de serviços de atenção psicossocial que constitui um obstáculo e grande desafio a ser superado para a implementação de mudanças na assistência e ensino.

Palavras-chave: Enfermagem Psiquiátrica. Saúde Mental. Educação em Enfermagem

 

Ensino de prevenção e tratamento de lesão por pressão utilizando simulação

Alessandra Mazzo; Fernanda Berchelli Girão Miranda; Mateus Henrique Gonçalves Meska; Anaísa Bianchini; Rodrigo Magri Bernardes; Gérson Alves Pereira Junior

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2018; 22(1): -

Download

 

Ensino inovador de enfermagem a partir da perspectiva das epistemologias do Sul

Cláudia Cristiane Filgueira Martins Rodrigues; Diana Paula de Souza Rego Pinto Carvalho; Pétala Tuani Candido de Oliveira Salvador; Soraya Maria de Medeiros; Rejane Maria de Paiva Menezes; Marcos Antonio Ferreira Júnior; Viviane Euzébia Pereira

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2016; 20(2): 384 - 389

Download

 

Ensino sobre Segurança do Paciente em curso de graduação em Enfermagem na perspectiva docente

Elena Bohomol

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2019; 23(2): -

Download

 

Entre a Enfermagem e a maternidade: um estudo sobre a interação enfermeira e recém-nascido

Flávia Cristina Cordeiro BiesbroeckI; Mariana Gomes CardimII; Maria Aparecida de Luca NascimentoIII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(1): 80 - 85

Resumo Download

Estudo descritivo exploratório que tem por objetivo correlacionar o comportamento afetivo e interacional das enfermeiras durante a oferta de alimento ao recém-nascido por meio da técnica do copinho, em uma unidade neonatal, a um cuidado essencial de enfermagem, tendo em vista a vulnerabilidade desta clientela. Foram observadas, através de imagens, vinte enfermeiras durante a execução do referido procedimento, e os seus gestuais são discutidos à luz de referenciais da fisiologia humana, da interação e da psicologia infantil, dentre outros. Conclui-se que o cuidado de enfermagem dispensado ao recém-nascido, além de cientificamente complexo, requer, de quem o pratica, atenção, ternura e sensibilidade, elementos subjetivos implícitos no cuidado de enfermagem, que não devem ser creditados à maternagem, mas ao cuidado revestido de profissionalismo, responsabilidade, cientificidade e ética.

Palavras-chave: Enfermagem. Recém-nascido. Comportamento

 

Entre a modernidade e a tradição: a iniciação sexual de adolescentes piauienses universitárias

Maria Rosilene Cândido Moreira; José Francisco Fernandes Quirino dos Santos

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2011; 15(3): 558 - 566

Resumo Download

A sexualidade, enquanto fenômeno que propicia momentos singulares de descobrimento de si e do outro, permite a realização de práticas permeadas por simbolizações adquiridas na adolescência. Por sofrer influência de fatores genéticos, sociais e culturais, o comportamento sexual adolescente é, por vezes, permeado por situações conflituosas. O presente estudo teve como objetivo desvelar comportamentos sexuais de acadêmicas de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí, bem como seus mecanismos de influência, e compreender os aspectos que envolvem a iniciação sexual, considerando os entraves desencadeados pela formação tradicional e aspirações modernizantes. Adotou-se o método etnográfico, aplicando-se entrevistas em profundidade a 12 estudantes, nos meses de outubro e novembro de 2009. As entrevistas relevaram interseção entre comportamento sexual e cultura, permitindo visualizar o poder exercido pelos sistemas de representação social. É importante pontuar sobre a necessidade de mais olhares sobre o assunto por ser emergente nos diversos cenários do existir humano.

Palavras-chave: Adolescente. Sexualidade. Comportamento Sexual. Cultura

 

Entre ganhos e perdas simbólicas: a (des) mobilização das enfermeiras que atuaram na Segunda Guerra Mundial

Alexandre Barbosa de OliveiraI; Tânia Cristina Franco SantosII

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2007; 11(3): 423 - 428

Resumo Download

Estudo histórico-social.
OBJETIVOS: descrever as circunstâncias que ensejaram a mobilização e a desmobilização do primeiro grupamento feminino de enfermagem do Exército que atuou no Serviço de Saúde da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial e analisar os efeitos simbólicos advindos da atuação deste grupamento. As fontes primárias constituíram-se de depoimentos orais, documentos escritos e/ou oficiais, jornais da época e biografias. As secundárias foram compostas do acervo bibliográfico existente sobre a referida temática. Os achados foram iluminados pelos conceitos de habitus e campo do sociólogo Pierre Bourdieu, que evidenciaram ganhos e perdas simbólicas processadas por ocasião da mobilização e da desmobilização destas voluntárias para a guerra. Conclui-se que das lutas simbólicas travadas, as enfermeiras acabaram sofrendo os reflexos da dominação masculina orquestrada no contexto político-social do Brasil à época, o que trouxe como conseqüência a (re) atualização de seu habitus.

Palavras-chave: História da Enfermagem. Enfermagem Militar. Memória

 

Entre o êxito e a frustração com a sistematização da assistência de enfermagema

Karen Cristina Urtado Casafus1; Magda Cristina Queiroz Dell'Acqua2; Silvia Cristina Mangini Bocchi3

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2013; 17(2): 313 - 321

Resumo Download

Pesquisa qualitativa orientada pelos referenciais teórico-metodológicos: Interacionismo Simbólico e Grounded Theory para compreender o processo planejamento-implementação da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), segundo dois grupos amostrais: enfermeiros e auxiliares/técnicos de enfermagem de um hospital universitário, e desenvolver uma síntese dos modelos teóricos representativos dessas experiências. A saturação teórica configurou-se mediante a análise da 24ª entrevista não diretiva de 12 enfermeiros e de 12 técnicos de enfermagem, lotados em unidades de internação. Da análise emergiram dois modelos teóricos, cuja síntese originou o terceiro, intitulado "Entre o êxito e a frustração com a operacionalização da SAE: recursos humanos como componente determinante para a visibilidade do enfermeiro no processo de trabalho". Este modelo desvela o déficit de recursos humanos, impulsionando o enfermeiro a realizar uma SAE ilusória, e perpetuando um processo cíclico de sofrimento, por vivenciar a invisibilidade de sua práxis no processo de trabalho.

Palavras-chave: Processos de enfermagem. Enfermagem. Planejamento de assistência ao paciente. Recursos humanos.

 

Entre o fortalecimento e o declínio do vínculo voluntário-idoso dependente em um centro-dia

Silvia Cristina Mangini Bocchi; Juliane Andrade; Carmen Maria Casquel Monti Juliani; Silvia Justina Papini Berto; Wilza Carla Spiri

Escola Anna Nery Revista de Enfermagem 2010; 14(4): 757 - 764

Resumo